E quando falamos em preparar não nos referimos a saber se a praia ideal é da Nazaré, da Ericeira, de Carcavelos ou de Peniche ou qual delas é responsável pela maior quantidade de turismo mundial. Falamos sim em perceber quantas modalidades de surf existem em Portugal, que equipamentos necessita para as praticar e qual delas se adequa melhor ao tipo de desporto que gosta de praticar.

Por esse motivo elaboramos este artigo para que possa aprender mais sobre as várias modalidades que são praticadas em Portugal e possa escolher a mais indicada para si. Basta continuar a ler!

Os melhores professores de Surf disponíveis
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Fazer um curso de surf

A história do surf começou há pelo menos três mil anos atrás, na região da Polinésia. Os primeiros surfistas eram pescadores que usavam as pranchas como meio de transporte dos seus barcos até à costa e, durante muitos anos, a modalidade só era prática regular nas ilhas. Só depois de 1907 é que o desporto ganhou notoriedade do ocidente e passou a ser praticado por dezenas de surfistas nos Estados Unidos.

A partir desta altura, o surf passou de uma cultura pequena para uma moda com milhares de praticantes. Esta popularidade continuou a crescer até agora e ainda se mantém nos dias de hoje. Aliás basta fazer uma pesquisa na internet e irá verificar videos e mais videos deste desporto.

truques no meio da onda
Pode praticar esta modalidade em qualquer praia de norte a sul da costa de Portugal. | Fonte: Unsplash.com

Tal como nos restantes desportos aquáticos, existem alguns equipamentos que são essenciais à sua prática, tais como:

  • prancha: plataforma que é usada para surfar as ondas. Feita com poliuretano e coberta com uma camada de fibra de pano de vidro e poliéster ou resina de epoxy, é leve e maleável mas forte o suficiente para aguentar com o peso do surfista na prática de surfe. Existem vários modelos de pranchas e a forma e o tamanho variam de acordo com as características da onda que vai se aventurar;
  • fato: fato protetor feito de neopreno, para ajudar a conservar o calor do corpo. Deve estar ajustado de forma correta ao corpo para garantir que funciona eficientemente e pode ter diferentes espessuras consoante as condições onde vai ser usado;
  • parafina: fórmula natural da cera de abelhas e cera sintética que o surfista aplica para criar aderência e evitar que escorregue enquanto está a remar nas ondas. Deve ser utilizada na temperatura correta, caso contrário não será eficaz;
  • raspador: acessório para a manutenção da parafina, permite criar saliências e renovar a aderência, mas também pode ser usado para remover a parafina.

Praticar bodysurf

Se nos disser que nunca ouviu falar de bodysurf não ficaríamos surpreendidos. Mas ainda que não saiba o nome, podemos garantir que já viu pessoas a praticar esta modalidade. Talvez até já o tenha feito sem saber.

O conceito de bodysurf é muito simples, uma vez que é exatamente igual ao surf mas sem o uso de uma prancha. Consiste em deslizar nas ondas utilizando apenas o corpo, utilizando-o de maneiras diferentes para realizar várias manobras ou posições de deslize.

É considerado a forma de surf mais pura, precisamente devido ao facto de o surfista apenas utilizar o seu corpo para deslizar nas ondas. Considera-se que apanhar ondas sem necessidade de uma destas é das formas mais puras de ligação entre o surfista e o oceano.

Mas mesmo sem a utilização de pranchas, a prática de bodyboard ainda requer o uso de algum equipamento. Para garantir um melhor desempenho e segurança é comum usar barbatanas para ajudar a manobrar ao longo da face da onda. E também é comum serem utilizadas hardplanes, umas pranchas pequenas que se colocam nas mãos e servem essencialmente para maximizar a velocidade e flutuação.

onda a rebentar
O bodysurf apenas requer o uso do corpo e em Portugal temos dos melhores sítios do mundo onde pode fazer a experiência, basta escolher a praia mais perto da sua cidade. | Fonte: Unsplash.com

Além disso, os surfistas desta modalidade também utilizam um fato de neopreno. Pode ser um fato convencional ou um WaveWrecker, um fato com pequenas barbatanas de espuma integradas que permitem controlar melhor os movimentos dentro do mar.

Aprender windsurf

No windsurf o atleta surfa ondas e avança nas águas em cima de uma prancha com uma vela movida pelo vento e pela própria força das ondas. A adição da vela á mesma, que possui um tamanho pequeno e peso reduzido, permite capitalizar a força do vento e atingir velocidades até 80 quilómetros por hora.

Para conseguirem praticar a modalidade os windsurfistas colocam-se lado e movem a vela e o mastro, através de uma barra horizontal, para tentar aproveitar o vento eficazmente, ao mesmo tempo que mexem o corpo para se guiar na onda. Neste desporto, o maior objetivo é ser capaz de velejar e fazer saltos com mais de dez metros de altura que permitem realizar truques no ar.

Ter aulas kitesurf

O kitesurf é um desporto aquático que utiliza uma prancha e um kite, para usar o vento e atravessar a água. O kitesurf não precisa de ser praticado em ondas, apesar de ter surf ou surfe no seu nome, e de ser considerado uma modalidade sua. Tanto pode fazer aulas kitesurf em lagos e num espaço com pouca ondulação, como pode surfar grandes ondas. Tudo o que é necessário ter é vento e bom mar.

Nesta modalidade há todo um leque de diferentes kites, pranchas e equipamento de segurança que deve ter para poder fazer as aulas. O elemento mais importante é sem dúvida o kite e existem vários kites que são adequados para todos os níveis. Mas também vai precisar de um fato e de todos os materiais habituais.

Os melhores professores de Surf disponíveis
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Praticar riversurf

O riversurf é uma modalidade do surf onde os atletas surfam nas correntes do rio, em vez de no oceano, onde há um grande volume de água restringido por rochas. As condições ideias para o riversurf são criadas por uma combinação de formações rochosas subjacentes e um nível de meio aquático específico, ou seja, nem muita nem pouca.

arvore de cada lado do rio
Existem vários locais em Portugal onde pode praticar riversurf e surfe, e como não é obrigatório ser numa praia pode procurar pelos melhores locais na sua cidade ou região. | Fonte: Unsplash.com

Por ser praticado em locais com rochas, existem alguns riscos associados ao riversurf como hipotermia, afogamento e traumatismo craniano. Por este motivo é essencial que use equipamento de proteção. Além do fato e das luvas, para proteger do frio, deve utilizar algum tipo de calçado para evitar cortes nas rochas do rio. Também pode ser necessário utilizar capacete e colete flutuante, dependendo do rio onde está. Alguns surfistas preferem não utilizar leash, como receio que fique presa nas rochas.

Saiba que é um desporto perigoso e deve sempre ser praticado com o auxilio de outro surfista.

Fazer uma aula de kayaksurf

O kayaksurf é o cruzamento entre o surf e a canoagem. No kayaksurf, os canoístas desbravam rios e rápidos com a mesma paixão que qualquer surfista manobra as ondas mais intensas.

Não se sabe ao certo quando surgiu mas sabe-se que teve origem por volta de 1930, quando os nadadores salvadores das praias usavam kayaks para o seu transporte. E á medida que os iam utilizando, foram pensando em como podiam tornar os caiaques em modelos mais radicais.

Para poder praticar kayaksurf, além do kayak em si, deve saber nadar mesmo em condições mais adversas e difíceis (como mar agitado) e utilizar todo equipamento de segurança. Não são muitas peças, mas são essenciais para garantir que pratica a modalidade em segurança.

Aprender skimboarding

O skimboard consiste em correr em direção a uma onda, lançar rapidamente a prancha, tentar saltar para cima dela e só depois surfar. É uma modalidade que incorpora movimentos e manobras de várias modalidades, tais como o skateboard ou snowboard, uma vez que é possível domar uma onda e fazer manobras como no skate ou snowboard.

Surgiu em 1930 nas praias de Laguna Beach e, inicialmente, os praticantes limitavam-se a deslizar pela areia, mas com o passar dos anos o desporto foi evoluindo de forma a incorporar mais manobras de snowboard e skate.

Em Portugal o skimboard só apareceu na década de 1980.  Os seus pioneiros no país encontravam-se mais a norte onde praticavam desde o início da década, nas zona de Esposende.

Ter aulas de bodyboard

O bodyboard tem cada vez mais praticantes em Portugal, mas só chegou ao nosso país nos anos 80. Na verdade, surgiu em 1971, na Havai pela mão de Tom Morey, que também foi responsável pela criação da primeira prancha de bodyboard, a Morey Boogie.

Morey não foi o responsável pela invenção da prática de deslizar pelo oceano deitado em pequenas pranchas, uma vez que antes dos anos 70 já existiam vários surfistas que optavam por praticar este desporto deitados. Mas foi sua contribuição que catapultou o bodyboard para um estatuto semelhante ao do surf e com igual importância.

oceano ao fim do dia
Pode ter aulas de bodyboard em qualquer praia! E de norte a sul da costa de Portugal o que não faltam são locais por onde escolher. Fonte: Unsplash.com

O bodyboard é um desporto praticado no mar, que aproveita o impulso das ondas para deslizar com o auxílio de uma prancha. A maior diferença entre o bodyboard e o surf é a posição do atleta, uma vez que no surf o surfista coloca-se em pé e no bodyboard permanece deitado.

Tal como no surf, existem alguns equipamentos que são obrigatórios para poder praticar bodyboard. Falamos claro da prancha de bodyboard, da leash, das barbatanas, do fato isotérmico, da cera e da camisola de licra. No entanto, as pranchas de bodyboard são menores e possuem um formato diferente das de surf, sendo que só devem chegar à zona do umbigo do atleta.

Fazer stand up paddleboarding

O stand up paddleboarding (ou SUP) é uma modalidade praticada em águas planas com pranchas de dimensões maiores. Este desporto é caracterizado por manter o surfista em pé, com a utilização de um remo para se deslocar pela água.

No SPU o surfista rema por lazer ou apenas para fazer exercício físico e esta modalidade pode ser praticada em ondas do mar, tal como o surf, ou em águas paradas como rios e lagos. De qualquer das maneiras, representa uma boa oportunidade para treinar o equilíbrio, fortalecer o corpo, relaxar a mente e aprender outras formas de deslizar no oceano.

Esta modalidade surgiu nos anos 60 no Havai, quando os instrutores de surf em Waikiki começaram a utilizar grandes pranchas com remo para auxiliar nos treinos e nas aulas de surf e também para fotografar os aspirantes a surfistas, uma vez que estando de pé tinham mais visibilidade. Em 2000, finalmente chegou a Portugal e nos dias de hoje conta com muitos praticantes.

Ver videos ou visitar praias no Algarve, Lisboa ou Porto, oferece também um bom contributo para o surfe. E agora que já sabe quais são as modalidades que existem no nosso país, já está pronto para começar?

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.