Decidiu começar a fazer um desporto e optou pelo surf? Foi uma ótima opção porque além de ser benéfico para a sua saúde, pode fazê-lo enquanto apanha sol todos os dias. Consegue imaginar cenário melhor? Aliás, é tão boa opção que existem vários tipos distintos de surf!

E como Portugal é um país dotado de uma grande costa, existem várias praias de norte a sul por onde escolher. As pessoas mais a norte podem escolher a praia de Matosinhos ou da Foz, as do centro entre a praia da Nazaré ou de Peniche ou entre a praias de Carcavelos ou da Ericeira. Com tantas praias para onde ir, difícil vai ser escolher a melhor região.

Mas antes de começar a pensar quais são as melhores ondas do país, é importante que tenha mais alguns conhecimentos sobre este fantástico desporto que traz os melhores surfistas e turismo de todo o mundo a Portugal. Por esse motivo criamos este artigo com algumas informações para todos os aspirantes de norte a sul do país que querem aprender a domar uma onda.

prancha amarela levantada
As praias de norte a sul de Portugal são o palco perfeito para treinar os truques na onda que encontrar. | Fonte: Unsplash.com

E se gosta de desportos aquáticos mas não quer optar por esta modalidade, porque não fazer windsurf ou kitesurf?

Os melhores professores de Surf disponíveis
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Breve história do surf

Não se sabe ao certo qual foi o ano de origem do surf, mas os estudiosos calculam que tenha sido há pelo menos três mil anos atrás, na região da Polinésia.

Segundo eles, os primeiros surfistas eram pescadores que usavam as pranchas como meio de transporte dos seus barcos até à costa. Durante muitos anos, este desporto passou despercebido ao lado ocidental. Era uma modalidade praticada apenas nas ilhas e só se tornou popular no mundo ocidental em 1779 quando um tenente da Marinha Real Britânica voltou de uma viagem de descoberta ao Havai e descreveu como os havaianos tinham a prática de atravessar as ondas em pranchas de madeira que eram ligeiramente maiores que eles.

O desporto foi ganhando popularidade no ocidente, mas nas ilhas de onde originou perdia seguidores. Com a tentativa de americanizar os polinésios e a chegada dos missionários cristãos às ilhas em 1820, dá-se uma diminuição de práticas culturais como o surf, que eram desencorajadas. Isto porque os colonos que lá se alojavam tentavam trocar os costumes tradicionais por outros "melhores".

Mas os reis havaianos não queriam desistir da prática deste desporto e, em 1907, o famoso autor americano Jack London chegou a Waikiki e catapultou o surf para a ribalta nos Estados Unidos com um artigo sobre este desporto. Este artigo causou um grande fascínio pela modalidade e o surfista havaiano George Freeth foi convidado a surfar na Califórnia, onde conquistou o título do primeiro homem a surfar no estado norte americano.

Com este evento dá-se uma verdadeira revolução na modalidade e a Califórnia torna-se o palco do desporto, o que leva à mudança do design da prancha de surf e à introdução de novas técnicas.

A partir desta altura, o surf passou de uma cultura pequena para uma moda com milhares de praticantes. Esta popularidade continuou a crescer até agora e ainda se mantém nos dias de hoje.

varios surfistas no mar
A comunidade surfista mundial estará pronta para o receber de braços abertos. Também qualquer um dos surfistas de Portugal estaria disposto a partilhar a sua experiência e dar dicas sobre os melhores locais para a modalidade. | Fonte: Unsplash.com

Sabia que existem equipamentos alternativos para a prática de surf? Experimente uma aula de kayaksurf!

Equipamento necessário para fazer uma aula de surf

Qualquer aspirante a surfista sabe que existem alguns materiais que são obrigatórios para quem quer praticar surf. São equipamentos essenciais à modalidade e ajudam a evoluir as técnicas e capacidades. Por isso deve assegurar que os tem antes mesmo de começar as aulas.

Prancha de surf

A prancha é uma plataforma comprida e flutuante que é usada para surfar as ondas. É feita com poliuretano (um tipo de espuma) e coberta com uma camada de fibra de pano de vidro e poliéster ou resina de epoxy, de forma a ser leve e maleável mas forte o suficiente para aguentar com o peso do surfista.

As pranchas são constituídas por várias partes, denominadas nose (a parte dianteira), tail (a extremidade traseira), deck (a parte superior), bottom (a parte inferior), rails (as bordas), fins (pequenas barbatanas) e leash (uma corda elástica). Cada elemento tem importância no seu desempenho e no do surfista.

Existem vários modelos de pranchas e a forma e o tamanho variam de acordo com as características da onda que vai domar, entre eles:

  • Híbrida: também conhecida como funboard, é indicada para ondas pequenas;
  • Fish: uma prancha muito pequena, com menos de 2 metros, mas bastante larga e plana;
  • Gun: fina e de formato tipo agulha, ideal para ondas grandes;
  • Longboard: o modelo mais popular, tem entre 3 e 3,5 metros;
  • Shortboard: a prancha pequena mais versátil, é usada para surf de alta performance e para truques.

Fato de surf

O wetsuit é fato protetor que deve usar quando pratica surf. É feito de neopreno, de forma a conservar o calor do corpo enquanto está na água da praia. Deve estar ajustado de forma correta ao corpo para garantir que funciona eficientemente, caso contrário perde calor.

Pode ter diferentes espessuras e formatos consoante as condições onde vai ser usado, sendo que quando mais espesso mais quente e menos maleável é. Existem 3 tipos de fato:

  • Shorty: também conhecido como fato de primavera, cobre o tronco mas tem manga curta e não cobre a totalidade das pernas;
  • Long John: apenas cobre o tronco e as pernas, mas não tem mangas;
  • Full Suit: o tradicional fato completo que a maioria das pessoas conhece, cobre a totalidade do corpo, o tronco, as pernas e os braços.
duas mulheres surfistas
Independentemente da região ou cidade de Portugal onde vive, podemos garantir que há uma praia e locais ideais não muito longe. | Fonte: Unsplash.com

Se experimentar fazer bodysurf verá que o fato pode ser muito diferente.

Parafina

A wax é uma fórmula natural da cera de abelhas e cera sintética que o surfista aplica na prancha para criar aderência e evitar que escorregue enquanto está a remar nas ondas.

Existem diferentes tipos de parafinas para as diferentes temperaturas da água e é importante que respeite as indicações. Se não for utilizada na temperatura correta, não será eficaz. Deve aplicar a wax em movimentos circulares, de frente para trás.

Raspador

É um acessório importante para a manutenção da parafina, uma vez que permite criar saliências e renovar a aderência, mas também pode ser usado para remover a parafina. Apenas não deve raspar demasiado para não danificar o material.

Pode encontrar este equipamento e também equipamento para fazer aulas de bodyboard em qualquer loja que venda equipamento de desportos aquáticos de marcas mundiais.

Vantagens de fazer um curso de surf

A prática de qualquer desporto tem inúmeras vantagens, e o surf não é exceção. Manter-se em pé numa prancha de surf exige muito esforço. A força que é necessária para se conseguir levantar e depois se manter nela, principalmente com o impacto das ondas, é muito elevada.

Isto ajuda a tonificar o seu corpo, uma vez trabalha todos os seus músculos, incluindo peito, braços, costas e glúteos. Ao trabalhar todos os músculos em sincronia, vai também causar uma melhoria no seu sistema cardiorrespiratório. Isto contribui para a contração dos vasos sanguíneos e a reativação do sistema circulatório, o que aumenta as defesas do corpo e melhora o sistema imunitário.

Além disso, ao nadar na água e remar até às ondas vai ganhar mais resistência muscular e aumentar a coordenação motora. A frequência com que faz estes movimentos no mar e os executa em simultâneo, fará também com que melhore a postura e aumente a massa muscular.

ponta de prancha de surf
Sabia que esta modalidade e as atividades inerentes trazem inúmeros benefícios para a sua vida em geral? E em Portugal pode escolher entre qualquer uma das praias pela costa, como Nazaré, Peniche, Ericeira ou Carcavelos, para pôr o exercício em dia. | Fonte: Unsplash.com

Muitos surfistas notam que emagrecem devido ao treino intenso que fazem dentro do mar. Isto deve-se ao contacto com a água fria que obriga a um gasto energético maior para que o seu corpo se consiga manter quente.

Outra grande vantagem dá-se ao nível da saúde mental.  Ao surfar estará concentrado nos movimentos que está a fazer e, desta forma, vai conseguir esquecer-se de todo o stress que se acumulou durante o dia e todos os problemas que o incomodam.

Surfar permite que o seu corpo liberte endorfinas que dão uma sensação de bem-estar e que fazem com que aumente a sua qualidade de vida. O contacto direto com o mar e a natureza está associado à gestão da ansiedade e ao relaxamento, que são fatores que contribuem para a manutenção do bem-estar mental.

É uma verdadeira mudança de estilo de vida e não há melhor exercício para o bem-estar mental do que poder relaxar nas ondas do mar da praia, enquanto apanha sol e pratica exercício físico.

Com todas estas vantagens é de espantar que ainda haja quem não esteja disposto a experimentar a modalidade, principalmente tendo em conta a quantidade de praias que temos em Portugal com as melhores ondas, de norte a sul, por toda a costa. Qualquer que seja a cidade ou região de Portugal em que vive, certamente terá uma praia não muito longe onde pode ir apanhar uma onda ou tentar a experiência fazer stand up paddle. A quantidade crescente de turismo nos locais da costa é testemunho disso mesmo.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.