No início do processo, quando finalmente decidimos iniciar a prática desportiva, muitas são as dúvidas que surgem (Vamos treinar sozinhos? Com companhia? Ou até em aulas de grupo?). Uma delas é a utilidade de contratar um personal trainer ou até mesmo um coach desportivo, uma vez que ambos têm um determinado custo. Aqui vamos analisar para que a decisão seja mais fácil!

É ótimo poder partilhar o momento desportivo com outras pessoas, socializamos e podemos até ter resultados mais rápidos se tivermos ao nosso lado um profissional que nos vai incentivar a melhorar a nossa performance, obtendo melhores resultados num espaço mais curto de tempo.

Um profissional vai ajudar a resultados rápidos e com a técnica correta. | fonte: Pixabay

Está provado que a pratica desportiva acompanhada faz maravilhas pelo nosso corpo e também pelo nosso estado de espírito. Mas qual é o interesse em contratar um personal trainer? Vou gastar muito dinheiro? Devemos pesar todos os seus benefícios e chegaremos à conclusão que não sai assim tão caro, dada a eficiência dos resultados. Conheça cada um dos nossos personal trainers, e escolha quem vai dar-lhe orientação neste percurso rumo a uma melhor qualidade de vida!

Lado a lado com um personal trainer obterá:

  • melhorias na saúde geral
  • melhor funcionamento cardiovascular
  • harmonização da postura corporal
  • ganho de resistência física
  • tónus muscular
  • perda ou ganho de peso (conforme a sua necessidade)
  • definição corporal e tantos outros benefícios!

A contratação de um personal trainer ao domicílio funciona, e tem impacto na vida tanto de amadores como de profissionais do desporto. É quem vai orientar o treino , tendo sempre em linha de conta a importância do seu bem estar e da sua saúde, não esquecendo os seus objetivos e a forma mais rápida e eficaz de lá chegar!

Fica mais fácil chegar à meta com ajuda! | fonte: Pixabay

E as alterações não se fazem sentir apenas no corpo. A prática do desporto tem um enorme impacto a nível emocional, devido à produção de serotonina (a «molécula da felicidade»), que lhe traz a sensação de bem-estar, aliada à diferença que vai ver no espelho, dia após dia no seu corpo, no fortalecimento e definição da sua musculatura, bem como na sua resistência aos esforços.

O facto de ter este impacto emocional, faz com que a prática desportiva seja um valioso aliado na prevenção de algumas patologias, como é o caso das manifestações do foro psicológico (depressão, ansiedade, fobias, stress). Manifesta-se nomeadamente:

  • no aumento da auto-estima
  • no processo de socialização (ao estar em contacto com outros praticantes)
  • ocupa a mente, afastando pensamentos negativos
  • liberta endorfinas («hormonas da felicidade»)
  • melhora a auto-imagem

Neste equilíbrio entre corpo e mente, serão criadas novas rotinas e novos hábitos sãos, que vão levar ao sucesso pessoal.

Ainda restam algumas dúvidas? Vamos continuar com a leitura e desvendar mais benefícios da prática de desporto com um profissional qualificado.

A importância do aquecimento e dos alongamentos na atividade física, mesmo em cursos de personal trainer

Dado que é absolutamente necessário o seu empenho, o facto de estar neste ponto da leitura é um bom indicador! Use essa força de vontade pois sem ela os resultados não se fazem notar. Como seria incrível podermos pressionar um botão e vermos os "quilinhos" extra a desaparecer em frente aos nossos olhos, para revelarem uma silhueta esbelta e trabalhada! Sendo que a realidade é um pouco mais dura, temos de fazer um esforço para obter os resultados que desejamos. Mas por onde começar?

Tanto o aquecimento como o alongamento são absolutamente essenciais para preparar o seu corpo e evitar lesões. O seu personal trainer vai insistir nestas práticas para o bem da sua saúde.

No início de cada rotina desportiva deve começar com o aquecimento muscular, através da repetição de exercícios que visam o aumento da circulação sanguínea e da temperatura corporal, a lubrificação das articulações, e consequentemente a prevenção de lesões. Por norma é treino cardiovascular, como por exemplo corrida (aqui pode ser até corrida sem sair do lugar, fazendo o movimento articular inteiro, mas sem a propulsão para a frente) e saltar à corda.

Numa fase inicial este treino começa com uma abordagem leve e vai aumentando de intensidade. Assim despertamos o corpo da fase da inércia, para a fase da atividade, sem grandes impactos (e evitando muitas lesões que podem ser bem graves!). Acordamos a musculatura gradualmente e vamos deixando que se prepare para a prática mais intensa que se segue.

Use sempre equipamentos adequados à sua prática desportiva. | fonte: Pixabay

Já a fase do alongamento não é tão consensual, há quem a defenda no início, outros a meio e outros no final da prática desportiva. Na verdade vai sempre depender da formação e crença do seu profissional de treino, que lhe explicará a melhor altura de acordo com os seus conhecimentos. Escute com atenção, e compreenda a razão da escolha dele. O importante mesmo é que o alongamento não seja esquecido, por isso execute certinho!

Ao contrário do aquecimento, o alongamento deve ser feito com alguma regra. Deve evitar-se movimentos repentinos (para evitar ruturas musculares). A técnica e o ritmo serão definidos pelo seu treinador, deve focar-se em cumprir com as suas indicações, para que evite lesões. Ao conferir maior flexibilidade ao músculo, o seu corpo reagirá melhor aos exercícios que vai executar posteriormente, e dia após dia vai sentir menos dificuldade na recuperação após o treino.

Impulsione a sua performance com ou sem personal trainer portugal. Desfrute da música!

Já parou para pensar na razão de haver música a passar em todos os ginásios? Não, não é um acaso. A música, além de definir um compasso no seu ritmo de treino, vai ajudar a desfocar de possível fadiga que possa sentir, enquanto se concentrar no que ouve. Genial, não?

Ao cumprir com este ritual diminui drasticamente as suas hipóteses de desistir do seu treino por razões de cansaço.

Ok, mas que músicas devem ser escolhidas afinal? Não há regra, ouça o que mais gostar e que lhe dê ânimo. Caso precise de uma ajudinha, aqui vão algumas sugestões para uma playlist poderosa:

  • "You Shook Me All Night Long — AC/DC JAM
  • "Black Widow" — Iggy Izalea and Rita Ora
  • "Take Over Control" — Afrojack (feat. Eva Simons)
  • "Addicted to You (David Guetta Remix)" — Avicii
  • "Safe and Sound" — Capital Cities
  • "Wake Me Up" — Avicii
  • "Harlem Shake" — Baauer
  • "Brass Monkey" — Beastie Boys
  • "Drunk in Love" — Beyonce and JAY Z
  • "Locked Out of Heaven (Sultan + Shepard Remix)" — Bruno Mars
  • "Danza Kuduro" — Don Omar and Lucenzo
  • "I Need Your Love" — Calvin Harris (feat. Ellie Goulding)
  • "Let’s Go (Radio Edit)" — Calvin Harris and Ne-Yo
  • "Summer" — Calvin Harris
  • "Sweet Nothing" — Calvin Harris (feat. Florence Welch)
  • "Safe and Sound" — Capital Cities
  • "One More Time" — Daft Punk
  • "Titanium" — David Guetta (feat. Sia)
  • "Memories" — David Guetta (feat. Kid Cudi)
  • "F For You" — Disclosure
  • "Latch" — Disclosure and Sam Smith
  • "Turn Down for What" — DJ Snake and Lil Jon
  • "Party Up" — DMX

A sua performance vai ser diretamente afetada pela sua escolha musical, portanto escolha sabiamente! Se pretender obter superação para o seu treino, aposte numa batida mais forte, contudo, se for dedicar-se à prática de desportos de maior concentração, como o Yoga, deverá optar por sons mais tranquilos para poder ter o melhor desempenho possível.

Escolha a sua música em função do seu tipo de treino, e lembre-se que quanto melhor for a qualidade do seu dispositivo sonoro melhor será a sua experiência!

Vai descobrir em si uma força nunca antes imaginada! | fonte: Pixabay

Vá medindo o seu progresso com a personal trainer app

Seja capaz de fazer uma avaliação isenta da sua performance. Será que fez tudo o que podia, conforme devia? Analise bem o seu empenho e confirme que se manteve fiel ao seu caminho para o objetivo. No entanto evite massacrar-se com pensamentos negativos e destrutivos, o progresso vai ser gradual, mas com foco chegará à sua meta.

O mais importante é ser forte e entender que se trata de uma escada, onde degrau a degrau vai conseguir alcançar o troféu que está no topo. Para isso deve apenas ir medindo e avaliando cada passo do seu percurso desportivo por forma a corrigir e melhorar pequenos desvios.

Para efeitos mais técnicos, temos hoje em dia a ajuda da tecnologia. Inúmeros gadgets e aplicações que nos permitem medir e registar todo o nosso progresso. O mais comum é a utilização de pulseiras inteligentes ("smartbands"). Estas medem:

  • o número de calorias gastas durante o treino
  • a distância percorrida
  • a frequência cardíaca
  • o número de passos, ...

Este registo fica gravado para que, a qualquer momento, possa fazer uma comparação do seu progresso anterior com o atual, e melhor entender qual está a ser a sua evolução. Pode sempre acompanhar estas medições, com algo mais visual, como por exemplo as fotos do antes, durante e do após.

O seu personal trainer ao domicílio pode também ser uma ajuda preciosa a dar-lhe ideias acerca do que ouvir, de acordo com o plano de treino traçado. Fale com ele e vai certamente receber boas sugestões.

Tudo isto não será mais importante do que o seu bem estar e o seu ótimo estado de saúde, por isso, tenha esse como o seu o principal objetivo!

Precisa de um professor de Personal trainer ?

Gostou deste artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Raquel

Apaixonada pela vida, e pela beleza das coisas. Acredito que há sempre espaço para saber mais, e que esse conhecimento a determinada altura nos é muito útil.