Sabia que os surfistas podem ser apelidados de “regulares” ou “goofy’s” de acordo com o pé que usam? Não? Na verdade, talvez haja muitas coisas sobre o surf que ainda não sabe, mesmo sendo um desporto com cada vez mais praticantes de norte a sul de Portugal ou a nível mundial e com tantas praias ideias para a modalidade. Praticar é muito mais do que surfar uma onda.

Gostar de desporto, da praia e das ondas é um bom início, mas se quer começar a praticar surf de forma frequente e poder ser considerado um verdadeiro surfista é importante que saiba mais sobre esta fantástica atividade. Não chega andar a pesquisar se há maiores ondas na Nazaré, em Peniche, em Carcavelos ou na Ericeira. Há informações mais importantes sobre papel desta experiência no turismo de Portugal e os melhores locais ou a região que "oferece" ondas ideias.

Além das coisas óbvias, tais como saber que pranchas de surf terá que comprar, como são as marés no Porto ou em Lisboa ou em que praia do país vai dominar as ondas, isto também incluí saber as vantagens que praticar esta modalidade lhe pode trazer. Por exemplo participar num campeonato mundial.

Todos sabemos que fazer exercício físico traz vários benefícios em termos de saúde, e fazer surf não foge à regra. São muitos, mas um dos mais importantes (senão mesmo o mais) é certamente o aumento da sua resistência física e a melhoria da capacidade cardiorrespiratória.

Quer saber exatamente em que é que isto consiste e que vantagens pode trazer para a sua vida ao surfar? Este artigo foi criado especialmente para esclarecer esta questão!

Os melhores professores de Surf disponíveis
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gonçalo
5
5 (1 avaliações)
Gonçalo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (2 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joao
Joao
89€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Guilherme
Guilherme
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

O que é a resistência física?

A pergunta parece muito simples, mas na verdade a resistência física é um conceito bastante abrangente e depende em parte da atividade em questão (ou seja, falar da resistência de um futebolista, por exemplo, e de um surfista não é mesma coisa).

No entanto, podemos defini-la de forma simples como a capacidade que o nosso corpo tem de resistir à fadiga, ou seja manter a energia, durante um esforço físico prolongado.

mulher com prancha
Surfar, seja em que região ou praia do país, ajuda os surfistas a aumentar a sua resistência e, assim, dominar melhor a onda. | Fonte: pixabay.com

Para desenvolver esta capacidade deve praticar exercício físico de forma regular, e existem variadas formas de o fazer. Há quem o prefira fazer de forma autónoma, por exemplo, a andar de bicicleta, a correr perto da foz ou a nadar (que é uma parte essencial da prática de surf, por isso porque não fazê-lo na praia?). Por outro lado, há que opte por aumentar a sua resistência em ambiente de ginásio, com máquinas específicas (como passadeiras, máquinas de remos ou elípticas) ou aulas de grupo. Ambas as opções são válidas, apenas tem que escolher qual dos locais melhor se adapta ao que procura. Pessoalmente, achamos muito mais vantajoso aumentar a resistência física ao ar livre, mas como se costuma dizer "cada um sabe de si".

Se quer começar a realizar atividade física, seja ela qual for, deve ir aumentando o esforço, a intensidade e a duração do exercício de forma progressiva durante vários dias. É essencial que não comece de forma muita intensa, principalmente se não pratica exercício há muito tempo.

Se possível deve começar com 3 sessões por semana, de intensidade moderada e, preferencialmente, que não excedam 30 minutos. A partir daí pode ir progressivamente aumentando estas 3 variantes, em função com o seu progresso. Ainda que o aumento não tenha que ser proporcional (ou seja, pode aumentar a intensidade e manter a duração ou fazer o contrário), obtém melhores resultados se o fizer. De qualquer das formas, ao aumentar alguma das variáveis já está a dar um estímulo diferente ao corpo para que este reaja e possa notar ainda mais melhorias.

Aumentar a sua resistência física tem várias vantagens, entre elas:

  • aumento do colesterol bom, o HDL;
  • redução de stress;
  • fortalecimento do coração;
  • perca de gordura e tecido adiposo;
  • prevenção de diversas patologias, como diabetes e doenças coronárias.
prancha verde e brancha
Praticar este desporto ajuda a reduzir o risco de aparecimento de várias doenças e pode fazê-lo nas praias com mais condições da Europa, por toda a costa do país. | Fonte: pixabay.com

Descubra também como melhorar o seu equilíbrio ao fazer um curso de surf.

O que é a capacidade cardiorrespiratória?

Diretamente relacionado com a resistência física, está a nossa capacidade cardiorrespiratória, uma vez que o aumento da resistência influência a capacidade que o coração, os pulmões e os vasos sanguíneos têm para dar energia ao nosso corpo. Ou seja, ao aumentar a sua resistência está também a melhorar a capacidade cardiorrespiratória e a tornar o seu coração e pulmões mais eficientes.

A capacidade cardiorrespiratória é, portanto, a capacidade de realizar exercícios dinâmicos que envolvam os grandes grupos musculares com intensidade moderada ou alta durante um longo período de tempo. Pode parecer muito semelhante ao conceito de resistência, mas, neste caso, é referente à capacidade do coração e pulmões de transportar oxigénio para o resto do corpo, tendo em conta o nível de oxigénio utilizado pelos músculos durante o exercício.

O coração humano é um órgão composto por músculos, que tem como função bombear sangue para todo o nosso corpo, o que influencia diretamente a distribuição de oxigénio pelo mesmo.

Se for devidamente treinado o coração aumenta de volume, permitindo assim bombear mais sangue para todo o nosso corpo, diminuindo a frequência cardíaca de repouso (ou seja, o número de vezes que o coração bate quando estamos em repouso, que deve estar entre os 60/100bpm em adultos normais e abaixo de 60 em adultos com treino).

Ao ter níveis baixos de aptidão cardiorrespiratória corre um risco maior de desenvolver várias doenças de teor cardiovascular durante a vida. O aumento dos níveis de aptidão cardiorrespiratória, que está sempre associado à prática regular de exercício físico, traz vários benefícios à saúde e diminui o risco de contração de doenças.

surfista na onda
Surfar ajuda a melhorar a condição dos pulmões e do coração e as praias da costa de Portugal tem as oportunidades ideais. | Fonte: Pixabay.com

Saiba também como pode tonificar o corpo a praticar surf.

Melhorar a resistência e a capacidade cardiorrespiratória com aula de surf

Agora que já compreendemos bem o que é a resistência física e a capacidade cardiorrespiratória, como é que isso pode influenciar a prática de surf?

Ao contrário do que possa pensar, para ser um bom surfista não basta praticar o desporto numa qualquer região. Para se poder deslocar dentro de água ou até mesmo para remar mais rápido para apanhar uma onda, é importante que o seu coração seja capaz de acompanhar o ritmo dos braços, sem ter sinais de cansaço e respiração muito ofegante (ambos sinais de falta de aptidão cardiorrespiratória).

E se pensa que apenas pode fazer o chamado "treino cardio" em ginásios, com treinos intensivos planeados por personal trainers, desengane-se! É uma atividade desportiva que pode ser utilizada para melhorar a sua resistência. Assim, pode deixar de lado as idas ao ginásio da sua cidade e as aulas de grupo que costumava fazer durante os dias da semana, porque de norte a sul do país consegue encontrar os locais com condições ideias para aumentar a resistência e as ondas perfeitas para praticar.

Isto porque domar as ondas e dominar o mar é algo muito desafiante. Vai precisar de nadar quando estiver no mar, remar bastante e, depois, de se conseguir manter de pé na prancha de surf com a maré, alternando todos estes movimentos várias vezes. Este esforço geral fará com que o seu corpo ganhe resistência e também que vá aperfeiçoando com a prática e o passar do tempo.

Quando está em cima de uma prancha, dentro do mar, a tentar domar uma onda, todos os seus músculos estão a ser trabalhados em sincronia e, portanto, é necessário que o seu sistema cardiorrespiratório funcione em sincronização com eles. Ao dominar as ondas, remar e mergulhar vai intensificar o exercício e trabalhar o coração e os pulmões.

pessoas na praia
Os surfistas apresentam uma maior aptidão cardiorrespiratória mais alta do que quem não pratica desporto, devido ao esforço que fazem vários dias na praia a apanhar ondas e a dominar a maré. | Fonte: Pixabay.com

Além disso, o contacto com o frio do mar é revigorante e também provoca a contração dos vasos sanguíneos e a reativação do sistema circulatório. Isto tem como consequência o aumento das defesas do seu corpo e a melhoria do sistema imunitário. A água da praia causa ainda um descongestionamento dos órgãos e elimina as impurezas existentes no sangue, através da pele.

Além das vantagens cardiovasculares, praticar surf no ambiente aquático salgado das praias da costa de Portugal, que contém cloreto de sódio, magnésio e cálcio, ajuda a desimpedir os canais respiratórios e tem efeitos positivos nos pulmões. Desta forma, as ondas da praia também contribuem para a redução do risco de doenças respiratórias como a sinusite ou a asma, por exemplo.

Durante as aulas, o surfista controla constantemente a inspiração e a expiração, tanto fora do mar (devido à exigência e energia dispensada), como dentro, (onde pode estar em apneia durante algum tempo) o que também ajuda a desenvolver um sistema respiratório mais forte.

Agora que já sabe as vantagens que praticar esta modalidade pode trazer aos seu coração, pulmões e corpo em geral, está pronto para começar as aulas? Se ainda precisa de ser convencido, saiba quais são os benefícios para a saúde mental de praticar surf, que já são conhecidas, graças ao turismo, em todo o mundo. Depois de ter conhecimento de todas as vantagens deste desporto, certamente vai querer fazer um curso de surf dos muitos que existem de norte e centro a sul de Portugal (e praticamente nas praias de qualquer cidade ou foz de um rio português) agora mesmo!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.