Cícero (-106 a.C., -43 a.C.) foi advogado, político, escritor, orador e filósofo da República Romana e, não poderia resumir melhor a utilidade da cozinha nas nossas vidas.

Fazer aulas de culinária ou se dedicar a degustações gourmet são, de facto, cada vez mais consideradas como atividades importantes, pois refletem a procura pela alimentação saudável.

Os seus benefícios são muitos, tais como:

  • Comer saudável para viver melhor
  • Manter-se com uma boa saúde
  • Ganhar autonomia
  • Estimula a criatividade
  • Ganhar autoconfiança
  • Seduzir a pessoa amada
  • Economizar dinheiro
  • Cozinhar com o objetivo de socialização
  • Fortalecer o vínculo social entre amigos e família
  • Descobrir cozinhas típicas de outros países

Se para já gostou dos nossos conselhos, mas ainda sente que não é um chef de cozinha... então continue connosco!

A Superprof preparou quatro boas razões para aumentar a motivação e aprender a cozinhar, descobrindo as mil e uma virtudes da arte culinária.

Os benefícios de ter aulas de culinária

A culinária é um conhecimento fundamental que precisa ser aprendido, melhorado e aperfeiçoado diariamente.

Descubra algumas razões pelas quais a culinária é essencial para se viver bem diariamente.

Melhora a saúde dos seus filhos

Muitas vezes, a criança confunde “eu gosto” com “eu sei ” e, “não sei ” com “eu não gosto”. Permitir à criança ser o mestre das suas escolhas em termos de comida, na forma de jogos, pode expandir e diversificar os seus gostos.
- Pauline de Voghel -

A culinária e boa saúde andam de mãos dadas: uma dieta saudável ajuda a ter uma melhor forma física e mental.

A família e a escola têm, portanto, um papel crucial a desempenhar na alimentação de crianças, pois o que ela come condiciona seu crescimento.

Culinária: ferramenta de desenvolvimento pessoal e social

Aprender a cozinhar e se tornar um chef na sua própria casa é bom tanto para você quanto para aqueles que estão à sua volta.

E que tal fazer um curso de pastelaria ou confeitaria ou conheça a padaria portuguesa ?

Instrumento de desenvolvimento pessoal

Pode não ser nenhum cozinheiro de mão cheia, mas sim um aprendiz, e nem por isso deixa de se surpreender a cada vez que se arrisca na preparação de um prato: descobre talentos escondidos para cozinhar, a capacidade de transformar o conteúdo de uma saca de supermercado cheia de ingredientes em pequenos pratos deliciosos!

Algumas pessoas são, muitas vezes, muito exigentes consigo mesmas na cozinha quando se trata da degustação do produto final: por vezes pensam que o prato está cozido demais ou sem graça ou muito seco… Esta desvalorização reflete uma grande falta de autoconfiança.

A culinária portuguesa à sua maneira
Com pouco se faz muito. As receitas portuguesas podem ser simples. | Fonte: Unsplash

Instrumento de troca social

Aprender a cozinhar a sua própria comida, faz com que economize dinheiro, deixa as mãos sujas e é ainda uma excelente maneira de partilhar, relaxar e socializar.

Que tal organizar uma noite com os amigos na sua casa e preparar um prato fácil de comida portuguesa rápido e delicioso?

Cozinhar carne, peixe e vegetais faz emanar um aroma delicioso em toda a casa, despertando as papilas gustativas dos seus convidados, deixando-os com água na boca.

Cozinhar é uma forma de viver a sua cultura

Quer seja asiático, africano, americano, oceânico ou europeu: cada sociedade tem a sua própria linguagem, cultura e, portanto, a sua tradição culinária.

A gastronomia ao redor do mundo é exótica e atraente para aqueles que desejam aprender a cozinhar.

A culinária é um instrumento de troca que permite conhecer e ensinar aos outros as bases da nossa própria cultura.

Ao conhecer a culinária de outro país – cozinha japonesa, cozinha italiana, cozinha vietnamita, entre várias outras – permite uma abertura a que descubra tais lugares, a entender um pouco mais o mundo. Sem contar que este é um ótimo convite à viagem.

Cozinhar para se tornar eco-responsável e criativo

Já sabemos que o acto de cozinhar, permite-nos relaxar depois de um dia de trabalho, assim como explorar as suas vontades e os seus desejos: ao cozinhar pratos e sobremesas, libertamos a nossa criatividade, interpretando as receitas portuguesas e do mundo ao nosso gosto.

Isto é ainda melhor se a preparação culinária e criativa for feita respeitando a natureza.

Atualmente, aprender a cozinhar também significa defender a preservação do meio ambiente.

Se os produtos são prejudiciais para o nosso organismo então, também não serão para o ecossistema?

Cozinhar estimula ainda a sua criatividade e o seu desenvolvimento cognitivo.

Aprender a cozinhar receitas fáceis e rápidas para jantar como forma de impressionar quem mais ama

Chegou o grande dia: convidou o seu amor para um secreto jantar. O tão esperado evento acontece hoje a noite, na sua casa. E agora, o que fazer?

Não entre em pânico: a Superprof está aqui para ajudar.

Preparamos algumas dicas sobre como aprender a cozinhar para impressionar a sua cara metade !

Algumas perguntas para encontrar o melhor prato

Se a sua cara metade for intolerante ao glúten, por exemplo, será inadequado cozinhar um prato contendo trigo, concorda?

Portanto, é necessário, como um inspetor da polícia, investigar as preferências, as possíveis alergias, o estilo e até mesmo o temperamento da pessoa querida.

A simplicidade é muito mais garantia de sucesso do que um jantar pesado e complexo que, por um lado, corre o risco de ser desperdiçado e, por outro, ser altamente calórico. Além disso, quanto mais simples o jantar, menos caro este será! Para além disso, existem receitas faceis para jantar 😊

Saiba como surpreender o seu amor na cozinha
Saiba o que fazer para jantar e surpreenda o amor da sua vida! | Fonte: Unsplash

Aprender a cozinhar para um jantar romântico

É um facto, aprender a cozinhar e garantir que sabe o que faz na cozinha, é o elemento chave que precisa para seduzir a pessoa que mais gosta.

Estudos sociológicos mostraram que as ações de quem cozinha seriam o espelho de uma comunicação não-verbal e psicossexual, muitas vezes exercidas inconscientemente.

Não existe uma receita milagrosa: ter sucesso num jantar romântico que apresente uma vertente atraente, saborosa e prazerosa, é algo subjetivo.

Dica importante: esqueça os pratos congelados, industrializados, com muita maionese e o macarrão habitual (carbonara ou bolonhesa). Faça um esforço e siga os exemplos dos mais conceituados chefes de cozinha !

Cozinhar: um sinal de sedução com um propósito bem definido, a sua cara metade!

Uma pesquisa revelou que saber cozinhar é inegavelmente um verdadeiro factor de sedução para a maioria dos ocidentais.

Faça da sua refeição uma aula de culinária, lembrando-se sempre que cozinhar é uma arte a ser partilhada!

Degustar uma refeição é um momento de intimidade. Ao acompanhar o processo de preparação da comida à frente do fogão, constatando que tudo foi preparado com amor e paixão pelo anfitrião, o prato ficará ainda melhor!

A gastronomia passa uma imagem positiva de si mesmo, permite que se exiba um pouco, mostre um dom, um talento na sociedade e também uma forma de cultura.
- Ronan Chastellier -

Cozinhar não é apenas um conhecimento fundamental: é também um recurso de sedução!

Quanto mais cozinhar a sua comida, seja gastronomia portuguesa ou outro tipo de roteiro gastronomico , com sentimentos pessoais – com amor pelo seu convidado ou pela sua convidada -, mais o seu carinho para com o outro será sentido no momento da degustação!

10 boas receitas para seduzir alguém

  • Tartare de salmão, abacate e melão;
  • Escalope de creme;
  • Salada de abacate e camarão;
  • Blanquette de vitela;
  • Torta de pato e batata doce;
  • Lagosta escalfada com pimenta e abóbora;
  • Pato com laranja e mel;
  • Macarons de framboesa e merengue italiano;
  • Crème brulée;
  • Panna Cotta com água de rosas.

Cuidar da dieta para gastar menos e ser um chef de cozinha !

Aprender a cozinhar não é difícil, e pode tornar-se também uma prática de diversão e, por isso, adquirir uma dieta saudável, limitando o orçamento.

Apresentamos um mini-guia para mostrar que aprender a cozinhar faz com que economizemos dinheiro.

Escolha o seu cardápio com a devida antecedência

Use este exercício como um jogo: ao procurar ideias para pratos rápidos e receitas de culinária tentadoras para a semana, vai acabar por gostar de cozinhar.

Não precisa saber fazer uso da sua cozinha como um excelente chef de renome para conseguir preparar uma boa comida.

Aprender alguns conceitos básicos de culinária ajudará a que progrida rapidamente, assim como a testar as combinações de ingredientes, provar, saborear alimentos, surpreender os seus amigos, criar um verdadeiro atelier gourmet.

Faça você mesmo: é mais barato do que comprar

Veja como otimizar a sua lista de compras para limitar os seus gastos com alimentos:

  • Não faça compras quando estiver com fome (desta forma só vai comprar apenas o que precisa);
  • Concentre-se em adquirir frutas e vegetais (orgânicos, de preferência), batatas, ovos e cereais;
  • Limite o consumo de peixe e carne: mais caros, contêm muita gordura animal e podem ser facilmente substituídos por proteínas vegetais;
  • Aprenda a cozinhar com pequenos alimentos naturais ​​(feijão, ervilhas, lentilhas, quinoa): muito barato, também são muito bons para a sua saúde! Aprenda como cozinhar quinoa .
  • Fuja dos doces: gastará menos em farinha (ou amêndoa em pó), manteiga, óleo, ovos, fermento, açúcar ou cacau, para cozinhar um bolo de um quilo do que num pequeno pacote de biscoito!
  • Aprenda a fazer sanduíches: fará várias com uma baguete ou cacete, um pacote de fatias de presunto e um pote de manteiga, o que sai quase pelo mesmo preço de uma única sanduíche comprado já pronta num espaço comercial;
  • Varie os prazeres: arroz integral, massas frescas, feijões, ervilhas, lentilhas, sêmolas, etc., comprados no mercado, vêm com menos gordura do que em latas e são certamente mais baratos. É tão fácil cozinhar lentilhas 🙌

Aproveite e procure um curso de culinária e aprenda a fazer sobremesas de portugal deliciosas!

Receitas cheesecake ou outras delícias são possíveis
Faça e reinvente receitas tradicionais portuguesas antigas de sobremesas. | Fonte: Unsplash

Também pode encontrar qualquer professor para aulas por webcam para um curso de confeitaria online!

Prepare em grandes quantidades e armazene a comida

O seu maior aliado para economizar dinheiro e ainda tirar bastante proveito das suas aulas de culinária é o congelador.

Que tal aprender a cozinhar sem explodir a conta bancária?

É bom estar ciente que muitos pratos tradicionais na maioria dos países ao redor do mundo são receitas populares inventadas por indivíduos com menos posses.

Portanto, são baratas de serem preparadas!

Uma estratégia é fazer uma grande quantidade e congelar o que não for consumido no mesmo dia ou no dia seguinte.

Saiba como escolher a sua comida

Cozinhar com saúde não é mais caro quando escolhemos corretamente os alimentos.

  • Preste atenção aos ingredientes de estação: comprar tomates ou morangos fora de época é mais caro do que aguardar o mês da colheita em abundância para comprá-los do produtor local;
  • Ao consumir produtos frescos e locais, humaniza o comércio e favorece uma agricultura correta e respeitosa para o corpo humano. Um argumento adicional para aprender a cozinhar vegetais!
  • Dê preferência a mercados orgânicos locais;
  • Nos supermercados, esqueça as grandes marcas e opte por distribuidores de marcas ou produtos “desconto” ou “primeiro preço”: a maioria dos artigos, com marca ou não, são embalados nas mesmas fábricas!

Aprender a cozinhar faz bem à sua saúde

Um refeição é para si, sinónimo de prazer, mas acredita que cozinhar é uma arte abstrata que só apenas um grande chef consegue dominar?

De seguida, apresentamos uma reflexão sobre os muitos impactos benéficos da culinária no corpo humano e na saúde.

Cozinhar evita o acumular de calorias

Aqui estão algumas dicas para comer bem, desfrutar sem privações e consumir menos calorias:

  • Limite o uso de gordura (manteiga, natas, óleo, gordura animal);
  • Cozinhe com especiarias: curry, cominho, paprica, açafrão, coentro, tomilho e salsa melhoram o tempero do prato e destacam os sabores dos ingredientes sem adição de gordura ou sal (o sódio aumenta o risco de retenção de água, acidentes cardiovasculares e facilita a formação de celulite);
  • Cozinhe vegetais a vapor;
  • Use equipamentos de dosagem apropriados: copo e colher de medição, etc.

Aprenda sobre comida

Alimentos “milagrosos” que se deve preparar

  • Alho: considerado como um “super alimento”, é um poderoso anti-séptico, antioxidante e atrasa os efeitos do envelhecimento. Incorporar vegetais da família Alliaceae (alho, cebola, chalota, cebolinha, alho-poró) às suas receitas reduz o risco de eventos cardiovasculares, certos tipos de cancro e outras doenças crónicas;
  • Cebola: a cebola tem efeitos protetores contra o cancro do estômago e do aparelho digestivo. É rica em potássio, fósforo, iodo, flúor, ferro e vitaminas, além de ser uma aliada anti-cancerígena, boa para a circulação sanguínea, anti-diabetes;
  • Alho-francês: rico em fibras, vitaminas e minerais, é nativo do Oriente Médio. Tem efeitos diuréticos e anti-inflamatórios.

Outros alimentos para cozinhar

  • Chá verde: os fãs de chá verde são 16% menos propensos a ter um evento cardiovascular do que outros;
  • Peixe: O Omega 3 é conhecido por limitar o risco de doença cardíaca coronária;
  • Chocolate amargo: a pasta de cacau melhora a circulação por causa dos polifenóis que esta contém (consumir chocolate de no mínimo 70% de cacau);
  • Salmão: rico em vitamina D, a gordura do salmão é benéfica para a pele, pois substitui a possível ausência de exposição ao sol.
Já a música popular refere que o bacalhau quer alho
Na comida tipica portuguesa o alho e outros ingredientes são indispensáveis. | Fonte: Unsplash

Aprenda a evitar os maus hábitos alimentares e opte por receitas saudaveis e rapidas portuguesas

Aqui estão alguns argumentos apresentados para promover a culinária caseira:

  • Os menus de fast food contêm muita gordura e muito açúcar adicionado;
  • Quanto mais uma pessoa comer “comida rápida”, menor é a ingestão de micronutrientes;
  • Os menus de fast food estão saturados de gorduras e calorias;
  • Estes também contêm muita quantidade de sódio (sal), perigoso para a saúde.

Cozinhe por prazer

Cozinhar é um conhecimento fundamental. Mas isso não é tudo.

Cozinhar é um prazer, é divertido, é uma maneira de interagir com familiares, amigos e socializar.

Aprender a cozinhar e preparar pratos apetitosos e coloridos é uma habilidade com múltiplos benefícios: manter uma boa saúde, ter mais energia, relaxar e desfrutar de um conhecimento altruísta e gratificante.

Encontre um professor ou chef de cozinha na Superprof.pt !

Precisa de um professor de Culinária ?

Gostou deste artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Ricardo

Marketeer. Professor. Country Manager. Redator. Dedicação a 200% em tudo o que me comprometo ao longo da minha vida. Adoro as diferentes personalidades existentes em ambiente profissional e social. Em constante transformação. Escrevo para partilhar o meu conhecimento e entusiasmo aos leitores que queiram ver respondidas as suas questões ou aprofundar algum tema.