Sabemos que para muitos alunos, estudar japonês é complicado. Os caracteres, a escrita e a pronúncia diferente podem ser complicados de dominar, e muitos alunos perdem a motivação e desistem dos estudos. Mas, na verdade, não existe sucesso sem obstáculos e objetivos falhados. Antes de começar deve ter noção que terá algumas dificuldades naturais na formação.

Mas nem tudo é difícil! Existem partes dos estudos que vão ser mais simples de aprender para os alunos que têm uma base na língua latina. Os números em japonês, por exemplo, são muito mais simples do que a caligrafia japonesa e algo em que provavelmente se sentirá mais à vontade.

Como nas restantes línguas estrangeiras, saber os números e contar é fundamental para a comunicação e, neste caso é muito acessível. Sabia que em japonês com o conhecimento de apenas 11 palavras pode contar até 999?

Mas aprender uma língua não é só estudar um idioma novo. É também uma atividade estimulante que permite abrir portas ao nível pessoal e profissional, como oportunidades pelo mundo inteiro. Por isso, se optar por ter aulas de uma língua como japonês, pode expandir os seus horizontes com outra cultura.

E se o interesse súbito num curso de japonês se deve a uma vontade de trabalhar ou viajar para o Japão no futuro, existem alguns fundamentos básicos da língua japonesa que tem que dominar até lá. Todos eles fazem parte do programa de estudos dos cursos do idioma.

Alguns deles, como saber contar, saber perguntar as horas, saber dizer por favor ou obrigada ou até mesmo saber como se apresentar pela primeira vez são essenciais para garantir que tem sucesso nos estudos. Isto porque, na cultura do Japão, existem várias regras e rituais de etiqueta que são importantes e obrigatórios. Não as cumprir pode comprometer os seus objetivos profissionais.

mulher no escritorio
Existem várias oportunidades no Japão, mas para isso tem que dominar a comunicação na língua. | Fonte: Pexels.com

Por isso, continue a ler para saber quais são os elementos mais importantes do curso de japonês que deve dominar.

Os melhores professores de Japonês disponíveis
Ricardo
5
5 (20 avaliações)
Ricardo
11€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joana
5
5 (10 avaliações)
Joana
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
5
5 (13 avaliações)
Mariana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Masafumi
5
5 (4 avaliações)
Masafumi
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (9 avaliações)
Carolina
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hugo
5
5 (2 avaliações)
Hugo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Claudia
5
5 (1 avaliações)
Claudia
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipe
5
5 (1 avaliações)
Filipe
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ricardo
5
5 (20 avaliações)
Ricardo
11€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joana
5
5 (10 avaliações)
Joana
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
5
5 (13 avaliações)
Mariana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Masafumi
5
5 (4 avaliações)
Masafumi
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (9 avaliações)
Carolina
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hugo
5
5 (2 avaliações)
Hugo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Claudia
5
5 (1 avaliações)
Claudia
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipe
5
5 (1 avaliações)
Filipe
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Expressões básicas dos cursos de japones

Em cada aula do curso o professor vai ensinar várias frases e expressões em japonês, essenciais para a comunicação e expressão correta no idioma.

Dizer bom dia

Os japoneses valorizam muito certas noções de etiqueta, de rituais, boa aparência. A cultura japonesa é muito rica e, quiser visitar o Japão depois de terminar o curso, é essencial ter algumas noções básicas para não ofender as sensibilidades dos nativos. Precisamente por esse motivo, uma das primeiras coisas que os professores ensinam nas aulas dos cursos é a dizer "olá".

Existem muitas maneiras de dizer olá, dependendo do contexto ou a hora do dia. Para dizer olá de manhã, podemos utilizar "Ohayo Gozaimasu" (お 早 う ご ざ い ま す) ou simplesmente "Ohayo" com parentes ou amigos. Esta expressão também é utilizada para cumprimentar os colegas de trabalho, independentemente da hora do dia.

Também é possível usar o famoso "Konnichiwa" (こ ん に ち は 今日 は e kanji) a qualquer hora do dia. Outra opção que vai aprender com o professor do curso é "Osu" (お す), um comprimento informal entre amigos.

Saber desejar boa noite

A expressão "Konbanwa" (こ ん ば ん は 今 晩 は em kanji) pode ser traduzida literalmente para "boa noite", mas não é a única opção. Também pode utilizar "Oyasumi" (お 休 み) ou "Oyasumi nasai" (お や す み な さ い), de uma forma mais formal.

caracteres japoneses
Durante as aulas vai ter formação sobre as expressões essenciais que deve conhecer. | Fonte: Pexels.com

Tal como acontece em outras situações, o professor vai explicar durante a formação de cada aula quando optar por uma expressão formal ou informal, dependendo da situação e da pessoa a quem quer desejar boa noite.

Pedir desculpa e por favor

Se tiver optado por fazer formação com um curso ou com aulas particulares para poder trabalhar ou viajar para o Japão, é importante que saiba algumas expressões básicas. Por esse motivo, o professor irá dedicar pelo menos uma aula para ensinar a pedir desculpa e dizer por favor.

Num contexto profissional, pode usar "Osakini shitsurè shimass" (お 先 に 失礼 し ま す) para pedir desculpas por ir embora antes de um colega. Mas também existem outras variações.

Para dizer por favor, podemos usar "onégaishimass" (お 願 い し ま) ou "onegai-itashimass '' para uma versão mais formal e educada. Outra opção é "Kudasai".

Contar nas aulas de japonês

A base fundamental de conseguir contar é dominar os números de 0 a 9. Tal como quando os professores ensinam a contar no ensino primário, nas aulas vai começar com o básico da língua japonesa. É com essa base que será capaz de formar alguns números mais complexos, com unidades e dezenas. Isto porque o sistema em japonês funciona da mesma forma que o da nossa língua, ou seja, com decomposição do número em várias entidades distintas.

Estes são todos os elementos essenciais, desde hiragana, até a transcrição em kanji ou em romaji e a pronunciação correta, pela seguinte ordem, número - kanji - hiragana - romaji - pronúncia fonética:

  • 0 - 零 - れ い - rei - reye;
  • 1 - 一 - い ち / い つ - ichi / itsu - itchi / itsu;
  • 2 - 二 - に - ni - ni;
  • 3 - 三 - さ ん - san - sanne;
  • 4 - 四 - し / よ ん - shi / yon - chi / yonne;
  • 5 - 五 - ご - go - go;
  • 6 - 六 - ろ く - roku - rokou;
  • 7 - 七 - し ち / な な - shichi / nana - chitchi / nana;
  • 8 - 八 - は ち - hachi - hatchi;
  • 9 - 九 - き ゅ う / く - kyu / ku - kyou / kou.
bonecos japoneses
Numa aula presencial ou numa aula online, o professor vai ensinar a identificar os números japoneses e a contar. | Fonte: Pexels.com

Esta informação já permite dominar a compreensão oral de um número (através da sua pronúncia), mas também a escrita japonesa através dos ideogramas que encontra em hiragana, por exemplo. Conhecer todos estes elementos é essencial para começar a aprender números e contas neste idioma, seja nas aulas do curso de japonês ou noutro contexto da sua formação.

Apresentar-se no curso japones

Se quer aprender a apresentar-se em japonês existem algumas coisas que devem ser respeitadas sistematicamente antes de um encontro:

  • Evite qualquer contato físico com o interlocutor: sem apertos de mão, sem beijos ou abraços;
  • Incline a cabeça para cumprimentar a outra pessoa;
  • Diga "hajimemashite" ("prazer") a cada novo começo de conversa;
  • Responder "yoroshiku onegaishimasu" (algo como "espero que possamos ter boas relações") após uma troca verbal;
  • Incline a cabeça ligeiramente para se desculpar (dizendo "sumimasen").

Se respeitar estes pequenos detalhes, pode passar para o aprendizagem das frases japonesas mais úteis para se apresentar.

Apresentar-se pela primeira vez

Sabe quais são as maneiras educadas de se apresentar em japonês? Uma delas, por exemplo, é o costume de se curvar quando alguém diz "prazer em conhecê-lo". Quanto mais se curva, mais respeito mostra à pessoa presente.

Em todos os países do mundo, quando conhece uma pessoa pela primeira vez, temos um reflexo quase instintivo para a cumprimentar. Não pode conversar sem utilizar uma forma educada que é comum no país em questão. No caso do Japão, as saudações são conhecidas por "jikoshokai", 自己 紹 介.

Começar a conversa

No Japão, não existe qualquer tipo de contacto físico com uma pessoa que acabamos de conhecer. Para se apresentar, deve começar sistematicamente com a expressão "は じ め ま し て", cuja transcrição fonética é "hajimemashite". Esta expressão japonesa pode ser traduzida por "prazer em conhecê-lo" ou "encantado" em português.

Ao pronunciar esta palavra, é ideal que se curve ligeiramente. Esta é uma das muitas formas de educação que deve garantir que respeita neste país oriental.

caracter japones
Apresentar-se de forma correta é algo muito importante para a cultura do país oriental. | Fonte: Pexels.com

A tradução literal do termo hajimemashite seria um "começo". Na verdade, este termo vem do infinitivo do verbo "hajimeru", que significa "começar".

Dizer as horas no curso japones online

Uma das primeiras coisas que os professores do curso vão ensinar para poder analisar um relógio japonês é a distinção que os japoneses fazem entre a manhã e a tarde, tal como podemos encontrar no inglês com a distinção entre A.M. (manhã) e P.M. (tarde).

Em japonês, utilizam-se as seguintes palavras:

  • "gozèn" (午前) que se refere à manhã;
  • "gogo" (午後) que se refere à tarde.

No idioma deste país não existe uma tradução exata para a pergunta "Que horas são? " em português. Isto porque, quando fazemos esta pergunta, aquilo que queremos dizer é "Que horas são agora? ". No idioma japonês, este "agora" é obrigatório e não está implícito.

Desta forma, para perguntar as horas deve dizer "ma (wa) nan'ji dess'ka?", ou seja, 今 (は) 何時 で す か?

O kanji 日 refere-se ao dia. Estes são os dias da semana em japonês com a transcrição em kanji, a pronúncia fonética e a tradução etimológica:

  • Domingo - 日 曜 日 - nitchi-yobi - o dia do sol;
  • Segunda-feira - 月曜日 - guètsu-yobi - o dia da lua;
  • Terça-feira - 火曜日 - ka-yobi - o dia do fogo;
  • Quarta-feira - 水曜日 - sui-yobi - o dia da água;
  • Quinta-feira - 木曜日 - moku-yobi - o dia da madeira;
  • Sexta-feira - 金曜日 - kin-yobi - o dia de ouro;
  • Sábado - 土曜日 - do-yobi - o dia da terra.

E se precisar de ajuda para estudar a língua, procure um dos professores profissionais da Superprof para o auxiliar com o programa de ensino ou com aulas particulares.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.