O português é a maravilhosa língua de Camões e é falada não só em Portugal, mas também no Brasil, em alguns países africanos (antigamente colonizados por Portugal), em Macau (na China) e ainda em Goa (Índia). Já para não falar das inúmeras comunidades de emigrantes portugueses nos EUA, no Canadá, na Suíça, em França e em tantos outros sítios.

É verdade, a língua portuguesa é falada por aproximadamente 260 milhões de pessoas em todo o mundo, o que significa que, se quisermos falar português com alguém que não seja português, só nos restam 250 milhões de pessoas no mundo.

Mas se o nosso leitor sempre adorou a ideia de saber espanhol e sempre achou que o cerrado do seu vizinho é tão verde quanto o seu, então o conselho da Superprof é que ingresse num curso de espanhol e compreenda o que este idioma – tão próximo e ao mesmo tempo tão distante do português – tem para oferecer!

Sim, porque a lingua espanhola é falada em Espanha, mas também em inúmero outros países como a Argentina, o Peru, o Uruguai, o Paraguai, a Bolívia, a Venezuela, a Colômbia, o Chile, o Equador e até os Estados Unidos da América.

Hoje mais de 450 milhões de pessoas falam espanhol como língua materna, esta que acaba por ser a terceira língua mais falada do mundo, depois do mandarim e do inglês, claro.

E isto sem contar que há muita gente no mundo que acaba por aprender espanhol na escola ou como língua estrangeira!

A bandeira de Espanha, hasteada ao vento.
O aluno pode obter vários certificados de lingua espanhola, uma das línguas mais faladas do mundo | Fonte: Pixabay

Por isso, sem nos ficarmos por grandes arrufos entre países vizinhos atritos culturais, a verdade é que é perfeitamente compreensível que tanta gente ame e precise de aprender espanhol – a igualmente maravilhosa língua de Cervantes!

Contudo, como portugueses (ou falantes de português) não só é mais fácil aprender espanhol como há uma maior tentação para não se aprender a falar espanhol corretamente, deixando-nos levar pela batota!

Então, como é que um aluno pode provar que não fala apenas 'portunhol' (essa curiosa língua oficial dos turistas lusófonos)? Como é que o aluno pode provar que sabe mesmo falar espanhol?

O segredo é certificar os seus conhecimentos na lingua espanhola e guardar bem o diploma para quem voltar a duvidar.

Neste artigo, a Superprof informa os seus leitores sobre os certificados de espanhol que se podem realizar, do mais conhecido DELE aos diplomas de espanhol mais adequados ao mundo profissional!

Susana
Susana
Profe de Espanhol
4.96 4.96 (24) 15€/h
1ª aula grátis!
Alberto
Alberto
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (7) 15€/h
1ª aula grátis!
Alonso
Alonso
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (8) 14€/h
1ª aula grátis!
Julio
Julio
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (5) 15€/h
1ª aula grátis!
Virgínia
Virgínia
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (11) 15€/h
1ª aula grátis!
Santiago
Santiago
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (6) 15€/h
1ª aula grátis!
Ana olivia
Ana olivia
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (9) 15€/h
1ª aula grátis!
Sandra
Sandra
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (4) 15€/h
1ª aula grátis!

Os melhores exames de espanhol certificados para o mundo profissional

A empresa onde trabalha estabelece relações comerciais com a América Latina, com Espanha ou com um cliente particular hispanófono? Então, certamente que o estudante precisará de aprender a falar espanhol para fechar bons negócios.

Ora bem: bem-vindo ao mundo em que se ganha dinheiro falando línguas! Normalmente, as grandes empresas valorizam muito um certificado de proficiência linguística na hora de escolher os seus colaboradores.

Por isso, foram criados alguns certificados específicos para o mundo em que tempo é dinheiro e em que falar a língua do cliente é o melhor passo para quem quer singrar nos negócios. Aprender espanhol não é exceção e, por isso, o estudante pode escolher fazer:

  • o teste de espanhol certificado da "Cámara de Madrid", destinado  a todos os que tencionam trabalhar diretamente com a Câmara de Comércio de Madrid ou nas áreas empresariais, da saúde ou do turismo.
  • o exame de espanhol BULATS (Business Language Testing Service), que é preparado pela Universidade de Cambrigde, destinado aos profissionais do mundo inteiro e que oferece a vantagem do candidato fazer o mesmo exame para outras línguas.

Estes dois exames de espanhol regem-se pelo Quadro Europeu Comum de Referências para Línguas, o que significa que a proficiência linguística dos candidatos é avaliada em seis níveis: A1, A2, B1, B2, C1, C2.

O BULATS: tudo que há para saber sobre este teste de espanhol

Como já mencionámos, a vantagem do BULATS é que o candidato pode fazer o exame em diferentes línguas: espanhol, inglês, francês e alemão.

No exame de espanhol o nível de espanhol do candidato é definido como:

  • A1, se obtiver de 10 a 19 pontos;
  • A2, se obtiver de 20 a 39 pontos;
  • B1, se obtiver de 40 a 59 pontos;
  • B2, se obtiver de 60 a 74 pontos;
  • C1, se obtiver de 75 a 89 pontos;
  • C2, se obtiver de 90 a 100 pontos.

Note-se que o nível mínimo exigido pela maior parte das empresas de um país hispânico é o nível B2.

Além disso, importa realçar que o teste de espanhol BULATS dura três horas e divide-se da seguinte maneira:

  • Compreensão oral – prova de 50 minutos, com 50 perguntas de compreensão com base na análise de registos áudio;
  • Compreensão escrita e aptidão linguística – prova que dura 60 minutos e que contém 60 perguntas de gramática, vocabulario espanhol, correção de erros e exercícios de leitura e compreensão;
  • Expressão escrita – prova de 45 minutos que implica escrever dois pequenos textos distintos: uma mensagem curta e um relatório/carta;
  • Expressão oral – prova de 15 minutos que inclui uma entrevista, uma breve apresentação sobre um determinado assunto e a troca de informações no avançar de uma conversa.

E como é que um aluno se pode preparar para aprender espanhol e arrasar no BULATS? Tem que estudar muito, quem sabe pedir algum auxílio ao seu professor de espanhol da Superprof.

Além disso, o aluno também se deve familiarizar com os temas abordados nos exames de espanhol e preparar-se para:

  • transmitir as suas informações pessoais;
  • discutir temas sobre o seu ambiente profissional;
  • falar das relações que tem com os seus colegas e seus clientes;
  • descrever viagens e atividades de lazer;
  • falar de estados de saúde e higiene no trabalho;
  • saber fazer compras e vendas.
Um toureiro a pé, a tourear um touro em praça.
Conhecer a cultura hispânica e saber falar espanhol é fundamental para quem quiser trabalhar num país hispanófono | Fonte: Pixabay
Susana
Susana
Profe de Espanhol
4.96 4.96 (24) 15€/h
1ª aula grátis!
Alberto
Alberto
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (7) 15€/h
1ª aula grátis!
Alonso
Alonso
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (8) 14€/h
1ª aula grátis!
Julio
Julio
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (5) 15€/h
1ª aula grátis!
Virgínia
Virgínia
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (11) 15€/h
1ª aula grátis!
Santiago
Santiago
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (6) 15€/h
1ª aula grátis!
Ana olivia
Ana olivia
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (9) 15€/h
1ª aula grátis!
Sandra
Sandra
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (4) 15€/h
1ª aula grátis!

Como fazer o exame de espanhol SIELE?

O estudante nunca ouviu falar no SIELE? O Servicio Internacional de Evaluación de la Lengua (SIELE) é um teste de espanhol certificado que serve para o meio profissional, para o meio académico ou simplesmente para certificar o seu nível de proficiência linguística.

Além disso, é um teste de espanhol que é completamente realizado online e que possui quatro provas diferentes: Compreensão de leitura (CL), Compreensão auditiva (CA), Expressão e interação escritas (EIE) e Expressão e interação orais (EIO):

  • Compreensão de leitura (CL) – o aluno tem 60 minutos para resolver 38 questões, nomeadamente vários textos de diferentes níveis de complexidade e algumas perguntas de interpretação;
  • Compreensão auditiva (CA) – o aluno tem 55 minutos para responder a 38 questões (que valem 250 pontos deste teste de espanhol) com base em alguns áudios;
  • Expressão e interação escritas (EIE) – o aluno tem 50 minutos para escrever dois textos de acordo com cada enunciado;
  • Expressão e interação orais (EIO) – o aluno deve ouvir alguns áudios e responder a perguntas sobre os mesmos de forma oral e, além disso, deve fazer duas apresentações orais distintas.  Esta parte da prova durará 15 minutos.

Além disso, o candidato a este exame de espanhol tem a opção de fazer as quatro provas acima referidas ou pode optar por quatro combinações diferentes:

  • S1 – Compreensão de leitura + Compreensão auditiva;
  • S2 – Compreensão de leitura + Expressão e interação escritas;
  • S3 – Compreensão auditiva + Expressão e interação orais;
  • S4 – Expressão e interação orais.

Caso queira realizar as quatro provas de uma só vez, o aluno levará três horas a completar o exame (com um intervalo de 15 minutos depois da prova de compreensão auditiva.

Por fim, note-se que o SIELE é um dos poucos certificados de espanhol feito em parceria com duas universidades latino-americanas – a Universidade Nacional Autónoma do México e a Universidade de Buenos Aires. Além dessas instituições, conta com a participação da Universidade de Salamanca e do instituto cervantes.

Aprender espanhol e fazer as provas do DELE

O Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira (DELE) é um dos mais conhecidos e generalizados testes de espanhol certificados.

Aliás, permite que o aluno obtenha seis diplomas diferentes de acordo com o seu nível de proficiência:

  • A1: inicial;
  • A2: básico;
  • B1: intermédio;
  • B2: independente;
  • C1: fluente eficaz;
  • C2: fluente estruturado.
Uma mão, um livro, uma caneta e um caderno.
O estudante está desejoso de ser um fluente estruturado de espanhol? Junte-se ao seu professor de espanhol e prepare-se para obter o seu certificado | Fonte: Unsplash

Mas, afinal, porque fazer o DELE? Há várias razões para escolher fazer o teste de espanhol DELE. São elas:

  • este é um diploma reconhecido mundialmente, podendo abrir portas ao aluno em inúmeras empresas em que a língua de Cervantes é falada;
  • validar o seu nível e continuar as suas aulas de espanhol!;
  • ganhar mais confiança e saber qual é o seu verdadeiro nível de espanhol;
  • avaliar os seus progressos na lingua espanhola e no seu curso de espanhol.

DELE – um exame de espanhol com seis níveis e seis diplomas

Independentemente de qual dos seis níveis de proficiência linguística do DELE é que o aluno chega das suas aulas de espanhol, os exames do DELE avaliam-no sempre em cinco competências distintas:

  • Compreensão escrita;
  • Compreensão oral;
  • Expressão escrita;
  • Expressão oral;
  • Gramática espanhola e vocabulário;
  • Para cada nível (com exceção do C2), o exame é dividido em dois grupos e é necessário obter pelo menos 30 pontos em cada um, ou seja, 60 pontos num total de 100 para que possa ser declarado como apto a conquistar determinado nível de espanhol.

Os dois grupos e as provas para os níveis entre A1 a B2 são as mesmas, sendo que apenas o tempo de duração de cada uma delas vai variando:

  • Compreensão escrita:
    • A1: 45 minutos, 4 provas;
    • A2: 1 hora, 5 provas;
    • B1: 1h10, 5 exercícios;
    • B2: 1h10, 4 exercícios.
  • Expressão escrita:
    • A1: 25 minutos, 2 provas;
    • A2: 50 minutos, 2 provas;
    • B1: 1 hora, 2 exercícios;
    • B2: 1h20, 2 exercícios.
  • Compreensão oral:
    • A1: 20 minutos, 4 provas;
    • A2: 35 minutos, 5 provas;
    • B1: 40 minutos, 5 exercícios;
    • B2: 40 minutos, 5 exercícios.
  • Expressão oral:
    • A1: 15 minutos;
    • A2: 15 minutos;
    • B1: 15 minutos + 15 minutos de preparação;
    • B2 : 20 minutos + 20 minutos de preparação.

Já para o nível mais avançado do seu curso de espanhol (o C2), o aluno deve saber que as suas capacidades linguísticas serão avaliadas da seguinte forma:

    • Compreensão escrita e uso da língua: 1h30, 5 exercícios;
    • Compreensão oral e uso da língua: 50 minutos, 5 exercícios;
    • Expressão oral: 20 minutos + 20 minutos de preparação;
    • Expressão escrita: 20 minutos + 20 minutos de preparação.

O nível C2 exige que o aluno de espanhol saiba muito mais do que os dias da semana em espanhol. É, aliás, exigido que saiba expressar-se com espontaneidade.

Se, por outro lado, o aluno ainda souber pouco de espanhol ou optar por iniciar um curso de espanhol bastante cedo, saiba que também há DELE para jovens entre os 11 e os 17 anos de idade.

Uma menina pequena, pronta para fazer um exame DELE, com os phones nos ouvidos.
O DELE é para todas as idades e avalia quer o bom dia em espanhol quer as mais complexas frases em espanhol | Fonte: Unsplash

Com este teste de espanhol todos podem avaliar as suas competências linguísticas em espanhol e, sobretudo, estimular a sua vontade de continuar a aprender espanhol num curso de espanhol online, num curso do ensino regular ou com um professor de espanhol particular.

Alguma dúvida? A Superprof está aqui para a esclarecer!

Precisa de um professor de Espanhol ?

Gostou deste artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Marta

Sou, desde sempre, uma ávida leitora, com o coração apontado para a escrita, e uma bibliófila incurável, com um fraquinho por arquivos e espólios. Hoje, trabalho como revisora, editora e produtora de texto freelancer e sou colaboradora do Centro de Linguística da Universidade de Lisboa.