Adora línguas e principalmente espanhol? Quer trabalhar numa área onde precisa falar a língua do nosso país vizinho?

Então, não perca mais tempo! Comece já a aprender espanhol! Pois quanto mais cedo aprender uma língua, mais fácil será dominá-la.

Imaginemos que já teve aulas de espanhol, já aprendeu a formular várias frases em espanhol. E quando chega a hora de colocar os seus dotes em prática? Para conversar com nativos, não há problema! De certo que se estiver com hispanofalantes começa a hablar facilmente. Mas quando é preciso provar a uma instituição ou empresa que fala, entende, lê e escreve corretamente a língua? E num certo nível? Mas qual é o seu?

É precisamente para responder a estas questões que foram criados os exames que medem a proficiência da língua para os falantes não nativos. Assim, é possível comprovar que domina uma língua em todas as suas vertentes e consegue comunicar através dela.

Esta situação é frequente em multinacionais ou quando se prosseguem estudos relacionados com algum país hispanófono. Para conseguir vaga numa Licenciatura, Mestrado, Doutoramento ou Pós-Doutoramento relacionado com a língua, é preciso ter um certificado na maioria das vezes.

Quando se pretende fazer uma parte ou a integralidade dos estudos em espanhol, a necessidade de um certificado é quase unânime!

Porém, qual escolher? Existe uma dezena de certificados de espanhol, alguns mais específicos do que outros.

Uns são direcionados somente para verificar a proficiência da língua para tratar de negócios, num contexto empresarial. Outros servem para fins académicos e muitos servem para as duas finalidades.

Nesta publicação, vamos falar do SIELE. A vantagem deste teste em relação a todos os outros é que este é feito completamente online.

Jovem num café com o computador pode estar a passar o seu certificado de espanhol.
O SIELE é um exame online que pode ser feito a partir de qualquer parte do Mundo | Fonte: Unsplash

Outro ponto positivo é que o SIELE foi concebido em parceria pelo Instituto Cervantes, da Universidad Nacional Autónoma de México, a Universidad de Salamanca e da Universidad de Buenos Aires. Até ao momento, este foi o único certificado que encontrámos que envolve duas instituições da América Latina. Os outros são desenvolvidos, normalmente, apenas por universidades da Espanha.

Então, vamos aprofundar o SIELE?

SIELE - Um instituto espanhol online

Como referimos, o Servicio Internacional de Evaluación de la Lengua Española – SIELE – é uma iniciativa do Instituto Cervantes, da Universidad Nacional Autónoma de México, a Universidad de Salamanca e da Universidad de Buenos Aires. Além destas, mais de 75 universidades de Espanha e da América Latina estão associadas ao projeto para assegurar a qualidade do certificado.

Entre os parceiros encontra-se o Instituto Cervantes (IC), uma instituição espanhola pública criada para promover e ensinar espanhol e para divulgar as culturas de Espanha e dos países hispanofalantes

Estas instituições uniram-se para conceber um exame de proficiência da língua espanhola completamente online! Assim, pode ser realizado a partir de qualquer lugar do Mundo, tanto por estudantes, como por profissionais, académicos, investigadores…

O objetivo é medir a proficiência na língua espanhola como língua estrangeira. É utilizado o Quadro Europeu Comum de Referências para Línguas como base para definir os níveis dos candidatos, ou seja, A1, A2 (básico), B1 e B2 (intermédio), C1 (avançado), C2 (fluente).

Porque escolher este exame de lingua espanhola?

Ao contrário de outros exames de espanhol altamente reconhecidos como o Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira (DELE), o SIELE é um exame feito no computador e adapta-se às necessidades de cada um. Isto porque tanto é possível avaliar a fluência global na língua espanhola, como avaliar cada competência separadamente. Por exemplo, pode fazer o teste somente para testar as suas capacidades orais, escritas, de compreensão oral ou escrita ou testar todas essas capacidades de uma só vez.

Além disso, sendo o SIELE concebido em parceria com universidades da América Latina e Espanha, são consideras as diferenças de idioma de acordo com as regiões. Para ser mais exato, o SIELE avalia 3 variações do espanhol oriundas de regiões diferentes.

Isto é muito importante porque significa que o certificado contempla as nuances da língua. Para ficar mais claro, imaginemos que um estrangeiro que tenha aprendido português do Brasil, passe um exame de certificação em português de Portugal. Seria mais difícil, certo?

Então, para quem aprendeu, por exemplo, espanhol da América Latina, esta é uma vantagem a ter em conta na escolha do certificado. Mas este fator não é decisivo! Isto não significa que não obtivesse um resultado positivo num teste concebido apenas por uma instituição espanhola. Com certeza, os testes de língua abordam o idioma de maneira neutra, incluindo os pontos comuns (que são a maioria) entre as diferentes variantes linguísticas do espanhol.

O teste é online, mas as aulas de espanhol não!

O SIELE é realizado online, mas para passá-lo terá que se inscrever num centro de exame. Não terá qualquer dificuldade em encontrar um centro nas principais capitais.

A entrada do Parque Güell, em Barcelona, um dos pontos mais movimentados da cidade.
Para trabalhar ou estudar num país hispanofalante é quase sempre necessário um certificado de proficiência da língua | Fonte: Unsplash

Baseando-se numa estrutura mais ou menos semelhante à do exame de espanhol BULATS, o certificado SIELE é constituído por quatro testes: Compreensão de leitura (CL), Compreensão auditiva (CA), Expressão e interação escritas (EIE) e Expressão e interação orais (EIO).

Vamos detalhar cada um deles.

  • Compreensão de leitura (CL): é dividido em cinco partes com 38 questões no total. Elas possuem vários textos de diferentes níveis de complexidade e, após ler os textos, responde a algumas perguntas de interpretação. Tem 60 minutos para realizar este teste que vale 250 pontos no total. O resultado sai imediatamente.

 

  • Compreensão auditiva (CA): é dividido em cinco partes e com 38 questões no total. Você vai escutar alguns áudios e vai responder questões relativas a eles. Você tem 55 minutos para fazer essa prova que vale 250 pontos. O resultado dela sai imediatamente.

 

  • Expressão e interação escritas (EIE): você vai escrever dois textos em espanhol de acordo com cada enunciado. Você tem 50 minutos para executá-los. Eles serão gravados e avaliados posteriormente pela equipe examinadora.

 

  • Expressão e interação orais (EIO): O candidato realiza 5 tarefas. Ele vai escutar alguns áudios com perguntas e vai respondê-las oralmente. Ele também deve fazer duas apresentações orais. O tempo máximo para essa prova é de 15 minutos. Eles serão gravados e avaliados posteriormente pela equipe examinadora.

 

O candidato tem a opção de fazer as quatro provas ou pode optar por cinco combinações diferentes:

  • S1 Compreensão de leitura + Compreensão auditiva
  • S2 Compreensão de leitura + Expressão e interação escrita
  • S3 Compreensão auditiva + Expressão e interação oral
  • S4 Expressão e interação oral
  • S5 Expressão e interação escrita + Expressão e interação oral

Caso queira fazer as quatro de uma vez, o tempo total é de três horas, com um intervalo de 15 minutos após a realização da CA.

Aprender espanhol primeiro e passar o SIELE depois!

O ideal é começar por ter boas aulas de espanhol dadas por um professor especializado neste exame. Aliás, esta é uma regra de ouro para quem queira aprender espanhol e singrar em qualquer um dos certificados de língua espanhola profissionais exigidos pelas faculdades e empresas. Este possui quatro testes com várias tarefas cada, como especificámos acima. Vamos falar detalhadamente sobre cada teste e sobre cada tarefa.

Para se preparar, é importante reter os temas de cada tarefa. Após saber os temas, procure exercícios relacionados e treine em casa.

Improvise situações, assim terá sucesso na hora H do exame!

 

Compreensão de leitura

  • Tarefa 1– 5 perguntas – nível A1

O candidato deverá ler cinco textos de 40 a 80 palavras e responder a cinco questões, duas sobre as ideias gerais dos textos e três mais específicas, com três opções de resposta cada uma.                                              Temas: mensagens, e-mails, adaptações de material informativo e promocional (artigos de jornais, revistas, folhetos, anúncios publicitários).

 

  • Tarefa 2– 5 perguntas – nível A2

Esta tarefa é semelhante à primeira, mas com textos maiores de 250 a 300 palavras.

 

  • Tarefa 3 8 perguntas – nível B1

O candidato deverá ler textos de 100 a 120 palavras e relacioná-los com oito perguntas ou enunciados.        Temas: curiosidades, informações práticas como guias de viagem, experiências, notícias, biografias, ofertas de trabalho.

 

  • Tarefa 4– 8 perguntas – nível B2

Esta tarefa consiste em ler dois textos incompletos e completar os quatro espaços vazios com as opções apresentadas.

Temas: artigos de opinião, notícias, cartas, guias, âmbito público, académico e profissional.

 

  • Tarefa 5– 12 perguntas – nível C1

O candidato deverá ler um texto incompleto e completar os 12 espaços vazios com as opções disponíveis. Temas: textos extensos e complexos sobre temas específicos provenientes de revistas, livros e artigos científicos de âmbito académico e profissional.

 

Compreensão auditiva

Os áudios são reproduzidos duas vezes e durante esse tempo deve responder às perguntas apresentadas. Após a resposta, a tarefa é bloqueada e avança-se automaticamente para a seguinte.

Um cenário comum e colorido numa cidade espanhola.
Os exercícios do SIELE abordam geralmente temas do quotidiano | Fonte: Unsplash

Atenção que não é permitido voltar às questões já respondidas!

  • Tarefa 1– 5 perguntas – nível A1

Ouvir uma conversa e completar cinco frases curtas com as 15 opções disponíveis.
Temas: conversa sobre temas do quotidiano, de âmbito pessoal – máximo 2 minutos para cada conversa.

 

  • Tarefa 2– 5 perguntas – nível A2

Ouvir informações e responder a cinco perguntas com três opções de resposta para cada uma. Temas: notícias de rádio sobre temas do quotidiano, de âmbito público – máximo 3 minutos para cada conversa.

 

  • Tarefa 3– perguntas – nível B1

Ouvir oito monólogos e responder a relacioná-los aos enunciados que lhes correspondem. Temas: Conversa informal, curiosidades, experiências pessoais. Âmbito público e profissional.

 

  • Tarefa 4– 8 perguntas – nível B2

Ouvir uma entrevista e responder a oito perguntas com três opções disponíveis para cada uma.

Temas: Entrevistas de rádio ou de televisão. Âmbito público, académico e profissional – máximo 4 minutos para cada.

 

  • Tarefa 5– 6 perguntas – nível C1

Ouvir um monólogo e escolher uma de três opções para os seis fragmentos.
Temas: conferência, discursos e reportagens de rádio ou televisão. Âmbito académico – máximo 4 minutos.

 

  • Tarefa 6– 6 questões – nível C1

Ouvir um monólogo e identificar seis ideias expressas no texto.
Temas: conferência, discursos sobre projetos, experiências. Âmbito acadêmico – máximo 6 minutos.

 

Expressão e interação escritas

A intenção aqui é avaliar as suas capacidades de escrita e compreensão. Este teste é composto por duas tarefas.

  • Tarefa 1 – níveis A1 a B1

A partir de um texto curto, o candidato escreve uma resposta com 100 e 150 palavras, como se fosse uma carta ou um e-mail, comentário num fórum ou blog.

  • Tarefa 2 – 2 opções – níveis B2 a C1

O candidato pode escolher entre escrever um artigo de opinião ou uma carta para um jornal. O texto deve ter entre 250 e 300 palavras.

 

 Expressão e interação orais

A intenção deste teste é avaliar as capacidades orais do candidato, tanto para falar, como para compreender o que ouve. É constituído por cinco tarefas

Um cenário comum e colorido numa cidade espanhola.
O certificado SIELE pode ser a sua porta de entrada para um emprego novo | Fonte: Unsplash
  • Tarefa 1– perguntas – nível A1

Responder oralmente a quatro perguntas de caráter pessoal.

 

  • Tarefa 2– 1 monólogo sobre uma foto – nível A2 

O candidato escolhe entre duas fotografias e desenvolve uma descrição oral sobre a que selecionou, comentando certos aspetos indicados.
Tema: imagens que refletem situações do quotidiano.

 

  • Tarefa 3– 2 respostas – nível B1

Responder a duas situações simuladas – uma de âmbito pessoal e outra de âmbito público. Cada uma tem duas opções de escolha.

 

  • Tarefa 4– perguntas – nível B2

O candidato escolhe um de dois temas disponíveis, lê o respetivo texto e responde oralmente a três perguntas sobre o mesmo.

 

  • Tarefa 5 – 1 monólogo – nível C1

Escolher uma de duas afirmações propostas sobre o tema da tarefa 4 e desenvolver um monólogo.

 

Agora que já sabe qual é a estrutura do SIELE, pode começar a ter aulas particulares com um professor de espanhol para treinar melhor os exercícios do certificado.

Mas se este modelo não agradar ao nosso leitor, não há que desesperar: há muitos exames de espanhol ideias para certificar a sua proficiência nesta língua e entre eles contam-se, por exemplo, os seus seis diplomas do DELE adequados a cada um dos seis níveis de proficiência linguística em que o aluno se pode enquadrar. Bons exames!

Precisa de um professor de Espanhol ?

Gostou deste artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Laura

Apaixonada por comunicação sob todas as suas formas, sempre soube que faria dela minha profissão. Sempre com as palavras e as pessoas no centro, tenho o privilégio de já ter sentido o poder transformador desta área nalgumas das suas múltiplas dimensões: no jornalismo, em marketing e em comunicação empresarial.