As línguas que existem no mundo são uma grande mistura de outras línguas, dialetos e gírias. É por esse mesmo motivo que, uma língua que é ainda utilizada por alguma população, é chamada de "língua viva", pois pode vir a sofrer alterações à medida que os seus falantes são expostos a outras culturas e línguas. Ainda há pouco tempo, a língua portuguesa sofreu algumas alterações a nível escrito com o novo acordo ortográfico.

Por outro lado, existem as línguas mortas e que melhor exemplo disto do que o latim? O latim é ainda hoje utilizado em várias áreas:

  • advocacia;
  • para nomear flores e plantas por botânicos e aromaterapeutas;
  • no vaticano;
  • entre outras.

No entanto, é considerada uma língua morta e por esse mesmo motivo é utilizado nessas áreas, pois ao não ser usado pela população, não irá sofrer qualquer alteração, nunca mais.

Sabemos que o português tem origens no latim mas, há também influências do grego e algumas palavras, são bem notórias. Afinal, o latim, teve muita influência das palavras em grego, e por isso, hoje podemos ouvir ainda algumas semelhanças entre o português e o grego.

Os melhores professores disponíveis
Tiago
Tiago
5€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Anders
5
5 (1 avaliações)
Anders
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Prof. André lamounier
5
5 (7 avaliações)
Prof. André lamounier
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alberto
4,9
4,9 (34 avaliações)
Alberto
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
5
5 (2 avaliações)
Mariana
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Andrea
5
5 (25 avaliações)
Andrea
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Feodor
5
5 (9 avaliações)
Feodor
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Paul
5
5 (27 avaliações)
Paul
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (8 avaliações)
Fábio
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Márcio
5
5 (8 avaliações)
Márcio
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (31 avaliações)
Susana
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Kauê
5
5 (13 avaliações)
Kauê
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (5 avaliações)
Catarina
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Cristiana
5
5 (36 avaliações)
Cristiana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Teresa
5
5 (14 avaliações)
Teresa
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
5
5 (12 avaliações)
Mariana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tiago
Tiago
5€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Anders
5
5 (1 avaliações)
Anders
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Prof. André lamounier
5
5 (7 avaliações)
Prof. André lamounier
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alberto
4,9
4,9 (34 avaliações)
Alberto
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
5
5 (2 avaliações)
Mariana
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Andrea
5
5 (25 avaliações)
Andrea
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Feodor
5
5 (9 avaliações)
Feodor
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Paul
5
5 (27 avaliações)
Paul
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (8 avaliações)
Fábio
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Márcio
5
5 (8 avaliações)
Márcio
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (31 avaliações)
Susana
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Kauê
5
5 (13 avaliações)
Kauê
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (5 avaliações)
Catarina
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Cristiana
5
5 (36 avaliações)
Cristiana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Teresa
5
5 (14 avaliações)
Teresa
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
5
5 (12 avaliações)
Mariana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

O latim e o grego são a base do que estudamos nos cursos de português

O latim, como já vimos, é considerada uma língua morta, quanto ao grego, também o é e estamos a falar do grego antigo, não do que é falado actualmente na Grécia, o grego moderno, também conhecido como romaico, que se refere ao quinto estado de evolução do grego.

Mesmo sendo línguas já consideradas mortas, ocuparam um papel muito importante na origem de várias línguas e uma delas, foi claro, o português, além do italiano, o espanhol, o francês e o romeno. O latim veio dos romanos e chegou aos territórios onde hoje se falam estes idiomas na época do império romano.

Há ainda nos dias de hoje algumas palavras que utilizamos, que vêm diretamente do grego, como:

  • antídoto: vem do latim antidotu, que teve a sua origem no grego antídoton;
  • cirurgia: do latim chirurgia que originou no grego kheirourgía;
  • cartomancia: adivinhação por cartas de baralho, assim como todas as palavras com a terminação "mancia", como datilomancia, rabdomancia, selenomancia, nefelomancia, tiromancia, agromancia, etc;
  • eutanásia: do grego euthanasía;
  • eureca: interjeição grega heúreka, que significa "descobri, ou encontrei";
  • histeria: do grego hystéra, útero. Achavam que a histeria era causada por um desarranjo do útero e, portanto, era coisa de mulher;
  • sarcófago: do grego sarkophágos.
coliseu de Roma
Os romanos deixaram-nos mais do que fantástica arquitetura, pois devido às suas invasões, a língua portuguesa desenvolveu e tornou-se no que é hoje. | Fonte: Pexels

Foi em 300 a.C. que os romanos chegaram à Península Ibérica e, como já se tinha tornado habitual, implementaram a língua latina no povo da Península Ibérica, que são hoje os portugueses e espanhóis.

Os antigos portugueses, conhecidos como lusitanos, apesar de terem enfrentado e lutado bastante contra estas invasões e imposições, acabaram por ter de se submeter às exigências do povo romano, que acabou por ficar por cá e ainda hoje existem diversos vestígios da ocupação romana em território Português:

  1. Ponte de Trajano em Chaves;
  2. A cidade de Braga (Bracara Augusta);
  3. Termas do Alto da Cividade;
  4. Fonte do Ídolo;
  5. Conímbriga;
  6. Ruínas de Ammaia, Marvão;
  7. Templo Romano de Évora;
  8. Villa Romana de Milreu;
  9. Ponte de Vila Ruiva;
  10. Villa de Cucufate.

Com tudo isto, tornou-se inevitável que o latim passasse a ser a língua falada nestas terras, que posteriormente evoluiu para a língua que estudamos hoje em cada aula de português, desde o ensino na primária, ensino básico, ensino secundário e ensino superior e na realidade, para toda a vida.

Por que motivo existem também palavras gregas no vocabulário e porque não são estudadas nos cursos de portugues?

Para entender isto, é preciso saber um pouco da importância que a sociedade grega teve no desenvolvimento e crescimento da sociedade, iniciando por fazer as questões que ninguém questionava e encontrar as respostas a essas dúvidas.

A Grécia situa-se no sul da Península Balcânica e foi nesta região que surgiram várias das ciências mais importantes na formação e educação não só de Portugal como no mundo:

  • Matemática;
  • Filosofia;
  • História;
  • Medicina;
  • Astronomia;
  • Surgimento das primeiras universidades, onde os alunos podiam iniciar cursos de qualquer área.

Muitos dos mais famosos autores portugueses, leram várias obras de autores gregos e em latim também!

A Grécia antiga é considerada o berço da cultura ocidental e muitas das mentes brilhantes da época, são ainda hoje estudadas tanto em cursos de português, cursos de filosofia, cursos da área da medicina, de física e até de história.

palavras-de-origem-grega
As línguas antigas tiveram um papel importante na criação e desenvolvimento do português. | Fonte: Pexels

Posto isto, tendo sido na Grécia o início das várias ciências que são objeto de estudos nos dias de hoje, seria de esperar que muitas das expressões e palavras por eles utilizadas dessem origem a palavras que usamos todos os dias, seguem alguns exemplos:

  • palavras terminadas em "logia", que significa estudo. Biologia, por exemplo, que é o estudo da vida, geologia, o estudo da terra, cardiologia, estudo do coração, etimologia, estudo da origem das palavras;
  • palavras terminadas em "ista", significando este sufixo significa um ofício, ou ocupação, é o que utilizamos para descrever profissões como dentista, jornalista, artista, pianista, jurista, etc.;
  • palavras terminadas em "algia", que significa dor, como exemplo temos a nevralgia ou neuralgia. A um fármaco que bloqueia a dor, chamamos de analgésico (an+algia=sem dor);
  • prefixo "necro", algo morto ou relacionado com a morte. A necrose de um tecido, significa que é um tecido morto;
  • terminadas em "ite", que significa inflamação, quer dizer que há uma inflamação, por exemplo, a palavra rinite, é inflamação das mucosas do nariz.

Há centenas de outros exemplos que mostram o que acabamos de explicar e é agora, fácil perceber porque existe tanto vocabulário na nossa língua portuguesa com origem no grego antigo, simplesmente porque a maioria das ciências foi desenvolvida e denominada lá, nessa época.

O latim vulgar e o latim clássico influenciaram também o que estudamos hoje no cursos de portugues

O latim vulgar e o latim clássico são muito distintos, no entanto, ambos contribuíram para a origem da língua portuguesa, que foi depois adotada por vários países como o Brasil.

O latim clássico, era muito utilizado por autores e estudiosos da época, enquanto que o latim vulgar, de onde vem a maioria do nosso vocabulário, era utilizado por comerciantes e funcionários. O português, o francês, italiano, espanhol e romeno, provêm maioritariamente deste último e, foi trazido pelos romanos, que além de toda a parte militar, invadiram a cultura, linguística, crenças e modo de vida dos habitantes da Península Ibérica.

templo grego
Tanto o grego como o latim tiveram uma forte influência no desenvolvimento do idioma que falamos em Portugal e outros países europeus.| Fonte: Pixabay

Mas, e qual a influência do grego antigo?

Como já vimos, teve uma grande influência principalmente no desenvolvimento e crescimento do nosso vocabulário que usamos todos os dias e, é ainda frequente que hajam aulas de latim e aulas de grego em cursos de medicina, de direito e outros, que embora não sejam obrigatórias e sim facultativas, estão disponíveis para cada aluno destas áreas, pois será uma forma de facilitar a aprendizagem de matérias nas suas áreas, se conhecerem a origem do vocabulário.

Além disso, há em Portugal diversos monumentos e locais a visitar, assim como centenas de motivos porque Portugal é conhecido em todo o mundo.

Expressões em latim e a sua semelhança com o português

Há muitas expressões em português que utilizamos todos os dias que vêm dos tempos em que o latim era utlizado para nos comunicarmos entre nós, alguns exemplos disto são:

  • Dictum ac factum - Dito e feito;
  • Canes qui plurimum latrant, perraro mordent - Cão que muito ladra, pouco morde;
  • Malo solari, quam perverso sociari - Antes só que mal acompanhado;
  • Amor amore compensatur - Amor com amor se paga;
  • Cucullus non facit monachum - O hábito não faz o monge.

A leitura destas frases, quando em voz alta, faz-nos perceber as parecenças que há entre ambas as línguas.

Aprender latim em Portugal é importante
O latim teve e continua a ter um papel muito importante no desenvolvimento da nossa língua portuguesa. | Fonte: Pixabay

E como fazer para ter as melhores notas e resultados nos estudos da nossa linguagem? Sabemos a importância das aulas de português e sabemos também que são obrigatórias, o que faz todo o sentido, visto ser o nosso idioma materno.

Mas, ninguém termina o ensino básico e inicia o secundário, nem termina o secundário sem completar os exames português, obrigatórios e de uma extrema importância para qualquer aluno que deseje ir um pouco mais além.

Mas, os exercícios de gramatica e os verbos e os seus tempos e conjugações nem sempre são fáceis de aprender e de compreender, o que resulta muitas vezes em alunos que acabam por ficar para trás apenas por não conseguirem atingir as metas nas aulas de português.

Há professores particulares que podem ajudar bastante a compreender tudo o que abordamos neste artigo e ainda, a conseguir ter notas excecionais nos testes e exames nacionais de portugues! Estes professores particulares podem ser encontrados na plataforma Superprof, e existem em todas as cidades do país, podendo cada aula ser online ou presencial, dependendo do que o aluno em questão preferir e claro, da disponibilidade horária de cada um e se o professor escolhido pelo aluno está disponível. Mas, de uma forma ou de outra, quaisquer dúvidas ou questões podem ser resolvidas com o apoio de uma professora ou professor de português particular, em qualquer fase escolar, básico, secundário e mesmo em qualquer curso do ensino superior.

O preço destas aulas é uma média de apenas 7 euros e a primeira aula é grátis com a maioria dos professores presentes na plataforma Superprof.

Quer conhecer mais obre a origem desta nossa linguagem e compreender o porquê de utilizarmos certo vocabulário? Encontre já o professor de português ideal com a Superprof!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Cláudia

Sou uma pessoa dedicada e empenhada a 100% a todos os projetos, quer sejam eles de carácter mais pessoal quer sejam a nível profissional. Sou licenciada em Assessoria e Tradução de todo o tipo de matérias e para além disso sou especializada na língua inglesa e alemã. Tenho uma grande paixão pela leitura e escrita. Sou muito curiosa e aberta ao conhecimento o que me faz querer saber, aprender e partilhar mais sobre, na verdade, tudo um pouco.