"A música pode libertar as pessoas." - Bob Marley

Estudar piano deve primeiro ser um prazer: tocar música contemporânea ou outros estilos é uma maneira de libertar as emoções. Podemos dizer que, hoje em dia, trata-se de uma atividade relativamente popular, se tivermos em conta que cada vez mais pessoas se dedicam às aulas deste instrumento.

Piano clássico, pianos digitais, piano de cauda, ​​piano vertical... qualquer que seja o piano que pretende aprender a dominar, uma das maiores e primeiras necessidades para isso acontecer é encontrar um bom professor.

Nesse momento, surge a questão: Mas como? Especialmente para quem nunca estudou piano, pode parecer difícil ter acesso e saber identificar um bom professor. Outra questão recorrente também diz respeito a onde encontrar docentes especializados, para aulas particulares. 

Se esta é a situação em que se encontra, pode continuar a ler este artigo. Aqui estão algumas respostas.

Oiça as recomendações dos amigos que já tiveram aulas particulares de piano

Encontrar pessoas que dão aulas particulares está a tornar-se mais fácil, qualquer que seja o instrumento que deseja aprender (piano, guitarra, bateria, saxofone, acordeão, flauta, violino, etc.). Com as facilidades de acesso à internet e com a rapidez com que as pessoas se podem conectar umas às outras atualmente, pode procurar um professor a qualquer hora do dia e em qualquer lugar.

Senhor toca piano de fato
Pergunte aos seus amigos se conhecem algum professor de piano. Com uma recomendação de alguém próximo, as probabilidades de correr bem aumentam! | Fonte: Unsplash

No entanto, a primeira coisa a fazer é procurar ao seu redor. O bom profissional que está à procura pode estar ao seu lado. Portanto, diga a seus amigos e comente no seu círculo de conhecimento que quer aprender piano. Talvez, pelo antigo método de marketing do “boca a boca” encontre um conhecido que lhe possa dar o contato de um professor de piano.

Comece por abordar o tema com a sua família e amigos. O piano é um instrumento musical bastante comum, muitas pessoas sabem tocá-lo e, com a diminuição de cargos no mercado formal, é normal que algumas dessas pessoas decidam começar a ensiná-lo.

Além disso, com o boca-a-boca , pode ter (quase) certeza de que o professor de piano é competente. Caso contrário, não seria recomendado. Então, falar sobre isso às vezes é tão eficaz quanto ler avaliações de profissionais na internet, com a diferença de que essas opiniões vêm de pessoas conhecidas, em quem confia.

Esta é, portanto, uma maneira eficaz de encontrar um bom professor.

É claro que o relacionamento entre aluno e professor é diferente de caso para caso. Por isso, somente quando encontrar o professor pela primeira vez, é que saberá se este atende às suas expectativas e se estão em sintonia quanto ao método. Se assim for, só terá que agradecer aos seus conhecidos que o indicaram!

Internet: há sites onde muitos professores de teclado estão inscritos

A internet ainda é uma das ferramentas mais práticas nos dias de hoje. Permite-nos encontrar todas as informações desejadas de maneira bastante rápida. 

Para este caso em específico, basta fazer uma pesquisa nos motores de busca a escrever, por exemplo, "professor particular de piano" ou "aulas particulares de piano" e de repente as hipóteses multiplicam-se.

Vai encontrar sites de professores particulares ou músicos que divulgam as suas atividades e oferecem cursos em diferentes modalidades (cursos intensivos, aulas semanais, aulas em casa, etc.). No entanto, é difícil ver avaliações nesse tipo de site, porque este funciona, acima de tudo, como uma montra e um portfólio para o professor.

Também pode pesquisar em plataformas como a Superprof. Este tipo de ferramentas permite-lhe escolher o seu professor de música de acordo com a cidade onde vive, ainda que o leque de opções seja muito vasto e sem limites, o que quer dizer que pode ver o perfil de professores que estejam noutra cidade e até noutro país. Hoje em dia, com o avanço das tecnologias, não é de todo impossível ter aulas à distância.

Esta grande comunidade também lhe permite ler as opiniões que alunos já deixaram sobre cada professor, para ter a certeza que encontra o profissional certo, com boas referências.

Existem muitos perfis diferentes de professores particulares de piano e é por isso que as plataformas são eficazes para comparar as diferentes opções ao seu redor. Com este método, as hipóteses de encontrar o profissional que irá ajudá-lo a progredir, a aprender teoria musical e a tocar Mozart ou Bach são grandes, acredite.

Assim também pode comparar preços facilmente para encontrar a oferta mais adequada ao seu orçamento. Esse critério é tão importante quanto encontrar um professor que goste do mesmo estilo de música.

No fundo, plataformas que agregam profissionais de certas áreas, dispostos a dar aulas particulares e que facilitam o contacto com os alunos são a forma mais rápida e completa de avaliar o perfil de um professor.

jovem ao teclado de um orgão
A internet é uma grande fonte de informação e existem sites como o Superprof que reúnem os profissionais que precisa. Vá até lá e encontre o seu professor de piano ideial. | Fonte: Unsplash

Nas redes sociais também encontra pianistas que dão aulas

Seja em smartphones ou computadores, agora pode aceder às redes sociais a partir de qualquer dispositivo tecnológico e em qualquer lugar. Os adolescentes de antigamente eram viciados no MSN: os de hoje, contam com um amplo leque de opções de canais semelhantes. Tanto que poucas pessoas, independentemente da idade, estão fora das redes sociais.

Estas plataformas de partilha e conexão permitem que encontre informações, procure inspiração e se conecte para conversar com pessoas - suas conhecidas ou não. As redes sociais são consideradas, ainda, como janelas abertas para o mundo, visto que eliminam qualquer fronteira e permitem a publicação e propagação de notícias e novidades de forma muito mais rápida do que qualquer outro meio de comunicação social. 

Entre outras utilidades, as redes sociais são, portanto, uma ótima maneira de encontrar um professor de piano particular. Não são o mais prático para organizar a pesquisa e fazer comparações antes de dar o passo do primeiro contacto, mas são quase como que as “páginas amarelas” da atualidade, rápidas e digitais.

Facebook

Esta rede social é uma das mais utilizadas ou, pelo menos, aquela que ainda tem a maior comunidade.O Facebook é a rede social mais transversal aos utilizadores de todas as faixas etárias e quadrantes e é aquela onde é possível fazer um pouco de tudo! Aqui, para encontrar um professor de piano, pode procurar grupos dedicados ao ensino de música, por exemplo. Mas também pode pesquisar através da barra de pesquisa e, ao escrever "professor particular de piano", vai encontrar páginas de professores e até mesmo anúncios publicados na rede. Há muitas opções para realizar a sua pesquisa no Facebook.

Instagram

O Instagram ajuda a construir uma rede de contatos e é uma montra para as empresas e para as pessoas. Principalmente as pessoas ligadas às artes tendem a dedicar tempo a esta rede social e muitas vezes acabam por divulgar o seu trabalho e as suas oportunidades nesta mesma plataforma. Muitos músicos usam o Instagram para publicar fotos, mas também para anunciar datas de concertos/exibições ou vagas de aulas particulares, porque não? Ao atrair uma comunidade de "seguidores" interessada pelo tema, estes músicos acabam por encontrar aqui alunos. Pesquise pela hashtag #piano e vai certamente ver várias páginas de professores de música.

LinkedIn

Esta é a rede social dos profissionais e das profissões por excelência. Criada em jeito de currículo online e de modo a conectar empresas, empregadores e trabalhadores ativos. Pode encontrar profissionais de todas as áreas no LinkedIn e a rede social pode até aprofundar a sua pesquisa escolhendo os critérios desejados (idioma, região, etc.).

Esteja atento aos anúncios nas lojas

Se a internet não é o seu forte, não entre em pânico! Muitos professores particulares ainda usam a forma mais antiga de divulgarem o seu trabalho: através dos pequenos anúncios deixados nas lojas, nas escolas ou publicados em jornais. Este método permite espalhar a palavra, ser referenciado pelos comerciantes e por pessoas que podem fornecer mais informações sobre o assunto, como seria o caso de vendedores em lojas de instrumentos musicais, por exemplo.

Teclado de piano iluminado
Faça o seu próprio anúncio e verá que muitos professores particulares de piano virão falar consigo | Fonte: Unsplash

Ainda se encontram locais públicos com pequenos quadros - normalmente de cortiça - disponíveis para receber anúncios e publicidade de todos os tipos de serviços (babysitting, aulas particulares, vendas em segunda mão, canalização, etc.). Procure estes painéis nas lojas onde costuma ir para ver se há professores de piano disponíveis.

Esses anúncios também são encontrados em padarias, talhos, minimercados, papelarias, escolas etc. Por norma são pequenos panfletos que incluem o nome completo do professor de música, os contactos, mas também o tipo de curso que oferece e a sua qualificação (estudante, profissional, professor, etc). Também costumam informar se existe disponibilidade de deslocação ou não e para que níveis leciona (iniciante, pianista intermédio, avançado). Por vezes pode mesmo ter o preço por hora de aula de piano.

Se encontrar algum anúncio que pareça corresponder ao que pretende, faça um primeiro contacto. Lembre-se de fazer as principais perguntas, seja por email ou por telefone telefone, como os horários, o método ensinar, a experiência, se é a primeira vez que ensina e qual o preço - ou confirmar o valor caso esteja no anúncio.

Fique com vários números para ter escolha e conseguir comparar os critérios de vários professores de piano. Peça uma aula experimental antes de se comprometer para ter a certeza de que poderá ser construída uma afinidade entre si e o professor e também para poder explicar os seus objetivos.

E se os professores de piano vierem até si?

Também é possível que seja o próprio aluno a colocar um anúncio para indicar que procura um professor de piano particular. Trata-se de algo original, já que a procura normalmente não acontece nessa direção. Por essa razão, talvez os resultados até cheguem mais rápido.

Pode anunciar a sua procura nas redes sociais, em pequenas lojas ou mesmo no jornal da sua freguesia. Mas o que colocar neste anúncio?

Vá direto ao ponto principal. Diga claramente que procura por um professor de piano que dê aulas particulares e, eventualmente, que seja especialista num certo estilo ou que tenha um método em específico ou, até, que goste particularmente de algum estilo musical. Coloque aquilo que considera importante para lhe chegarem propostas que sejam do seu agrado.

Em seguida, vá para os detalhes técnicos, como o seu nível de música ou o estilo que quer aprender (piano jazz, mpb, rock, blues, etc.). Lembre-se também de colocar tudo o que quer aprender com as aulas de piano (solfejo, história da música, ler uma partitura, acordes de pedal, improvisação, despertar musical, etc.).

Não hesite em dar o um toque pessoal e descontraído ao seu anúncio para atrair olhares e fazer com que o primeiro impacto seja logo positivo.

Se juntar música e amizade, as suas aulas de piano vão ser perfeitas!

E se no seu círculo de convívio houver alguém que sabe tocar piano muito bem e que até lhe pode ensinar o básico (reconhecer notas, coordenar as duas mãos, etc.)? Seria quase perfeito! Se for o seu caso, pergunte ao seu amigo se pode ajudá-lo com esta aprendizagem em troca de uma ajuda sua para aulas de outro domínio ou, até, por um preço a ser combinado.

Pode transformar o seu amigo num professor de piano! Para obter as bases, basta ter algumas aulas e depois praticar a aprendizagem de uma música que poderá demonstrar mais tarde para que o seu amigo - e agora professor - corrija.

Senhora com bebé ao colo sentada ao piano
Já pensou ter aulas particulares com o seu amigo que toca piano tão bem? Além de útil para os dois, pode ser muito divertido | Fonte: Unsplash

Esta é também uma oportunidade para passar algum tempo com seu amigo enquanto compartilham a paixão pela música. Enquanto um aprende uma nova habilidade o outro, além de ganhar um rendimento extra ou um favor, ainda pode descobrir uma nova vocação para a didática e decidir tornar-se professor definitivamente.

E não importa se o seu amigo não ensina piano com as mesmas metodologias das escolas de música especializadas. Não importa de que forma acontecem, contanto que essas aulas estejam a ser eficazes para que possa aprender a tocar piano. Pode assimilar facilmente a teoria musical, ou mesmo a coordenação por qualquer metodologia: é tudo uma questão de encontrar a maneira adequada de aprender para o seu perfil.

Aprender música através de aulas de piano particulares para iniciantes ajuda a entender toda a prática instrumental porque o piano é frequentemente um instrumento de referência.

E, quem sabe, após algum treino e com a razão da experiência, não fica entusiasmado para se tornar também um professor.

Precisa de um professor de Piano ?

Gostou deste artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Laura

Apaixonada por comunicação sob todas as suas formas, sempre soube que faria dela minha profissão. Sempre com as palavras e as pessoas no centro, tenho o privilégio de já ter sentido o poder transformador desta área nalgumas das suas múltiplas dimensões: no jornalismo, em marketing e em comunicação empresarial.