As vendas de piano, assim como as inscrições em cursos, sejam online, em escolas ou com professores particulares tendem a aumentar. Na verdade, falamos de um instrumento que está entre os mais escolhidos pelo público que deseja estudar música.

Não sendo um instrumento fácil de aprender, pois requer bastante delicadeza e conhecimento musical também – como a maioria dos instrumentos, aliás – algumas pessoas sentem-se inseguras quanto a questões que envolvem as aulas. É comum existirem dúvidas sobre metodologia, evolução e, sobretudo, em relação ao preço das aulas. Algumas pessoas nem chegam a pesquisar, acreditando que se trata de algo fora da sua realidade.

Por essa razão, preparámos este artigo que poderá ajudar a entender melhor os preços das aulas de piano e desmistificar os temores que estão em torno desta questão.

Preço de uma aula de piano: o que ter em conta?

Aprender a tocar piano é uma atividade muito apreciada pelas pessoas. Seja com um piano digital, um piano de cauda ou um piano vertical... a realidade é que o instrumento (e os cursos relacionados com este) está agora mais acessível do que há alguns anos.

Teclados digitais, conhecidos também como órgãos, permitem que músicos aprendizes aproveitem uma ampla gama de preços, que se encaixam em todos os orçamentos: do mais baixo ao mais alto. Se pensar na Yamaha, uma das marcas de pianos mais conhecida a nível mundial, com uma rápida pesquisa vai encontrar muitos modelos a preços acessíveis e com uma qualidade certificada.

Além do material musical, também é importante ter em conta o preço das aulas de música. E quando falamos em cursos de piano, estamos a falar de aprender música, de usar partituras. Claro que é possível encontrar aulas de piano que usam guias para aprender, mas o mais comum ainda passa por saber ler as notas musicais.

Enquanto algumas pessoas frequentam aulas de música em escolas especializadas ou em associações, outras preferem aprender a trocar piano sem sair de casa.

Aulas de piano em casa permitem que progredir a um ritmo próprio, sem ter de se deslocar. Também pode ser útil se tiver, por exemplo, que monitorizar os seus filhos enquanto pratica. No entanto, o nosso conselho é que se dedique inteiramente à prática do piano e que se concentre ao máximo durante as aulas para progredir de forma rápida e constante.

Voltando ao tema dos preços das aulas particulares de piano, estes variam de acordo com muitos critérios.

Várias notas espalhadas entre os 10 e os 100 euros
O preço de um curso de piano com professores particulares varia de acordo com fatores como a periodicidade: ter uma aula por semana não tem o mesmo custo do que ter duas | Fonte: Unsplash

Um dos fatores que tornam os valores variáveis é o tipo de curso que deseja fazer. Professores particulares oferecem, por norma, diferentes modelos de aulas:

  • Aulas semanais;
  • Curso intensivo;
  • Aulas pontuais;
  • Aulas em grupo;
  • Etc.

Devemos considerar também a forma como o professor de piano chega até sua casa, afinal, há sempre despesas associadas a esse deslocamento. Este é outro ponto que influencia diretamente o preço das aulas.

Para que seja mais fácil entender a variação de preços nesta área do estudo em casa, aqui ficam alguns critérios que podem servir como orientação.

As notas musicais não soam todas iguais e os preços das aulas também não!

Provavelmente já viu vários valores, que mudam conforme a cidade e localidade onde se encontra.

E as variações acontecem em vários sentidos, não sendo sempre lineares. Por exemplo, aulas particulares numa grande metrópole costumam ser mais caras do que em cidades do interior. No entanto, a oferta em grandes cidades também é bem maior e, por isso, às vezes é mais fácil encontrar um preço razoável dentre tantas opções.

É claro que cada cidade tem a sua média e qualquer valor discrepante (para mais ou para menos) merece atenção.

As cidades do interior são frequentemente mais baratas do que a capital e as cidades mais populosas, no litoral. Mas isso também não é regra! O ideal é avaliar a oferta de modo geral. Escolher baseando-se somente nos preços não é o melhor a fazer, mas também não é de todo possível negligenciar essa questão.

Entre os professores inscritos na plataforma Superprof, por exemplo, o valor médio por hora em Lisboa é de 21€, já no Porto, é de 19€. E assim segue:

  • Viseu – 15€
  • Coimbra – 12€
  • Funchal – 13€
  • Braga – 18€

Para algumas localidades, contamos apenas com aulas online, como é o caso dos Açores. A média de valores é de 15€, aproximadamente, nesse caso.

De acordo com uma média geral, em Portugal, podemos considerar que o piano é um dos instrumentos mais caros de aprender em aulas particulares:

  • Aulas de piano - 15€;
  • Curso de saxofone - 15€;
  • Aula de flauta - 21€;
  • Curso de guitarra - 14€;
  • Aulas de violino - 14€;
  • Aulas de bateria - 14€;
  • Aula de acordeão - 14€;
  • Curso de canto - 14€.

Apesar de todas estas médias, é bem possível encontrar taxas mais baixas, uma vez que é apenas um valor calculado com base na maioria dos professores inscritos na plataforma Superprof, especializada em agregar os melhores profissionais e criar uma rede de contacto entre alunos e docentes. 

Mas quando estabelecer o primeiro contacto, recolher mais informações e especificar os seus objetivos, é possível que o custo por hora sofra alguma alteração. Por isso, procure manter uma boa conversa inicial com os profissionais que contactar.

Nem todos ensinam a magia do teclado da mesma forma...

Seja qual for o modo como vai encontrar o professor de piano ideal, terá certamente contacto com muitos perfis durante a procura.

O conhecimento de todos não é o mesmo. Alguns têm muitos anos de experiência como professor de música, enquanto outros estão apenas a iniciar-se nesta área.

Como acontece para qualquer instrumento ensinado, seja guitarra, bateria, saxofone, violoncelo, flauta, etc., existem vários professores de piano com aptidões distintas e que oferecem habilidades variadas.

Pianista em frente e um painel de instrumentos luminosos vermelho
O nível de experiência e o grau de formação do docente também faz variar o preço das aulas particulares de qualquer instrumentos | Fonte: Unsplash

Então, percebemos facilmente que a experiência, mas também a formação académica dos docentes são fatores que influenciam bastante o preço.

Um estudante que aprende música como autodidata não pode praticar o mesmo preço por hora do que um professor de música formado por um conservatório de renome a nível nacional ou internacional e que já soma vários anos de prática.

É perfeitamente normal que haja uma diferença considerável por aula entre um professor menos experiente, ou com qualificações mais baixas, e um professor de piano com muitos anos de experiência.

Mas então, que tipo de professor deve escolher para ter aulas particulares de piano ou aulas de teoria musical?

Tudo depende do seu nível e das suas expectativas. Se pretende tornar-se um profissional de piano e dar aulas de música no futuro, pode ser melhor escolher um professor experiente.

Por outro lado, se deseja uma introdução à formação musical ou ao piano, o professor de piano experiente nem sempre é essencial para a sua aprendizagem. Nesse caso pode aproveitar o valor mais acessível que um professor de piano iniciante pratica.

Porque os alunos também têm um compasso musical

Aprender o piano não acontece da mesma maneira para todos: tudo depende do nível do aluno. É mais complicado ensinar piano a um músico que já está num nível muito avançado, porque a sua expectativa será progredir para um nível ainda mais alto.

Por outro lado, os cursos para músicos iniciantes são geralmente mais baratos, visto que os pianistas em início de carreira ou fim de formação podem ensinar o básico.

Além disso, um alto nível e muitas aulas de piano exigirão um tempo de preparação elevado do professor, o que também influencia no preço de um curso de piano.

Dedos de criança em teclado de piano
Lembre-se que as metas que pretende atingir enquanto aluno de piano podem influenciar o preço das aulas | Fonte: Unsplash

Aprender a ler uma partitura em aulas individuais, a musicologia ou o despertar musical leva tempo e preparação, mas os esforços serão sempre menores do que ensinar a 5ª sinfonia de Beethoven, por exemplo.

O estilo musical (música erudita, piano de jazz, etc.) que quer tocar também pode originar oscilações no preço. 

Assim chegamos ao ponto em que o aconselhamos a definir muito bem as suas metas diretamente quando falar pela primeira vez com um potencial professor de música e a explicar o nível que procura. Só assim vai conseguir ter certeza de que o professor que escolheu atende às suas expectativas. 

E se é um iniciante, não se esqueça do prazer e do divertimento que há - ou que deve haver - na aprendizagem de um instrumento. A parte lúdica e de gosto pessoal é tão importante quanto a mestria técnica e a perfeição dos acordes.

Dicas para conseguir ter aulas de piano mais em conta!

Escolher ter aulas de piano em casa pode ter algumas vantagens, entre as quais ser capaz de beneficiar de taxas mais baixas de acordo com vários critérios.

Por exemplo, se as aulas forem em sua casa e mediante conversa com o docente, pode escolher aprender a tocar piano com mais um colega ou, até, com um pequeno grupo. Alguns professores de piano oferecem essa opção. O professor então vai até ao local e ensina música para um pequeno grupo, praticando, claro, um valor também de grupo que acaba por ficar mais em conta do que os preços para aulas individuais.

Isso pode ser ideal para quem não quer aprender sozinho e precisa de motivação entre amigos, por exemplo. Aulas em grupo também podem ser uma oportunidade de encontrar uma atividade para desempenhar com amigos ou familiares.

O facto de ensinar desta forma reduz o tempo de preparação e o preço do curso do piano, já que é adequado tanto para o professor quanto para os alunos. O professor de piano recebe de vários alunos pela mesma hora/aula.

Embora isso possa ser um fardo adicional para o músico, muitas vezes pode tornar-se um benefício. Já para os alunos, o benefício existe na redução de preço e, eventualmente, na atividade que se pratica em conjunto, mas pode influenciar o método de ensino e a progressão na aprendizagem, no sentido em que a atenção do professor tem de ser dividida.

Para baixar o preço de um curso particular de piano, também pode escolher ter aulas on-line. O professor dá-lhe todas as instruções para tocar piano através de uma webcam. Para que este método funcione e seja produtivo, é essencial ter uma boa conexão com a internet a uma boa qualidade de imagem da câmara. O objetivo é que a aula possa decorrer sem falhas técnicas para ser como em tempo real.

Músico jovem toca piano num local exterior
Alguns professores aceitam dar aulas de piano online, através de uma câmara. Informe-se! | Fonte: Unsplash

Este método economiza custos de deslocamento e assim torna o preço por hora mais baixo.

Se optar por contratar um professor no portal Superprof, também há uma maneira de reduzir o custo das aulas de piano. Alguns de nossos professores oferecem a primeira aula gratuita. Este gesto permite que o aluno faça uma aula experimental antes de tomar uma decisão.

Iniciação ao piano, história da música, piano para crianças... todas as vertentes estão mais acessíveis hoje em dia.

Já está a comparar preços? Já encontrou o professor ideal para as suas aulas? Percebeu as alternativas existentes que tornam os preços mais acessíveis, sem que isso interfira na evolução do aluno? 

Então Chopin, Mozart, Beethoven e Bach estão à sua espera!

Precisa de um professor de Piano ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Laura

Apaixonada por comunicação sob todas as suas formas, sempre soube que faria dela minha profissão. Sempre com as palavras e as pessoas no centro, tenho o privilégio de já ter sentido o poder transformador desta área nalgumas das suas múltiplas dimensões: no jornalismo, em marketing e em comunicação empresarial.