A disciplina de Física, estuda os fenómenos naturais que acontecem com a matéria ao longo do tempo e do espaço. É uma das disciplinas mais estimulantes que existe, tal como a Fisica Quantica ou a Fisico Quimica. Por vezes, quando há o primeiro contacto com esta disciplina, este pode não acontecer da melhor forma, o que pode resultar em desinteresse por parte de alguns alunos.

No entanto, quando o aluno aprende Física corretamente, com um entendimento de como esta pode ser aplicada no dia a dia, a Física pode tornar-se bastante interessante e gratificante, já que vai conseguir ver o mundo com outros olhos e entender o porquê de muitas coisas acontecerem ou como funcionam muitos dos objetos que utilizamos hoje.

O que é a Física e o que esperar de um curso de Física?

Como já referimos, para simplificar, a física é um ramo das ciências naturais que examina os fenómenos ocorridos na matéria ao longo do espaço e do tempo.

Quanto mais o aluno for capaz de contextualizar as leis da fisica assim como os seus princípios e de os aplicar de forma prática, mais a física fará sentido para o mesmo.

leis da fisica
Quanto mais capaz for o estudante de contextualizar as leis e os princípios da física, de os aplicar de forma prática, mais a física fará sentido | Fonte: Pixabay

É sempre bom começarmos a pensar na quantidade de fenómenos naturais que acontecem em todo o mundo diariamente e que é a partir deles que é possível ao homem inventar desde viagens de aviões, a navios a navegar os mares, até à luz que uma lâmpada emana.

Cada um destes acontecimentos ilustra uma área da Física e envolve vários outros fenómenos e leis naturais e universais que contribuem para que o homem viva melhor equipado em simbiose com a natureza que o cerca.

Como estudar Física?

Uma das principais dificuldades que os alunos dizem sentir ao estudar Física sustém-se na sua incapacidade de conseguir aliar a teoria e prática. O facto de decorarem as fórmulas e as leis da fisica sem conseguirem realmente entender os seus significados ou qual a sua aplicabilidade no dia a dia não levará o aluno ao sucesso. Aqui pode ser o momento onde o interesse pela disciplina começa a desaparecer.

Por outras palavras, a falta de proximidade com o conteúdo e a incapacidade de o conseguir contextualizar, tornam-se preocupantes e inviabilizam um bom desempenho do estudante nessa disciplina.

Dito isso, ensinar o aluno a investir e despertar o seu sentido de curiosidade desde cedo é óptimo em todos os sentidos.

Saber as leis da fisica e aplicá-las ao dia a dia
Só após a revolução do conhecimento humano deflagrada pelo Renascimento e a Revolução Científica é que a Física teve os seus ramos e áreas de atuação melhor definidos | Fonte: Pixabay

Saber encontrar uma forma de compreender a proximidade da física com a realidade, os princípios, as leis da fisica e seus conceitos, é a melhor forma de o aluno conseguir ter sucesso e começar a ser um "às" em Física. É neste ponto que se define quem será bom em Física e não e eventualmente poder adivinhar qual dos alunos poderá um dia ganhar um prémio Nobel da Física.

Para ajudar o aluno a conseguir efetivamente aprender Física, é ideal que este reveja os conteúdos do curso de física regularmente e que mantenha o estudo em dia. É sabido que os alunos que não o fazem e preferem estudar uns dias antes ou até na noite anterior, mesmo que consigam ter um bom resultado, não aprenderam nada pois decoraram tudo à pressão sem compreender as pequenas nuances da física e tornam-se incapazes de ver a física e as leis da fisica em acção diariamente.

Sabe distinguir os tipos de fenómenos e leis da Física?

Para tudo precisamos de base, de um conhecimento que nos permita entender os princípios de determinada disciplina. No caso da Física, a sua base, os seus fundamentos basilares, encontram-se na Mecânica (Cinemática, Dinâmica e Movimento Circular), Ondulatória, Termodinâmica e no Eletromagnetismo – também conhecidos como Física Clássica.

Seguidamente, temos a Física Moderna, o conjunto de teorias surgidas no início do século XX. Este repertório teórico apareceu com a Mecânica Quântica e a Teoria da Relatividade. Ocorreram muitas alterações no entendimento científico vigente da época e destas duas teorias resultaram significativas alterações no entendimento das noções do espaço, tempo, medida, causalidade, simultaneidade, trajetória e localidade.

Um bom exemplo nessa área são os trabalhos de Einstein, que em 1905 publica a Teoria da Relatividade Restrita. Neste trabalho Einstein abandona a ideia clássica que se tinha sobre a simultaneidade, em decorrência da finitude da velocidade de transmissão das interações eletromagnéticas. A simultaneidade, portanto, passa a depender do referencial que se adota para a análise de determinado fenómeno físico.

Desta forma a invariância da velocidade da luz – correspondendo precisamente à velocidade de transmissão das interações – resulta que as noções de espaço e tempo se misturam num novo conceito, o espaço-tempo.

Dito isto, um dos passos mais importantes que qualquer aluno deve fazer é: saber identificar na perfeição qual das grandes áreas da Física referidas, o enunciado da questão quer ver resolvida.

Como resolver problemas no curso de física
Após a interpretação do enunciado da questão, o passo seguinte é procurar os dados fornecidos, separando-os e destacando-os de seguida |Fonte: Pixabay

Depois de interpretada a questão, o passo seguinte é procurar todos os dados fornecidos, separando-os e destacando-os de seguida.

Isto tem que ver com a interpretação feita das questões. Quando não é possível identificar o que o enunciado quer dizer, torna-se mais complicado conseguir resolver a questão. Posto de outra forma, se não souber qual é o tema abordado na questão, não irá saber identificar o contexto do problema ou identificar como chegar à sua resolução.

Portanto, é aqui que deve permanecer atento: ler atentamente o enunciado, identificar as palavras-chave, indicativas do assunto a questão trata e desenhar o problema. Observe que o desenho é parte fundamental à resolução da questão pois este permite um melhor entendimento do enunciado.

Até aqui, a resolução das questões de física depende apenas do seu conhecimento teórico em relação ao assunto abordado. O que, como já vimos, pode ser um pouco difícil mas, se estudar antecipadamente, irá conseguir ter sucesso e aplicar as fórmulas e as leis da física corretamente.

Como ter sucesso no Curso de Física e se tornar um físico

Quando a exposição do conteúdo é realizada de forma mais lúdica e criativa, os alunos podem beneficiar bastante, por esse motivo, existem os laboratórios de física, locais onde é possível fazer várias experiências de física. Como já referimos, tornar a física mais interativa geralmente torna a física mais fácil, mais dinâmica e de assimilação do conteúdo notoriamente mais fluida e eficiente.

Além disso, se puder ter a orientação e apoio de um experiente professor de física e do apoio de aulas de fisica particulares, é muito provável que avance rapidamente na disciplina. Com a Superprof poderá encontrar os melhores professores de Física, podendo escolher entre mais de 25 000 professores disponíveis na plataforma por um valor médio de apenas 7 euros. A presença de um professor acelera e personaliza também o processo.

Um curso de física para melhorar e saber aplicar as leis da física
Estudar todo o conteúdo de física de uma vez, poucos dias antes dos exames de fisica e quimica é contraproducente Fonte: Pixabay

Estudar todo o conteúdo das aulas de física de uma vez, poucos dias antes dos exames fisica e quimica é contraproducente. Já o estudo frequente realmente abre as portas para uma aprendizagem mais eficiente.

Algumas dicas para poder ser bem-sucedido em física:

  • Observar que a sua opinião e o conceito científico são coisas diferentes;
  • Praticar muito a teoria com bastantes exercícios diferentes;
  • Identificar e organizar todas as informações dadas nos enunciados das questões;
  • Desenhar os corpos envolvidos e os vetores de força;
  • Fazer um esforço para que as fórmulas façam algum sentido, compreendê-las verdadeiramente;
  • Fundamental: entender como o conceito se relaciona com o dia a dia;
  • Desenvolver o hábito de analisar e criticar (sem formação de julgamentos) cenas de filmes de ação;
  • Procurar com frequência diferentes referências para estudar.

Ao colocar estas dicas em prática, começará a conseguir superar uma das maiores dificuldades que os estudantes mais sentem no curso de física, que é você a dificuldade em aliar a teoria à prática.

Ser mais curioso sobre tudo e rever frequentemente o conteúdo das aulas de física é uma das melhores formas para ter sucesso no curso de física e na verdade, para qualquer outro curso. Estudar na véspera ou nos dias anteriores não será a melhor opção. Embora o costume de rever todo o conteúdo apenas antes da prova ainda seja algo bem praticado, se o aluno quer ter bons resultados nos exames física e quimica e conseguir candidatar-se a um curso de fisica Coimbra por exemplo, sabe que terá de utilizar outros métodos.

Estudar Física para ter as melhores notas de sempre no curso de Física

Quando o aluno está perante uma grande quantidade de matéria pode sentir-se um pouco perdido o que poderá dificultar a aprendizagem e colocar em causa o seu sucesso como futuro físico. Enumeramos alguns passos que consideramos importantes para conseguir organizar o estudo e criar uma boa rotina para ter sucesso e realmente conseguir aprender e compreender a física:

  1. Controlar o seu progresso: Controlar o seu progresso é uma forma de evitar o acúmulo desnecessário de matéria. Tendo uma rotina de estudos criada e seguindo-a à risca, irá tornar-se um hábito que permitirá um desenvolvimento e compreensão maiores no ramo da física;
  2. Não guardar ou ignorar dúvidas: Estas voltam sempre à tona por isso, ignorar não irá resolver o problema. Sabemos que assuntos ou partes da matéria em que se sente mais dificuldades podem exigir mais tempo do aluno para que as entenda na perfeição, no entanto, deverá ser perdido esse tempo pois só assim conseguirá ter um domínio sobre esse assunto;
  3. Aprendizagem significativa: É a aprendizagem total, a que deveria ser normal em qualquer momento de estudo mas sabemos que nem sempre é assim. Muitos alunos, por preferirem ou por não terem possibilidades ou apoio, limitam-se a decorar as fórmulas e a descrever as leis da física sem as conseguirem compreender, o que leva a que a aprendizagem fique muito aquém do que deveria ser;
  4. Aulas de física com um professor qualificado: Quando o aluno pode contar com a orientação de um professor experiente, a sua aprendizagem irá fluir de forma mais fácil e eficaz.

Como aprender Física corretamente no curso de Física

  • Dica 1: Comece pelo básico- Sabemos que a Física se divide em áreas menores de conhecimento – mecânica, eletromagnetismo, termodinâmica, ondulatória e óptica. Portanto, é essencial que conheçamos os conceitos fundamentais de cada área, fortalecendo assim a nossa base.
  • Dica 2: As duas maiores dificuldades em aprender física são a incapacidade dos alunos em interpretar o enunciado e os conceitos físicos. A segunda dificuldade encontra-se na matemática, ou melhor, nas lacunas importantes do conhecimento matemático individual de cada aluno que afetam o seu desempenho. Portanto, melhorando as habilidades nessa área, pode contribuir para um melhor entendimento da Física. A Física incorpora muitos conceitos básicos matemáticos e desta forma, a resolução de problemas depende da destreza do aluno na matemática. As frações, notas científicas, potenciação, geometria, conversão de unidades e claro, o domínio das operações básicas são basilares da matemática que também são aplicados na física.
  • Dica 3: Criar uma rotina diária de estudos não é fácil! Quando se compromete a cumprir um tempo mínimo de estudo todos os dias, talvez pareça difícil apenas no começo, não tardará em transformar-se num hábito. E começará a progredir nos estudos e conhecimentos. Irá perceber que ao rever todo o conteúdo ensinado em sala de aula, o seu raciocínio se torna mais rápido, mais desenvolvido e mais dinâmico.
  • Dica 4: Encontre um professor de física experiente - A orientação personalizada de um experiente professor particular de física poderá fazer o aluno ganhar algum tempo e também dinamismo nos estudos. Para o professor é fácil identificar quais as lacunas e quais as maiores dificuldades do aluno assim como as más interpretações de conceitos e das leis da fisica que poderão fazer parte do conhecimento (erróneo) do aluno. Existem também várias outras vantagens em ter um professor particular de física ou então ter aulas de física extra curso.

Quais são as áreas da Física que deve estudar melhor para os exames de fisica e quimica

Na Física, existem a Física Clássica e a Física Moderna. A primeira compreende a Mecânica Clássica, Ondulatória, Termodinâmica, e o Eletromagnetismo. A segunda, a Física moderna, abrange a Relatividade e Mecânica Quântica. A seguir, temos a Física Pura e Aplicada e, por fim, a Física teórica e a experimental.

A Física estuda os fenómenos naturais que ocorrem na matéria. Ela conta com o amparo do método científico e da lógica, além da matemática e de outras disciplinas. Conseguimos por aqui perceber a vastidão dos assuntos abordados num curso de Física assim como o seu conteúdo. Iremos enumerar alguns que terão uma maior probabilidade de sair nos exames de fisica e quimica:

  1. Engenharia Física e Mecânica: Esse é um dos tópicos mais extensos da disciplina e tem como campo de estudo os conceitos acerca do movimento dos corpos, da energia e das forças que atuam sobre a matéria. A Mecânica está dividida nas seguintes subsecções: -Cinemática- estuda e classifica os diferentes tipos de movimento, discriminados entre uniforme, uniformemente variado e circular;- Dinâmica- tem a função de compreender as forças atuantes sobre o objeto e se apoia nas 3 Leis de Newton;- Estática- avalia os fatores que levam um corpo manter-se em equilíbrio ou em repouso até o momento em que alguma força o faça entrar em movimento;
  2. Trabalho, Potência e Energia- estes 3 tópicos estão entre os mais abordados nas questões dos exames de física e quimica e são, também, os que mais exigem atenção dos alunos. Basicamente, o Trabalho mede a quantidade de energia recebida ou libertada por um corpo quando colocado em deslocamento por determinada força. A Potência, por sua vez, relaciona-se à forma como a Energia é transformada, isto é, a velocidade com a qual o trabalho é realizado;
  3. Hidrostática e Hidrodinâmica- trata-se do estudo da água e dos gases. No entanto, enquanto a Hidrostática avalia a pressão e o equilíbrio dos corpos submetidos à ação da gravidade, a Hidrodinâmica estuda os mesmos gases e líquidos, só que agora em situação de repouso;
  4. Termologia- lida com as leis da termodinâmica, as trocas de calor e as transformações encadeadas pelas mudanças de temperatura e pressão;
  5. Magnetismo e eletromagnetismo- o Magnetismo compreende a relação de atração e repulsão dos imanes e de determinados metais a partir da existência de um polo positivo e outro negativo. Já o Eletromagnetismo estuda a presença de um campo magnético e de cargas elétricas que se movimentam nesse espaço;
  6. Eletricidade: foca no estudo das cargas elétricas e possui duas subsecções: Electroestática (avalia os efeitos produzidos por cargas elétricas em estado de repouso) e Eletrodinâmica (ao contrário da primeira, analisa as cargas elétricas em movimento);
  7. Ondulatória: é responsável pelo estudo das ondas, especialmente as ondas mecânicas – como o movimento do mar – até as ondas eletromagnéticas – como a luz – e as ondas sonoras.

Quando estiver a estudar, é importante estar atento às diferentes classificações das ondas no conceito do efeito de Doppler e saber bem a equação fundamental responsável por medir os comprimentos das ondas e as suas frequências.

curso de física para aprender e compreender a física
Para aprender Física, deverá estudar afincadamente assim como procurar entender os conceitos em vez de decorar apenas as suas fórmulas | Fonte: Pixabay

Para adquirir todo este conhecimento profundamente poderá demorar anos e durante esse tempo é conveniente que estude e se mantenha atualizado assim como deve tentar sempre entender todos os conceitos na perfeição.

Com a Superprof conseguirá encontrar um professor de física particular com quem poderá ter aulas de física ou aulas de apoio ao seu curso de física para que não fique com qualquer dúvida. Uma pequena dúvida hoje poderá comprometer todo o conhecimento amanhã. Na plataforma Superprof tem acesso a mais de 25 000 professores por um preço médio de apenas 7 euros. Claro que o preço irá variar consoante a cidade e o professor que escolher mas, existem vários fatores que pode utilizar para escolher o professor.

Aprender as leis da física e compreendê-las são coisas distintas, para aprender física deverá concentrar-se na compreensão de tudo e não apenas em decorar as fórmulas matemáticas porque na realidade, na vida futura e profissional, essas de pouco lhe valerão se não as compreender na perfeição.

Precisa de um professor de Física ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Cláudia

Sou uma pessoa dedicada e empenhada a 100% a todos os projetos, quer sejam eles de carácter mais pessoal quer sejam a nível profissional. Sou licenciada em Assessoria e Tradução de todo o tipo de matérias e para além disso sou especializada na língua inglesa e alemã. Tenho uma grande paixão pela leitura e escrita. Sou muito curiosa e aberta ao conhecimento o que me faz querer saber, aprender e partilhar mais sobre, na verdade, tudo um pouco.