A dança, considerada para além de uma expressão artística, um desporto, atrai cada vez mais pessoas de diferentes perfis, sendo que, algumas pessoas encontram aqui a sua vocação profissional.

Seja como professor de zumba, de danças latinas, ou de ballet clássico, o dançarino profissional pode perfeitamente viver confortável tendo como profissão, a sua paixão.

Se já sabe que recursos e materiais deve usar nas suas aulas, aqui vamos desvendar onde deve partilhar os seus conhecimentos.

Existem várias infraestruturas em Portugal onde poderá ensinar a sua coreografia, de acordo com os objetivos e o nível profissional do professor.

Neste artigo pretendemos dar-lhe uma lista de lugares possíveis onde poderá transmitir os seus conhecimentos e a sua coreografia a muitos futuros amantes deste tipo de expressão artística.

Os melhores professores de Dança disponíveis
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (13 avaliações)
Sara
20€
/h
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (7 avaliações)
Rui
25€
/h
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
8€
/h
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (8 avaliações)
Hanna
10€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
1ª aula grátis!
Julio
5
5 (8 avaliações)
Julio
15€
/h
1ª aula grátis!
Thays
Thays
10€
/h
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (13 avaliações)
Sara
20€
/h
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (7 avaliações)
Rui
25€
/h
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
8€
/h
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (8 avaliações)
Hanna
10€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
1ª aula grátis!
Julio
5
5 (8 avaliações)
Julio
15€
/h
1ª aula grátis!
Thays
Thays
10€
/h
1ª aula gratuita>

Aula de dança em estúdios

Em primeiro lugar, precisa definir o estilo de dança que pretende ensinar e aconselhamos que escolha aquele que tem mais experiência e facilidade.

É preciso ter em contra que danças mais tradicionais, como o ballet clássico, exigem mais tempo de preparação, mais certificações e testes. Outros estilos mais populares costumam exigir menos, como, por exemplo, as aulas de zumba pois basta fazer um curso de curta duração para se poder definir como instrutor de dança.

Nos dias de hoje não há legislação específica para a categoria de professor de dança. Isto significa que não é preciso ter registo profissional num órgão público para dar aulas de dança num estúdio. No entanto, é recomendável que o profissional que atue como professor de dança tenha algum tipo de formação superior uma vez que, com a licenciatura, adquire conhecimentos valiosos, especialmente sobre pedagogia.

Rapariga a dançar hip-hop
Para dar aulas de hip hop basta ter uma formação de curta duração. | Fonte: Unsplash

Não obstante, as escolas e os estúdios de dança podem oferecer dois tipos de contratação ao profissional da dança: como prestador de serviços ou como contratado formalmente para fazer parte de um grupo fixo de docentes.

Porém, a maioria das escolas não oferece empregos em tempo integral. Isto significa que o professor dará aulas na escola em questão apenas no período de algumas horas.

O domínio de dança clássica, dança de salão ou dança moderna é uma grande mais valia para começar a carreira de professor de dança pois muitas escolas oferecem aulas introdutórias na dança e as disciplinas ensinadas devem ser coerentes com os objetivos dos futuros dançarinos. No entanto, se a sua especialidade for ainda mais específica, isso pode ser uma vantagem para si, caso a escola ainda não ofereça essa modalidade.

Além disso, ensinar vários estilos de dança pode diversificar a sua oferta profissional porque quanto mais tipos de dança dominar, mais e diferentes aulas poderá oferecer.

Dito isto, deve ter em conta que o professor de dança precisa, obviamente de ser apaixonado pelo que faz. Mas para além disso, deve ter experiência e formação comprovadas em dança, além de boas habilidades técnicas e pedagógicas.

Ser professor de dança numa associação ou contribuir para um projeto social

Se tem objetivos maiores com a dança, como contribuir para causas sociais, trabalhar em associações, centro culturais e IPSS's pode ser uma boa opção.

Existem instituições que acolhem estudantes oferecendo as aulas de dança, reduções nas mensalidades ou bolsas de estudo em função da renda familiar, condição socioeconómica ou localização de residência. Nas associações, instituições e IPSS's em geral o nível que é oferecido destina-se a dançarinos iniciantes. Porém, existem aulas específicas para crianças, adolescentes, adultos e idosos.

São exemplos destas instituições, aquelas que estão vinculadas à autarquia ou aos departamentos municipais da cultura e do desporto, centros culturais e escolas municipais. Assim, as aulas são muito mais acessíveis do que nas estruturas particulares como as escolas e os ginásios.

Por norma, as associações contratam um ou vários professores ou contam com professores voluntários que dão aulas de dança ou ballet clássico, dança contemporânea, mas também outros tipos de dança como jazz, sapateado, dança de salão, salsa cubana e tango argentino.

Dançar, dançar, dançar.. é a palavra chave para sorrir!
Dar aulas de dança em instituições de solidariedade é um ato nobre relativamente a este tipo de expressão artística. | Fonte: Unsplash

Para dar aulas de dança neste tipo de estrutura, deve perceber, antecipadamente, se algumas aceitam professores licenciados em dança ou instrutores, ou apenas voluntários que tenham um mínimo de experiência a dar aulas de kizomba, aulas de zumba ou aulas de hip hop. Quanto ao regime de contratação, também pode variar  consoante a função na instituição: de voluntários a contratados, prestadores de serviços ou até vencedores de um concurso público caso se trate de uma instituição pertencente ao governo.

Relativamente aos programas sociais que oferecem aulas gratuitas, deve verificar se na sua cidade existem projetos ou programas artísticos de dança pertencentes à autarquia ou a organizações não governamentais.

Os melhores professores de Dança disponíveis
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (13 avaliações)
Sara
20€
/h
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (7 avaliações)
Rui
25€
/h
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
8€
/h
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (8 avaliações)
Hanna
10€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
1ª aula grátis!
Julio
5
5 (8 avaliações)
Julio
15€
/h
1ª aula grátis!
Thays
Thays
10€
/h
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (13 avaliações)
Sara
20€
/h
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (7 avaliações)
Rui
25€
/h
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
8€
/h
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (8 avaliações)
Hanna
10€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
1ª aula grátis!
Julio
5
5 (8 avaliações)
Julio
15€
/h
1ª aula grátis!
Thays
Thays
10€
/h
1ª aula gratuita>

Aulas de hip hop e outros tipos de dança nas escolas

Se tem o desejo de dar aulas em escolas públicas ou particulares de educação infantil, ensino básico e ensino secundário, saiba que é preciso ter uma formação académica específica na área.

A formação de professor habilita o profissional a dar aulas de dança de todas as áreas do conhecimento em creches, pré-escolas e e escolas com Ensino Básico e Secundário.

Ou seja, neste caso, a formação mais indicada para o professor de dança que queira lecionar na educação básica (infantil ao ensino básico) é a licenciatura em dança.

O licenciado em dança pode ser professor de dança na educação formal pública e privada, dar cursos livres em ginásios, em estúdios, escolas de dança, companhias de dança profissionais, fundações, empresas, espaços públicos, organizações não-governamentais e ainda ensinar sobre a história da dança.

Para além disso, pode ainda trabalhar em projetos de inclusão social e ações de solidariedade diversificadas, na produção artística, como dançarino-intérprete-criador, coreógrafo, diretor artístico, dramaturgo, teatros e espaços de interação social, lazer e cultura e ainda na produção cultural, na formação e difusão artística e cultural, quer em instituições públicas, quer em instituições privadas.

Por norma, para obter uma formação específica para dar aulas de dança, terá de ter aulas específicas e formação cruzada entre uma escola normal e uma escola de dança e posteriormente, deverá candidatar-se a uma faculdade especializada em dança.

Aulas de dança em estúdios
Ser professor em escolas de dança pode ser a sua profissão principal. | Fonte: Pexels

Como e onde tirar um curso de dança?

Em primeiro lugar, é importante saber que, se ainda está no ensino secundário, há possibilidade de ter uma formação académica integrada onde parte das aulas são dadas na escola normal e outra parte é realizada na escola de dança. Nestas escolas serão exibidos todos os materiais e métodos pedagógicos que poderá usar mais tarde nas suas aulas.
São exemplo dessas instituições o Ginasiano no Porto e a Escola de Dança do Conservatório Nacional em Lisboa.

Contudo e se está no momento de decidir onde se vai licenciar, deixamos aqui duas opções:

Faculdade de Motricidade Humana - Universidade de Lisboa

Esta licenciatura em Dança pretende desenvolver as competências necessárias de um perfil profissional aberto a diversas formas de dança e a diferentes contextos de intervenção na comunidade, nomeadamente: planear, executar, participar e promover programas de recreação e lazer de âmbito artístico-cultural, criar e adequar projetos coreográficos a diferentes populações e estilos de dança, conceber, executar e avaliar projetos e produções de eventos artístico-culturais e ainda planear, avaliar e adaptar metodologias e formas de dança a contextos e populações diversificados.

Escola Superior de Dança - Instituto Politécnico de Lisboa

Esta licenciatura oferece uma formação focada na prática e na experiência artística, em prol do desenvolvimento das capacidades técnicas, criativas e performativas dos estudantes, com o propósito de os tornar autónomos e com capacidade de trabalhar em equipa.

Para além disto, pretende também, estimular a reflexão e a contextualização da prática artística, e desenvolver a sensibilidade pedagógica e a capacidade de agir positivamente na comunidade.

Dar cursos profissionais de dança em ginásios e escolas de dança

Se deseja trabalhar em companhias de dança mais consolidados, saiba que é também necessário um curso superior nesta área. Ou seja, a licenciatura em dança é a formação mais indicada, sendo que, não é este certificado o mais importante para o currículo, mas oferece um conhecimento teórico que inclui a origem e o significado dos estilos de dança, as questões físicas, como a anatomia dos movimentos, além de valiosas lições pedagógicas.

As grandes companhias e academias de dança são muitos exigentes quanto à experiência e ao conhecimento teórico do profissional pois, com um processo seletivo rigoroso e que pode variar consoante o estatuto da companhia (particular ou vinculada a um departamento governamental), deve estar preparado para enfrentar audições, avaliações dos vários tipos de dança.

Aqui a experiência como bailarino profissional também conta muito e por norma, deve ter, no mínimo, três anos confirmados como dançarino, e uma lista de apresentações realizadas para o público que funcionarão como o seu portfólio pessoal.

Apesar da profissão de professor de dança não exigir uma regulamentação, para dar aulas em escolas mais profissionais, em projetos e instituições governamentais e em empresas precisa de, pelo menos, uma formação académica comprovada.

dar aulas de dança
A experiência profissional anterior é muito importante caso queira dar cursos numa escola de dança. | Fonte: Unsplash

Pertença ao grupo dos professores de dança particulares

Se, por outro lado, ambiciona ser um profissional autónomo, saiba que poderá dar aulas de salsa, aulas de kizomba ou aulas de dança de salão como entender!

Isto significa que, o professor particular escolhe o conteúdo do seu curso, o preço das suas aulas e os seus horários. Asim, este tipo de professor tem muito mais liberdade do que se trabalhasse numa escola, numa instituição ou numa academia de dança.

Para divulgar os seus serviços como professor particular de dança, deve:

  • Publicar anúncios nas redes sociais;
  • Divulgar os seus serviços em escolas de dança;
  • Publicar os seus serviços em grupos especializados;
  • Inscrever-se em plataformas online especializados em aulas particulares, como por exemplo, a Superprof.

Na Superprof, os professores de dança podem divulgar em poucos cliques a sua experiência, os seus diplomas e o nível das suas aulas. E, com o passar do tempo o professor vai acumulando avaliações positivas no seu perfil e, assim melhorar a sua reputação para atrair cada vez mais estudantes!

Já pensou em oferecer a primeira aula de dança e entrar para o fantástico universo das aulas particulares?

Precisa de um professor de Dança ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.