Antes de ser uma área profissional, a dança é, acima de tudo, uma paixão que pode conquistar muita gente.

Alguns bailarinos profissionais focam a sua carreira em transmitir os seus conhecimentos aos estudantes interessados em artes cénicas. No entanto, até mesmo os profissionais e coreógrafos mais experientes precisam de preparar bem a sua primeira aula de dança.

Neste artigo vamos ajudá-lo a descobrir como dar a sua primeira aula de dança!

Os melhores professores de Dança disponíveis
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Ser professor de dança é definir objetivos

Para poder viver da dança como profissional, é necessário, para além de técnica e teoria, paixão por este tipo de expressão artística!

É de opinião geral que a chave do sucesso para um professor é a originalidade da sua aula. Isto significa que, enquanto alguns professores são mais versáteis e mudam o estilo de música de acordo com os objetivos dos alunos, outros preferem ensinar continuamente as disciplinas que mais lhes interessam.

E, durante a lição, mesmo que seja apenas uma aula de introdução à dança, o aluno vai perceber rapidamente se o professor está verdadeiramente envolvido com o conteúdo que está a ser lecionado.

Escolha um estilo de dança que mais gosta
O professor de dança deve estruturar a sua aula antes do primeiro contacto com o aluno. | Fonte: Pixabay

Nas suas aulas, pode ensinar vários estilos de dança, entre os quais:

  • Sapateado;
  • Dança desportiva como aulas de zumba ou ginástica rítmica;
  • Tango argentino;
  • Salsa cubana ou salsa porto-riquenha;
  • Hip hop;
  • Chá-chá-chá;
  • Flamenco;
  • Bachata
  • Danças orientais;
  • Forró;
  • Aula de zumba;
  • ou Kizomba.

Contudo, aconselhamos que escolha um estilo com a qual tenha mais experiência e formação. Além disso, se escolher uma modalidade mais específica ou mais rara como as danças africanas, poderá enfrentar um mercado menos competitivo do que em relação às danças mais populares como o ballet ou o hip hop.

Depois de escolher os tipos de dança a lecionar, está na hora de definir o nível de dificuldade da aprendizagem das suas aulas.

Alguns professores sentem-se obrigados a ensinar o que não está adaptado ao seu nível e isto é um erro grave porque um aluno mais qualificado notará de imediato a falta de conhecimentos, e isso vai provocar que este último procure outro professor. O segredo é então, dar aulas em perfeita harmonia e consciência dos seus conhecimentos e capacidades.

Atualmente existem três tipos de professores de dança:

  • O autodidata, que aprendeu tudo autonomamente e não tem qualquer tipo de formação certificada;
  • O estudante, que ainda está a frequentar uma universidade, uma academia ou uma escola de dança;
  • O licenciado e profissional certificado em dança.

O nível lecionado, quer seja iniciante, intermédio ou avançado deve, então, corresponder à formação do professor.

Posteriormente, deve pensar em como vai organizar a sua primeira aula. O nosso conselho é começar a aprendizagem com uma coreografia mais popular de acordo com o estilo musical escolhido, para que o aluno se sinta familiarizado e motivado a participar nas suas aulas.

Aulas de dança em grupo
Ao estruturar as aulas de dança deve pensar quais os estilos de dança que vai ensinar.| Fonte: Pixabay

A primeira aula de zumba e de outros tipos de dança

Em primeiro lugar, deve identifique as expectativas dos alunos que chegaram até si.
Sabia que na plataforma Superprof, mais de 95% dos estudantes podem usufruir gratuitamente da primeira aula de dança?

Durante esta lição introdutória, tanto os alunos e como o professor terão que estabelecer um diálogo e uma relação de empatia e confiança, e por isso, o professor não deve hesitar em perguntar ao estudante qual o seu objetivo principal, bem como quais são as suas expectativas ao frequentar as aulas de dança.

O aluno pode ter vários objetivos ao frequentar aulas particulares de dança:

  • Evoluir de um nível iniciante para um nível de profissional;
  • Preparar-se para uma apresentação de final de ano;
  • Fazer um flash-mob;
  • Treinar para uma competição de dança;
  • Treinar antes de uma audição numa companhia de dança;
  • Treinar antes de uma festa de dança;
  • Complementar as suas aulas na escola.
Aulas de dança online
Também é possível dar uma aula de dança online. | Fonte: Pexels

Assim, defendemos que, a aula de apresentação não precisa de ter necessariamente o foco na prática em si. Pode ser apenas uma primeira conversa entre professor e aluno para que ambos definam objetivos e metas a alcançar.

Depois disto, aconselhamos que prepare o material de dança apropriado antes de começar a ensinar como aprender a dançar.

A maioria dos alunos que estão no nível inicial não conhece o material necessário antes de começar a praticar e será o profissional quem terá de escolher e apresentar os recursos necessários para que os cursos de dança funcionem em plenitude.

Aqui está uma lista de alguns materiais que poderá utilizar nas suas aulas:

  • Sapatos adaptados ao estilo que vai ensinar como é o caso dos sapato de sapateado com sola dupla, das sapatilhas de meia ponta, de pré-ponta e de ponta ou as sapatilhas;
  • Roupa adequada ao estilo de dança;
  • Aparelhagem ou sistema de som de boa qualidade para que haja uma maior envolvência durante o momento de aprendizagem;
  • Equipamentos externos específicos como a barra de pole dance;
  • Recursos extraordinários ao espaço da aula como aulas on-line e aplicações de dança.

Isto significa que se fizer a escolha certa dos recursos e materiais e proporcionar variados conhecimentos aos seus alunos, poderá, posteriormente elevar o preço dos seus serviços, sendo que, alguns alunos preferem alugar um material profissional em vez de adquiri-lo nas lojas.

Por fim, e para começar a publicitar os seus serviços, deve escolher o lugar onde vai lecionar.

Para além de poder dar aulas em escolas ou ginásios, caso tenha habilitações literárias para isso, existem alguns profissionais que têm uma sala adequada em casa e podem exercer a sua profissão confortavelmente e sem sair de casa. Por outro lado, e na maioria dos casos, o professor pretende um contacto mais direto e próximo com os seus alunos e prefere alugar um estúdio adequado.

Assim, se não tiver uma divisão ampla em sua casa, aconselhamos que visite vários sítios e que opte por alugar aquele que tiver melhor localização, luz, acústica e condições de isolamento.

Por norma, o preço do aluguer é da responsabilidade do professor, sendo que deve inclui-lo no preço das suas aulas para não ter prejuízo com a sua atividade. E, se optar por dar aulas de grupo, o preço por aluno não aumentará significativamente.

Quais as dificuldades de dar um curso de dança

Antes de iniciar a sua atividade como profissional e tutor de dança deve, obviamente, praticar muito!

É de conhecimento geral que existem muitas oportunidades para praticar antes de dar uma aula particular.

Alguns professores optam por procurar conselhos de outros tutores ou colegas de profissão antes de começarem a ensinar e nós somos da opinião que partilhar experiências e dicas, nunca é de mais!

A dança ajuda a convivência entre amigos e vida social
Os professores de dança devem dominar todos os aspectos técnicos e teóricos da arte da dança.| Fonte: Pexels

Também é aconselhável exercitar o seu corpo antes das aulas de dança para poder ativar o seu corpo e evitar um possível acidente muscular. Na verdade, os dançarinos profissionais precisam de mais tempo de preparação física do que os alunos do nível inicial.

Por fim, não se esqueça de ouvir a música da coreografia que vai ser apresentada várias vezes para que o ritmo se torne um dado adquirido, e assim ser mais fácil ensinar os passos de dança que no seu conjunto formarão a coreografia.

Não se esqueça ainda que, os professores de dança devem dominar todos os aspetos técnicos e teóricos da arte da dança para ajudar os seus alunos a aprenderem corretamente os movimentos e a progredir rapidamente.

Para se tornar um bom professor, terá de aprofundar os seus conhecimentos relativamente a:

  • Pedagogia das aulas de dança;
  • A história da dança;
  • Estilos musicais e estilos de dança;
  • Anatomia e fisiologia;
  • Linguagem corporal;
  • Composição coreográfica
  • Linguagem do movimento.

Para isto aconselhamos que frequente uma escola de dança profissional ou uma academia, onde técnicas de ensino, materiais e recursos necessários ao ensinamento da dança serão expostos e explorados de forma mais minuciosa e exaustiva.

Relativamente às aulas particulares, queremos deixar bem claro que a única razão pela qual são escolhidas pelos alunos é pelo acompanhamento personalizado.

Dar aulas particulares de zumba, aulas de kizomba ou aulas de hip hop exige uma relação mais pessoal entre o educando e o educador. Este último deve então prestar uma especial atenção aos movimentos do aluno, para que ele possa mostrar uma coreografia perfeitamente adaptada e executada.

Para conquistar este tipo de objetivos, o professor deve estabelecer um horário regular com o aluno, quer seja com aulas semanais ou um curso intensivo de dança.

Além disso, é aconselhável que o professor transmita regularmente exercícios ao seu aluno e responda às suas diversas questões (mesmo fora do horário de aula), para que o aprendiz consiga praticar e obviamente progredir no seu nível de domínio desta expressão artística.

Se quer dar aulas particulares de dança, aconselhamos que publique o seu anúncio na plataforma Superprof! Aqui deverá especificar claramente as condições e as especificações dos estilos de dança que vai ensinar assim como o preço, o local de ensino e quais os objetivos e metas que os seus futuros alunos poderão conquistar ao frequentar as suas aulas.

E então, está pronto para dar aulas de dança particulares na plataforma da Superprof?

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.