Quer seja apaixonado por filmes de artes marciais, interessado pela gastronomia asiática ou amante da espiritualidade chinesa, a China é uma atração e que gostaria de lá ir.

A China é o quarto país mais visitado do mundo e tem na sua civilização uma história antiga que data antes da época de Jesus Cristo.

Longe da cultura portuguesa, europeia ou ocidental, a cultura chinesa pode ser assustadora, uma vez que as suas tradições e modo de vida parecem distantes da nossa.

Partir às cegas para o país sem qualquer preparação pode ser arriscado. De certeza que não é difícil imaginar o calvário que é ficar num lugar onde não se compreende a língua, os sinais e ainda menos o comportamento da população!

lanternas de luz
Parte do fascínio da China deriva das tradições tão diferentes das nossas| Fonte: unsplash.com

No entanto, seria uma pena deixar um sonho desaparecer logo nas promessas da viagem por tão pouco.

Sabemos que a barreira da língua chinesa pode ser complicada, mas com uma boa formação através de aulas de chinês, é muito provável que seja capaz de reconhecer os caracteres chineses. Compreender o princípio dos tons e assimilar os conceitos básicos é o primeiro passo para estabelecer um diálogo em chinês.

E se acha que não precisa de aprender chinês antes de viajar para a China, continue a ler. Se está a sonhar com uma aventura autêntica e imersão na cultura chinesa, continue também!

Os melhores professores de Chinês disponíveis
Joana
5
5 (9 avaliações)
Joana
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (10 avaliações)
Catarina
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
跃yue
5
5 (3 avaliações)
跃yue
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Shin
5
5 (6 avaliações)
Shin
18€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabela
5
5 (4 avaliações)
Isabela
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ran
5
5 (2 avaliações)
Ran
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Yiying
5
5 (4 avaliações)
Yiying
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Patrícia alexandra
Patrícia alexandra
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joana
5
5 (9 avaliações)
Joana
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (10 avaliações)
Catarina
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
跃yue
5
5 (3 avaliações)
跃yue
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Shin
5
5 (6 avaliações)
Shin
18€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabela
5
5 (4 avaliações)
Isabela
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ran
5
5 (2 avaliações)
Ran
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Yiying
5
5 (4 avaliações)
Yiying
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Patrícia alexandra
Patrícia alexandra
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Evite lugares turísticos chineses

Sabe que escolas oferecem cursos de chinês na China?

A China é um dos países mais turísticos do mundo. Tem mesmo que aprender mandarim antes de lá ir?

Quando vai à China, a não ser que esteja numa viagem de negócios, vai descobrir a história do país, a cultura e tradições chinesas, além do idioma chinês.

O turista que pensa em viajar para a China apenas com a bagagem a acompanhar é muito inocente. Coitado se pensa que "tagarelar" algumas palavras em chinês e saber o endereço do hotel na fonética chinesa (pinyin) é o suficiente!

Sem ter uma noção dos caracteres chineses e se utilizar apenas as aplicações da internet ou traduções online não vai chegar muito longe. Principalmente porque esses truques só funcionam até certo ponto. A certa altura vai ser forçado a seguir os caminhos que os jovens turistas fazem de tudo para evitar.

Se a sua intenção é fazer as excursões organizadas com os guias em inglês não precisa de fazer praticamente nada. Quer comprar os pacotes chamados "Descoberta", "Aventura" ou "Surpresa" com tudo previamente organizado para se conformar com os gostos dos ocidentais? Isso é muito fácil!

Mas não é muito enriquecedor culturalmente. Já para não dizer que a sua carteira ficará tremendamente mais leve.

Além disso, normalmente estas visitas não fomentam a curiosidade dos turistas. Acabam por ser viagens mais turísticas e muito pouco aventureiras, mesmo que o nome indique o contrário.

Se tiver falta de conhecimento da língua chinesa, de desenvolvimento no vocabulário chinês ou de prática oral e escrita, pode acabar por ficar confinado às cidades turísticas de Xangai, Pequim. Não que isso fosse uma coisa muito má, mas corre o risco de deixar para trás as experiências, as paisagens e a descoberta de um povo e da sua cultura.

porta de casa
Visite mais cidades além dos centros turísticos para aprender mais sobre a cultura chinesa| Fonte: unsplash.com

É ao passear nas cidades a conversar com os nativos que percebemos o quão complicado é comunicar com os chineses e nos arrependemos de não ter feito um curso de mandarim.

E não vai ajudar nada ter o seu dicionário português-chinês, ou chinês-inglês. Imagine se porventura se encontrar sozinho numa cidade onde os sinais são tão compreensíveis quanto os hieróglifos e for incapaz de pronunciar a diferença entre o nome de uma rua ou de um prato gastronómico.

Que os deuses linguísticos o perdoem!

Evite ser enganado

O pinyin é uma fonética que familiariza o mandarim para estudantes estrangeiros com línguas de origem latina.

Sabe quais são as palavras essenciais para começar a falar esta língua asiática?

Embora saibamos que para a maioria dos portugueses é difícil passar por nativo na China, ninguém gosta de ser enganado. No entanto, por vezes, passar por turista significa ser vítima de fraudes.

Existem vários exemplos, desde produtos que custam alguns yuan a mais, um desvio ou um taxímetro que não é ligado ou um proprietário que acrescenta mais extras ao o preço final, todas estas situações já são conhecidas pela maioria dos turistas.

No entanto, a negociação faz parte da cultura chinesa. Se não tiver pelos menos umas noções de chinês, as suas lembranças vão custar o mesmo preço que se as tivesse comprado no bairro chinês perto da sua casa.

Assim, para evitar ser conhecido com um turista (Laowai), é melhor colocar as probabilidades do seu lado para poder negociar com palavras chinesas como “Tai gui le” (ou seja, “é muito caro!”).

Portanto é muito importante entender e falar chinês para ir à China para tornar esta viagem numa experiência gratificante que queira voltar a repetir. É um pouco como em qualquer lado!

Para isso, sugerimos-lhe que pesquise os professores de chinês da Superprof. De certeza que vai encontrar o professor ideal para a sua carteira e expectativas para poder brilhar na sua viagem para a China!

Os gestos são diferentes

Aprender chinês é um método muito eficaz para trabalhar ambas os dois lados do cérebro.

Para aprender mandarim tem que aprender a escrever cada traço na ordem correta.

O que acontece quando viajamos para um país onde não falamos a língua, é que normalmente imaginamos que dominamos as técnicas ancestrais da linguagem entre humanos, a linguagem dos gestos!

Se, por exemplo, tiver estado na Grécia onde o gesto "não" da cabeça significa "sim" e vice-versa, sabe que às vezes podemos acabar em situações mais cómicas do que gostaríamos.

Na China, os gestos portugueses podem ser confusos.

templo chines
Uma parte importante de aprender uma língua é a absorção da cultura e dos costumes| Fonte: unsplash.com

Isto porque estes gestos são interpretados de maneira diferente do seu significado original e, às vezes, deixam o interlocutor num dilema.

Por isso, a não ser que tenha intenções de ir a um restaurante que exiba as fotos dos pratos ou faça uma visita pela cozinha de um restaurante chinês antes de escolher os seus pratos, provavelmente acabará por pedir os pratos de forma aleatória!

Se calhar até acha que este método é que é o ideal para descobrir realmente a gastronomia chinesa. Não está errado, no entanto, nós alertamos que pode ser perigoso se for alérgico ou intolerante a certas substâncias alimentares, etc.

E embora a arte de apontar os dedos faça todo o sentido em vários lugares do mundo, não é o caso da China!

O gesto do número 2 em português, por exemplo, significa 8 em chinês. Por isso, deixamos à sua imaginação todas as  "desvantagens" que estas pequenas diferenças podem ter durante a sua estadia na China!

E assim encontramo-nos novamente na mesma situação, sem falar ou entender a língua. É praticamente impossível comunicar na China desta forma.

Mentalize-se que ter aulas de chinês é o primeiro passo necessário para a sua viagem. Assim, vai entrar diretamente na cultura chinesa e evitar alguns mal-entendidos.

A razão humana para aprender chinês

Sabe quais são as coisas a evitar na China para não correr o risco de ofender alguém?

Os costumes chineses tradicionais são muito atípicos para um português. Quer saber como pode aprender esta cultura?

Embora aprender chinês seja hoje em dia valorizado internacionalmente apenas pelas suas virtudes comerciais, saber mandarim pode influenciar outros aspetos muito mais humanos do que pensa.

Uma razão raramente mencionada, mas que, no entanto, faz todo o sentido, é como a aprendizagem de uma língua passa também pela compreensão do outro, da sua cultura e da sua história.

Nos dias de hoje, a China conta xom 1,3 biliões de de habitantes e, portanto, já sabemos que o mandarim é uma língua que não está pronta para desaparecer.

Por isso, faz todo o sentido pensar que aprender chinês para promover o diálogo com os nativos do país, ter boa compreensão e paz é uma ótima razão para optar pelas aulas de chinês.

Neste momento em que os conflitos são muito comuns e sabendo que a cultura chinesa considera o respeito como um dos seus grandes valores, é uma boa ideia integrar estes elementos na sua formação, em vez de escrever apenas mais uma linha num currículo.

A população chinesa, frequentemente incompreendida, negligenciada e até mesmo humilhada pelos ocidentais, é hoje em dia uma superpotência da história milenar que só é apreciada do ponto de vista profissional.

figuras em pedra
A cultura chinesa tem uma história milenar| Fonte: unsplash.com

Neste caso não se trata de aprender a língua chinesa das dinastias de Song, Yuan ou Ming para entrar no mercado de trabalho, melhorar as vendas ou realizar parcerias económicas.

Na verdade, as tradições ancestrais da China, desde o confucionismo como ideologia oficial ao templo de Shaolin, também influenciaram as nossas tradições ocidentais.

Durante o seu processo para adquirir mais conhecimento sobre a língua chinesa, pode acabar por se descobrir a si mesmo, independentemente da sua abordagem ser puramente linguística ou motivada por uma procura de espiritualidade.

Veja aqui as 10 principais razões para aprender chinês!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.