A cultura chinesa provém de uma tradição milenar particular e avançada.

Todos os amantes de cultura querem aprender mandarim devido à história da China e do seu império para, assim, pelo menos conseguir entender as bases culturais.

Existem vários componentes da cultura chinesa como, as artes marciais, a medicina tradicional, o ioga ou o origami que são fascinantes para os ocidentais.

As personagens da nobreza chinesa, com as suas técnicas de meditação, concentração e paz interior, diferem bastante do estilo de vida mais agitado do ocidente.

E é ao ter aulas de chinês e aprender a língua oficial da República Popular da China, que será capaz de entender todas as especificidades deste território.

A China intriga os europeus, ao usar a língua na sua relação com o espírito ou mesmo com a saúde.

estatua de buda
As tradições culturais na China são uma área de fascínio no ocidente| Fonte: pixabay.com

Mas é isso que faz com que seja tão bonito!

Nós propomos analisar os traços linguísticos da China e estudar todos os caminhos culturais disponíveis.

Os melhores professores de Chinês disponíveis
Joana
5
5 (11 avaliações)
Joana
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (12 avaliações)
Catarina
27€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ran
5
5 (4 avaliações)
Ran
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
跃yue
5
5 (3 avaliações)
跃yue
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Christine
5
5 (4 avaliações)
Christine
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabela
5
5 (4 avaliações)
Isabela
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Yiying
5
5 (5 avaliações)
Yiying
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Patrícia alexandra
Patrícia alexandra
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Joana
5
5 (11 avaliações)
Joana
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (12 avaliações)
Catarina
27€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ran
5
5 (4 avaliações)
Ran
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
跃yue
5
5 (3 avaliações)
跃yue
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Christine
5
5 (4 avaliações)
Christine
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabela
5
5 (4 avaliações)
Isabela
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Yiying
5
5 (5 avaliações)
Yiying
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Patrícia alexandra
Patrícia alexandra
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Artes marciais chinesas

Sabia que os atores de luta como Bruce Lee, Jackie Chan e Jet Lee são fruto do treino de artes marciais do Templo Shaolin? Sabe porque é que o ensino de kung fu é proibido aos estrangeiros neste templo?

O herói do filme faz os movimentos técnicos de artes marciais sem parar e utiliza apenas um bastão de bambu para enfrentar dezenas de adversários sem ter que dar um único tiro.

De certeza que conhece filmes como:

  • Projeto China;
  • Police Story - A Guerra das Drogas;
  • Once Upon a Time in China;
  • Fist of Legend;
  • Kiss of the Dragon.

Apesar de já terem passado vários anos, certamente sente sempre o mesmo prazer de voltar a ver e tentar reproduzir as cenas de lutas coreografadas que conhece de cor mesmo sem falar chinês.

A verdade é que não pode lutar como estes atores, mesmo com a maior vontade do mundo, porque o controlo do corpo, os pontapés no ar e as tentativas cambaleantes na cama não causam qualquer efeito.

Para tentar alcançar a origem de todas as artes marciais, temos que voltar atrás na história da China até ao famoso templo de Shaolin localizado na província de Henan.

Infelizmente para nós, os estudantes estrangeiros estão proibidos de treinar diretamente no Templo Shaolin com os seus monges como treinadores.

No entanto, através de uma viagem à China pode ter aulas numa escola "Wushu", incluindo aulas de Shaolin Kung Fu, onde encontrará os monges de Shaolin que lhe garantirão uma aprendizagem de artes marciais a um nível muito mais alto.

Estas escolas, que recebem tanto iniciantes como não iniciantes de todos os cantos do mundo, dão as suas aulas num ambiente calmo e tradicional. Oferecem as condições ideais para o estudo e treino das artes marciais chinesas.

templo budista
Existem várias escolas na China onde pode aprender artes marciais| Fonte: pixabay.com

Nestes casos, não existe a barreira da língua porque os seus professores poderão falar inglês, mas para ter sucesso na China e ter uma imersão na tradição das artes marciais, é melhor tomar cursos de mandarim.

Ao aprender chinês, o vocabulário e os tons dos mestres das artes marciais, como Kung Fu / Moderno Wushu / Sanda / Tai Chi e Qi Gong, está-se a aproximar dessa filosofia tradicional que marcou tantas infâncias.

Descubra os 10 principais motivos para aprender chinês!

Aprender medicina tradicional chinesa

Sabia que a medicina tradicional chinesa pode ser mais adequada para dores nas costas?

Sabe porque é que a medicina ocidental descreve a medicina tradicional chinesa como medicina alternativa?

“É difícil apanhar um gato preto num quarto escuro, especialmente quando ele não está lá.”

Esse provérbio chinês pode parecer irrelevante, mas resume bem o paradoxo que se sente entre a medicina ocidental e a medicina oriental. Estas duas medicinas têm competido ao longo dos anos. No entanto, a medicina chinesa tornou-se um tema de conversa sério nos últimos anos.

Na verdade, os numerosos escândalos financeiros da medicina ocidental não ajudam. E a medicina tradicional chinesa tem trazido o seu conhecimento ancestral de volta ao povo.

Esta medicina é resultado da transmissão oral diária dos professores aos seus discípulos durante milénios, nasceu da experiência dos antigos e é um dos pilares culturais fundadores da civilização chinesa.

Este conhecimento terapêutico tem mais de 3 mil anos de prática e continua a adaptar-se à vida quotidiana e ao mundo moderno, sem nunca se esquecer das suas teorias fundadoras.

Hoje em dia, a medicina chinesa é uma alternativa de saúde que é considerada confiável por muitos ocidentais. Enquanto que a medicina oriental cura com medicamentos e pode causar efeitos colaterais prejudiciais e genéricos, a ciência médica chinesa oferece uma avaliação ética do seu corpo de forma a entender as suas reações.

Conhecida no ocidente e em Portugal como "medicina alternativa" ou "complementar", a medicina chinesa inclui variados métodos, como é o caso da acupuntura tradicional.

Muito longe das técnicas farmacêuticas, é por meio de uma abordagem completamente diferente que a medicina chinesa tenta superar os problemas de saúde.

É universidade ou no instituto da medicina chinesa que pode estudar a medicina tradicional. Abertos a todos, incluindo aos estudantes internacionais, os cursos de ambas as instituições são lecionados em inglês e mandarim. Para superar a sua falta de conhecimento na língua chinesa, propomos um ano de estudo para poder praticar sua pronúncia, melhorar a escrita chinesa e assimilar os conceitos sem precisar constantemente de um dicionário português-chinês.

Sabe quais são as dificuldades que os portugueses sentam ao aprender chinês?

Sem stress com o Ioga

Ainda que em tempos tenha sido considerada uma tradição perigosa e arcaica, o taoísmo chinês, ioga ou "qigong" é hoje em dia muito popular internacionalmente.

Já falamos algumas vezes aqui de Yin e Yang. Mas sabe o seu significado?

O poder do império chinês cruzou as nossas fronteiras há séculos atrás e, com ele, trouxe a cultura espiritual chinesa como a famosa teoria do yin-yang.

Tal como o karma na Índia, o yin-yang é uma teoria que nunca foi esquecida e continua como uma das bases espirituais da China. Essa ideia defende que todos os objetos ou fenómenos no universo consistem em dois aspetos opostos e complementares.

yin yang
A filosofia de yin-yang existe há séculos na cultura chinesa| Fonte: pixabay.com

A relação entre yin e yang é uma lei universal do mundo material encontrada no coração de tudo. É tanto o princípio como a fonte da existência de todos os seres no nosso mundo.

Está presente na medicina tradicional para diagnosticar e explicar a fisiologia e patologia do corpo humano, e estas relações entre o yin e o yang são as bases do kung fu.

Esta escola da vida, o kung-fu, consiste em vários ramos de uma única árvore. Um outro ramo menos conhecido é o Nei Chia.

O Nei Chia é uma prática mais interna, voltada para a harmonização do corpo e da mente, a concentração e o autocontrolo. O único inimigo a combater é, neste caso, a dispersão, a falta de vontade e concentração que nos afetam a todos.

Esta prática foi proibida durante muito tempo para os chineses, por ser considerada uma superstição. No entanto, é nas origens deste kung-fu e nos exercícios de respiração dos monges de Shaolin, que encontramos o que hoje em dia é conhecido como o taoísmo chinês, ioga ou "qi-gong ".

Esta técnica antiga de regeneração visa prevenir o reumatismo no corpo e ajuda a combater o envelhecimento. Hoje em dia, pode aprender estas técnicas de meditação ativa em qualquer lugar do mundo, mas precisa de aprender mandarim lisboa para entender o seu significado mais profundo.

Origami chinês tradicional

O origami tem origem nos rituais populares de monges budistas na China.

O termo chinês "zhézhi" é etimologicamente a palavra que deu origem à palavra japonesa "origami". Esta cultura ancestral passou depois de um país para o outro.

Embora tenha origem na China, é a palavra japonesa "origami" que é conhecida mundialmente, e não o termo chinês "zhézhǐ" 折纸.

Até etimologicamente, o termo origami (oru: dobrar e kami: papel) vem do kanji japonês derivado de caracteres chineses.

Os japoneses absorveram completamente a história para a transformar e incluir também na sua, acabando por superar totalmente os mestres da matéria.

Numa altura em que a maioria dos alunos se vira para o Japão para aprender a arte de dobrar papel, é na cultura chinesa tradicional e milenar que encontramos as suas bases!

pose yoga
As técnicas de relaxamento como o ioga são hoje em dia populares pelo mundo inteiro| Fonte: pixabay.com

Uma prática datada da Dinastia Han, foi levada para o Japão muito mais tarde onde ganhou o sucesso que conhecemos hoje.

No entanto, foi nos rituais populares dos monges budistas que se desenvolveram as técnicas de cortar e dobrar para obter uma forma e representar uma imagem.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.