Conseguir memorizar uma coreografia de dança requer alguma prática. Aprender todos os movimentos e repeti-los várias vezes trabalha a capacidade de memória. Para memorizar uma coreografia com mais facilidade, deve trabalhar cada conjunto de movimentos individualmente, e não tentar executar a sequência toda de uma só vez.

Aliás, durante as aulas de dança o professor apenas vai ensinar uma sequência de passos, ou seja uma parte da coreografia, de cada vez. Esta metodologia de ensino é muito comum e eficaz. Se quer aprender a dançar uma coreografia inteira, tem que a dividir em várias partes e sequências de movimentos.

Mas se ainda tem dúvidas sobre como o pode fazer, basta continuar a ler. Seguem-se todas as nossas dicas para memorizar mais facilmente as coreografias das suas aulas de dança.

Os melhores professores de Dança disponíveis
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Analisar a música utilizada na coreografia

Independentemente do tipo de dança que praticar, seja hip-hop, salsa, tango, cha cha cha, jazz, ballet ou dança oriental, deve começar por ouvir e analisar a música, antes de tentar dominar os movimentos da coreografia. A dança e a música andam de mãos dadas, por isso para aprender a dançar tem que ter algumas noções musicais.

Isto não quer dizer que tenha que estudar música, mas é importante que conheça algumas músicas do estilo que dança que for praticar. Desta forma, habitua-se ao ritmo dos diferentes estilos e vai conseguir dominar certos movimentos com mais facilidade.

Por isso, quando for começar a aprender ou desenvolver uma nova coreografia, peça ao professor o nome da música, para a poder ouvir e analisar em casa, depois das aulas. Perceba onde estão as batidas mais fortes e como integrar os movimentos. Fique a conhecer o ritmo, para saber onde encaixar os passos.

dancar abertamente na rua
Algo que vai desenvolver nas aulas é a interpretar os momentos das danças, independentemente dos estilos que praticar. Para executar a coreografia terá que conseguir identificar o ritmo e as contagens. | Fonte: Pexels.com

Certos estilos de dança possuem vários ritmos diferentes, por isso deve conhecê-los a todos. Os instrumentos e batidas utilizados são diferentes e influenciam a forma de dançar e os movimentos associados. Se for necessário, peça ao professor ajuda para reconhecer os ritmos.

Dominar os passos básicos na aula dança

Nunca vai conseguir memorizar corretamente uma coreografia se não souber os seus passos mais básicos, seja numa valsa, num tango, num cha cha cha ou na kizomba. Muitos alunos querem aprender todos os hits mais conhecidos e tudo muito rápido, com poucas aulas. Mas uma boa aprendizagem implica consolidar bem o básico antes de avançar.

Não adianta querer fazer uma ótima coreografia se não souber executar os passos básicos. Aliás, só consegue verdadeiramente evoluir e ganhar experiência se tiver uma base sólida que possa desenvolver.

Para conseguir dominar uma coreografia de salsa, dança clássica ou ballet, também precisa de dominar os passos básicos.

Manter a concentração no professor durante as aulas de danca

Pode parecer óbvio, mas o foco e a concentração no professor no decorrer das aulas, permite que memorize melhor os movimentos e, consequentemente, os reproduza com mais facilidade. E isso deve acontecer em todas as aulas, sejam elas num estúdio de uma escola de dança ou aulas particulares em cada. Os exercícios que o professor sugere não estão no plano de aula só por casa. Estão sempre relacionados aos movimentos ou à coreografia que vai praticar  mais tarde.

Por isso, quando o seu professor de dança, seja de jazz, hip-hop, salsa, tango, cha cha cha ou dança contemporânea demonstrar uma sequência, não tem logo reproduzi-la. Observe com atenção e pense nos movimentos antes de os executar.

bailarina na ponta dos pés
Para praticar jazz, hip-hop, salsa, tango, cha cha cha, ballet ou dança contemporânea tem que se manter focado nas instruções do professor durante a aula. | Fonte: Pexels.com

Se tiver dúvidas, peça ao professor para repetir os movimentos que não percebeu bem e mantenha-se atento durante todas as explicações. Os professores dão indicações em cada repetição para que os alunos possam aperfeiçoar os movimentos e corrigi-los, se não os estiverem a executar corretamente.

Memorizar as contagens para executar os passos no momento correto

Numa dança de salão como cha cha cha, numa dança latina como tango ou salsa, ou numa dança contemporânea os passos são executados em certos tempos. Os alunos mais experientes conseguem completar a coreografia sem contar, utilizando apenas o ritmo da música.

Mas para os alunos iniciantes, é mais fácil contar o tempo dos passos e movimentos. O professor vai ajudar a contar os passos ao mesmo tempo que a música. Memorize e associe uma contagem a um movimento para facilitar a aprendizagem da coreografia.

Este método é utilizado tanto para coreografias a solo como em coreografias em grupo para que todos os participantes estejam bem sincronizados. No entanto, à medida que vai evoluindo não vai precisar tanto das contagens e terá mais espaço para a interpretação, o que é muito importante na dança.

Os melhores professores de Dança disponíveis
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Concentrar num elemento de cada vez

Não deve tentar aprender a coreografia toda de uma só vez. Cada passo de dança vai englobar vários movimentos em simultâneo, como a posição dos braços, a direção da cabeça e do olhar e a orientação corporal, além do posicionamento dos pés. Quando estiver a começar não deve tentar fazer isto tudo de uma só vez.

É precisamente por esse motivo que os professores ensinam as coreografias em partes, e só adicionam certos elementos depois de os movimentos já estarem aprendidos. Tentar conjugar tudo na primeira vez pode trazer maus resultados. Aliás, os movimentos até podem ser aprendidos após a assimilação da coreografia.

Não se esqueça que, para movimentar braços e pernas ao mesmo tempo, um deles tem que executar o movimento de forma automática e isso só acontece com muita prática.

Ter isto em conta facilita muito a aprendizagem. Se o seu professor de salsa ou cha cha cha ensina tudo ao mesmo tempo, foque-se apenas numa parte, se possível nos movimentos dos pés, e acrescente o resto mais tarde.

Mentalize cada etapa da coreografia

Uma ótima forma de se lembrar de certos movimentos com mais facilidade é tentar criar uma imagem mental deles. Isto também ajuda na sua capacidade de interpretação.

dancar num estudio
Os professores são uma ótima ajuda para consolidar uma coreografia, independentemente das danças que escolher e tenha as aulas num estúdio de uma escola ou com um professor particular. | Fonte: Pexels.com

Se mentalizar os passos que vai executar, vai conseguir entender melhor a intenção por trás de cada passo e memorizá-lo mais facilmente. Aquilo que imagina cabe-lhe a si, desde que consiga executar melhor um passo e memorizá-lo.

Filmar a coreografia no estúdio de dança

Durante a aula de salsa, tango ou jazz, pergunte ao professor se é possível filmar a coreografia para a ensaiar quando sair da escola. Normalmente, um professor experiente apresenta aos seus alunos uma versão lenta com a explicação dos movimentos e só depois demonstra a versão na velocidade real.

E mesmo que não tenha tempo para ensaiar em casa, só o ato de rever o vídeo ajuda a memorizar melhor a coreografia. Se for possível, claro que deve praticar os passos todos os dias para os memorizar bem e reproduzir melhor cada movimento, uma vez que é a prática que vai permitir dominar a coreografia.

Se já tem aulas de dança, pense em começar a adotar essa prática e falar com a professora de dança. Ou veja vídeos de coreografias online para rever os passos.

Anotar a coreografia para não se esquecer

Esta técnica não é ideal para todos os alunos, mas pode escrever todas as etapas da sua coreografia ou desenhá-las para as manter bem frescas. Pode utilizar o vídeo que filmou ou anote logo depois de terminar a aula, enquanto ainda se lembra bem da coreografia.

Há pessoas que decoram melhor desta forma mas, se não for o seu caso, foque-se apenas nas outras dicas. Não tenha vergonha de filmar, anotar e praticar a sua coreografia.

bailarina a alongar
Entre as danças de cha cha cha, salsa, tango ou kizomba, o que não faltam são passos e técnica a incluir. Lembre-se de pedir a ajuda a uma professora de dança contemporânea com experiência se precisar. | Fonte: Pexels.com

Se for necessário escreva os nomes de todas as etapas e movimentos a serem reproduzidas na dança que está a praticar, sem ter vergonha. Escreva da forma que for mais fácil de se lembrar mais tarde, mesmo que possa não fazer sentido para outros dançarinos.

Uma parte importante de dançar é saber os nomes daquilo que está a fazer. Não só se torna um dançarino mais competente, mas também trabalha e desenvolve a sua memória.

Repetir até saber de cor

Não existem milagres. A melhor forma de dominar um coreografia de qualquer estilo de dança, seja cha cha cha, tango, jazz, ballet, hip-hop, salsa ou kizomba é repetindo a coreografia. É óbvio que será mais fácil para uns dos que para outros, mas é possível para todos.

O truque é forcar-se unicamente na dança, sem pensar em mais nada. Quando estiver a dançar, tenha apenas atenção à coreografia, sem ter espaço para outras questões. Deve deixar para trás todos os problemas da escola e do trabalho e focar-se na dança.

A repetição é o segredo para uma coreografia bem memorizada. À medida que vai evoluindo verá que será cada vez mais fácil e vai ser capaz de executar passos que não conseguia na semana anterior.

O corpo também tem memória, basta confiar em si mesmo e nas suas habilidades.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.