Chegando o Verão, muitos jovens sonham em pegar na prancha de surf e entrarem no mar para aproveitar as melhores ondas mas praias de Portugal!
Mas, existe muito por trás quando vemos um surfista equipado a entrar no mar da costa portuguesa:

  • Saber como o fazer em segurança;
  • Utilizar os sites windguru, surf total e meo beachcam para estar a par de tudo o que se passa, seja com a temperatura, com a força das ondas ou até com a direção do vento e saber que equipamento levar;
  • Ter aulas com um professor experiente para não correr qualquer risco;
  • Escolher a prancha de surf;
  • Escolher o fato de surfe perfeito para a época e temperatura.

A escolha do fato de surf é importante pois dependendo do material, pode permitir que o surfista consiga estar protegido do frio mesmo em águas geladas como os que praticam surf Matosinhos enfrentam!

Existem várias dicas para surfar ou aprender da melhor maneira nos mais variados locais e aqui, iremos conhecer todos os tipos de fato de surf e como os escolher de acordo com a estação do ano, experiência do surfista e local onde este vai ter aulas de surf!

Os melhores professores de Surf disponíveis
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (1 avaliações)
Pedro
15€
/h
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
1ª aula grátis!
Eurico
Eurico
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
Pedro
20€
/h
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
1ª aula grátis!
Daniel
5
5 (2 avaliações)
Daniel
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (1 avaliações)
Pedro
15€
/h
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
1ª aula grátis!
Eurico
Eurico
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
Pedro
20€
/h
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
1ª aula grátis!
Daniel
5
5 (2 avaliações)
Daniel
20€
/h
1ª aula gratuita>

De onde apareceu a ideia de utilizar um fato de surf?

Nos inícios, que se supõe ter sido há várias centenas de anos, ninguém utilizava fatos de surf, porque nem haveria como os fazer. As próprias pranchas de surf eram confecionadas de forma rudimentar no início.

O fato em neopreno como conhecemos hoje, apareceu há menos de um século e foi inventado por um físico com associação à universidade da Califórnia nos Estados Unidos da América, Hugh Bradner, que estava à procura de uma forma de melhorar os fatos utilizados pelos pertencentes à Marinha.

Surfista a observar o mar da costa de Portugal
São várias as praias em Portugal, desde Carcavelos, Nazaré e até à Ericeira. Verifique sempre o windguru para saber a temperatura antes de se dirigir à praia, para poder levar o fato adequado. | Fonte: Pixabay

Quanto à origem dos fatos de surf, não existe um consenso, existindo informação que afirma ter sido Jack O’Neill, o fundador da marca do seu nome ou ainda Bob Meistrell e Bev Morgan, fundadores de outra famosa marca. O que sabemos é que ambos afirmam ter criado as camadas de nylon sobre o neopreno com um método de costura que não estragasse o neopreno. Mas, não havendo certezas, não o poderemos afirmar.

Que material procurar na confeção dos fatos de surf?

Um aluno iniciante, que esteja ainda nas suas primeiras aulas de surf, certamente irá começar por praticar surfe nos meses mais quentes, provavelmente em Junho, Julho, Agosto e Setembro mas, embora o Verão seja a época mais associada aos surfistas de uma forma geral, estes andam à procura da maior onda o ano todo e os melhores surfistas, os melhores recordes e as maiores ondas são geralmente encontradas nos meses mais frios, ou seja, no Inverno, e este fenómeno é mundial.

A espessura dos fatos de surf, que é um dos factores que devem ser vistos antes da sua compra, encontra-se geralmente entre os 2 milímetros e os 7 milímetros mas, a densidade do material escolhido é igualmente importante. O material mais procurar é o neopreno, pois aumenta a duração do fato, ajuda a manter a temperatura corporal mas, não tem acção hidrofóbica, ou seja, não é impermeável, o surfista irá ficar molhado.

mulher surfista
Pela costa norte de Portugal, região mais fria, o ideal é um fato com mais qualidade. | Fonte: Unsplash.com

Existem fato de manga curta e calção, outros sem manga e perna longa, e ainda os fatos completos.

A constituição de um fato de surf pode ser muito variada, mas, o neopreno parece estar sempre presente. O neopreno é um material elástico feito de borracha sintética, que leva posteriormente uma camada de nylon e de uma forma simples, é assim um fato. Algo que deve ser tido em atenção quando se compra um fato de surfe é a sua elasticidade e se este permitirá a flexibilidade necessária para fazer qualquer movimento em cima da prancha de surf!

O método de costura do fato poderá também influenciar se este será ou não bom para utilizar em águas frias:

  • Método de costura overlock - bastante simples, é o mais utilizado nos fatos mais baratos utilizados pelos que assistem às suas primeiras aulas de surf e são bons para os meses de Verão, no entanto, permitem uma menor flexibilidade;
  • Método de costura flatlock - ao contrário da anterior, esta é bastante resistente e flexível, no entanto, como cria vários orifícios, deixa entrar uma grande quantidade de água, o que não é necessariamente mau se o surfista praticar em águas quentes mas será impensável utilizar um fato com esta costura numa zona em que o oceano seja frio;
  • Método de costura blindstitch - é a costura mais meticulosa, onde é garantido que não existe qualquer dano ao neopreno, o que faz com que o surfista se consiga manter seco e aquecido, sendo estes ideais para águas frias. Estes são os mais caros, de maior qualidade e o sonho de qualquer praticante inicial nas aulas de surf.

Para os surfistas mais ecológicos, existe uma nova versão de fatos de surf ecológicos que têm uma percentagem mínima de neopreno, mas, estes não serão bons companheiros caso queira praticar surfe em águas mais frias.

Os melhores professores de Surf disponíveis
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (1 avaliações)
Pedro
15€
/h
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
1ª aula grátis!
Eurico
Eurico
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
Pedro
20€
/h
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
1ª aula grátis!
Daniel
5
5 (2 avaliações)
Daniel
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (1 avaliações)
Pedro
15€
/h
1ª aula grátis!
Duarte
5
5 (4 avaliações)
Duarte
15€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (2 avaliações)
João
20€
/h
1ª aula grátis!
Fábio
5
5 (4 avaliações)
Fábio
25€
/h
1ª aula grátis!
Eurico
Eurico
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
Pedro
20€
/h
1ª aula grátis!
Alexandre
Alexandre
35€
/h
1ª aula grátis!
Daniel
5
5 (2 avaliações)
Daniel
20€
/h
1ª aula gratuita>

A espessura certa dos fatos de surf para enfrentar qualquer temperatura

Como referimos, a espessura dos fatos de surf encontra-se habitualmente entre 2 milímetros e 7 milímetros e cada um deles servirá para estar em temperaturas diferentes:

  • Para estar em temperaturas acima dos 22ºC, o fato ideal deverá ser de 2/2mm, ou seja, ter apenas 2mm de espessura tanto no corpo como nos braços, aqui um fato de surf de manga custa e calção pode também ser uma boa opção;
  • Se no windguru encontra informação que nesse dia a temperatura irá estar entre 17ºC e 22ºC, a melhor escolha deve ser um fato 3/2mm, 3mm de espessura no corpo e 2mm nos braços, embora possa preferir ainda fatos de manga curta;
  • Baixando um pouco para os 12ºC e os 17ºC, é conveniente tapar o corpo e membros e escolher um fato de espessura superior, a opção ideal será de 4/3mm, 4mm no corpo e 3mm nos braços;
  • Em temperaturas bastante baixas, a opção é um bom fato, com qualidade e de alta espessura, com um 5/4mm, pois permitirá que o surfista se mantenha aquecido e consiga continuar nas ondas.
fato de surf
Dependendo da praia, o fato pode ser completo ou apenas de manga curta. | Fonte: Unsplash

Deverá sempre adequar o fato de surf à temperatura do local, pois esta é uma das medidas de segurança de um surfista, e pode saber a temperatura no windguru, surfttotal ou até através do surf forecast!

Outros componentes que não devem ser esquecidos para poder praticar surf

Claro que não só o corpo é importante proteger, as mãos, os pés, a cara e a cabeça do surfista são igualmente importantes!

Que equipamentos existem então e quando devem eles ser utilizados?

Existem os gorros, os botins e as luvas de surf! Ao estar na água por um longo período de tempo, é através das extremidades que é perdida a maior parte do calor do corpo e sim, é importante utilizar todo o equipamento.

Ao baixar a temperatura corporal entre 1ºC a 3ºC, o surfista começará a sentir arrepios pelo corpo todo e uma leve dormência nas mãos ou nos pés, uma perda de 4ºC levará a que as extremidades fiquem de um tom arroxeado e se for ainda além disso, corre o risco de perder os sentidos e sentir dificuldade em respirar. Algo que se deve evitar a todo o custo quando se está sozinho no meio de ondas fortes e violentas pois pode significar um grande risco de vida e a hipotermia pode ser evitada com o uso do equipamento correcto, assim como a permanência do mar com consciência e responsabilidade.

O surfe pode ser e é realmente divertido e pode dar uma sensação de liberdade e grande felicidade aos seus praticantes mas a segurança deve sempre ser a prioridade, tanto na escolha do equipamento que se vai utilizar, quanto na execução das várias manobras de surf em cada onda.

Nazare Surf: Ondas gigantes e temperatura amena, que fatos de surf usar nas várias praias portuguesas?

Em Portugal, sabemos que quanto mais para norte, mais frias serão as águas, enquanto que quanto mais para sul, mais elevada será a sua temperatura.
Embora possam ser mais quentes, não quer dizer que sejam piores, vejamos o exemplo das praias da nazaré, onde foi surfada a maior onde do mundo, a sua temperatura média anual é de 16º!

Materiais para alunos de surf
Iniciantes de Lisboa ou da região norte, todos devem ter o equipamento certo para a temperatura que irão enfrentar. | Fonte: Unsplash

Convém utilizar um bom fato, composto pelas luvas e botins, com uma boa espessura e boa costura para não deixar entrar muita água mas, dificilmente o surfista irá sentir frio, pelo menos quando comparado com o surf Matosinhos, onde até a temperatura da praia é mais fria, como se pode confirmar no windguru.
Para surfar no Algarve ou mesmo em Carcavelos, com águas quentes e calmas e ideais para surfistas iniciantes nas aulas de surf, bastará um fato simples, leve e fino, possivelmente até sem mangas.

Onde se podem comprar os vários equipamentos necessários para ter aulas de surf em Portugal?

Em qualquer loja de surfe os surfistas podem encontrar vários equipamentos de surf que precisam, sejam as pranchas ou os fatos. Mas, saiba que quanto mais experiente for, melhor a qualidade do material que vai precisar e consequentemente, maior será o preço, por isso, prepare-se para fazer um bom investimento caso deseje tornar-se surfista.
Há várias lojas como:

  • Decathlon;
  • Ericeira Surf Skate Store;
  • O’Neill;
  • Surf Matosinhos;
  • Billabong;
  • Mundo Surf;
  • Entre várias outras!

Sendo iniciante no surf, garanta que o professor ou treinador de surf o acompanha por todas as praias ou pelo menos dá os melhores conselhos sobre que fato ou prancha deverá comprar para aprender a surfar em determinada zona.

Se não tem um treinador de surf, poderá encontrar um professor experiente em qualquer cidade portuguesa através da Superprof e o valor médio das aulas de surf é de apenas 16 euros!

Precisa de um professor de Surf ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Cláudia

Sou uma pessoa dedicada e empenhada a 100% a todos os projetos, quer sejam eles de carácter mais pessoal quer sejam a nível profissional. Sou licenciada em Assessoria e Tradução de todo o tipo de matérias e para além disso sou especializada na língua inglesa e alemã. Tenho uma grande paixão pela leitura e escrita. Sou muito curiosa e aberta ao conhecimento o que me faz querer saber, aprender e partilhar mais sobre, na verdade, tudo um pouco.