Todos os períodos da história de Portugal são importantes, mas há alguns mais importantes que outros. A época dos descobrimentos, em particular, foi um dos que teve mais impacto no desenvolvimento da sociedade e do país. É precisamente por esse motivo que é um período histórico que está sempre presente no programa curricular dos cursos de história.

Seja no curso de história do ensino básico, no curso de história ou história A do ensino básico ou num dos cursos das áreas de história, ciências ou letras no ensino superior, esta época faz sempre parte do plano de estudos dos estudantes. E sendo história uma das disciplinas mais importantes na educação e formação dos estudantes, juntamente com as restantes disciplinas de letras e ciências, é um período histórico ao qual deve prestar atenção, independentemente de ir fazer uma licenciatura no campo.

Mas se é um daqueles estudantes que gosta pouco das disciplinas da escola, dos estudos e não têm intenção de seguir um curso na universidade ou faculdade, provavelmente não terá grande interesse em fazer a pesquisa e investigação necessária para conhecer verdadeiramente está época social e cultural tão importante. Para todos esses alunos, segue-se uma apresentação dos elementos e eventos mais significativos destes séculos da história portuguesa e as razões porque estão incluídos na sua educação.

edifícios na cidade
Este período da história portuguesa traz alterações nas classes sociais, no património cultural e na apresentação do reino a outros territórios. | Fonte: Pexels.com

Saiba o que caracterizou o período dos séculos XII e XIII em Portugal.

Os melhores professores de História disponíveis
Gabriel
4,9
4,9 (13 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
4,9
4,9 (10 avaliações)
Mariana
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Federico
5
5 (15 avaliações)
Federico
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (13 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
4,9
4,9 (10 avaliações)
Mariana
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Federico
5
5 (15 avaliações)
Federico
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Caracterização da sociedade nos séculos XIV e XV

No período decorrido entre os séculos XIV e XIV a população portuguesa está ainda ruralizada. Ocorriam vários conflitos entre os monarcas, o clero e a nobreza, que os reis tentavam controlar para evitar abusos de poder, o que acabou por enfraquecer o poder régio. Este controlo da aristocracia manifestou-se em inquisições, onde se pretendia inspecionar as posses das classes nobres e sua legitimidade. Também foram criadas novas legislações para tentar travar os abusos da nobreza, o que impediu a expansão senhorial.

Adicionalmente, após o aparecimento da peste negra, dá-se um crescimento da classe média das cidades (comerciantes, artesãos antigos), dos pequenos proprietários rurais e dos trabalhadores. Estes, por sua vez, investiram no comércio e na terra, o que levou ao nascimento da burguesia, que começou a acumular capital.

A "alta" nobreza sofreu com a concorrência da burguesia, perdendo fausto e algum poder, o que causou ressentimentos e tensões sociais. A burguesia também impediu a ascensão económica do povo, que mantinha a sua situação. Criou-se uma divisão da classe média entre os mais ricos, com aspiração a títulos e linhagens e os menos ricos, uma classe da burguesia mais próxima do povo. Os primeiros queriam poder político e ser nobres, enquanto que os segundos procuravam riqueza.

O clero, por outro lado, entrava lentamente num processo de decadência. Em Portugal, surgiram as "comendas" nas ordens religiosas, com mosteiros e conventos a ficarem sob a alçada de superiores que estavam mais interessados nos seus lucros.  A nobreza perdeu importância política, uma vez que o feudalismo senhorial estava em regressão e quebra política e económica. A burguesia triunfava economicamente, dominava a vida das cidades, estava cada vez mais integrada nas correntes culturais e estava relativamente alfabetizada.

O povo continuava pobre, dependente do trabalho oferecido pelos senhores, com condições de vida duras. Nas cidades, havia excedentes de mão de obra, pouco especializada, e vivam em condições de salubridade pública difíceis.

pilha livros com desenhos
Qualquer universidade ou faculdade do Porto a Lisboa tem dezenas de opções de cursos de formação e graduação de história, seja licenciatura ou outro curso semelhante. | Fonte: Pexels.com

Sabe o que inclui o programa curricular dos séculos XVI e XVII?

Acontecimentos mais marcantes destes séculos

Devido à importância desta época, todos os seus eventos mais marcantes fazem parte do programa curricular do curso de história e são muitas vezes parte da avaliação nas provas de acesso à universidade e faculdade. São acontecimentos do campo político, social e cultural com influência até às áreas das letras, das ciências e da arte. Estes são alguns exemplos:

  • Peste negra: em 1348 o país foi assolado pela peste negra, que vitimou muita gente e levou a falta de mão de obra;
  • Batalha de Aljubarrota: em 1385 deu-se um dos conflitos mais importantes da história do país, entre Portugal e Castela. A vitória das tropas portuguesas permitiu consolidar a independência da coroa portuguesa e inaugurou uma nova dinastia no país;
  • Revolução de Avis: sucessão de eventos responsáveis pela proclamação de D. João como rei de Portugal. Marcou o fim da dinastia Afonsina e o início da dinastia de Avis. A coroação de D. João I garantiu o fim da crise sucessória que se deu em Portugal entre 1383 e 1385;
  • Passagem do Cabo da Boa Esperança: em 1488, Bartolomeu Dias foi o primeiro europeu a dobrar o Cabo das Tormentas, a confirmação de que era possível ligar-se ao Índico por mar e que abria as portas para uma nova rota comercial entre a Europa e a Ásia;
  • Tratado de Tordesilhas: em 1494 Portugal e Espanha reuniram-se em Tordesilhas, para acordar a divisão do oceano atlântico em duas metades, onde todas as terras, descobertas e por descobrir, a oeste pertenceriam aos reis de Espanha, e todas a leste a Portugal;
  • Caminho marítimo para a Índia: em 1497 Vasco da Gama partiu com o objetivo de descobrir o caminho marítimo para a Índia, onde chegou em 1498.

A maioria é de conhecimento geral e mesmo aqueles alunos que não querem seguir um curso superior no campo são capazes de os reconhecer. Se tiver intenção de tentar o acesso aos cursos da universidade, dedique-se com afinco aos estudos e faça mais pesquisa e investigação sobre a época.

estante com varios livres
Estes eventos fazem parte do programa de todos os tipos de cursos de história, ciências e letras, seja uma licenciatura ou cursos semelhantes. | Fonte: Pexels.com

Descubra também como era a nossa sociedade nos séculos XVIII e XIX.

Os melhores professores de História disponíveis
Gabriel
4,9
4,9 (13 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
4,9
4,9 (10 avaliações)
Mariana
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Federico
5
5 (15 avaliações)
Federico
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (13 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Mariana
4,9
4,9 (10 avaliações)
Mariana
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Federico
5
5 (15 avaliações)
Federico
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Elementos mais importantes de ambos os séculos

Tal como em qualquer outra época, existiram personalidades com um grande impacto nos campos da cultura, da política, das ciências, da arte ou das letras durante estes dois séculos. Alguns foram fundamentais para a formação e expansão do património, outros para o fomento da educação. São eles:

  • D. Pedro I: D. Pedro e D. Inês são os protagonistas de uma história de amor bem conhecida na cultura portuguesa. O desenlace trágico da sua história inspirou uma tradição literária e são um dos casais mais reconhecidos na história do país;
  • Fernão Lopes: um cronista do século XV, é um dos primeiros historiógrafos portugueses. Impulsionou uma nova arte de historiar caracterizada pela procura da verdade dos factos e pela consulta documental;
  • Gil Eanes: navegador português conhecido por dobrar o cabo Bojador, o que provou que, ao contrário do que se pensava, o mundo não acabava ali;
  • Bartolomeu Dias: o primeiro europeu a dobrar o cabo das Tormentas, depois batizado com Cabo da Boa Esperança, em 1488. Era considerado um navegador hábil e experiente;
  • Vasco da Gama: o navegador responsável pela chegada dos portugueses à Índia, o que abriu uma nova rota comercial entre a Europa e a Ásia.

Todos eles tiveram um papel importante nesta época e é sobre eles que deve fazer investigação e pesquisa se quer garantir que tem sucesso nas provas de acesso aos cursos da faculdade e universidade, independentemente do campo de história do curso que escolher.

Saiba também quem foi importante nos séculos XX e XXI em Portugal.

Ambiente político e a dinastia no poder

Politicamente, os séculos XIV e XV foram mais estáveis que os anteriores, uma vez que foi neles que se inaugurou a dinastia que estabilizou a sucessão dinástica do país durante os dois séculos seguintes, e que permitiu consolidar a monarquia portuguesa.

A dinastia de Avis permitiu estabelecer a independência de Portugal e colocou fim às constantes ameaças que o país sofria do reino de Castela. Com essa estabilidade política, sem a constante ameaça de invasões, a sociedade prospera, o que permite dar início à época dos descobrimentos e de expansão territorial do país.

edificios e muralha
Tem sempre ajuda à distância de um click, basta uma pesquisa no site da Superprof e tem a apresentação de cada professor de história no seu perfil, com uma avaliação de outros estudantes. | Fonte: Pexels.com

Faz alguma ideia do que acontecerá no país no futuro?

Economia e desenvolvimento neste período das aulas de história

Este período foi fortemente marcado pela peste negra que, ainda que em proporções inferiores às de outros países, causou muitos danos em Portugal. Dá-se um êxodo das populações dos campos e das pequenas localidades para as cidades maiores, que sem capacidade para o número de habitantes, tinham más condições de vida. Isto cria desemprego e estagnação económica.

A falta de mão de obra na agricultura foi grande, com os proprietários em desespero à procura de trabalhadores, o que levou a descidas na produção e escassez alimentar. A desertificação rural sentia-se em várias regiões, onde, depois de uma pequena recuperação da economia na segunda metade do século XIV, se assiste a um novo ciclo de desemprego urbano e deterioração das condições de vida e higiene.

Toda esta situação de exclusão, desemprego e crise económica e social viria a criar as condições para o deflagrar de levantamentos populares e motins durante a segunda metade do século XIV, no Porto e em Lisboa, onde se deu a revolta de 1383-1385, que acabaria por ter uma dimensão fulcral na história portuguesa.

Agora que já leu toda a nossa investigação, está pronto para escolher o curso de história que quer seguir? No caso de precisar de ajuda, tem todos os professores da plataforma da Superprof à distância de um click, basta fazer uma pesquisa no nosso site e ver a apresentação de cada professor de história no seu perfil. Uma ótima alternativa a um centro de estudos e tem ainda a avaliação dos profissionais por antigos alunos.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.