Podemos afirmar com certeza que história é uma das disciplinas mais importantes da educação. Todas as disciplinas de letras, ciências, humanidades e arte têm importância, claro, mas história dá-nos a conhecer o mundo, o campo da cultura e do património.

É precisamente por esse motivo que proliferam os cursos da área no ensino superior. Nos dias de hoje existem cursos de história em praticamente qualquer faculdade e universidade do país.

Para auxiliar todos os alunos que estejam a frequentar um curso de história neste momento, criamos este artigo com os detalhes mais importantes da dinastia de Portugal, a de Bragança, que marcou o final da monarquia no país.

Os melhores professores de História disponíveis
Gabriel
4,9
4,9 (12 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (16 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Maria otília
5
5 (5 avaliações)
Maria otília
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (6 avaliações)
Diana raquel
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (12 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (16 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Maria otília
5
5 (5 avaliações)
Maria otília
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (6 avaliações)
Diana raquel
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Caracterização da sociedade durante a dinastia de Bragança

A descoberta do ouro no Brasil durante a 4ª dinastia permitiu ao país fazer um verdadeiro investimento no ensino. Isso incluiu não só o envio de bolseiros portugueses para o estrangeiro, mas também a contratação de professores reconhecidos para o ensino português.

Este investimentos nos estudos das ciências e das letras previa uma grande alteração para a sociedade que, mais educada, teria acesso a outras oportunidades e uma melhoria da qualidade de vida em geral.

sala da realeza
Neste período da história, existe um investimento na investigação, nas ciências e nas letras, o que previa uma melhoria para todas as classes sociais. | Fonte: Pexels.com

No entanto, o mal-estar político e diplomático que se instalou com os conflitos entre absolutistas e liberais terminou numa guerra civil, que dizimou parte da população e atrasou o processo de educação da história do país.

Saiba todos os elementos importantes da 1ª dinastia sem quer que investir em cursos ou numa licenciatura na universidade.

Acontecimentos mais marcantes da 4ª dinastia

Se tiver que fazer um exame de história para usar como provas de acesso a uma licenciatura na universidade, vai ter que se dedicar com mais atenção aos estudos de história durante o ensino secundário, mais do que as outras disciplinas do programa curricular. Para isso, terá que fazer alguma pesquisa e investigação sobre os eventos mais importantes da história que vão ser incluídos nas aulas da sua educação. Sim, porque todos os estudantes que fizerem um curso de história vão automaticamente ganhar mais conhecimento de história, das ciências, da arte e das letras, mas isso não quer dizer que não se deva preparar.

No que diz respeito à dinastia de Bragança, estes foram os acontecimentos mais marcantes do seu período histórico.

A Restauração de 1640

Foram 120 os conspiradores que, na manhã de 1 de Dezembro de 1640, invadiram o Paço da Ribeira, em Lisboa, para derrubar a dinastia espanhola que governava o país desde 1580.  Foi proclamada a coroação de D. João IV, e ordenado o cerco à guarnição militar do Castelo de S. Jorge e a apreensão dos navios espanhóis que se encontravam no porto.

Até ao final de 1640 todas as praças, castelos e vilas com alguma importância tinham declarado a sua fidelidade aos revoltosos. No entanto, a restauração da independência só seria reconhecida pelos espanhóis 27 anos depois, com a assinatura do Tratado de Lisboa.

Terramoto de Lisboa

No dia 1 de Novembro de 1755 um terramoto destruiu a capital e parte do território português. A terra tremeu durante vários minutos. Seguiu-se um maremoto e um incêndio que incinerou importantes áreas da cidade de Lisboa. A destruição foi quase completa e causou a morte de milhares de pessoas. A reconstrução, ainda que tenha começado quase de seguida, levou várias décadas.

Invasão francesa

As tropas francesas chegaram a Lisboa em 1807, sem enfrentar qualquer resistência organizada. A família real portuguesa, como acordado com a coroa inglesa, escapa o país em direção ao Brasil. As tropas invasoras instalam-se na capital e ocupam todo país durante os meses seguintes.

livros na biblioteca
Todos os cursos de história na universidade ou faculdade, seja licenciatura ou um curso semelhante, cobre os eventos sociais e políticos mais importantes. | Fonte: Unsplash.com

A resistência surge na forma de forças de guerrilha. Algumas revoltas locais são, maioritariamente, esmagadas pelas tropas francesas. A situação só muda no ano seguinte, quando com a ajuda das tropas inglesas, se consegue derrotar os franceses.

Independência do Brasil

O Brasil declara a sua independência de Portugal em 1822, depois do refugio da corte portuguesa no país devido às invasões francesas. D. Pedro, filho de D. João VI, recusa voltar para Portugal com o resto da família e declara-se Imperador do Brasil.

Guerra Civil

A morte de D. João VI criou um problema na sucessão dinástica, com dois príncipes candidatos com visões de poder diferentes. As tentativas de mediação falharam e o país caiu numa guerra civil que opôs absolutistas, que queriam manter os direitos absolutos da monarquia, e liberais, com uma visão diferente de governação.

Depois de uma tentativa de acordo falhada e uma implementação absolutista forçada, os liberais respondem e começa uma guerra civil. Dura dois anos e morrem milhares de pessoas até que o exército liberal derrota decisivamente os absolutistas.

Instauração da Constituição

A primeira constituição portuguesa foi criada em 1822, na sequência da revolução liberal. Com ela institui-se a separação dos poderes legislativo, executivo e judicial. Com um cariz marcadamente popular, o poder estava quase totalmente nas mãos das cortes, nome dado ao parlamento, que tinha em exclusivo o poder legislativo.

O rei assume um papel pouco ou nada interventivo na escolha dos executivos governamentais e, em relação à legislação, apenas tem o poder do veto que seria ultrapassado se os diplomas voltassem a ser aprovados pelas cortes.

As cortes eram eleitas em eleições diretas, mas não universais, uma vez que nem todos podiam votar. Só eram considerados eleitores os homens nobres com mais de 25 anos, os homens de profissões menores e as mulheres não.

Embora seja provável que já conhecesse a maioria destes eventos, todos eles tiveram um impacto cultural e histórico nesta época e, por isso, deve garantir que faz uma investigação e pesquisa profunda sobre aqueles que desconhecia. Certamente que estarão incluídos no plano de estudos do curso de história, de ciências ou de letras e, se quer seguir a sua formação, é importante que não seja apanhado desprevenido.

E se tiver que rever os acontecimentos mais importantes da 3ª dinastia porque fazem parte do plano de estudos para as provas de acesso ao ensino superior, também o pode fazer.

Os melhores professores de História disponíveis
Gabriel
4,9
4,9 (12 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (16 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Maria otília
5
5 (5 avaliações)
Maria otília
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (6 avaliações)
Diana raquel
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (12 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (16 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Maria otília
5
5 (5 avaliações)
Maria otília
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (6 avaliações)
Diana raquel
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Elementos mais importantes da dinastia de Bragança

Se for um dos estudantes que não quer fazer um curso superior de história, nem precisa de fazer as provas de acesso para um licenciatura na universidade ou faculdade nas áreas de história, letras ou ciências, basta realizar uma pesquisa e investigação para perceber quem foram as personagens mais importantes no contexto político e histórico da época que está a estudar. No caso de fazer um curso de história, ou até mesmo de história de arte, verá que o programa curricular de estudos inclui todos esses elementos da nossa história.

estatua de rainha
Existem várias personalidades importantes no campo cultural e social deste período da história. | Fonte: Pexels.com

Estas são as personalidades que marcaram a 4ª e última dinastia portuguesa:

D. João IV

Coroado na sequência da revolução de 1640, que levou à restauração da independência face a Espanha, é o percursor da última dinastia, a de Bragança. Foi um monarca empenhado na recuperação e reforço do exército e das colónias, uma vez que várias estavam ocupadas ou em risco depois de terem sido descuradas durante o período filipino.

D. João V

O reinado de D. João V foi bastante polarizante. Beneficiou da descoberta do ouro no Brasil, que lhe permitiu criar várias obras, como o convento de Mafra ou o aqueduto das águas livres, e investir no ensino português.

Mas apesar destas riquezas, o rei foi acusado de ter deixado definhar a indústria portuguesa da tecelagem, mesmo tendo acordos comerciais com o Reino Unido que facilitavam as trocas do vinho do Porto português por tecidos britânicos.

D. José

Apesar de não ser reconhecido como um monarca muito interventivo, remodela a administração do reino e foi responsável pela nomeação do Marquês de Pombal.

Marquês de Pombal

Um verdadeiro diplomata, Sebastião José de Carvalho e Melo foi ministro do reino de D. José. É conhecido maioritariamente pelo seu papel na reconstrução de Lisboa depois do terramoto de 1755, mas teve uma ação influente noutras áreas da governação, incentivando o desenvolvimento da indústria nacional.

Certamente que não precisava de apresentação de alguns destes nomes, mas se for o caso não hesite em fazer uma pesquisa sobre os elementos da formação do país que desconhece. Todos estes nomes estão presentes no programa curricular dos cursos de história, sejam cursos na universidade ou cursos na faculdade.

Para descobrir quais foram as pessoas mais importantes da 2ª dinastia não é necessário fazer um curso, a informação está a um click de distância.

Aulas de história e o envolvimento politico na época

Ainda que nesta dinastia se tenha assistido a um reforço do partido republicano, a escassez do ouro vindo do Brasil colocou o país numa crise económica e em anarquia social. Mesmo com os esforços de tratados de paz com Espanha e uma tentativa de manter a neutralidade em conflitos internacionais, Portugal estava numa situação de mal-estar político e diplomático.

Com o aumento do liberalismo e o reforço do partido republicano, aumentam as guerras civis, o que leva à demissão de vários ministérios representando as diversas fações monárquicas liberais e outros conflitos na administração do reino.

sala com quadros
A 4ª dinastia marcou o fim da monarquia e a apresentação da república na história do país. | Fonte: Pexels.com

Sabe quais foram os eventos que levaram à implementação da república portuguesa?

Economia e desenvolvimento durante a 4ª dinastia

O fim das riquezas do Brasil obrigou o país a apostar na implementação de estruturas industriais. Até aqui fomentava-se a criação de companhias monopolistas, protegiam-se empresários e produtos nacionais, mas o desenvolvimento industrial era desordenado e lento. Com o objetivo de fomentar o crescimento da indústria, o Marquês de Pombal aposta na implementação de companhias privilegiadas em áreas como a tecelagem, a tinturaria, o vidro ou a agricultura.

Após o seu afastamento, a política de fomento industrial e de protecionismo continua, mas com a privatização de parte da produção e o surgimento de fábricas que desenvolvem novos produtos, com é o caso da seda.

As invasões napoleónicas, a ausência da corte e a guerra civil que se seguiu, criaram uma grande instabilidade na produção industrial e a um período de profunda recessão, que levou a um grande empobrecimento da população.

Mais tarde, chega a máquina a vapor, mas a sua implementação é demorada e dispersa. A necessidade de carvão e de técnicos que entendam a mecânica das máquinas são obstáculos à sua generalização e muitas indústrias continuam a apostar nos sistemas hidráulicos e eólicos para assegurar o fornecimento de energia.

Se tomar a decisão de seguir um curso de história, considere procurar ajuda num centro de estudo ou com um professor particular, para ter apoio durante a sua formação. Na Superprof tem professores prontos a ajudar em qualquer campo à distância de um click!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.