As aulas de apoio são extremamente importantes. Se o seu filho não tem conseguido bons resultados na escola, isso não significa que não seja inteligente. Pode apenas significar que o método de ensino tradicional não está a funcionar, e podem ser necessárias explicações. Mas e se mesmo com um professor particular, o seu filho não mostrar sinais de melhoria?

Se fica nervoso só de pensar em como será este novo ano escolar. Se a criança parece cansada e desanimada, sem vontade de estudar. Se até já trocou de professor particular algumas vezes sem sucesso,  não desespere! Podemos garantir que nem tudo está perdido.

Isto porque o sucesso escolar não depende apenas da escola ou do professor particular escolhido, como pai deve ser o agente principal a encorajar e motivar o aluno para os estudos. Seguem-se algumas dicas sobre como complementar o trabalho do explicador do seu filho.

Os melhores professores de Explicações disponíveis
Isabel
4,9
4,9 (8 avaliações)
Isabel
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (17 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marta
5
5 (8 avaliações)
Marta
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Francisco
5
5 (15 avaliações)
Francisco
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Jorge
5
5 (5 avaliações)
Jorge
5€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Samuel
5
5 (17 avaliações)
Samuel
4€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (10 avaliações)
Susana
11€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (8 avaliações)
Isabel
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (17 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marta
5
5 (8 avaliações)
Marta
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Francisco
5
5 (15 avaliações)
Francisco
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Jorge
5
5 (5 avaliações)
Jorge
5€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Samuel
5
5 (17 avaliações)
Samuel
4€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (10 avaliações)
Susana
11€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Apoiar a criança dentro e fora das aulas

É muito comum pensar que educação se aprende em casa e que os assuntos escolares são responsabilidade do professor. No entanto, os pais também têm um papel muito importante na aprendizagem da criança. Eles é que são os verdadeiros responsáveis pela otimização de qualquer aula particular ou explicação. Se calhar nunca tinha pensado nisso, mas não chega pagar a um professor particular para garantir que o seu filho progride na escola.

mae e crianca a estudar no chao
Os pais têm tanta influência no ensino das crianças como os professores e explicadores particulares. | Fonte: Pexels.com

O professor particular é uma espécie de tutor, um conselheiro educacional. O papel dele é fundamental no processo de aprendizagem do seu filho. É ele que domina as matérias, conhece os conceitos, tem disponíveis exercícios didáticos e está disposto a tirar todas as dúvidas do aluno. Mas só  isso não é suficiente.

Também é preciso que esteja envolvido. A sua ajuda faz uma grande diferença na educação do seu filho, e isso inclui aquilo que ele aprende nas aulas. É tal e qual como quando cresce uma planta, não chega colocá-la na terra e esperar que floresça, também é preciso regá-la regularmente.

A aprendizagem de uma criança funciona mais ou menos da mesma forma. É preciso estimular o cérebro e dar mensagens de incentivo para que a vontade de aprender nunca acabe. Como pai, tem a obrigação de fornecer o combustível necessário para que o seu filho esteja sempre disposto a aprender durante as aulas particulares ou explicações.

Despertar e manter a motivação

Conseguir manter a criança curiosa e motivada vai depender de pequenos exercícios diários que pode, e deve, fazer com ela, como, por exemplo:

  • Estar disponível para conversas;
  • Procurar materiais divertidos relacionados a disciplina (português, matemática, inglês, etc.) que está a ser estudada;
  • Fazer perguntas para avaliar o estado da motivação;
  • Elogiar todas as conquistas. Para manter a motivação é importante celebrar todas as pequenas vitórias e um "bom trabalho" pode ter um grande efeito motivacional;
  • Acompanhar a realização de tarefas;
  • Pedir pequenos resumos ou explicações de temas que foram aprendidos anteriormente;
  • Ser paciente;
  • Saber valorizar os aspetos positivos e incentivar uma dedicação maior no que ainda precisa de ser melhorado. Não deve cair no erro de apenas criticar aquilo que não é bem feito e nunca elogiar o que foi bem aprendido. Isso causa uma grande frustração nos alunos e pode levar ao desânimo total.

Todo este trabalho motivacional fará com que a criança chegue à próxima aula com vontade de aprender. E é desta forma que consegue potencializar os resultados do trabalho do professor particular que contratou. Os alunos que entram em situação de fracasso escolar, e que não recebem qualquer tipo de incentivo em casa, tendem a ter a cada dia menos vontade de estudar, e acabem por nem sequer tentar entender a matéria, uma vez que sentem que não são inteligentes o suficiente para a aprender.

estudar em casa
É importante manter a motivação da criança fora das explicações, e essa função não cabe só aos professores particulares. | Fonte: Pexels.com

Sem o apoio dos pais, o trabalho do explicador é em vão. Há crianças que simplesmente não gostam de estudar. Se têm explicações ou aulas particulares, é porque foram obrigadas pelos pais. Mas com a presença, perseverança e paciência, isso pode ser alterado e serão capazes de atingir resultados e ter interesse na matéria. Isso levará a melhores notas e o aluno irá sentir que os esforços valem a pena e que deve continuar a estudar e aprender todos os dias.

Preparação mental e física para as explicaçoes

O aluno precisa se sentir confiante, preparado e disposto a receber o seu professor, de forma a garantir que as aulas não se tornam uma rotina aborrecida. Não interessa se é para explicações, aulas de matemática e português ou até de preparação para os testes de inglês, o estudante precisa de estar bem preparado para ter um bom aproveitamento na aula.

Por esse motivo, é importante estabelecer e seguir uma rotina, uma lista de tarefas específicas para ter a disposição correta ao chegar chegar às aulas:

  • Dormir bem: o cérebro precisa de descanso para assimilar as novas informações que são adquiridas durante as aulas. Ver televisão ou jogar videojogos até muito tarde pode prejudicar o rendimento escolar no dia seguinte;
  • Comer e beber bem: o nosso corpo precisa de estar bem alimentado e hidratado. A falta de água ou de nutrientes interfere na capacidade de concentração e pode criar fadiga e mal-estar, que são dois inimigos da aprendizagem;
  • Respirar corretamente: a falta de oxigenação torna a concentração mais difícil e, por isso, deve respirar corretamente para garantir que o ar chega a todas as células do corpo. Se necessário, pode fazer exercícios de respiração para aprender a respirar corretamente no dia a dia. Além disso, fazer alongamentos e praticar alguma atividade física também ajuda a melhorar a disposição;
  • Ter boa postura: para respirar corretamente deve ter a coluna na posição correta e os pés bem apoiados no chão. Isso também evita que, com o tempo, desenvolva dores de costas e problemas de coluna;
  • Organizar o material: antes do seu filho ir para a escola, tem que arrumar o material todo na mochila. Quando o explicador particular estiver a chegar, deve fazer o mesmo. É necessário preparar o espaço onde as aulas serão dadas e deixar tudo previamente organizado.
professora e menina em aula
A criança deve preparar-se corretamente para as explicações, sejam elas de português ou de outra disciplina. | Fonte: Pexels.com

Muitas vezes, estas questões parecem tão óbvias que acabamos por as ignorar. Mas seguir esses rituais diários vai permitir que o seu filho tenha maior capacidade de concentração e disposição para aprender.

Complementar o apoio escolar do seu filho

As aulas particulares, regra geral, duram cerca de duas horas. Durante este período, vai deixar o seu filho nas mãos do explicador. Mas deve auxiliá-lo nas questões complementares depois das explicações terminarem.

Fazer os trabalhos de casa diariamente

Se o seu filho precisa de compreender conceitos de disciplinas específicas, seja português, inglês ou matemática, peça-lhe para ler os apontamentos dessa matéria antes de ir dormir. Enquanto dormimos, o nosso cérebro continua a funcionar. Ler antes de dormir é um tipo de ginástica mental, uma forma de aprender sem ter que passar horas dedicado aos estudos. Na manhã seguinte será capaz de perceber o que ficou memorizado do que foi lido na noite anterior.

Normalmente, os alunos têm aulas particulares uma ou duas vezes por semana. Se os conteúdos não forem revistos nos restantes dias da semana, certamente que o aluno não se irá lembrar dos tópicos que forem abordados na explicação anterior. É por isso que é tão importante acompanhá-lo nos estudos e garantir que todos os exercícios são realizados.

Se o estudante estiver a fazer um curso de idiomas, por exemplo, deve garantir que exercita todas as competências: ouvir, falar, ler e escrever. Pode fazer isso com pequenos diálogos, simples e descontraídos, ou alguns ditados e exercícios. Se perceber que há alguma dificuldade em entender certos conceitos, ilustre-os com exemplos do nosso quotidiano. O professor faz isso na duração das explicações, com vários métodos de ensino, mas cabe aos pais desempenhar essa função quando ele não está presente.

duas criancas a ler
É importante fazer os trabalhos de casa e rever as matérias todos os dias, para que nenhuma parte do estudo fique esquecida. | Fonte: Pexels.com

Se o seu filho estiver a ter explicações de matemática ou de português, procure por exercícios complementares na internet, para que possa praticar os conceitos. Também encontra aulas inteiras online, que são totalmente gratuitas. Em vez de o deixar passar várias horas por dia no Facebook ou a ver vídeos no Youtube, pode aproveitar para utilizar a internet para os estudos. Nos dias de hoje, existe muito material disponível online, que permite ao seu filho potencializar a aprendizagem fora do ensino tradicional.

Utilizar materiais didáticos adaptados

Outra dica importante é usar o material adequado. Se um pintor não consegue trabalhar sem pincéis, porque é que haveria de ser diferente em relação ao estudo? Se o seu filho tem aulas particulares, deve conversar com o professor, ou até com vários professores, sobre que livros são indicados às matérias das explicações mais importantes para o estudo. E quem diz livros, diz folhas de exercícios ou outros materiais.

É necessário que saiba tudo o que deve proporcionar para as aulas. Isto também permite que o seu filho tenha acesso a materiais que lhe dão outras visões do mundo, perceber o que se passa à sua volta e desenvolver interesse por questões sociais. Este hábito estimula a aprendizagem de modo geral, mas especialmente em disciplinas como história, ciências sociais, economia, língua e cultura estrangeiras, entre outras.

Estas são apenas algumas dicas daquilo que pode fazer para que o seu filho tenha um bom desempenho escolar e tire todo o proveitos dos professores e explicadores disponíveis para dar aulas particulares.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.