O conhecimento da programação, da informática, dos sistemas, da ciência da computação, transformaram o nosso mundo e como nos relacionamos com a tecnologia no nosso dia a dia. Decidiu que quer partilhar o seu conhecimento sobre o tema através do ensino? Quer dar aulas de programação?

Numa altura em que o mercado da programação se mostra em alta, ainda mais em comparação com as outra profissões que estão a sofrer demasiadamente com a pandemia, muitos procuram por cursos que sirvam de introdução ou aulas mais acessíveis deste tema.

Outro fator importante é que poucas escolas têm a tecnologia como matéria presente nas aulas, existe um vazio entre a escola e a universidade que poderá ser compensada por aulas particulares, com professores que estão dispostos a partilhar o seu conhecimento com pessoas de diferentes backgrounds.

Mas o que é preciso para dar aulas de programação, computação, sistemas e tecnologia em Portugal? Como encontrar os alunos nas redes sociais e na net? Leia este artigo, pois vamos explorar o que é necessário para se tornar professor. A Superprof poderá lhe ajudar!

Os melhores professores de Programação disponíveis
1ª aula grátis!
Rui
4,9
4,9 (12 avaliações)
Rui
22€
/h
1ª aula grátis!
Gonçalo oliveira
5
5 (7 avaliações)
Gonçalo oliveira
10€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (21 avaliações)
João
15€
/h
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (11 avaliações)
Tomás
16€
/h
1ª aula grátis!
André
5
5 (11 avaliações)
André
25€
/h
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
8€
/h
1ª aula grátis!
Iohan
5
5 (3 avaliações)
Iohan
8€
/h
1ª aula grátis!
Rui
4,9
4,9 (12 avaliações)
Rui
22€
/h
1ª aula grátis!
Gonçalo oliveira
5
5 (7 avaliações)
Gonçalo oliveira
10€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (21 avaliações)
João
15€
/h
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (11 avaliações)
Tomás
16€
/h
1ª aula grátis!
André
5
5 (11 avaliações)
André
25€
/h
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
8€
/h
1ª aula grátis!
Iohan
5
5 (3 avaliações)
Iohan
8€
/h
1ª aula gratuita>

Procurar por alunos de programação

Como deve saber a paixão pela tecnologia e pelo talento com as ferramentas tecnológicas são descobertas ainda na infância ou na adolescência. Muitos programadores, que hoje são os desenvolvedores seniores das empresas, descobriram a aptidão para a profissão como um dom, pois numa altura em que as tecnologias ainda mostravam-se arcaicas, os miúdos que se interessavam pelo tema tinham de descobrir sozinhos os conteúdo para a aprendizagem.

Hoje o setor da tecnologia da informação é a chave para qualquer grande empresa, seja na área da tecnologia ou não. Daí a importância de se aprender a programar e a importância do explicador! Muitos adolescentes estão dispostos a aprender, porém não sabem como encontrarem um conteúdo de qualidade disponível.

É possível encontra vídeos na net sobre o assunto, tutoriais sobre as linguagens, contudo é válido dizer que para melhor absorção, o aluno deverá estar em contacto com o seu professor; alguém que tenha uma maior experiência na linguagem que o aluno procura conhecer.

Procurar por alunos
É preciso fazer publicidade para encontrar os seus alunos de programação. | Fonte: Pexels.com

Existem diversas maneiras de encontrar alunos, muitas envolvem a própria tecnologia da informação, mas também é possível utilizar-se do boca a boca e de publicidades mais antigas para encontrar os seus alunos em potencial.

  • Imprimir anúncio e distribuir na sua zona;
  • Comunicar aos seus amigos que está a procurar por alunos;
  • Enviar o seu currículo para escolas de tecnologia;
  • Gravar vídeos de tutoriais e disponibilizar na net;
  • Publicar na sua rede social que está a procura por alunos.

No nosso site um professor português poderá até mesmo dar aulas online para pessoas do Brasil que desejam receber os ensinamentos e se tornarem programadores web, afinal, o idioma que une Brasil e Portugal, serve como ponte para um grande mercado da ciência da computação.

Utilizar a tecnologia para encontrar os seus alunos para o curso de programação

Fazer publicidade e se utilizar das redes sociais para encontrar os seus estudantes são recursos importantes em qualquer matéria. Se já pensou no seu método e tem um cronograma de aulas desenvolvido, divulgue-o nas redes como Facebook e LinkedIn, através de apresentações ou vídeos no YouTube, por exemplo.

Mostre-se, pois os amigos dos seus amigos podem estar à procura do seu talento e a publicidade oral, ainda é um método eficaz de fazer o seu trabalho ser reconhecido. Os sítios online também poderão ser o seu lugar oficial para as aulas do curso. Já sabe onde poderá dar as suas aulas?

Tenho cá algumas dicas para que possa potencializar o seu anúncio nas redes sociais ou mesmo na nossa plataforma:

  • Comunique com clareza o objetivo do seu curso e dos conteúdos;
  • Saiba qual é a linguagem de desenvolvimento que vai expor: Java, Javascript, Python;
  • Tem conhecimento em www, html, php, CSS?
  • Seu curso é somente uma introdução ao tema?
  • Saiba qual é o seu nível em relação à matéria;
  • Saiba qual é a faixa etária que vai priorizar.

Nos próximos capítulos vamos expor se é necessário ser especialista em programação, ser um programador bem sucedido ou ter uma formação para dar aulas ou criar o seu próprio curso de programação.

É preciso ter uma formação para lecionar programação?

Não é obrigatório ter uma formação em desenvolvimento, saber tudo sobre todas as linguagens, ser profissional em Java, Javascript, Python ou C, para dar cursos particulares de programação, sistemas e dados. A tecnologia, os sistemas informáticos evoluem de maneira exponencial e, apesar de ter a sua importância, não é necessário ter uma formação para dar aulas ou desenvolver um curso online, principalmente quando estamos a falar de aulas para alunos iniciantes ou de um método de introdução para programar.

É claro que ter uma formação ou uma licenciatura será um diferencial na altura de encontrar os pessoas ou mesmo definir os preços das suas aulas ou dos seus cursos. Contudo, cada aluno tem um objetivo ou necessidade individual e o seu conhecimento poderá ir ao encontro desta necessidade.

Códigos, o que saber sobre programação?
Quais são os requisitos técnicos para dar aulas de programação? | Fonte: Pexels.com

Muitos profissionais dizem ser autodidatas na programação, contudo o que podemos perceber de declarações como esta é que, na verdade, muitos programadores aprenderam por métodos não tradicionais, como escolas ou universidades, e sim, com professores particulares, muitas vezes em cursos gratuitos, ou até mesmo pela internet ou livros sobre o tema.

O mais importante é a qualidade dos conteúdos disponibilizados pelo professor. Prepara o seu curso com antecedência, pois, apesar de ser possível, aprender a programar requer uma lógica de muito estudo e uma imersão guiada aos objetos de estudo.

Vamos então explorar o que conta na altura de programar os seus conteúdos. Quais são os conhecimentos introdutórios mais importantes para passar ao seu aluno. Como inserir este aluno na sua linguagem? Como introduzir o seu aluno à uma comunidade em sites e fóruns que poderão potencializar a aprendizagem?

Qual é o conhecimento técnico necessário para dar um curso de programação?

Na programação é sempre importante estar em contacto com as novas tendências da profissão, como um jogo ou uma aplicação revolucionária. As profissões que envolvem tecnologia são as mais mutáveis do mercado, se faz muito importante estar sempre a estudar, por este motivo o professor de programação deverá estar a frente e tentar antecipar as novas tendências.

Neste artigo saiba quais são os recursos essenciais para desenvolver cursos de computação.

O site Computer.org é sempre uma fonte inesgotável do que pode surgir ao se tratar das novas tecnologias. Se estiver com o inglês afiado, neste artigo, o site especializado explorou as tendências das principais linguagens do ano passado. Saiba mais neste link.

Comnhecimento para dar aulas
Saiba explicar quais são as linguagens mais importantes para programar. | Fonte: Pexels.com

Saber o básico sobre as principais linguagens é um passo importante para programar as suas aulas. Se o seu aluno no final do curso tiver, pelo menos, uma introdução das linguagens citadas abaixo, terá um leque completo para escrever scripts e criar códigos para www, html, php:

  • Java;
  • CSS;
  • JavaScript/NodeJS;
  • Python;
  • Ruby;
  • TypeScript;
  • Go.

O principais ambientes virtuais ou presenciais para o curso de programação

Para as aulas à distância de programação muitas das plataformas tradicionais serão suficientes para a imersão do seu aluno. Partilhar o seu ecrã com qualidade é um grande diferencial para as aulas e todas as principais plataformas ofertam um bom serviço, como por exemplo: Zoom, Skype, HangOuts, GoogleMeet ou Microsoft Teams.

Lembre-se: o seu computador deverá estar em ordem e a sua casa deverá ter uma boa conexão à internet. Os ambientes para as aulas presenciais deverão ter uma boa conexão à net, afinal toda a prática e conhecimento a se desenvolver está envolvido com estas conexões. Contudo, as aulas presenciais poderão ser:

  • Na casa do professor, do programador;
  • Na casa do aluno;
  • Num café;
  • Num ambiente externo com conexão à internet;
  • Numa esplanada de um bar;
  • Numa sala de trabalho da sua cidade;
  • Num bootcamp coding.

Plataformas digitais, sites gratuitos, são sistemas importantes na altura de aprender a programar e o acesso à estas ferramentas, como o Facebook, YouTube, LinkedIn e mais diversos sites, enriquece a aprendizagem.

Os bootcamps coding são eventos de imersão na programação que dão acesso à teoria e à prática. Se influencie nos bootcamps, trabalhando para dar aulas mais completas. Sabemos que alguns programadores das principais empresas do mundo formaram-se nestes eventos, que em apenas dois meses podem formar um programador full-stack, pois grandes nomes da tecnologia tem parceria com os eventos.

Lisboa é um grande hub dos bootcamps, fique atento, passe a informação ao seu aluno e tenha também, pelo menos uma vez a experiência de vivenciar um bootcamp, é uma experiência única para um programador iniciante.

Ambiente virtual
Quais são os ambientes que poderão potencializar as suas aulas de programação? | Fonte: Pexels.com

Potencialize o seu ambiente de ensino com vídeos e tutoriais disponíveis grátis na internet, principalmente em sites como YouTube, Facebook e LinkedIn; estar atento aos fóruns, tutoriais, blogs e redes sociais especializadas no tema é importante até para os que já estão a fazer alguns curso de programação.

Assim como para progredir na profissão de programador, é preciso paciência e persistência para se tornar um bom professor, ao passo que é necessário sempre evoluir conforme o ritmo da evolução tecnológica.

Transmita ao seu aluno as dificuldades de uma profissão tão volátil e que requer um estudo diário, uma conexão com a comunidade dos programadores e, claro, o amor pelos códigos e pelo estilo de vida da programação.

Conheça a nossa plataforma Superprof

Por fim, aceda ao conteúdo disponível nossa plataforma e com apenas alguns cliques entre em contacto com dezenas de alunos em Portugal, que desejam se tornar programadores e pertencentes à está área que ganha força em Portugal à cada ano que passa.

O futuro da nossa comunicação, da educação, do emprego e da desburocratização da nossa sociedade dependem dos programadores e dos professores de programação que estão sempre a estudar e que fazem a tecnologia avançar à uma velocidade impressionante.

Precisa de um professor de Programação ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 2 voto(s)
Loading...

Rodolfo

Sou um comunicador, músico e redator brasileiro que vive em Portugal. Escrevi e apresentei programas na televisão brasileira. Lançei 4 álbuns com minhas composições. Atualmente, sou Diretor de Comunicação de um pequeno clube de futebol português, redator freelancer e pai de um miúdo que não para de correr pela casa.