O mercado da programação, desenvolvimento de aplicações e softwares, tecnologia dos dados e da informação, é um dos mais aquecidos e o que menos se influenciou ou perdeu com os isolamentos e perdas económicas causadas pela pandemia.

Vivemos num tempo em que a tecnologia e os dados mudam a forma como interagimos com o mundo, como nos portamos, como consumimos ou pensamos. Parte desta evolução está ligada ao desenvolvimento de inteligência eletrónica que comanda as máquinas, os computadores e algoritmos.

Ou seja, o profissional da programação terá um futuro próspero a frente; e por este motivo, a procura por cursos e explicadores particulares vai crescer. Quer ser um destes formadores?

Os alunos aos quais partilhará o seu conhecimento, assim como você, serão os responsáveis pela evolução tecnológica na nossa comunicação e com temas que mudarão a nossa sociedade num futuro próximo como: a internet das coisas, o 5G, comunicação, os sistemas e o trabalho online; assim como, acessibilidade dos softwares, revolução financeira das criptomoedas e a revolução da saúde com a biotecnologia.

Falar sobre programação e novas tecnologias é como projetar o nosso futuro como espécie e civilização. Neste artigo vamos abordar a importância de partilhar o acesso ao conhecimento ao criar softwares e na programação. Vamos nos aventurar pelo mundo dos programadores, dos dados, dos html, www, Python, CSS, Java, Javascript...

Os melhores professores de Programação disponíveis
1ª aula grátis!
Rui
4,9
4,9 (12 avaliações)
Rui
22€
/h
1ª aula grátis!
Gonçalo oliveira
5
5 (7 avaliações)
Gonçalo oliveira
10€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (21 avaliações)
João
15€
/h
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (11 avaliações)
Tomás
16€
/h
1ª aula grátis!
André
5
5 (11 avaliações)
André
25€
/h
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
8€
/h
1ª aula grátis!
Iohan
5
5 (3 avaliações)
Iohan
8€
/h
1ª aula grátis!
Rui
4,9
4,9 (12 avaliações)
Rui
22€
/h
1ª aula grátis!
Gonçalo oliveira
5
5 (7 avaliações)
Gonçalo oliveira
10€
/h
1ª aula grátis!
João
5
5 (21 avaliações)
João
15€
/h
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (11 avaliações)
Tomás
16€
/h
1ª aula grátis!
André
5
5 (11 avaliações)
André
25€
/h
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
8€
/h
1ª aula grátis!
Iohan
5
5 (3 avaliações)
Iohan
8€
/h
1ª aula gratuita>

A história da programação

A história da programação confunde-se com a a origem arcaica dos computadores nos anos 40, a sua crescente evolução e influência nos caminhos que história do mundo tomou; e também com a chegada da internet nos anos 90 e a sua democratização.

Alguns dos principais paradigmas da programação foram criados nos anos 70, por exemplo, a linguagem C, surgiu nesta altura e até os dias de hoje influencia os programadores do mundo inteiro. Com o passar dos anos novas linguagens foram surgindo, como a Java, C++, CSS, Python, Javascript e a Perl.

História da net
A história da programação se confunde com a história da internet. | Fonte: Unsplash.com

Foi somente mais recentemente, graças ao estudo dos dados, do desenvolvimento da informação e dos sistemas, tal como o crescimento das aplicações, que houve o boom das programações e desta profissão que está imune às crises que enfrentamos.

Vamos adentrar à importância da aula de programação para o professor que partilha esta informação, para o acesso do aluno ao conteúdo, para o futuro da nossa sociedade e também, claro está, para o futuro das nossas profissões e de como lidamos com o mundo que nos rodeia.

Por que é importante ser um professor e dar um curso de programação?

Saiba que o nosso tema encontra-se presente em todos as plataformas, sites como Facebook, YouTube e LinkedIn, jogo e maquinaria da nossa casa, nosso trabalho e no nosso estilo de vida. Partilhar este conhecimento por si só já tem uma importante imensa para o contínuo evolutivo na maneira como lidamos com temas que nos serão cada vez mais importantes como: mudança climática, a saúde global, saneamento ou educação.

E mais, cada programa, site ou aplicação está escrito numa determinada linguagem tecnológica. Ser um professor ou explicador de programação, é inserir o seu aluno no mercado que mudou a economia global, com as maiores empresas que conhecemos como:

  • Apple;
  • Facebook;
  • Google;
  • Amazon;
  • Microsoft;
  • Tesla.

Li artigos sobre raras pessoas que aprenderam a programar sozinhas, porém, para aprender de facto uma matéria tão técnica é necessário ter um professor competente trabalhando, e que perceba a volatilidade e desafios desta profissão.

Como professor deverá saber e explicar ao seu aluno os desafios da carreira e algumas características que são essenciais para o sucesso nesta empreitada. Observo que a principal característica nos meus amigos programadores; e deve concordar que o estudo constante se faz necessário.

O que mais é necessário para dar curso de programação?

Muitos dizem que todos nós deveríamos ser programadores, contudo evoluir ao passo das inovações tecnológicas não é tarefa das mais fáceis. Para aqueles que, com o seu curso ou aula, tiverem sucesso, o mundo que se abre é próspero e ainda está apenas na introdução, no básico deste conteúdo.

Todos nós deveríamos saber sobre programação

Pode parecer exagerado, mas todos nós somos capazes de aprender conteúdos de programação informática. Claro que o aluno poderá procurar por cursos tradicionais ou até mesmo uma licenciatura para a melhor absorção destes conteúdos.

Contudo, o professor particular poderá fazer uma introdução aos conteúdos para o aluno, sobre os sistemas, os dados e os softwares. Saiba que ao mesmo tempo não existe idade certa para começar aprender a programar, não existe idade para ser um programador e também não existe idade certa para iniciar a sua carreira como explicador da computação. Prepare o seu curso!

Ensinar coding
Prepara o seu curso e leciona a arte dos códigos ao seu aluno. | Fonte: Unsplash.com

Conforme passa o tempo e a tecnologia da computação e da web avança, a economia vai precisar de pessoas capacitadas para o trabalho online, o teletrabalho, que desenvolva as novas tecnologias do mercado da computação e dos sistemas. Ou seja, o professor será uma chave importante para a partilha do conhecimento da profissão mais próspera, a profissão do futuro.

Já saber quais são os sítios onde poderá dar o seu curso?

O mercado de trabalho da programação e do desenvolvimento

Ao falarmos sobre o desenvolver, programar e criar softwares ou aplicações, sobre a ciência da computação, muitas pessoas já têm o conhecimento de que, apesar dos desafios presentes em qualquer profissão, o mercado de trabalho desta área, encontra-se aquecido e sofreu pouco com a crise causada pela pandemia, uma área onde o trabalho é disponível.

Porém, o professor precisa informar ao seu aluno que a competição nesta profissão cresce constantemente, e mais: como a empresa pode ser de um determinado país e o programador trabalhar do outro lado do mundo, para conseguir as melhores posições, precisará competir com programadores do mundo todo e não somente os locais. Uma lógica que pode ser um tanto cruel e demasiadamente competitiva.

Ou seja, para criar a mentalidade no seu aluno para o competitivo mercado de trabalho, o seu curso deve ser tecnicamente completo em relação aos objetos de estudo. Caso o seu aluno esteja à procura de aulas como introduções aos objetos, que o prepare para o curso numa universidade ou mesmo se quer somente adicionar um diferencial ao seu currículo, talvez não será tão necessário o conhecimento de técnicas avançadas de computação.

Saiba também quais são os recursos necessários para dar um curso de programação.

Os benefícios da programação para a carreira do professor e do aluno

Decidiu que quer partilhar o seu conhecimento e está a se perguntar quais serão os benefícios do ensino da computação, dos dados e desenvolvimento para alunos de todo o país?

Primeiramente, como a tecnologia é uma matéria extremamente volátil ou liquida, ela modifica-se constantemente e muitas vezes as aulas mais formais e académicas poderão demorar um bocado para se adaptarem às evoluções da lógica das suas linguagens.

Com isto em conta, se é um estudioso por natureza e acompanha as mudanças nesta área, já estará à frente, até mesmo de cursos mais tradicionais. Alguns benefícios são observados em outras matérias, com aulas à distância que dominaram o nosso tempo e mais:

  • Liberdade da escolha de horários;
  • Os valores deste curso poderão ser baseado no quanto ganha um programador e este valor costuma ser elevado;
  • O professor e aluno podem estar em qualquer sítio durante as aulas;
  • O material didático pode ser facilmente encontrado na internet;
  • O professor evoluirá a sua técnica durante as aulas.
Porgramar aplicações
O seu aluno poderá empreender e programar a própria aplicação. | Fonte: Unsplash.com

Numa matéria viva, as aulas são fonte de conhecimento e benefícios para alunos e professores, algumas vezes estes benefícios são gratuitos. Cada profissional tem a linguagem que sabe trabalhar melhor, ao ensinar a sua linguagem ao aluno, também estará formara uma parceria, que poderá extrapolar o ambiente das aulas e adentrar ao ambiente profissional.

O professor partilha o conhecimento ao aluno e o coloca em contacto com uma profissão com um grande número de vagas no mercado de trabalho; bons salários; oportunidade de trabalhar nas maiores empresas do mundo; grandes oportunidades de empreendimentos. Leve todos estes benefícios em conta.

E por outro lado o aluno faz com que o professor tenha que evoluir na sua capacidade técnica; encontre um parceiro para a linguagem da ciência da programação; tenha de evoluir em outras linguagens para o ensino; conheça novos talentos.

Como dar aulas ou um curso de programação em Portugal?

Para ensinar como desenvolver sites em Portugal ou noutros países, como o grande mercado do Brasil, por exemplo, o professor deverá entrar em contacto com escolas de ciência informática e desenvolvimento, se tiver um currículo robusto, com experiência profissional, licenciatura e mestrado, é possível subscrever para vagas nas universidade.

Contudo, claro está, não é obrigatório ter uma formação ou mestrado para dar ensinar um aluno a se tornar um programador, apesar da matéria ser muito técnica e complexa, quando muitos alunos procuram por aulas de introdução, com maior liberdade de horários e com uma abordagem individual para aprender

Mas como saber se pode dar aulas de programação e desenvolvimento web? Responder alguns tópicos lhe ajudarão a saber como começar o seu curso.

  • Já trabalhou em alguma grande empresa?
  • Tem aulas online no YouTube ou outro site e plataforma?
  • Tem experiência em criar sites e aplicações?
  • Conhece profundamente alguma linguagem?
  • Está sempre a aprender novas linguagem e a evoluir na ciência informática?
  • Já preparou um método para lecionar sobre a matéria?
saber sobre tecnologia
A programação e a tecnologia da informação ajuda o mundo a se conectar. | Fonte: Unsplah.com

Se a maioria das respostas do inquérito for sim. Já está pronto para o próximo passo. O acesso à plataforma Superprof, a definição o valor das suas aulas e anunciar!

A tecnologia da Superprof para as suas aulas

Nosso site está pronto para lhe ajudar a encontrar os alunos de programação em todo o país. Portugal evoluiu grandiosamente nesta área nos últimos anos, eventos globais como o Web Summit sediado em Lisboa, é uma prova disto.

Muitos até gozam com o facto da zona de Cascais ser o Vale do Silício europeu, mas as brincadeiras estão cá por um motivo real: o forte investimento neste sector; a chegada de mão de obra qualificada de outros países; a chegada de empresas de tecnologia que agora vivem cá em Portugal.

Muitos alunos estão à procura do seu conhecimento e talento. Espero que este artigo tenha lhe dado as forças para iniciar este caminho. Aceda à nossa plataforma, faça o seu anúncio e oferte uma aula grátis aos alunos. Boas aulas!

Precisa de um professor de Programação ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 2 voto(s)
Loading...

Rodolfo

Sou um comunicador, músico e redator brasileiro que vive em Portugal. Escrevi e apresentei programas na televisão brasileira. Lançei 4 álbuns com minhas composições. Atualmente, sou Diretor de Comunicação de um pequeno clube de futebol português, redator freelancer e pai de um miúdo que não para de correr pela casa.