De acordo com o filósofo gregoPlatão, "a música determina a alma ao nosso coração, dá asas aos nossos pensamentos, e alimenta a nossa imaginação. Trata-se, portanto, de um encanto para a tristeza, para a alegria, para a vida, para tudo."

Desta forma, podemos assumir que, quem tem alma de músico certamente sente isto na pele. Este grupo de pessoas inclui aquelas que tocam bateria. Podemos dizer que a venda de baterias representa um público alvo significativo do mercado da música. Aprender a tocar bateria não consiste apenas em fazer solos de 45 minutos enquanto o restante da banda toma um café, e muito menos em representar os acordes mais fortes das principais canções: o baterista tem papel importantíssimo no contexto geral do show.

Siga o ritmo de um baterista
Mesmo o melhor baterista do mundo sabe a importância que tem. | Fonte: Unsplash

Também com muitos outros instrumentos musicais, a bateria traz imensas vantagens e características únicas a quem decide aprender este instrumento.

Caso pretenda descobrir quais, basta que continue a ler este artigo. E verifique também um curso de bateria.

O impacto de um bateria acustica ou bateria virtual no desenvolvimento da criatividade

A destreza de tocar bateria significa passar por uma fase de estudo dos fundamentos básicos teóricos deste instrumento. Para quem sonha tocar desde muito jovem, pode parecer uma verdadeira perda de tempo. No entanto, trata-se de um processo necessário.

Normalmente, os artistas são criativos por natureza. E, também, os músicos têm outras características comuns. Como por exemplo:

  • Perseverança - É irrelevante quantas vezes pode fracassar pois um verdadeiro artista vai continuar a tentar de novo, e de novo;
  • Mente aberta - Para embarcar na aprendizagem de um instrumento, é preciso estar de mente e espírito aberto ao que é novo. Um artista sempre está. Não se intimida face aos primeiros acordes e, é assim, que consegue evoluir, seja qual for o instrumento ou categoria musical;
  • Capacidade de pensar diferente - Já parou para pensar em quantos artistas se sentem incompreendidos? Seja pela sociedade, seja pela família, quem é artista muitas vezes vai sentir-se como "um peixe fora de água", já que a concepção de mundo da maioria das pessoas que o rodeiam será diferente da sua. Entretanto, está aí uma das principais características do artista: este visualiza o mundo diferentemente das outras pessoas, vê algo onde todos olham e nada vêem;
  • Autoconfiança - Para ser artista, é necessário ser auto-confiante o suficiente para não se auto-censurar diante ideias consideradas diferentes, ou até mesmo inadequadas pela maioria;
  • Capacidade para sintetizar experiências - São as experiências de vida, junto aos conhecimentos técnicos de um artista que determinarão como será a sua atuação no mundo da música. É desta capacidade de síntese que surgirá o seu estilo e as suas peculiaridades.

Entretanto, antes de começar a pensar em usar a criatividade, é necessário adquirir uma bagagem de conhecimentos técnicos. Trabalhar essa parte permite criar acordes, sem correr o risco de embarcar numa improvisação em vão, sem razão e sem sentido.

Inicialmente, é aconselhado que trabalhe com exercícios básicos de independência e improvisação, o que o vai ajudar na preparação do artista em improvisar no palco, sem medos e sem pudores. E é assim, despindo a sua alma musical, que criará acordes verdadeiramente originais, capazes de tocar o coração do público.

Óbvio, que esta forma de aprendizagem do básico não é o momento mais emocionante dos estudos da bateria. Então, é o momento que entra a necessidade de manter uma motivação extra, para finalmente chegar à melhor parte: a de unir técnica e criatividade. Entretanto, há um longo caminho a ser percorrido, que exige paciência e dedicação.

Portanto, se sente que tem talento para bateria mas não sabe sequer ler uma partitura bateria pois, não se preocupe. Procure um curso de bateria (ainda que online) e comece a adquirir conhecimentos técnicos que, no futuro, vão se fundir com a sua capacidade de inovar no ramo artístico.

Pensar fora da caixa
Tocar bateria ou outro instrumento musical pode ajudar a libertar a sua criatividade. | Fonte: Unsplash

Mesmo sentindo que a sua criatividade não está tão em alta quanto deveria, pode ainda exercitá-la. Tocar bateria requer criatividade pois só o facto de tocar também ajuda a desenvolver a mesma. Existem alguns exercícios, inclusive, que pode fazer. São os seguintes:

  • Pensar como uma criança - já reparou como as crianças não colocam limites? Simplesmente vivem a plenitude das suas ideias. É claro que um adulto não pode simplesmente fazer tudo o que lhe vem à mente, mas quando o assunto é desenvolver um talento musical, não deve haver espaço para a auto-censura;
  • Procrastinar - Manter-se ocupado o tempo todo pode fazer com que não tenha tempo para exercitar o seu lado mais criativo. Isto é péssimo para um artista. Portanto, abrande um pouco: reserve um tempo para se manter conectado apenas às suas próprias ideias (ou mesmo esvaziar a mente). É assim que surgem os melhores resultados criativos;
  • Exercitar - Quando "puxa ferro" num ginásio ou academia, ou mesmo frequenta uma aula de zumba, mantém a sua mente leve. Ao mesmo tempo, o seu corpo produz adrenalina e dopamina. Assim, praticar exercícios físicos, além de ser excelente para a sua saúde, ainda ajuda a manter uma mente mais criativa;
  • Ouvir diferentes estilos musicais - A criatividade também precisa ser alimentada. Se levarmos em conta que é formada a partir de diversas informações, quando o assunto é música, quanto mais estilos ouvir, mais apto a criar novas composições se tornará. Portanto, ouça todos os ritmos e verá como a inspiração não vai faltar;
  • Estar disponível - Pode ser que a inspiração esteja escondida na sua mente em momentos impróprios. Como nunca se sabe quando vai chegar, o ideal é manter sempre por perto, meios que permitam anotar ideias que surgem do nada. Lembre-se de que podem partir com a mesma velocidade que chegam. Manter-se sempre pronto para anotá-las é uma forma de não perdê-las.

Veja como fazer aulas de bateria on line.

O som do tambor da bateria ajuda a interiorizar o ritmo e desenvolver o ouvido musical

Embora muitos pensem que o ritmo é inato, não é uma verdade absoluta. Aliás, na prática, não é bem assim que as coisas funcionam.

De facto, alguns de nós parecem ter uma capacidade inacreditável de analisar acordes e identificar ritmos. Mas, se não é o seu caso, e continua a sonhar em tocar bateria, não desespere!

Todos nós somos capazes de marcar a batida de uma música nem que seja pelo som do bombo. Prova disso é o balançar da cabeça ou das pernas quando ouvimos um determinado ritmo. Tocar bateria é simplesmente passar este impulso para o instrumento.

Para praticar tal feito, basta tentar manter a batida em compasso com as outras nuances do ritmo e em harmonia com os outros instrumentos da banda. Embora o baterista seja o artista principal, é importante lembrar que isso não significa que os outros desempenhem apenas papéis secundários.

Conseguir reconhecer notas musicais
Há quem nasça com o dom e ouvido musical outros podem aprender ou desenvolver com a prática da bateria. | Fonte: Unsplash

Se sente que ainda não tem a preparação necessária para acompanhar as batidas, sem perder o ritmo, e nem acelerar ou desacelerar demais, talvez seja melhor praticar um pouco mais as noções básicas. Mas uma coisa é facto: um dia, vai conseguir evoluir. Normalmente, nas aulas de música ou aulas bateria, os professores orientam os seus alunos a trabalhar com metrónomos, para que o ritmo não se perca.

Entretanto, manter o ritmo também depende do desenvolvimento de algumas características:

  • Experiência;
  • Concentração
  • Calma;
  • Respiração completa e ritmada.

A prender a tocar bateria traz muitas vantagens

Quando domina toda a coordenação necessária para tocar a bateria, trará certamente muitos benefícios a um artista. Ficam algumas dicas, como incentivo, da influência no seu corpo em começar a tocar:

  • Melhora a coordenação - Mão direita e mão esquerda farão movimentos diferentes, ao mesmo tempo que os pés tentam se coordenar ao acionar outras partes do instrumento. É como se precisasse "desmembrar" o seu corpo para produzir o som de maneira completa. Trata-se, portanto, de um dos melhores exercícios de coordenação que se pode praticar;
  • Ajuda a expressar emoções - Da mais suavidade à mais violenta reação, a música é capaz de libertar os seus sentimentos mais secretos através do som dos pratos bateria como por exemplo. Esta atenua a raiva e a agressividade;
  • Diminui o stress - Tocar bateria também ajuda a mente a produzir dopamina, o hormónio do prazer. Dessa forma, enquanto toca, mantém-se entretido e, no final, verá que os problemas que lhe preocupavam no início já não parecem mais tão graves;
  • Desenvolve a memória - Aprender e praticar acordes também é um ótimo exercício para a memória. Vai ver como a memória, especialmente a musical, vai se tornando mais apurada conforme os exercícios que vai realizando;
As recordações ou inquietudes
Ser baterista pode trazer inúmeros benefícios à saude da sua memória. | Fonte: Unsplash
  • Fortalece as relações interpessoais - Tocar numa banda exige uma interação com os outros integrantes, produtores e com o público. Trata-se de um belo exercício de comunicação e respeito por si mesmo e pelos outros. Aprende a colocar o seu ponto de vista, sem ofuscar os que são divergentes, além de melhorar o seu poder de argumentação;
  • Promove a superação - Para avançar na bateria, precisará superar-se a si mesmo, deixando de lado os seus medos e barreiras pessoais;
  • Melhora a qualidade do sono - Tocar também estimula a produção de endorfinas, responsáveis por auxiliar no processo do sono. O resultado são noites tranquilas e relaxantes;
  • Melhora a saúde - Assim como praticar exercícios físicos, tocar um instrumento ajuda a fortalecer o sistema imunológico ou imunitário. Além disso, controla a respiração e ganha resistência.

Ao tocar bateria, mantém corpo e mente em harmonia. Vai exercitar a inteligência e a capacidade de lidar com as mais variadas situações. Além disso, enriquece o seu vocabulário a partir do conhecimento de termos que só são utilizados neste meio.

E então? Que tal colocar em prática aquele seu antigo sonho de tocar bateria? Para começar, aceda à nossa plataforma e procure por um professor de bateria.

Precisa de um professor de Bateria ?

Gostou deste artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Ricardo

Marketeer. Professor. Country Manager. Redator. Dedicação a 200% em tudo o que me comprometo ao longo da minha vida. Adoro as diferentes personalidades existentes em ambiente profissional e social. Em constante transformação. Escrevo para partilhar o meu conhecimento e entusiasmo aos leitores que queiram ver respondidas as suas questões ou aprofundar algum tema.