Ainda que seja um tema de estudo em praticamente todos os anos do ensino escolar, a grande maioria das pessoas tem pouco conhecimento sobre os detalhes geográficos mais importantes do país.

Desde rios, a montanhas, a parques e reservas naturais e muito mais, existem dezenas de elementos da natureza portuguesa que têm uma grande importância e influência no nosso quotidiano.

Para ajudar a dar a conhecer todos estes componentes essenciais, compilamos um pequeno guia com alguma informação sobre cada um deles. Basta continuar a ler!

Os melhores professores de Geografia disponíveis
Pedro
5
5 (19 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (9 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (8 avaliações)
Rui
14€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Leandro
5
5 (28 avaliações)
Leandro
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (19 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (9 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (8 avaliações)
Rui
14€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Leandro
5
5 (28 avaliações)
Leandro
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Divisão territorial e fronteiras ensinadas pelo professor de geografia

Portugal está localizado no sudoeste da Europa, mais concretamente na zona ocidental da Península Ibérica e tem arquipélagos no oceano Atlântico Norte. O território português tem uma área total de 92 090 km², sendo delimitado por Espanha e pelo oceano Atlântico, compreendendo uma parte continental e duas regiões autónomas, os arquipélagos dos Açores e da Madeira.

Até ao século XIX, o continente de Portugal esteve dividido, quase sempre, em seis grandes divisões tradicionais. Essas divisões eram inicialmente designadas por "comarcas" e, depois, passaram a ser conhecidas por "províncias". A partir do século XVII, as correições/comarcas passaram a ser subdivisões das províncias, passando estas a ser meras divisões estatísticas e militares.

barcos no mapa
No decorrer da nossa história, também se deu um desenvolvimento nos limites do terreno português de cada região. | Fonte: Pexels.com

Só a partir de 1835 é que passaria a existir uma divisão em distritos, nas 18 unidades que conhecemos hoje em dia. Cada distrito divide-se em concelhos (onde estão as câmaras municipais) e estes ainda se subdividem em freguesias. Os municípios têm geralmente o nome da sua maior localidade, a qual costuma ser a sede dos órgãos da administração do respetivo concelho. A freguesia é a divisão administrativa mais pequena de Portugal, e é uma subdivisão dos municípios.

Clima e temperaturas médias de Portugal

Portugal é um dos países europeus mais amenos no que diz respeito às características climatéricas. Toda a região a sul exibe temperaturas elevadas no verão e invernos mais frescos, sendo que os verões são secos e os invernos mais húmidos. A norte existe um ambiente mais húmido e com uma temperatura média mais baixa, sobretudo nas zonas altas, enquanto que as zonas baixas registam valores mais altos. No litoral do norte, o clima é mediterrâneo com influência marítima e tem verões mais moderados.

O outono e o inverno são tipicamente ventosos, chuvosos e frescos, sendo mais frios nos distritos do norte e centro, nos quais existem temperaturas negativas durante os meses mais frios. Normalmente, os meses da primavera e do verão são ensolarados e as temperaturas são altas durante os meses de julho e agosto.

Ambas as ilhas têm um clima temperado marítimo, mas existem diferenças entre ambas, principalmente no que diz respeito a diferenças na temperatura e precipitação. As ilhas dos Açores não têm meses secos no verão. A Madeira apresenta um clima subtropical, uma vez que a sua vertente norte tem um clima oceânico e a vertente sul mediterrânico.

Rios principais do curso de geografia

Portugal é dos países mais pequenos da Europa, mas conta com uma grande fortuna natural. Os principais rios do país contribuem para a grande diversidade de fauna e flora existente. E esses rios são:

  • Rio Douro: o mais importante rio do norte do país, uma vez que desagua entre as cidades Vila Nova de Gaia e do Porto, reconhecida como Património da Humanidade pela UNESCO;
  • Rio Mondego: o maior rio totalmente português com nascente na Serra da Estrela e foz na Figueira da Foz. Este rio tem muitas praias fluviais, onde a canoagem e o remo tem uma grande adesão;
  • Rio Tejo: o segundo rio mais importante da Península Ibérica desagua na cidade de Oeiras, Lisboa. No porto da cidade, param centenas de paquetes de luxo por ano, sendo um dos principais destinos turísticos;
  • Rio Sado: desagua em Setúbal, onde encontramos o estuário do Sado e onde existe um estaleiro de embarcações para construção e reparação de navios.
Os melhores professores de Geografia disponíveis
Pedro
5
5 (19 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (9 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (8 avaliações)
Rui
14€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Leandro
5
5 (28 avaliações)
Leandro
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (19 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (9 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (8 avaliações)
Rui
14€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Leandro
5
5 (28 avaliações)
Leandro
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Parques naturais mencionados pelo professor geografia

Em Portugal existem variados parques, reservas naturais ou paisagens protegidas. Podem ser locais situados em áreas montanhosas, em planaltos, falésias ou até estuários, um pouco por todo o país. Cada um destes parques apresenta uma enorme variedade morfológica e riqueza natural, que lhe dão um grande potencial ambiental, paisagístico e económico que deve ser preservado e valorizado.

varios globos
Tanto nas ilhas como na área continental, existem variados parques e reservas que atraem o turismo do mundo inteiro. | Fonte: Pexels.com

Estes são alguns dos principais:

  • Parque Natural Peneda-Gerês: localizado na região do Minho, junto à fronteira com Espanha. O seu perímetro territorial abrange o terreno florestal português que se estende desde a Serra da Peneda até a Serra do Gerês;
  • Reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica: com o objetivo potenciar o turismo, a conservação da natureza e os produtos regionais certificados daí provenientes, esta região contém uma grande variedade de espécies animais e vários monumentos do tempo dos Romanos e da Idade Média;
  • Parque Natural do Alvão: conhecido principalmente pela sua queda de água emblemática, as Fisgas de Ermelo, que possuem um enorme valor patrimonial e científico, tanto pelas várias espécies presentes como pela marca de fósseis existentes ainda nas rochas;
  • Parque Natural da Serra da Estrela: com o ponto mais elevado em Portugal continental, está marcado por maciços rochosos de granito, xisto e vestígios de antigos glaciares e é o único local onde se torna possível a prática de desportos de inverno.

Montanhas mais altas de geografia curso

Portugal situa-se no sudoeste da Europa, fazendo fronteira com a Espanha e o Oceano Atlântico. No norte do país as paisagens são mais montanhosas, apresentando uma grande aptidão para a agricultura. Já no sul, o terreno é composto por planícies, não havendo grandes relevos.

O país apresenta três picos de maior altitude: a Montanha do Pico, a Serra da Estrela e o Pico Ruivo.

É nos Açores que está localizado o ponto mais alto de Portugal, a Montanha do Pico. Com 2351 m de altitude, este vulcão transformado em montanha conta com mais de 2000 metros debaixo de água. A segunda montanha mais alta de Portugal está localizada no centro. A Serra da Estrela corresponde a 1993 m de altitude e o seu cume é habitualmente denominado como Torre.

É na Ilha da Madeira, na cidade de Santana, que encontramos a terceira montanha mais alta do território nacional - Pico Ruivo com os seus 1862 m de altitude. Mas não podemos descurar a beleza das serras com relevo mais baixo. Como é o exemplo da Serra da Nossa Senhora da Boa Viagem, com apenas 261 metros.

globos fundo rosa azul
As montanhas e os pontos de baixo relevo apresentam climas particulares, por vezes diferentes das regiões onde se encontram. | Fonte: Pexels.com

Mesmo sendo pequeno, a riqueza natural de Portugal é uma grande atração para pessoas de todo o mundo, onde várias regiões são reconhecidas como “Melhor Destino” de viagem.

Professor de geografia e a densidade demográfica do país

A população portuguesa tem mais de 10 milhões de pessoas, com uma densidade populacional de 125 habitantes por km², muito maior do que o restante da península ibérica. No entanto, está muito mal distribuída pelo território português.

As principais diferenças da distribuição da população em Portugal são entre o sul e o norte e entre o interior e o litoral. O norte e o litoral têm densidades populacionais notavelmente maiores do que o resto do país. As áreas de atração do interior são os núcleos industriais e turísticos: Lisboa, Porto, Setúbal, Aveiro, Braga. Faro e Algarve, este último geralmente como destino turístico.

Nos últimos anos, registou-se um aumento da população portuguesa mas com um crescimento natural cada vez menor, o que leva a que Portugal se encontre envelhecido e não exista renovação de gerações. Por outro lado, a esperança média de vida também tem vindo a aumentar, o que tem sido muito influente para este envelhecimento populacional.

globos e livro
A população portuguesa tem diversas origens, de todos os povos que habitaram ou passaram pelo país na sua história. | Fonte: Pexels.com

O maior crescimento da população tem-se verificado nos distritos da costa, mas continua a diminuir nos distritos do interior. Os centros urbanos são os que registam maior densidade da população.

Razões para fazer um curso geografia

Sabemos que existe quem pense que agora que já se fez um mapa do mundo inteiro, não há problema de despromover a geografia a apenas uma disciplina que os estudantes aprendem na escola. Mas a verdade é que a geografia é considerada a mãe de todas as ciências. E isso acontece tanto por todas as especialidades e áreas que engloba bem como pela sua história e a sua influência ao longo do último século.

A verdade é que continuar a sua educação na área da geografia permite seguir várias carreiras profissionais diferentes. Se decidir fazer uma especialização pode seguir carreira em áreas como climatologia, meteorologia ou oceanografia.

Precisamente por este motivo, existem vários locais no país onde pode estudar esta ciência. Uma delas é com as aulas particulares da Superprof, onde tem liberdade de optar pelo local mais conveniente para as aulas, podendo até aprender a geografia de Portugal continental no conforto do sofá.

Com o apoio personalizado dos nossos professores, poderá dominar todas as partes da matéria e ter apoio em todo o processo de aprendizagem. Basta fazer uma pesquisa na nossa plataforma!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.