Uma parte importante dos estudos de geografia de qualquer país é a temperatura ambiente do mesmo. Durante a sua educação, desde o ensino primário até ao ensino secundário, os estudantes aprendem quais são os fatores que influenciam a temperatura de uma região, do ponto mais alto ao ponto mais baixo. Analisando informação de dados recolhidos ao longo de muitos anos, bem como das diferentes zonas do mapa, é-lhes explicado o porquê das diferenças entre as várias regiões.

Para ajudar com a educação dada no ensino, criamos este artigo com a informação essencial sobre o clima de Portugal, as suas características dominantes e como se insere no contexto europeu e mundial. Continue a ler para conhecer um dos elementos mais importante da geografia portuguesa e aquilo que influencia.

globo em balao
As condições climatéricas de Portugal são características de um ambiente mediterrânico e consistente com a localização que ocupa no mapa e no esquema mundial. | Fonte: Pexels.com

Sabe quais são os rios principais de Portugal?

Os melhores professores de Geografia disponíveis
Pedro
5
5 (19 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (9 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (8 avaliações)
Rui
14€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Leandro
5
5 (28 avaliações)
Leandro
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (19 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (21 avaliações)
Inês cavadas
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Orlando
5
5 (9 avaliações)
Orlando
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
4,9
4,9 (9 avaliações)
Gabriel
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Diana raquel
5
5 (7 avaliações)
Diana raquel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (8 avaliações)
Rui
14€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Leandro
5
5 (28 avaliações)
Leandro
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Clima geografia Portugal continental

Todo o território continental português apresenta um clima tipicamente mediterrânico. Aliás, Portugal é um dos países europeus mais amenos. Toda a região a sul da Serra da Estrela exibe temperaturas elevadas no verão e invernos mais frescos, sendo que os verões são secos e os invernos mais húmidos. A norte existe um ambiente mais húmido e com uma temperatura média mais baixa, sobretudo nas zonas altas, enquanto que as zonas baixas registam valores mais altos. No litoral do norte, o clima é mediterrânico com influência marítima e tem verões mais moderados.

O outono e o inverno são tipicamente ventosos, chuvosos e frescos, sendo mais frios nos distritos do norte e centro, nos quais existem temperaturas negativas durante os meses mais frios. No entanto, nos distritos mais a sul de Portugal, as temperaturas só muito ocasionalmente descem abaixo dos 0 °C, ficando-se normalmente pelos 5 °C.

Normalmente, os meses da primavera e do verão são ensolarados e as temperaturas são altas durante os meses de julho e agosto, podendo ocasionalmente passar dos 40 °C em dias extremos, principalmente no interior do Alentejo. Em algumas regiões, como nas bacias do Tejo e do Douro, a temperatura média anual pode chegar a atingir os 20 °C.

No entanto, as temperaturas médias anuais nas áreas urbanas de Portugal continental variam dos 18 °C em Faro, aos 12,5 °C em Bragança e 10 °C na Guarda, a cidade mais alta e fria do país. O local mais frio é a Serra da Estrela, que possui uma temperatura média anual de 7 °C nas partes mais elevadas e inferior a 4 °C na torre, o seu topo.

A temperatura mais extrema alguma vez registada de Portugal foi de 47,1 °C no Alentejo, em 2003, e -16 °C na Covilhã, em 1954. Também há registos oficiais de temperaturas mínimas à volta dos -20 °C na torre da Serra da Estrela.

crianca com globo
A temperatura média varia consoante a região, e pode ser mais alta ou mais baixa de acordo com a proximidade do distrito com o mar. | Fonte: Pexels.com

A neve ocorre regularmente nos distritos de Castelo Branco, da Guarda, Bragança e Vila Real, diminuindo a sua ocorrência em direção ao sul, até se tornar inexistente. As ocorrências regulares de nevões e temperaturas inferiores a -10 °C concentram-se atualmente nos locais com altitudes superiores aos 1.000 metros, como a Serra da Estrela, a Serra do Gerês e a Serra de Montesinho, algumas das quais têm parques e reservas naturais. No entanto, nos últimos anos, já caiu neve de fraca intensidade em algumas zonas de Lisboa.

A precipitação total anual média varia de pouco mais de 3000 mm nas montanhas do norte, a menos de 600 mm nas zonas do sul do Alentejo. O país tem à volta de 2500/3200 horas de sol por ano, e uma média de 4/6 horas no inverno e 10/12 horas no verão, com valores superiores no sudeste e inferiores no noroeste.

Sabe quais são as montanhas distribuídas pelo terreno português?

Ambiente nos arquipélagos

De acordo com o Instituto de Meteorologia, os arquipélagos da Madeira e dos Açores têm temperaturas médias anuais que excedem os 20 °C.

As ilhas dos Açores situam-se na dorsal meso-atlântica, enquanto que a Região Autónoma da Madeira foi formada pela atividade de um ponto quente. Ambas as ilhas têm um clima temperado marítimo, mas existem diferenças entre ambas, principalmente no que diz respeito a diferenças na temperatura e precipitação.

tres globos
Os arquipélagos têm características e condições climatéricas diferentes do restante terreno português, e mais semelhante às das ilhas tropicais. | Fonte: Pexels.com

As ilhas dos Açores não têm meses secos no verão. A Madeira apresenta um clima subtropical, uma vez que a sua vertente norte tem um clima oceânico e a vertente sul mediterrânico. As temperaturas médias à superfície do mar nestes arquipélagos variam dos 16 °C aos 18 °C no inverno, aos 23 °C ou 24 °C, no verão, atingindo ocasionalmente os 26 °C.

No arquipélago dos Açores existe um elevado índice anual de precipitações e uma pequena amplitude térmica anual, sendo a ilha do Pico o local em que se regista mais precipitação em Portugal, com valores superiores a 6.350 mm anuais. E mesmo tendo uma média anual de temperatura entre as mais elevadas do país, também neva na ilha dos Açores. No entanto, a neve está restrita à montanha do Pico durante o inverno. No arquipélago da Madeira, também pode cair neve no Pico Ruivo, no Pico das Torres e no Pico do Arieiro, mas de forma mais escassa.

Sabe qual é a densidade da população portuguesa e quais são os fatores que a afetam?

A relação do país com o mar

Portugal tem uma relação com o mar que imediatamente nos transporta para o passado. Esta reação leva a que muitos portugueses associem o mar à história e ao passado.

A verdade é que é um componente importantíssimo da história de Portugal e quando é conjugado com a geografia marítima do presente, mantém-se como um dos ativos mais significativos que Portugal possui, inclusivamente em termos da imagem que projeta para os restantes países do mundo.

globo com madeira
Os portugueses têm uma relação intima e histórica com o mar, que remonta há muitos séculos atrás, e que continua a ser essencial para o crescimento político e económico atual. | Fonte: Pexels.com

A ligação forte da história de Portugal com o mar deve-se, acima de tudo, à situação geográfica muito particular do país ou, na verdade, à situação geográfica do território em que hoje existe Portugal. Isto porque, muito antes ainda de haver Portugal, já este território ocidental da Península Ibérica se encontrava ligado ao mar.

Foi por aí que vieram os fenícios e os romanos, árabes e berberes. A cidade de Lisboa foi sempre indicada como um porto muito apreciado e, por isso, era palco de encontros entre povos e culturas.

Portanto, não é difícil identificar que a ligação particular do nosso território ao mar decorre, em primeiro lugar, da sua geografia. No caso de Portugal, em particular, foi ela que condicionou a política, a economia e a cultura e que, por isso, marcou a sua história. Aliás, atrevemo-nos a dizer que a relevância que a geografia teve no destino de Portugal é de maior peso do que em outros países da Europa.

A condição de Portugal continental como uma faixa costeira estreita no extremo ocidental de uma península vasta, também ela própria isolada da Europa pelas altas montanhas dos Pirenéus. Estes limites geográficos, de um território nos confins do mundo, marcou não apenas a sua história, mas até o destino e o carácter coletivo dos portugueses. De uma forma simplificada, durante muito tempo as opções reduziam-se entre escolher o mar ou o isolamento.

Hoje em dia, essa ligação é ainda sustentada pelas vantagens económicas que produz, uma vez que grande parte da população costeira sobrevive da pesca. A condição geográfica de Portugal é de grande importância para o desenvolvimento do sector das pescas, sendo que o peixe é um elemento primordial para alimentação. O sector das pescas, transformação e comercialização de peixe é um importante motor do desenvolvimento económico, social e cultural do país. Representa 2,5 mil milhões de euros do PIB português.

Detemos 27 portos principais e um elevado número de pequenos portos com vocação pesqueira. O sector das pescas representa apenas uma pequena parte do emprego total nos países da Europa, mas a nível regional e nacional as pescas são uma fonte de emprego importante.

Tal como acontece com todos os restantes elementos geográficos com importância, as características climatéricas também são um tema que os estudantes aprendem no curso de geografia do ensino tradicional. E podem ser causa de muita confusão e algumas dúvidas.

Ter aulas de geografia de Portugal

Se for o seu caso, temos a solução! Os professores da plataforma da Superprof estão disponíveis para ajudar com todas as temáticas da matéria das aulas, incluindo esta. Basta procurar pelo professor que tem o perfil que procura e escolher. Vai encontrar opções de todas as idades, com diferentes níveis de formação e que ensinam áreas distintas da matéria. Deve avaliar esses perfis e escolher aquele que se adeque melhor às matérias onde tem mais dúvidas e onde precisa de ajuda. E escolher é mesmo a parte mais difícil, depois disso será tudo muito fácil.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.