Como é de conhecimento geral, o Reino Unido tem, há muito tempo, um relacionamento especial com os Estados Unidos e isto talvez aconteça porque os primeiros povos a serem colonizados naquela região eram cidadãos britânicos, sabia?

Apesar da reivindicação das terras dos povos indígenas, agora governados por habitantes externos, a Revolução Americana é um dos períodos da historia mais fascinantes no que toca à política e à economia, que deu, por sua vez, origem ao poder mundial, ou seja, aquele que ainda hoje é um líder nalguns assuntos globais.

Contudo, só voltando atrás no tempo é que conseguimos descobrir as razões pelas quais aqueles povos colonizados e isolados rejeitaram o governo real e se afirmaram como cidadãos de uma nação independente, ainda a ser estabelecida.

Os melhores professores de História disponíveis
Gabriel
5
5 (11 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Camila
5
5 (7 avaliações)
Camila
4€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (16 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (3 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
5
5 (11 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Camila
5
5 (7 avaliações)
Camila
4€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (16 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (3 avaliações)
Carolina
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (8 avaliações)
Filipa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Seja historiador e saiba o que aconteceu antes da revolução

Tal como todos os acontecimentos históricos, a revolta das colónias americanas contra a Coroa não aconteceu sem motivo. Foram razões jurídicas e económicas distintas que aconteceram ao longo de 100 anos que deram origem a este marco tão importante na história do mundo.

Por outro lado, e em comparação, a Revolução Russa explodiu rapidamente, mas teve uma duração consideravelmente maior.

Embora a Lei de Navegação, redigida pelo "Parlamento manco", de Oliver Cromwell em 1651, fosse destinada a regular o comércio nas Colónias, os registos mostram que os povos colonizados não foram severamente afetados por ela.

Contudo, semeou-se lentamente o descontentamento e a indignação em relação à Coroa. E, estes sentimentos negativos foram passados ​​ao longo de muitos anos de geração em geração, e a revolução americana aconteceu quando a ideia de que a Inglaterra deveria beneficiar mais do comércio e do trabalho das colónias, ficou clara para todos os súbditos.

importancia da revolucao americana
A Revolução Americana é um dos períodos da historia mais fascinantes no que toca à política e à economia. | Fonte: Unsplash

O rei Carlos II, na década de 1680, revogou o seu foral colonial. E por isso, o rei Jaime II estabeleceu domínio sobre a Nova Inglaterra, região que ainda hoje é conhecida por essa denominação. E, esta atitude, vista aos olhos da política, significava que os colonos perderam o direito a um governo autónomo e também ficariam sujeitos às leis da Inglaterra mais uma vez, incluindo a Lei de Navegação.

Por sua vez, Jaime II abdicou do torno em 1688 e os povos colonizados celebraram a mudança de governo do seu país com uma revolta que expulsou o domínio, o que voltou a dar às colónias algum poder. Por sua vez, o governo inglês não tentou sequer impor a liderança.

A Lei do Açúcar (1733) foi particularmente importante para esta revolução acontecer porque as colónias lucraram muito com este bem de primeira necessidade. E, em vez de pagar as pesadas taxas que a lei obrigava, os colonos optavam por subornar os funcionários da alfândega britânica que trabalhavam em portos americanos para enviar os seus produtos a outras regiões do globo.

Mais tarde e já na década de 1760, estes povos colonizados estavam prontos para lutar pela sua total independência. Lembra-se de falar disto na disciplina de historia 7 ano?

Seja professor e saiba como aconteceu a independência americana

Posteriormente, algumas leis tributárias foi aprovada no parlamento inglês:

  • Em 1764, A Lei da Moeda que obrigava o uso exclusivo do papel-moeda;
  • No mesmo ano, A Lei do Açúcar que impôs direitos sobre a posse de uma série de bens, que incluíam açúcar;
  • E ainda a Lei do Selo, segundo a qual qualquer coisa que fosse feita em papel, era obrigada a ter um selo.

Os povos não favorecidos não se importaram com estes impostos mesmo que fossem tributados à revelia. Contudo e sem ninguém no Parlamento a representá-los, estes decretos eram vistos como algo unilateral e intransigente, especialmente porque as colónias não recebiam qualquer apoio da Inglaterra e, eram mesmo assim, obrigadas a travar as guerras quer estas acontecessem em solo estrangeiro ou no território onde viviam.

Veja também como pode ter aulas em Lisboa historia.

lei do açucar
A Lei do Açúcar foi uma das leis da historia que impôs direitos sobre a posse de uma série de bens, que incluíam açúcar. | Fonte: Unsplash

Porém, de todos os fatores de indignação, o que mais os magoava era o facto de nem se quer serem representados na Assembleia e talvez tenha sido isso que originou a luta pela independência e por isso um grande e sangrento conflito entre povos colonizados e colonizadores.

Foram os Filhos da Liberdade quem começou esta revindicação de direitos de uma forma bastante agressiva: incendiaram registos públicos e saquearam a casa do presidente do tribunal Thomas Hutchinson.

É importante referir que, ainda nesta época, colonos se consideravam ingleses, e por isso defendiam que deviam usufruir de todos os direitos e privilégios que lhes eram devidos pela lei inglesa. E, sabendo isto, dá para imaginar como aqueles que, sempre tiveram uma atitude tão leal, se sentiram quando o Parlamento expressou a ideia de que as colónias eram um pertence da Coroa e, portanto, estavam completamente subordinadas ao governo.

Posteriormente, e para atenuar a confusão que este facto pudesse causar, o Parlamento afirmou que os colonos estavam virtualmente representados, assim como todos os outros súbditos da Coroa. Contudo, o Ato Declaratório (1766) dissipou essa ilusão pois deixou claro que o governo estava a aplicar direitos e a fazer leis que vinculavam indiretamente os povos americanos ao reino colonizador.

Descubra aulas em Cascais historia!

Curso de historia: Como aconteceu a Revolução Americana?

Pouco depois do Ato Declaratório, o Parlamento britânico aprovou a Lei do Townshend em 1767. Esta lei obrigava a que tudo fosse tributado, até mesmo o chá.

É obvio que os americanos protestaram contra estes novos impostos porque eles eram, no fundo, a máquina que gerava as receita para a Inglaterra.

E qual a razão para tanta indignação sobre a cobrança das taxas da produção de chá?

A British East India Tea Company era a maior empresa do Império. Contudo, havia a possibilidade que esta falisse pois o chá contrabandeado da Holanda para a América era muito mais barato, e por isso gerava prejuízos.

Por consequência, e para travar este crime, os oficiais da alfândega britânica em Boston tinham como objetivo fazer com que o contrabando de chá e de outros produtos se tornasse muito mais difícil.

o parlamento britanico
Os povos colonizados não tinham qualquer tipo de voz ou opinião na Assembleia Britânica. | Fonte: Unsplash

Depois disto, ficou muito mais fácil cumprir a Lei de Indemnização, que anulou os impostos do chá e obrigou à venda do chá britânico a preço de custo, ou seja, mais barato do que o chá holandês contrabandeado. Isto foi visto pelos povos colonizados como uma atitude maldosa que obrigava a aceitar as taxas mais rígidas sobre outros bens e mais uma vez ficaram descontentes.

Agora sim a pressão estava instalada no continente americano. Assim como, séculos depois, a Europa sentiu a pressão da Alemanha de Hitler! Lembra-se de falar sobre isso nas aulas de historia 8 ano?

Posteriormente, o barco de John Hancock (um dos membros da Declaração de Independência) foi apreendido no porto de Boston sob suspeita de estar carregado com chá ilegal da Holanda e foi assim que um motim em grande escala aconteceu. Os funcionários da alfândega britânica, não conseguiram enfrentar os infratores e com medo de serem mortos, fugiram do porto. E, para restabelecer a ordem, o governo britânico enviou as suas tropas para Boston.

O acontecimento de Massachusetts a 05 de março de 1770

Um grande grupo de colonialistas organizaram-se em volta dos soldados britânicos que patrulhavam o porto e ali se deu o início de uma luta onde as armas eram bolas de neve, paus e vidros.

Depois de um soldado britânico ter sido atingido, começam a ser disparados os canhões de fogo, o que resultou na morte de cinco civis e no ferimento de outros onze.

Este evento ficou conhecido como o Massacre de Boston e posteriormente, os soldados foram julgados pelas suas ações e absolvidos num tribunal britânico.

Por consequência deste confronto, qualquer relação cordial entre Massachusetts e Londres ficou para sempre fora de questão.

Embora patriotas radicais como Samuel Adams continuassem a incentivar o ódio contra a Grã-Bretanha, foi também estabelecida a organização dos Comités de Correspondência nas 13 colónias americanas e isto mostrou-se como uma forma legítima e digna de estabelecer um governo que se afirmava contra o domínio britânico.

Isto foi visto como uma atitude completamente burocrática, se tivermos como termo de comparação as atitudes do patriota rebelde John Brown, que ateou fogo a um navio de guerra britânico.

Por sua vez, Benjamin Franklin, outro burocrático intercetou várias cartas que foram interpretadas como provas da intenção da Inglaterra aniquilar sistematicamente os direitos americanos.

A famosa questão da comercialização do chá

Os comerciantes de Boston foram destacados para vender exclusivamente o chá britânico, sendo que, posteriormente, se viram forçados a fechar as lojas sob pressão de outros vendedores de chá e do próprio governador de Massachusetts.

Além disso, o governador declarou que qualquer navio de chá britânico que chegasse, não poderiam descarregar a sua mercadoria.

Contudo, e não contente com esta situação, Sam Adams e os seus companheiros descarregaram à revelia um lote inteiro de chá no porto.

Este evento ficou conhecido como Boston Tea Party (Festa do chá de Boston) e é considerado como um dos eventos mais significativos da historia da América.

O chá era uma importante mercadoria dos povos colonizados
O chá era considerado um importante meio para a produção de riqueza do reino britânico. | Fonte: Unsplash

Conheça as aulas com uma professora de história particular.

Aulas de história: quais as consequências da Revolução Americana?

Assim e à medida que a Inglaterra perdia o controlo sob as suas colónias, outras decisões governamentais aconteciam:

  • A Lei do Governo de Massachusetts diminuiu as reuniões municipais e mudou a sua dinâmica;
  • A Lei de Administração da Justiça exigia que soldados britânicos que cometessem irregularidades fossem julgados na Grã-Bretanha.
  • O Boston Port Act fechou o porto até que a Inglaterra fosse totalmente recompensada pelas suas perdas de chá;
  • O Quartering Act de 1774 exigia que os soldados britânicos ficassem alojados nas residências de cidadãos americanos (sem terem de pagar indeminizações).

Estes constituíram nos verdadeiros fatores que deram origem à Revolução Americana pois quanto mais duras se mostraram as leis da Inglaterra, mais revoltados os americanos se tornaram, assim como os militares austríacos se tornaram antes da Segunda Guerra Mundial.

Em 1775, o ambiente tornou-se notoriamente pesado e os povos colonizados tornaram-se militares e quando os militares britânicos receberam ordens para desarmar todos os rebeldes, estes revoltaram-se e conseguiram uma vitória decisiva na Batalha de Lexington e Concord.

O primeiro tiro disparado naquela batalha, ou seja, a abertura da guerra revolucionária americana que originou uma nova nação, veio a ser conhecido como "o tiro ouvido em todo o mundo".

O mesmo aconteceu com o tiro que deu início à Primeira Guerra Mundial !

Ficou curioso para saber o que aconteceu posteriormente? Faça aulas particulares ou um curso de historia na Superprof!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.