É de conhecimento geral que a República de Weimar, ou seja, a atual Alemanha não era um país de vida fácil e pacífica onde grandes fortunas pudessem ser adquiridas e salvaguardadas.

E, após o término da Primeira Guerra Mundial, em novembro de 1918, o povo alemão uniu-se em prol de colocar fim à história da monarquia e, por consequência, em prol da implantação de uma república parlamentar.

Uma vez que esta revolta não colheu os frutos desejados, sabe-se que a vida não ficou mais fácil para os cidadãos alemães (ou de Weimar) pois a falta de trabalho, de comida e de bens, juntamente com a hiperinflação, levou a uma acentuada inquietação por parte do povo.

Para além disto, o descontentamento com os termos expostos do Tratado de Versalhes alimentou o desejo de revolta pelo regime militar em 1918 e levou a um forte sentimento de direita que constituiu no cenário perfeito para a atuação de uma entidade política fervorosa, ambiciosa e relativamente desconhecida até então: Adolf Hitler.

Com o palco montado, a Grande Depressão trouxe à tona a situação precária dos pobres, a aparente prosperidade dos estrangeiros às custas dos verdadeiros alemães e a falta de direção política e de postos de emprego por todo o país.

Apesar de ser história de outro país, é importante e faz parte do manual e das aulas de historia de Portugal para miudos.

Os melhores professores de História disponíveis
1ª aula grátis!
Gabriel
5
5 (10 avaliações)
Gabriel
12€
/h
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (7 avaliações)
Filipa
15€
/h
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (3 avaliações)
Catarina
10€
/h
1ª aula grátis!
Maria rita
5
5 (4 avaliações)
Maria rita
10€
/h
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (10 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
1ª aula grátis!
Gabriel
5
5 (10 avaliações)
Gabriel
12€
/h
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
1ª aula grátis!
Filipa
5
5 (7 avaliações)
Filipa
15€
/h
1ª aula grátis!
Catarina
5
5 (3 avaliações)
Catarina
10€
/h
1ª aula grátis!
Maria rita
5
5 (4 avaliações)
Maria rita
10€
/h
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (10 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
1ª aula gratuita>

Seja historiador e saiba tudo sobre o Terceiro Reich

Sabe-se que "Hitler percebeu que as condições eram adequadas para um golpe, mas intuiu corretamente que deveria ser feito com uma luva de veludo em vez de um martelo de ferro."

Mas, esta estratégia foi diferente da sua tentativa fracassada em 1923, que o levou à prisão.
Agora ninguém podia discordar que aquele líder autocrático que se dirigia ao povo em tons gentis, era um especialista em apaziguamento, e implementou vários programas sociais e económicos  necessários que trouxeram uma temporada de produtividade e harmonia social ao país.

Soldados alemães
Todas as pessoas do sexo masculino recebiam uma formação para mais tarde se tornarem soldados e defenderem a historia da nação. | Fonte: Unsplash

Assim, a estabilização económica alemã foi implementada em três diferentes fases:

  • Obras públicas: onde pessoas foram empregadas para trabalhar na reconstrução do país, ou seja, em hospitais, escolas e estradas;
  • O rearmamento, considerado o maior impulsionador económico da época;
  • O Serviço Nacional de Trabalho, uma formação de seis meses na ideologia de Hitler, que exigia que todos os jovens do sexo masculino participassem e fossem colocados mais tarde ao serviço militar da nação.

Com estes três programas, Hitler deu uma resposta inteligente e eficaz a todas as causas de indignação do seu povo, o que gerou obviamente o orgulho nacionalista e ainda mais inquietação em relação aos acordos feitos do Tratado de Versalhes.

O seu objetivo era fazer da Alemanha uma autarquia autónoma, ou seja, totalmente dependente dos seus próprios recursos e materiais e sem comércio com os outros países. Hitler falhou nesse objetivo mas teve sucesso em muitas outras metas.

Antes de poder propagar a sua ideologia nazi, Adolf H. tentou realizar um golpe de estado na cidade de Munique, no sul.

Isto aconteceu num evento conhecido como Beer Hall Putsch, onde cerca de 2.000 nazis enfrentaram um cordão policial ao longo da periferia e a batalha que se seguiu originou a morte de 16 nazis e o próprio Hitler ficou ferido. Hitler conseguiu fugir para o campo, mas foi preso dois dias depois e acusado de traição.

Apesar desta situação, o presidente von Hindenburg nomeou-o posteriormente como chanceler da Alemanha mas sentiu que alguém deveria vigiar Adolf Hitler para evitar outras traições.

Contudo, sabe-se que essa cautela foi em vão porque pouco tempo depois, foi estabelecida a Lei de Habilitação, dando a Hitler o poder de promulgar leis sem a aprovação do Reichstag, ou seja, do corpo governante.

Alamanha Nazi
A Segunda Guerra Mundial foi um dos eventos da historia mais marcantes para a humanidade. | Fonte: Unsplash

Assim, a combinação da emenda à constituição de Weimar com o Decreto do Incêndio do Reichstag, que transferiu poderes do Estado para o governo do Reich, ou seja, para Hitler, fez com que o mesmo ganhasse um controlo total e autónomo do país.

Em 1933, a Alemanha declarou-se como um país governado pela ditadura.

Sabia que a Revolução Russa colocou a União Soviética nas mãos de outro líder autocrático?

História online sobre a Alemanha Nazi

Apesar de uma certa inquietação, considera-se que as pessoas viveram o início deste período da historia relativamente satisfeitas pois depois de anos de incertezas, adversidades e conflitos, finalmente foi decretada uma medida que visava a melhoria das condições de vida diárias, ou seja, quase toda a gente tinha um emprego e havia comida suficiente, para todos.

Os agricultores beneficiaram de forma especial com as políticas nazi pois eram um grupo fervoroso no apoio à ideologia nazi e a sua lealdade foi recompensada com um aumento substancial de vantagens e privilégios.

Para além disto, aqueles que contribuíram para o esforço do rearmamento por meio de qualquer um dos três programas para trabalhadores poderiam ser recompensados ​​com privilégios especiais, como bilhetes para espetáculos, ir de férias a baixo custo ou obter ainda uma educação especial.

No entanto, os trabalhadores industriais não armamentistas não foram muito beneficiados pois os seus rendimentos diminuíram e a carga horária aumentou.

Como se não fosse suficiente, os acidentes industriais neste setor aumentaram e, se alguém reclamasse das condições de trabalho, poderia ser demitido e colocado na lista negra, ou seja, eliminado dos registos de elegibilidade para obter emprego.

Não obstante, a contratação de mulheres passou a ter uma importância especial na campanha política nazi, não por causa de seu admirável desempenho na linha de produção, mas pelo que os líderes nazis pensavam sobre os seus contributos para apoiar o Reich.

Judeu na Alemanha
Qualquer historiador sabe que Hitler executou quem não concordasse com os ideais nazis e neste grupo, estavam incluídos os judeus. | Fonte: Pixabay

Historia das mulheres na Alemanha de Hitler

A vida das mulheres na Alemanha desta época tinha a obrigação de girar em torno da educação dos filhos, da cozinha e da igreja.

Desde o início do regime, as mulheres que trabalhavam foram persuadidas a desistir dos seus empregos para ficarem em casa e ter o maior número de filhos possível.

Estas mulheres não tinham vaidade, opção de escolha, nem podiam sequer pensar em luxúria, e muito menos em emagrecer! Pensava-se que mulheres magras tinham mais dificuldades durante o parto e esse tipo de complicações era obviamente algo a ser evitado.

Por consequência, não era esperado qualquer desenvolvimento intelectual por parte das mulheres, a não ser apenas e só na contribuição da educação dos seus filhos e assim a sua educação social, era feita à luz dos moldes partidários.

Porém, dada a necessidade de mão de obra, foram posteriormente requisitadas para certas funções em fábricas e enfermarias.

Não obstante, esperava-se que todas as crianças frequentassem a escola assim que tivessem idade para isso pois, para além da formação académica, os princípios ideológicos da nação também tinham de ser ensinados.

E então, consegue comparar a vida na Alemanha nazi à luta dos colonos americanos pela sua independência?

Períodos da história: como era crescer na Alemanha fascista?

As crianças que eram descendentes de pais alemães eram considerados tesouros nacionais e geralmente bem muito tratados uma vez que, tinham acesso a muita comida nutritiva, a atividades organizadas e a formação sobre os ideiais fascistas começava desde cedo.

Por outro lado, crianças provenientes de outras etnias tinham condições de vida precárias e a quantidade de comida era escassa.

As crianças com alguma deficiência, fossem elas arianas ou de outra etnia, foram os primeiros alvos do programa de eugenia de Hitler, que pretendia ser o governador de uma sociedade aparentemente perfeita. Assim, Adolf H. ordenou a sua execução.

Por outro lado, os adolescentes eram obrigados a inscrever-se em grupos da Juventude Hitlerista uma vez que as suas famílias se encontravam ameaçadas.

Em 1936, a adesão passou a ser obrigatória e, três anos depois, praticamente todas as crianças com 10 anos ou mais usavam uniforme.

As tarefas e atividades eram diferentes entre as crianças do sexo masculino e feminino: os meninos eram treinados para se tornarem soldados, e meninas, eram ensinados apenas a ser donas de casa, esposas e futuras mães.

Campos de Concentração
Os campos de concentração foram espaços muito importantes na historia para a concretização da ideologia de Hitler. | Fonte: Unsplash

Até mesmo o currículo escolar deveria ser alterado de forma a refletir as prioridades do Reich:

  • Os cursos de biologia declaravam a inferioridade de outras raças no apoio à eugenia;
  • As atividades da história debruçavam-se sobre um estudo aprofundado da ascensão do Führer ao poder;
  • Matemática e química perderam importância;
  • As aulas de educação física tornaram-se diárias;
  • E todos os professores tinham que pertencer ao partido nazi.

Depois de toda a população alemã estar assustada com o regime autoritário, Hitler decidiu acabar com a diversidade racial e religiosa que não simpatizasse com as ideologias nazis.

Para além disto, Hitler pretendia banir o Antigo Testamento por causa de suas raízes judaicas e para isso enviou mais de 800 pastores de igrejas para os campos de concentração.

A Noite dos Cristais e os campos de concentração são os símbolos mais reconhecidos da Segunda Guerra Mundial. Lembra-se de falar disto nas suas aulas de história 7 ano?

Este, é um dos periodos da historia que nunca devemos esquecer devido às crueldades exercidas a mando de uma só identidade: a tentativa de genocídio de um povo, a tentativa da destruição de raças, das ideais progressistas, do pensamento livre e da liberdade civil.

Gostou deste artigo? Se quiser estudar mais aprofundadamente sobre este e outros conflitos mundiais, inscreva-se na Superprof e contacte um professor de história!

 

 

 

 

 

Precisa de um professor de História ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.