Será escusado dizer que o desenvolvimento da tecnologia e das inovações é parte integrante do nosso dia-a-dia. Por isso, é cada vez mais comum e necessário saber programar para conseguir criar soluções novas.

Isto porque a programação é capaz de otimizar vários processos, valorizar o trabalho físico e virtual e diminuir quantidade de tarefas necessárias. O objetivo da linguagem de computação é programar todos os procedimentos essenciais para que estes sejam realizados pelo software.

Portanto, a programação tem uma grande utilidade nas tarefas do nosso quotidiano ou até mesmo no ambiente de trabalho. Não é de espantar que nos últimos tempos se veja um aumento da procura de programadores no mercado de trabalho, que sejam capazes de criar conteúdos web e trabalhar no desenvolvimento da linguagem digital. É notório que a sociedade já se apercebeu das mais valias de aprender a programar.

É também por esse motivo que continua a aumentar o número de cursos de programação e computação no país. Sejam eles cursos superiores numa universidade ou cursos profissionais num centro de formação, são vários os alunos que optam por continuar os seus estudos e seguir carreira profissional na área da tecnologia. Até mesmo aqueles alunos que não querem fazer um curso, optam por contratar um professor e aprender desenvolvimento de conteúdos web em aulas particulares ou estudar programação de forma autodidata.

trabalhar com varios computadores
Um curso desta área não é o mais fácil, é verdade, mas certamente que vai conseguir praticar a introdução de dados sem problema, desde que se dedique à aprendizagem e ao estudo. | Fonte: Pexels.com

Mas para aqueles alunos que ainda estão a começar a aprendizagem, pode parecer muito complicado saber o que fazer e em que conteúdos se focar. Por esse motivo, deixamos abaixo uma série de dicas para se organizar durante o curso de programação e garantir que tem sucesso no mercado de trabalho.

Os melhores professores de Programação disponíveis
Rui
4,9
4,9 (16 avaliações)
Rui
22€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (27 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (15 avaliações)
Tomás
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
5
5 (8 avaliações)
Alexandre
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
André
5
5 (12 avaliações)
André
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (8 avaliações)
João
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
4,9
4,9 (16 avaliações)
Rui
22€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (27 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (15 avaliações)
Tomás
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
5
5 (8 avaliações)
Alexandre
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
André
5
5 (12 avaliações)
André
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (8 avaliações)
João
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Defina os objetivos das aulas de programação

A melhor forma de garantir que tem sucesso nas aulas de programação e que consegue aprender os conteúdos e a linguagem que deseja, é definir quais são os seus objetivos de aprendizagem antes de começar o curso.

Quer seguir carreira profissional como programador e ser versado em qualquer linguagem de programação que esteja disponível? Quer utilizar o curso para aprofundar o conhecimento de uma linguagem específica em que não compreende os sistemas? Quer apenas de aulas de introdução à programação, para "ficar com umas luzes" sobre esta área da tecnologia?

Saber a resposta a estas questões permite estipular qual é o tipo de curso que deve fazer, se deve investir num curso superior ou profissional na área, se ter um conjunto de aulas ou fazer investigação online é o suficiente e também perceber qual é o investimento total (de tempo e dinheiro) que terá que fazer na aprendizagem da programação.

Aproveite também para analisar cuidadosamente o mercado de trabalho. Quanto mais informações sobre o mercado de trabalho da programação tiver, mais fácil será ter a certeza de qual é a área da tecnologia em que quer trabalhar e menores serão as hipóteses de definir objetivos de que se vai arrepender.

lateral de um computador
Como aluno, deve estabelecer os seus objetivos de aprendizagem mesmo antes de iniciar o curso, para não desperdiçar o seu tempo com matérias e conteúdos desnecessários. | Fonte: Pexels.com

Saiba todas as informações necessárias para começar a estudar programação.

Escolha as linguagens de programação que quer aprender

Ter um objetivo para o curso de programação ajuda a escolher as linguagens que quer aprender. Com tantas opções, entre Java, Python, C ou JavaScript, escolher a linguagem ou linguagens a que se quer dedicar durante as aulas, permite definir os conteúdos principais que terá que estudar e evitar perder tempo com conceitos e conteúdos desnecessários. Já terá que investir bastante tempo na aprendizagem das linguagens que escolher, não há necessidade de desperdiçar mais algum.

Se quiser aprender a trabalhar com a web, e ir além de uma introdução básica, deve conhecer HTML e JavaScript. Se quer enveredar pelo mercado dos vídeo jogos, C++, C e Java são as linguagens mais utilizadas. A Python é uma linguagem que permite desenvolver sistemas em diferentes áreas, como na web, ciência de dados e muitos mais.

Se tiver isto definido antes de iniciar o curso, será muito mais fácil organizar o seu estudo e garantir que assimila os conteúdos principais das linguagens que escolheu.

Os melhores professores de Programação disponíveis
Rui
4,9
4,9 (16 avaliações)
Rui
22€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (27 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (15 avaliações)
Tomás
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
5
5 (8 avaliações)
Alexandre
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
André
5
5 (12 avaliações)
André
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (8 avaliações)
João
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
4,9
4,9 (16 avaliações)
Rui
22€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
5
5 (27 avaliações)
João
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (15 avaliações)
Tomás
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Alexandre
5
5 (8 avaliações)
Alexandre
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
André
5
5 (12 avaliações)
André
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Bianca
4,9
4,9 (7 avaliações)
Bianca
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tiago
5
5 (8 avaliações)
Tiago
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (8 avaliações)
João
12€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Dedique-se ao estudo

Não há nada que se aprenda sem estudar, e numa área como a da programação, repleta de conteúdos imprescindíveis, isso não podia ser diferente. A primeira coisa que se deve assegurar que assimila para poder aprender a programar é a lógica de programação. Nos novos alunos, a vontade de começar a trabalhar com linhas de código e experimentar a linguagem é muito forte, mas sem o conhecimento da estrutura lógica dos sistemas, não vai conseguir programar.

Um programador que saiba lógica de programação tem um conhecimento acima da média e é muito mais do que alguém que escreve código. Se souber lógica de programação é capaz de criar sistemas diferenciados e corrigir bugs em programas e softwares.

Mas para isso tem que estar muito concentrado durante as aulas e estudar muito fora delas. Pode ler livros de programação, ver vídeos sobre as linguagens e como escrever código. O estudo da programação tem que ter um espaço designado na sua agenda e passar a fazer parte da sua rotina.

estudar no computador
Se quer ter sucesso no curso, tem que ter em conta o tempo que vai designar para o estudo da matéria e, depois de o alocar, garantir que o cumpre sempre com rigor. | Fonte: Pexels.com

Essa rotina consiste em criar um plano de estudos e executá-lo à risca. Deve cumprir os tempos que designa para o estudo, de forma a garantir que todo o conteúdo está a ser bem assimilado e não persistem quaisquer dúvidas. Numa área da tecnologia como a programação é importante que não deixe acumular as dificuldades, porque se não entender parte dos conteúdos não será capaz de realizar a programação dos sistemas.

Se ainda estiver a iniciar a aprendizagem, aproveita para considerar os cursos que pode fazer, avaliar o seu programa de ensino e perceber quais são os conteúdos que são lecionados. Assim consegue perceber que conceitos vai aprender como aluno e que matérias terá que estudar com antecedência.

Pratique fora do curso programação

Uma das principais diferenças dos programadores que se destacam no mercado de trabalho e são mais valorizados pelas empresas, é a sua dedicação e investimento em aprender a programar e conhecer completamente uma linguagem de programação.

Não interessa se escolheu estudar Java, C, Javascript, Phyton, C++, ou outra linguagem de programação. Se for versado em qualquer uma delas, o mercado de trabalho estará de braços abertos à sua espera. Mas para que isso possa acontecer tem que praticar a escrita de códigos de forma regular. Deve ter uma rotina de prática diária, para a resolução de problemas, desenvolvimento de conteúdo e sistemas ou trabalho com variáveis diferentes, em que possa praticar bastante todos os elementos.

Se quiser tornar a aprendizagem e a prática mais interessante, proponha a si próprio resolver uma série de desafios, para testar o seu conhecimento dos dados da tecnologia e a sua capacidade de resolução de problemas. Outra ótima forma de praticar é criar pequenos projetos autónomos. Sabendo quais são possibilidades que existem na linguagem que decidiu aprender, pense num projeto pequeno que podia criar. Isso ajuda a focar em objetivos concretos, num produto final e coloca diversos desafios reais.

dois homens a programar
Se quer ser programador não tenha vergonha de pedir ajuda a quem tiver disponível quando sentir que tem dúvidas ou dificuldades, de forma a garantir que as consegue ultrapassar e esquecer. | Fonte: Pexels.com

Sabe que tipos de cursos de computação existem?

Tenha paciência e não desista

É verdade que existem alguns cursos intensivas que ensinam capacidades aos alunos em tempo recorde, mas aprender a programar não é um deles. Aliás, nesta área da tecnologia a aprendizagem é algo constante e vai continuar a aprender mesmo muito depois de ter terminado o curso.

Aprender a programar exige muito empenho e dedicação e podemos garantir que vai encontrar problemas e obstáculos pelo caminho, por muito que se esforce em contrário. É simplesmente impossível correr tudo de forma perfeita, sem qualquer dificuldade ou dúvida que persista e deve sempre ter isso em conta.

Por isso, procure ter paciência para entender tudo que está a aprender e, principalmente, quando algo no código estiver errado. Não vai fazer duas aulas e ficar a saber como escrever as linhas de código, introduzir dados nos sistemas ou começar a desenvolver conteúdo para a web. Tudo isso demora tempo e só o conseguirá fazer numa fase futura da sua educação.

Mas vai progredir e notar diferenças nas suas capacidades de computação. O segredo é não desanimar e aprender um bocadinho mais todos os dias, de forma construtiva e contínua. Não desista de seu sonho de ser programador porque todo o esforço que fizer e tempo que investir vai vale a pena no final.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.