Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Partilhar

Guia para sua primeira experiência com guitarra

De Yann, publicado dia 26/03/2019 Blog > Música > Violão > Como aprender a tocar violão?

Você sempre quis tocar violão ou guitarra, mas sempre lhe faltou tempo, disposição e entusiasmo? Se você ainda se vê pensando nisso, então, você está sentindo que este é o momento certo para aprender a tocar um dos instrumentos. Ou, quem sabe, até os dois!

Aqui vamos colocar algumas das dicas mais importantes para você que é músico de primeira viagem e que está ainda procurando por uma  aula de violão para iniciantes.

Serão informações valiosas para que você aproveite ao máximo seu tempo e aprendizado na hora de tocar.

Como aprender a tocar violão?

Querer aprender a tocar violão já é um grande passo, mas como fazer isso? Como começar a tocar violão?

Apesar da dificuldade inicial, já que você ainda não conhece muito bem as técnicas necessárias, sendo um músico amador ou profissional, você terá uma única coisa com a qual se preocupar: as bases para aprender a tocar serão sempre as mesmas para qualquer pessoa.

Iniciando o aprendizado de violão. Os primeiros passos, as bases, para aprender a tocar violão são sempre os mesmos para qualquer pessoa!

O que você deve fazer primeiro:

Defina seu estilo

Existem diversos tipos de violão e de guitarra que contemplam os mais variados usos e finalidades. Por exemplo, modelos de violões com a caixa acústica maior, conhecidos como jumbo, possuem um volume mais alto, timbre mais grave e oferecem a famosa “encorpada” ao som. No entanto, são menos confortáveis para se tocar e para o transporte, devido ao seu tamanho.

Existem ainda o violão clássico, o folk, o flat, e o thin, dentre outros. Cada um desses modelos interfere diretamente no som que o instrumento transmitirá no momento em que é tocado.

É importante, portanto, definir qual é seu estilo, ou por quais estilos você pretende navegar: MPB, Rock, Jazz, Soul, Blues, Sertanejo, Folk, etc. E, a partir disso, escolher a melhor opção de modelo de violão. Consultar um professor experiente é sempre uma boa pedida!

Escolha o violão correto para sua altura

Quanto mais fino o violão, mais próximo ao corpo ele permanece e, dessa forma, mais conforto ao músico ele propicia. Esse conforto de uso faz diferença, chegando até a valorizar o som de uma forma a mais.

A altura do aluno influencia diretamente o modelo de violão ou guitarra a ser escolhido. Em crianças de 5 a 8 anos, entre 1,15 m e 1,35 m, a melhor escolha são os violões 1/2 em relação ao padrão. Para os alunos de 8 a 11 anos, entre 1,35 m e 1,5 m, é necessário que o violão seja 3/4 do tamanho do violão padrão. Já para os alunos acima de 1,5 m, os mesmos podem utilizar o tamanho padrão do instrumento.

Além disso, a escolha do material da corda é também importante. Basicamente, existem dois tipos de violão: de nylon e de aço.

É recomedado que o iniciante aprenda a tocar com violão de nylon, pois este material é mais macio, machuca menos os dedos e facilita a execução, tornando o aprendizado mais produtivo.

Conheça as partes do seu instrumento

Não se preocupe: você não precisa decorar o nome de todas as partes que formam seu instrumento. Contudo, aprender o nome das principais, sua localização e função já ajuda bastante no prosseguimento das aulas de violão: mão, tarrachas, pestana, braço, casas, trastes, corpo, boca e cavalete.

É importante você conhecer as partes básicas do violão.

Antes de tocar, aprenda a segurar o violão de forma correta

É possível apoiar o violão tanto na perna direita quanto na esquerda. Posicioná-lo na perna esquerda é mais indicado para quem deseja tocar música clássica. No entanto, a maioria dos violonistas, inclusive os que tocam música popular, apoiam o violão na perna direita, inclinando-o levemente para permitir uma boa postura das duas mãos.

Diante disso, indicamos que você comece apoiando seu violão na perna direita. Tente manter o peito reto, permitindo, assim, uma boa respiração e livre movimentação de ambos os braços.

Aprenda a tocar com a mão direita

Enquanto a mão esquerda executa os acordes da música, a mão direita é a responsável por criar o ritmo (as batidas), formando a harmonia.

Dessa forma, a mão direita faz movimentos para cima e para baixo. Esses movimentos são representados, comumente, por flechas. Ao ver as flechas e conhecendo a música, você é capaz de acompanhar o ritmo e prosseguir conforme o que é indicado.

Escolha entre tocar com ou sem palheta

Ao tocar violão, você pode optar por usar uma palheta ou não. A palheta é indicada para ritmos mais agitados e também no uso dos violões de aço. Quando a dispensamos, é possível aliarmos outras técnicas, como tocar batidas de sobe e desce tão bem como dedilhados, o que é bem interessante.

A forma correta de se segurar uma palheta é colocá-la de forma paralela ao dedo indicador da mão direita, pressionando com o dedão como se segurasse uma pinça. Confira a imagem abaixo para facilitar a visualização:

Como segurar uma palheta.

Organize seu estudo para que você evolua

Existem diversas possibilidades para aprender as primeiras lições com seu novo instrumento: você pode ter aula de violão com um professor particular, se juntar a uma turma em uma escola de música, vídeos no YouTube, tutoriais na Internet, etc.

E lembre-se, aprender a tocar violão ou guitarra é uma prática que exige dedicação. Na realidade, não é diferente de qualquer outro instrumento musical nesse aspecto. É preciso dedicar um tempo para a prática.

Mas não se preocupe, é um erro pensar que você precisará de horas de estudo diário para evoluir. Aqui a frequência e o comprometimento falam mais alto. Com apenas 15 ou 20 minutos por dia já é possível ver um progresso significativo e, em poucas semanas, você já se sentirá um músico.

Ao estabelecer uma agenda de estudo, primeiro entenda que a frequência é mais importante do que a intensidade. Ou seja, é melhor praticar 20 minutos por dia durante 7 dias do que tocar violão 6 horas em um único dia da semana.

Separe um horário fixo por dia para a prática e já saiba de antemão o que treinar antes de pegar o violão, evitando, assim, perda de tempo. O ideal é elaborar um cronograma de estudos e isso pode ser feito com a ajuda de um professor particular.

Quando você conta com um estudo passo a passo a ser seguido, com metas definidas, e que avalie seu desempenho e progresso, a evolução de sua prática caminha de forma mais leve e objetiva. Isso impede que você desanime ou se sinta meio perdido.

Elabore um aprendizado estruturado

Para começar a tocar guitarra ou violão, você deve, em primeiro lugar, aprender as bases e as principais técnicas de seu instrumento. Você pode passar pelos acordes maiores, os menores, e assim por diante.

Você deve ter também uma noção sobre a relação do tempo na música e saber ler partituras e tablaturas. Não é necessário dominar tudo, mas ter uma boa noção de como utilizar estas técnicas em seu favor na hora de tocar seu instrumento.

Um professor pode ser muito útil neste momento inicial, pois ele pode lhe ajudar, lhe aconselhar quanto ao seu desempenho, se está você tocando de maneira correta ou não e também lhe oferecer muitos conselhos e técnicas para melhorar a sua prática.

Violão ou guitarra?

Escolha a aprender a tocar violão X guitarra

Muitos consideram que para quem está se iniciando no mundo da música e ainda não sabe fazer nem um acorde, o indicado é começar pelo violão, pois o aprendizado deste é considerado mais fácil do que o da guitarra. Além disso, os custos de investimento também são menores do que o da guitarra, instrumento mais versátil e que depende de mais acessórios, como um amplificador, por exemplo.

Mas nada impede um iniciante totalmente leigo de começar direto na guitarra, desde que o mesmo esteja bem decidido quanto à sua escolha – caso ele já tenha planos futuros de tocar na banda com os amigos, no barzinho da esquina, para conhecidos, etc.

O aprendizado na guitarra é mais árduo do que o do violão, mas se o iniciante já tem definido para si que quer se tornar um guitarrista, e iniciar direto na guitarra, isso é excelente, pois evita a readaptação de braço e a de cordas e o iniciante não sofre com a diferença de tocabilidade entre os instrumentos.

Saiba como se equipar

Para tocar violão ou guitarra, você precisará do instrumento em primeiro lugar. Sendo assim, você precisa estar atento para escolhê-lo adequadamente: é importante determinar qual o estilo musical que você pretende seguir.

Você escolheu blues, rock, jazz, clássico, MPB?

Para cada estilo existe um instrumento muito preciso. Se você pretende adotar um estilo musical mais rock’n’roll, com sons mais elétricos, a guitarra seria a escolha perfeita, ao invés de um violão acústico, que seria perfeito para um músico de blues, pop, ou mesmo jazz.

Para aqueles que estão começando com a música flamenca, o violão clássico é o modelo que melhor combina com este estilo.

Lembre-se também, como já comentamos, que existem tamanhos variados de guitarra e de violão. Para escolher o tamanho adequado, deve-se levar em conta a altura do iniciante.

Em seguida, você deverá se equipar com alguns acessórios indispensáveis:

  • Um afinador elétrico ou eletrônico para afinar mais facilmente as cordas de seu violão ou guitarra,
  • Um jogo de palhetas para tocar as cordas,
  • Um capodastro (ou braçadeira) para lhe ajudar a modificar o tom,
  •  Um jogo de cordas para substituição, caso seja necessário, e para manter a qualidade do som.

O importante não é tanto a finalidade de seu aprendizado, mas o percurso do mesmo, o prazer com o qual você irá aprender a tocar seu instrumento musical.

Como afinar seu violão?

Para tocar seu violão ou guitarra de forma adequada, é necessário que eles estejam perfeitamente regulados, começando pela regulagem de suas cordas: o afinamento.

Afinar seu instrumento de cordas é extremamente necessário para que você tenha um bom resultado em sua prática e ao se apresentar. Manter uma boa regularem das cordas permite que você ouça os sons e os reconheça de forma muito mais nítida, além de prevenir possíveis danos ao braço de seu violão ou sua guitarra.

Como regular sua guitarra. Afine seu instrumento!

Existem diferentes formas de se afinar sua guitarra ou seu violão, desde o meio mais tradicional até o mais sofisticado:

  • O diapasão,
  • O som de seu telefone fixo (com o som da nota LA),
  • A técnica das cordas adjacentes,
  • O afinador elétrico ou eletrônico,
  • Afinador online,
  • Seu smartphone através de um aplicativo com a função de afinador.

Como tocar guitarra?

Aprender a tocar guitarra não é uma tarefa mais difícil do que aprender a tocar violão e suas variações.

Em comparação com o violão, a guitarra é um instrumento muito mais versátil do que outros tipos de violão (acústico, elétrico ou clássico), você pode conectar uma nota a outra de forma mais rápida, pois o seu braço é mais estreito e longo, facilitando assim o posicionamento de seus dedos ao longo do mesmo. Além disso, se torna muito mais fácil “passear” pelas casas e construir melodias mais velozes.

Aprender a tocar guitarra elétrica. A musa do rock: a guitarra!

Para tocar guitarra, procure por um curso junto a um professor que utilize este tipo de instrumento para tocar blues, rock, funk, jazz, etc.

Neste caso, a aula particular de violão ou de guitarra é uma excelente alternativa aos cursos em escolas de música, ou em associações, pois pode ter seu programa personalizado e direcionado exatamente às suas necessidades de aprendizado.

Como tocar violão e cantar ao mesmo tempo?

Aprender a tocar um instrumento e estar mais próximo da música nos traz grandes questionamentos quanto à nossa prática. Assim, ao aprender a tocar violão podemos evoluir nossa técnica e alcançar outras vertentes que antes não estavam dentro de nossos planos.

Seria, portanto, conseguir cantar suas músicas preferidas ao mesmo tempo em que consegue tocá-las em seu violão (ou em sua guitarra) o máximo da prática de um instrumento? Dominar solos, fazer riffs, cantar sem desafinar ou perder o ritmo?

É possível cantar e tocar violão ao mesmo tempo, mas isto requer muita prática e tempo dedicado aos estudos de canto e violão.

Cante e toque violão ao mesmo tempo. Tocar e cantar ao mesmo tempo não é um sonho distante!

Para avançar neste objetivo, temos duas dicas cruciais. Primeiramente, tente dominar uma das duas técnicas necessárias para que você tenha maior estrutura para trabalhar a música.

Em segundo lugar, treine e trabalhe as duas técnicas (canto e instrumento) de formas separadas.  Desta forma, você se organizará da melhor maneira e poderá dedicar um tempo mais concentrado em juntar estes dois elementos.

Como tocar guitarra mais rápido?

Tocar guitarra não se resume a fazer alguns solos de tempos em tempos ou a tocar as cordas em um mesmo ritmo durante 3 minutos e 30 segundos sem parar.

Para tocar guitarra mais rápido, você deve decompor os exercícios, os arpejos e suas músicas para compreender as combinações musicais e interpretar as tablaturas e partituras.

Como tocar guitarra mais rápido. Acelere a forma como você toca!

Em seguida, você deve começar a fazer os exercícios sempre de forma progressiva. Inicie de forma lenta e vá aumentando progressivamente a dificuldade e complexidade dos exercícios, assim como a velocidade do seu toque e das músicas escolhidas.

Para que você possa executar seus exercícios cada vez melhor, procure utilizar um metrônomo para auxiliá-lo com a contagem do tempo e em treinos de velocidade. Assim, você terá maior dimensão de seu progresso.

Além disso, não se esqueça de treinar os músculos de seus dedos e fazer exercícios que contribuam para aumentar a flexibilidade de seu pulso. Dessa maneira, você obterá mais fluidez em seus movimentos.

Pratique exercícios de digitação

A digitação na guitarra e no violão está relacionada à prática de exercícios repetitivos específicos para se desenvolver a coordenação motora, agilidade e velocidade nos instrumentos. A digitação envolve exercícios como o da aranha, um dos melhores para treinar a coordenação dos dedos, e o da palheta alternada, por exemplo.

Os exercícios de digitação trabalham a velocidade para se conseguir tocar cada nota ou acorde sem acabar travando os dedos ao se trocar de nota, principal problema enfrentado pelos iniciantes na guitarra.

Treine a técnica do Abafamento (Palm mute)

Outra técnica que pode ser um pouco difícil no início mas que conseguimos dominar através da prática é o abafamento ou palm mute. Coloca-se levemente a parte lateral interior da mão direita (ou esquerda, no caso de quem é canhoto) próxima à guitarra, em cima das cordas, para conseguir abafar a nota do acorde, no momento em que é reproduzido.

Essa técnica é muito usada nas músicas de rock, gerando um timbre mais abafado e grave, com um pouco de distorção, formando as “cavalgadas” da guitarra, característica muito presente no hardcore e trash metal.

Como tocar guitarra com uma só mão?

Para aprender a tocar guitarra com uma só mão, tenha ideia de que este instrumento facilita a prática desta técnica, pois o mesmo possui um braço mais fino e comprido para que você deslize seus dedos sobre ele sem grandes dificuldades.

De forma similar, a guitarra é um instrumento que permite ampliar a distorção dos sons ao tocar suas cordas. Com isso, você conseguirá alcançar efeitos sonoros únicos e muito interessantes para executar em suas músicas.

Como tocar sem uma das mãos. Tocar guitarra com uma das mãos dentro do bolso!

Após algum treino, seria interessante que você aprendesse algumas técnicas como o legato, pull-off, tapping ou hammer que permitem a emissão de mais notas ao tocar somente uma corda, potencializando sua técnica e seu efeito.

Não subestime a importância de criar o seu repertório

Após já ter aprendido a tocar os seus acordes abertos, alguns ritmos e desdilhados, é recomendado que você comece a montar o seu repertório. Isso aumenta a sua motivação e evita que você fique somente a praticar as técnicas, o que pode deixá-lo cansado ou desmotivado.

Escolha algumas das músicas que gosta e procure pelas cifras das mesmas. Vá aos poucos decorando as progressões de acordes e toque as músicas com os acordes abertos. Sua motivação crescerá ainda mais e você pode até surpreender seus amigos ou a família nas ocasiões festivas. Divirta-se!

Aprenda sobre Escalas musicais

Posto de forma simples, uma escala musical é um conjunto de notas, uma espécie de mapa que irá lhe oferecer as opções de notas que podem ser tocadas numa determinada tonalidade. E esse conjunto de notas soará harmônico.

As escalas musicais mais comuns utilizadas por guitarristas são:

  • Escala pentatônica: é de longe a mais usada pelos guitarristas, sobretudo no blues e rock. A beleza desta escala é que a mesma possui apenas 5 notas que soam extremamente bem umas com as outras. Aconselho que você a aprenda, é a mais fácil e aposto que o deixará motivado!
  • Escala de Blues: é idêntica à pentatônica mas com uma nota a mais. Essa nota cria um efeito muito agradável em certos estilos musicais, como blues e rock.
  • Escala maior: é considerada a rainha das escalas na música ocidental. Contém sete notas, e o seu uso no improviso deve ser mais cuidadoso, já que ao contrário da pentatônica, esta escala possui notas que podem ser dissonantes, que colidem entre si.
  • Escala menor: é uma das mais usadas em todo tipo de música ocidental. Em regra geral, ela tem um som mais “pesado”, menos “feliz”. Existem, ao menos, três tipos de escalas menores: a natural, a harmônica e a melódica.
  • Escalas exóticas: quando bem utilizadas, trazem uma sonoridade única e espetacular. No entanto, é recomendável aprender primeiro as escalas anteriores e, através da prática, você será capaz de criar músicas nessa escala, repletas de uma sonoridade exótica.

Dicas para dominar todas as técnicas 

Lembre-se de que para aprender a tocar um instrumento você terá que se dedicar a essa prática. Procure por novos desafios, tente aumentar a dificuldade das músicas de acordo com as técnicas que você aprendeu e que está tentando aprender.

É importante também contar com um professor que esteja à disposição para auxiliá-lo e guiar seu aprendizado para que em um futuro próximo você se torne um exímio guitarrista ou violonista.

E, tenha sempre em mente, escolha seu estilo musical, invista nas melhores técnicas, pois você será capaz de aprender a tocar qualquer música e logo começará a compor suas próprias canções!

Encontre o melhor curso de violão online no Superprof!

Partilhar

Os nossos leitores adoram este artigo
Este artigo contêm as informações que procura?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar