Em Portugal e em todo o mundo, a modalidade da dança tem ganho cada vez mais força e importância devido à divulgação das várias vantagens da prática deste desporto. Desde da melhoria da autoestima até ao combate da depressão e o progresso do desenvolvimento da aprendizagem.

Para além disto, a dança tem-se mostrado uma prática com bastantes pontos positivos relacionados com a formação do indivíduo que a pratica e por consequência, contribui para a construção de uma sociedade melhor e mais feliz.

Atualmente, sabe-se que a dança se afirma como um estilo alternativo nas práticas pedagógicas, por orientar o movimento corporal de cada aluno de forma a explorar a sua capacidade de criação, estimulando o autoconhecimento.

Assim, defendemos que, seja para dançar no ritmo, descobrir a história da dança ou apenas por diversão, são vários os benefícios das aulas de dança para os seus filhos e neste artigo vamos enumerá-los. Está preparado?

Dança como desporto
O curso de dança tem-se mostrado como uma alternativa à prática de desporto. | Fonte: Unsplash
Os melhores professores de Dança disponíveis
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (13 avaliações)
Sara
20€
/h
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (5 avaliações)
Rui
30€
/h
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
8€
/h
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (8 avaliações)
Hanna
10€
/h
1ª aula grátis!
Eduardo
5
5 (4 avaliações)
Eduardo
8€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
1ª aula grátis!
Marcilha
Marcilha
10€
/h
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (13 avaliações)
Sara
20€
/h
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (5 avaliações)
Rui
30€
/h
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
8€
/h
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (8 avaliações)
Hanna
10€
/h
1ª aula grátis!
Eduardo
5
5 (4 avaliações)
Eduardo
8€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
1ª aula grátis!
Marcilha
Marcilha
10€
/h
1ª aula gratuita>

Os cursos de dança fazem bem ao desenvolvimento intelectual

A dança é uma das atividades que atraem muitas crianças e existem muito boas razões para isso!

As crianças pequenas começam desde muito cedo a ganhar sensibilidade musical, até mesmo antes de conseguirem andar. E, é de opinião geral que ser ativo é muito importante para qualquer um para manter uma boa condição física.

As aulas de dança para crianças, independentemente dos estilos de dança, ajudam no desenvolvimento corporal. Por outro lado, os alongamentos e sequências coreográficas fortalecem os músculos e exercitam a flexibilidade e testam a resistência! Dito isto, somos da opinião que trabalhar o músculo cardíaco pode ser uma das melhores razões para inscrever o seu filho em aulas de dança infantis.

Para além de exercitarem o corpo, os dançarinos gastam muita energia acumulada enquanto cuidam da sua saúde. E, como qualquer atividade desportiva, a dança também ajuda a reduzir o cansaço e o stress acumulado na escola pois é uma atividade criativa e divertida!

Praticar uma atividade desportiva desde muito cedo também é uma ótima maneira de consciencializar as crianças sobre a importância de ter uma vida ativa e saudável, uma dieta equilibrada e tempo de descanso regular.

A dança é um exercício que ajuda a desenvolver muitos aspetos físicos e psicológicos de uma criança porque além de ser uma atividade desportiva, também é uma atividade extremamente criativa e bastante exigente ao nível do controlo e noção das diferentes partes do corpo e dos diversos movimentos.

Dançar é um meio de expressão artística, onde o corpo se move ao ritmo da música e cada dançarino cria o seu próprio estilo, de acordo com as suas próprias emoções. E tudo o que é criado através da emoção humana deve ser considerado arte.

Durante os cursos de dança infantis, as crianças aprendem a expressar-se através dos movimentos do seu corpo e a inventar coreografias de acordo com seus desejos. Assim, pensamos que o ensino da improvisação é uma parte importante das aulas de dança, que não deve ser esquecida.

Porém, queremos deixar claro que, seja num curso de dança para os mais pequenos ou numa aula de tango para os mais experientes, todas as coreografias devem ajudar a despertar a criatividade e o lado mais artístico de cada um dos aprendizes.

A dança ajuda no desenvolvimento corporal
As aulas de dança, independentemente do estilo aprendido, ajudam no desenvolvimento corporal das crianças. | Fonte: Unsplash

Todos sabemos que a escola é o melhor lugar para as crianças socializarem porque é aqui que aprendem a fazer amigos, a partilhar, a defender os seus ideais e a ter empatia pelo próximo.

Porém, as aulas de dança também são um excelente local para as crianças socializarem fora do tempo de aulas tradicional, uma vez que, é nos cursos de dança que todas as crianças precisam de aprender a partilhar o espaço e a trabalhar em grupo, quando são desafiadas a criar uma coreografia que será apresentada posteriormente.

E, por vezes é bom tentar fazer amizades fora da escola, especialmente se o aluno for mais tímido e não estiver adaptando à rotina escolar.

A curiosidade em praticar este tipo de modalidade pode ajudar neste processo e fazer com que o seu filho seja mais extrovertido e tenha mais autoconfiança. Assim, aprender a dançar pode mostrar-se numa maneira eficaz de estruturar também a personalidade dos mais novos.

Para além disto, é de conhecimento geral que a dança ajuda ainda a desenvolver e fortalecer a memória, uma vez que, as coreografias aprendidas durante as aulas de dança devem ser memorizadas de uma sessão para outra e assim repetida nas lições posteriores.

Em cada sessão, o dançarino deve, portanto, fazer um esforço para fixar a coreografia no seu pensamento e lembrar-se da mesma nas aulas posteriores, independentemente da estrutura das aulas de dança infantis, adoptada pelo professor.

Por fim, podemos acrescentar que os cursos de dança para crianças contribuem para a melhoria da memória processual, aquela que auxilia a execução das atividades diárias e a dos gestos. Ao desenvolver este tipo de habilidade desde cedo, os alunos desta modalidade estarão um passo à frente de outras crianças, que demorarão, certamente um pouco mais de tempo para desenvolver essa capacidade de memória.

As aulas de dança infantis fazem bem ao corpo

Além de melhorar a resistência das crianças, as aulas de dança também são uma forma de desenvolver as habilidades motoras, em qualquer idade. Porém, temos de salientar que o equilíbrio é uma capacidade importante para o desenvolvimento infantil.

O equilíbrio pode ser desenvolvido com a prática de muitas outras modalidades, como a patinagem e a equitação. Esta habilidade é treinada com o corpo repousado sobre uma das duas pernas ou, no caso da dança clássica, por exemplo, com o corpo apoiado apenas nas pontas dos pés. Por outro lado e nos exercícios de aquecimento e na realização de uma coreografia, todo o peso corporal deve ser bem distribuído para evitar quedas e lesões.

Os diferentes movimentos a serem executados também permitem que a criança trabalhe a sua postura e a coordenação. Isto é, a criança deve ser capaz de mover o braço direito independentemente do braço esquerdo, por exemplo.

Com a dança as crianças aprendem a socializar.
Aprender a dançar ajuda as crianças a tornarem-se pessoas mais autoconfiantes e sociáveis. | Fonte: Unsplash

E existem muitos estilos de dança para escolher e praticar: dança contemporanea, aulas de hip hop, breakdance, aula de zumba, e muitas outras! É só ajudar o seu filho a escolher com qual tipo de dança se identifica e procurar uma escola de dança para o inscrever.

Já sabemos que a maioria das crianças tem muita energia, certo? A boa notícia é que as aulas de dança ajudam a acalmar as crianças e a gastar toda essa energia, depois de um dia de escola mais cansativo.

Para além do gasto da energia, uma aula de dança permite também que as crianças aprendam a controlar as suas emoções e a energia, através do controlo do seu próprio corpo.

Por outro lado, e como já referimos anteriormente, a dança ajuda ainda a aumentar a autoconfiança, o que é um dos grandes desafios da formação de qualquer pessoa. Através da dança, a criança irá aprender a confiar em si mesmo, a amar-se e estimar-se e isso será uma competência importantíssima para a vida futura.

Aprender a dançar melhora o desempenho escolar

Vários estudos têm mostrado uma relação interessante entre a prática de atividades artísticas (como dança ou música) e o alcance do sucesso académico. Na verdade, de acordo com um estudo do The College Board, foi comprovado que os alunos que frequentam aulas de dança, ou praticam outro tipo de expressão artística obtêm, por norma, melhores resultados académicos, principalmente em disciplinas como a matemática e as ciências, independentemente da sua formação social ou origem.

Para explicar este fenómeno, devemos ter em conta a inteligência do movimento. Isto significa que, as ligações entre movimento e desenvolvimento cognitivo e intelectual estão intrinsecamente ligadas e isto foi comprovado, uma vez que, o movimento faz com que o cérebro reflita sobre a ideia e a realização, resolvendo os desafios apresentados. Assim, as crianças aprendem a pensar de acordo com o ambiente e movimentam-se em função deste importante fator.

Dançar ajuda no desempenho escolar.
O curso de dança ajuda a criança a obter um melhor desempenho escolar. | Fonte: Unsplash

Por outro lado, não nos podemos esquecer que a cultura também é importante no desenvolvimento de uma criança. Assim, defendemos que descobrir a história da dança, os diferentes estilos existentes e quem foram os grandes bailarinos da história, deve fazer parte do plano de aprendizagem dos melhores cursos de dança.

Sabia que durante as aulas de dança também existe a oportunidade de aprender música? Dito isto, podemos afirmar que o professor de dança contribui para que crianças e adolescentes se abram para o mundo abrangente das artes e da cultura.

Inscreva o seu filho em aulas de zumba ou outros tipos de dança

Se houvesse apenas uma boa razão para matricular o seu filho nas aulas de dança, certamente seria "porque ele quer"! E isso seria perfeitamente válido porque a prática da dança deve sempre ser guiada por um desejo ou uma paixão. Ou seja, acreditamos que não faz sentido forçar uma criança a dançar e isso pode ter efeitos secundários muito marcantes para a formação da personalidade do indivíduo em questão.

Aconselhamos então a reservar um pouco de tempo para conversar com o seu filho e descobrir que expressão artística ou desporto ele deseja explorar e, por consequência, qual o melhor lugar para ele aprender a dançar.

Sabia que na plataforma da Superprof existem muitos professores de dança inscritos, que oferecem a primeira aula? Inscreva-se também e partilhe a mesma paixão com os mais novos lá de casa!

Precisa de um professor de Dança ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.