Se é italiano, mora em Portugal e já tem filhos, a introdução da sua língua materna deve ser feita aos mais pequenos até aos 8 anos pois, segundo especialistas, é até essa idade que eles melhor assimilam outra língua que não a materna, e podem até mais tarde considerá-la como a sua segunda "língua mãe".

Para isso, existem vários métodos de aprendizagem para os mais pequenos, entre os quais cursos, frequentar institutos, visitar sites e aplicações online ou até mesmo escutar músicas ou fábulas em italiano. Esta aprendizagem da língua dos pais, poderá até fazer com que o seu filho queira tornar-se mais tarde um especialista no idioma de Sandro Botticelli e quem sabe dar aulas particulares ou explicações de italiano.

É de opinião geral que será uma aventura com sucesso pois o pequeno mundo das aulas particulares não pára de crescer.

A oferta das plataformas na internet para divulgar o trabalho de professores deste tipo está a multiplicar-se a cada dia que passa. Um grande exemplo desta afirmação é o site do Superprof! A quantidade de professores que coloca os seus anúncios nesta plataforma é cada vez maior! Já temos profissionais de todos os cantos de Portugal inscritos no Superprof!

É realmente importante saber porquê que quer dar aulas de italiano? Não sabemos. O que temos certeza é que nunca há uma má razão para aprender uma língua estrangeira e mais tarde querer ensiná-la. É sempre bom e trará sempre vantagens. Até porque a característica principal do homem é aprender, transmitir e trocar experiências e conhecimentos.

Que emoções temos que despertar no aluno para que ele aprenda uma língua estrangeira da melhor forma possível?

Sabemos que obviamente, a motivação continua a ser uma alavanca principal para aprender uma vez que um aluno motivado vai assimilar claramente tudo mais rápido, do que um aluno desinteressado.

Mas como se deve fazer o balanço entre o ensino da língua italiana e a diversão e transmissão da sua paixão? Além disso, como é que se deve definir os preços das aulas? Como se deve valorizar a experiência profissional, a formação e colocar um preço justo para ambas as partes? Onde encontrar os alunos?

Saiba a resposta para todas essas questões neste artigo de como dar um curso de italiano online ou presencial.

Oiça muita música em inglês
Ouvir música italiana e tentar perceber o significado da letra é uma forma divertida de aprender italiano. | Fonte: Pixabay
Os melhores professores de Italiano disponíveis
1ª aula grátis!
Irene
5
5 (10 avaliações)
Irene
13€
/h
1ª aula grátis!
Gloria
5
5 (9 avaliações)
Gloria
15€
/h
1ª aula grátis!
Plínio
5
5 (13 avaliações)
Plínio
12€
/h
1ª aula grátis!
Altea
5
5 (9 avaliações)
Altea
12€
/h
1ª aula grátis!
Eleonora
4,9
4,9 (8 avaliações)
Eleonora
12€
/h
1ª aula grátis!
Romain
5
5 (8 avaliações)
Romain
15€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (7 avaliações)
Deborah
18€
/h
1ª aula grátis!
Antonella
5
5 (6 avaliações)
Antonella
12€
/h
1ª aula grátis!
Irene
5
5 (10 avaliações)
Irene
13€
/h
1ª aula grátis!
Gloria
5
5 (9 avaliações)
Gloria
15€
/h
1ª aula grátis!
Plínio
5
5 (13 avaliações)
Plínio
12€
/h
1ª aula grátis!
Altea
5
5 (9 avaliações)
Altea
12€
/h
1ª aula grátis!
Eleonora
4,9
4,9 (8 avaliações)
Eleonora
12€
/h
1ª aula grátis!
Romain
5
5 (8 avaliações)
Romain
15€
/h
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (7 avaliações)
Deborah
18€
/h
1ª aula grátis!
Antonella
5
5 (6 avaliações)
Antonella
12€
/h
1ª aula gratuita>

Quais os cursos para ser professor particular de italiano?

Se o seu filho já tem contacto com a língua italiana em casa e até mostra alguma curiosidade em dominar este idioma no futuro, aconselhamos que o inscreva desde cedo num instituto de italiano. Em Portugal existem vários: o Centro de Línguas de Cascais (para crianças dos 5 aos 10 anos ou para jovens dos 11 aos 17), o Oxford School, ainda que o idioma inglês seja o mais procurado, ou ainda o Instituto Italiano di Cultura Lisbona, que se dedica à transmissão da cultura e identidade italianas, para além do ensinamento do idioma.

Este contacto próximo com o italiano, o idioma de Sandro Botticelli, pode fazer com que o seu filho queira exercer um dia alguma profissão em que ponha em prática os seus conhecimentos como por exemplo dar aulas particulares de italiano.

Contudo, e sem querer desvalorizar o ramo das aulas particulares, não podemos esquecer que muitos estudantes também utilizam (e bem) esse método para conseguir pagar as suas despesas.

Muitas vezes, os alunos ou futuros professores estão a realizar a licenciatura quando decidem ensinar italiano para outros alunos. Na maior parte das vezes, o objetivo é apenas ensinar o básico da língua ou dar explicações.

E é claro que os estudantes que dão aulas de italiano são estudantes de letras com especialização em italiano. Isto significa que, dificilmente se irá ver um aluno de engenharia a ensinar ou dar explicações do idioma de Leonardo Da Vinci. A não ser que ele seja descendente de pais italianos e que seja bilíngue na língua italiana.

É relativamente fácil encontrar professores deste tipo pois normalmente, dão aulas para os alunos do colégio ou ensino básico ou secundário.

Estes são capazes de ensinar as bases do idioma italiano assim como a gramática italiana (os advérbios, o alfabeto italiano, os adjetivos, os pronomes...) mas também tudo o que está relacionado com a conjugação (os verbos, os tempos verbais), o vocabulário italiano (palavras, frase, expressões), a pronúncia, fala, escrita e ainda a audição.

Obtenha formação em italiano para se tornar fluente
O curso de italiano é sem dúvida muito relevante para quem quer dar aulas, formações ou explicações do idioma. | Fonte: Pixabay

O diploma universitário de uma faculdade de Letras permite ao aluno focar-se também em tudo o que está relacionado com a civilização e a cultura italianas. Como a música italiana, a cozinha italiana, a história da arte e até mesmo o cinema italiano.

Por outro lado, existem também os professores de italiano que já trabalham em escolas de línguas, colégios, ou universidades. Estes têm a opção de dar aulas particulares como um suplemento dos seus ordenados.

Mas qual a formação académica ou profissional que estes docentes têm?

Fizeram certamente, e em primeiro lugar uma licenciatura em Letras com especialização em italiano.

Já quem faz só a licenciatura (sem especialização) é alguém que pretende trabalhar possivelmente em tradução, edição de livros, jornais, empresas, etc.

Aprender online com aula virtual da escola virtual
Se o seu filho quiser aprender italiano, poderá também um dia querer ter uma profissão relacionada com esses conhecimentos. | Fonte: Pexels

Na maior parte das faculdades de Letras, os alunos optam em aprender o português e o italiano. São raros os casos em que o aluno só se especializa em italiano.

O que devo fazer depois?

Depois de ter o certificado de habilitações que comprove a sua licenciatura em letras e a especialização em italino, deve procurar alunos que estejam interessados em aprender italiano.

Isto significa que, estes diplomas vão permitir que tenha um total domínio e conhecimento do idioma e, assim, permitirão que entre em concursos e competições.

Como transmitir os conhecimentos de italiano?

No início, aprender um idioma deve ser feito com alguma diversão, especialmente para alunos mais jovens, ou até para as crianças.

Isto significa que, os mais novos podem ter acesso a meios tecnológicos para aprender italiano em sites divertidos para assimilarem conhecimentos (como o Oneworlditaliano, o Duolingo ou o Musicaperjunior, onde é possível aprender italiano com a música), em aplicações didáticas onde são aplicados exercícios básicos de vocabulário, de pronúncia italiana, de escuta, de leitura em italiano,de conversa oral em italiano e ainda jogos em forma de questionário.

É de opinião geral que não é a recitar linhas, ou ter a cabeças afundada em livros de italiano, que o professor vai despertar o interesse dos seus alunos para a língua italiana. O importante é colocar o aluno no centro da aula permitindo que ele aprenda enquanto se diverte.

Defende-se então que deve começar por ensinar o básico aos seus alunos, não incutindo o medo de errar. Por exemplo, pode começar por ensinar expressões ou algumas palavras italianas: boa noite em italiano, bom dia em italiano ou obrigada em italiano.

Com uma mão cheia de frases básicas, o aluno terá rapidamente as bases para uma discussão em italiano.

Um método interessante para ensinar italiano, pode ser colocar uma música italianas nas aula e tentar perceber o significado das letras. Para os mais pequenos funciona muito bem a audição atenta de músicas infantis e ainda contar histórias em italiano, pois assim a criança fica a conhecer, não só o idioma, mas também mais um conto de fadas.

A flexibilidade de aulas de italiano online
Existem vários institutos em Portugal que premitem aprender italiano online. | Fonte: Pexels

Onde encontrar alunos que queiram aprender italiano?

Qual é a melhor idade para aprender italiano? Onde devo procurar quem queira aprender italiano? O que devo fazer para dar o melhor cursos de italiano para crianças?
Seria extremamente infeliz não aproveitar as dezenas ou até centenas de amigos que tem nas redes para saber se alguém em seu redor está interessado em aprender italiano.

De todas estas pessoas próximas, uma pequena percentagem delas estará interessada nos seus serviços. Por isso não deixe de comunicar os preços das aulas de italiano, uma vez que isso também pode atrair a clientela e fazer toda a diferença.

As redes sociais oferecem-nos hoje esta comunicação direta e próxima com uma vasta quantidade de pessoas que não devem ser absolutamente negligenciadas. Então, utilize estes meios para encontrar alunos realmente interessados em aprender italiano.

Não se esqueça de colocar nos seus post's sobre curso de italiano os hashtags: #qualidade #aulasdeitaliano #parlareitaliano nas redes sociais como o Facebook, Instagram ou Twitter, pois estes pequenos termos podem ajudá-lo a chegar a ainda mais pessoas.

Por outro lado, e se a internet permite que chegar a um maior número possível de pessoas, conhecer os seus vizinhos torna possível falar diretamente com futuros alunos de língua italiana. Certo?

Encontrando pessoalmente essas pessoas, poderá conversar e expor diretamente as suas qualificações como professor de línguas e tudo poderá ser mais fácil.

Além disso, poderá dizer também qual é o seu público e as suas especialidades: aulas para adultos, formação profissional, curso intensivo, explicações para estudantes, preparação de exames, preparação para situações do dia-a-dia em território italiano, curso italiano online e até cursos ou introdução do italiano para crianças.

Com tanta versatilidade, é óbvio que muitas pessoas ficarão interessadas, ou pelo menos curiosas relativamente às suas aulas. E não se esqueça que se os seus vizinhos gostarem das suas aulas, os primos, os amigos e até os filhos deles também poderão gostar!

Precisa de um professor de Italiano ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.