A bateria é um instrumento que exige um estudo constante dos seus exercícios práticos e a sua teoria coloca o aluno numa posição confortável para usá-la conforme avança nas técnicas de independência, coordenação e ritmo, por exemplo.

Neste artigo daremos dicas valiosas para aqueles que querem ser professores de bateria e que iniciam a sua caminhada nas aulas de bateria online ou presenciais e, mesmo para aqueles professores que têm um nível avançado no instrumento, mas que desejam organizar as suas aulas com a ajuda da nossa plataforma.

Saiba que a bateria é um instrumento derivado de tambores ancestrais que acompanharam a história da comunicação humana através da música e que no século passado evoluiu grandemente até tornar-se um dos instrumentos mais utilizados e mais importantes na concepção da música popular no mundo todo.

Ou seja, o estudo do instrumentos num curso de bateria poderá, além da evolução cognitiva nos alunos de música, ser um avanço profissional para músicos iniciantes ou com mais experiência, que desejam ser produtores musicais, compositores ou crescerem como instrumentistas.

Aluno a tocar bateria
Saiba como organizar as suas aulas de bateria e potencializar a aprendizagem do seu aluno. | Fonte: Unsplash.com

Saiba que o professor de bateria tem uma responsabilidade e saber preparar as suas aulas de acordo com as necessidades do aluno fará a diferença na aprendizagem e também colocará o seu anúncio em destaque na nossa plataforma. Por isso é essencial que conheça a importância da bateria.

Os melhores professores de Bateria disponíveis
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (14 avaliações)
Tomás
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (11 avaliações)
Pedro
20€
/h
1ª aula grátis!
Ricardo
5
5 (6 avaliações)
Ricardo
15€
/h
1ª aula grátis!
Guilherme
5
5 (8 avaliações)
Guilherme
25€
/h
1ª aula grátis!
Vini
5
5 (6 avaliações)
Vini
30€
/h
1ª aula grátis!
Fernando
5
5 (12 avaliações)
Fernando
15€
/h
1ª aula grátis!
Diogo
5
5 (8 avaliações)
Diogo
20€
/h
1ª aula grátis!
Sonia
5
5 (6 avaliações)
Sonia
20€
/h
1ª aula grátis!
Tomás
5
5 (14 avaliações)
Tomás
20€
/h
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (11 avaliações)
Pedro
20€
/h
1ª aula grátis!
Ricardo
5
5 (6 avaliações)
Ricardo
15€
/h
1ª aula grátis!
Guilherme
5
5 (8 avaliações)
Guilherme
25€
/h
1ª aula grátis!
Vini
5
5 (6 avaliações)
Vini
30€
/h
1ª aula grátis!
Fernando
5
5 (12 avaliações)
Fernando
15€
/h
1ª aula grátis!
Diogo
5
5 (8 avaliações)
Diogo
20€
/h
1ª aula grátis!
Sonia
5
5 (6 avaliações)
Sonia
20€
/h
1ª aula gratuita>

Organizar as aulas de bateria em módulos

Professores particulares e também professores de escolas de música, por norma, organizam as suas aulas em módulos práticos e teóricos, que aos poucos aumentarão a capacidade do aluno no instrumento e o farão avançar para módulos mais complexos.

Antes de começar a lecionar de facto o seu curso é importante conhecer as capacidades do seu aluno. Ofereça uma aula gratuita, faça uma pequena pesquisa com o aluno para saber qual é o seu nível e, assim, programe o conteúdo didático das suas aulas.

Alguns módulos para os alunos iniciantes ainda poderão ser explorados mesmo com bateristas já experientes, afinal, a aprendizagem musical e de um instrumento rico como a bateria é contínua. Tempo, compassos, beats, devem ser constantemente revistos.

Aulas de bateria para alunos iniciantes

Um importante primeiro passo é fazer com que o seu aluno comece a sentir os tempos ou beats das canções. Lembre-se que o baterista é o condutor do passo de uma canção e a leitura do tempo guiará os outros músicos, ou seja, o baterista deve desenvolver no curso um metrónomo interno ou mesmo se adaptar a tocar com um metrónomo ou click.

Metrónomo para o beat
O baterista deve aprender a tocar no tempo num curso de bateria. | Fonte: Pexels.com

A independência dos membros superiores e membros inferiores deve ser trabalhada nas suas aulas de bateria. O facto é que para se obter a independência dos membros o aluno deverá ser exposto à prática com o instrumento, pois nada é mais útil para que a coordenação do que o contacto diário com os exercícios com as baquetas e com os pedais. Por isso ficam aqui alguns conselhos na prática da bateria:

  • Independência;
  • Técnica, som e tempo;
  • Análise de repertório musical variado;
  • Análise de bateristas reconhecidos;
  • Sentir os tempos e beats;
  • Linguagem da bateria.

Algumas destas técnicas devem continuar a ser estudadas mesmo por bateristas avançados, porém, sem o conhecimento prévio destes módulos não é possível avançar para matérias mais densas como: independência avançada, musicalidade, criação e improvisação.

Inserir materiais lúdicos nas aulas poderá contribuir para que os estudos de repetição não se tornem tão maçadores. Por exemplo, exponha o seu aluno à música, de vários géneros e estilos; visualize e ganhe inspiração em vídeos de bateristas reconhecidos e imagens de concertos. De certeza que darão força ao seu aluno e será uma forma de entender mais sobre como dar aulas de bateria.

Aulas de bateria para alunos avançados

Os alunos de bateria com técnicas avançadas continuarão a trabalhar os tempos, compassos, independência, contudo as matérias serão mais densas e complexas, como por exemplo, trabalhar cada peça da bateria independentemente e como explorar melhor o som de cada peça. Abaixo veja exemplos de módulos avançados para explorar nas aulas de bateria:

  • Micro e macro tempo;
  • Partitura de bateria;
  • Independência avançada;
  • Transcrições;
  • Phrasing;
  • Morphing;
  • Solos;
  • Viradas;
  • Polirritmia;
  • Tabela de tempos;
  • Subversão de compassos;
  • Compassos compostos.

Estes conceitos são utilizados pelos melhores bateristas do mundo como valioso recurso para estudos e demonstrações em convenções de bateria ao redor do mundo. Nos próximos capítulos vamos abordar conteúdos extras que enriquecerão as suas aulas de bateria.

Bateristas durante concerto
As aulas de bateria avançadas requerem módulos com matéria densa e complexa. | Fonte: Unsplash.com

Saiba também que é necessário ser um professor de bateria com técnicas avançadas para dar aulas mais densas para músicos experientes, no entanto, muitos pais procuram bateristas iniciantes para lecionarem o que sabem aos miúdos que têm motivos diferentes que os levam a aprender a tocar um instrumento musical.

Módulos extra para o curso de bateria

Tanto para bateristas iniciados quanto para os bateristas iniciantes, módulos extras servirão para melhor absorção das técnicas e repetições, mas quais são estes módulos extras? Quais são os materiais extras que um professor poderá disponibilizar aos seus alunos? Quais são as melhores ferramentas online para enriquecer as aulas?

Os módulos extras também são essenciais para as aulas online de bateria. As aulas que perdem o lado prático poderão ganhar ao pensarmos num conteúdo lúdico e leve. As aulas práticas e teóricas podem conter matérias e materiais extras, como por exemplo:

  • Ensino da história da música;
  • Ensino da história do homem com os instrumentos de percussão;
  • A herança ancestral da bateria;
  • A bateria no século XX;
  • A evolução da bateria;
  • A bateria no século XXI.

Conteúdos teóricos que situam o instrumento na história do mundo dão ao aluno a dimensão das possibilidades que podem ser exploradas, sabendo que cada peça da bateria tem uma história única e foram desenvolvidas para potencializar as possibilidades sonoras do instrumento. Materiais extras obtidos na net poderão também enriquecer as aulas de bateria. Por isso pode:

  • Analisar de álbuns clássicos tocados por grandes bateristas;
  • Fazer uma análise de solos e demonstrações de técnicas de bateria;
  • Ver e rever uma exibição de vídeos de grandes bateristas do passado;
  • Exibir vídeos dos melhores bateristas da atualidade;
  • Ir aos concertos dos bateristas de renome ou mais famosos da cidade.

O movimento é necessário para a absorção da música e os alunos devem estar constantemente em contacto com a riqueza dos géneros musicais. Oferecer vídeos disponíveis no YouTube aos alunos, com solos de bateria dos grandes nomes mundiais do instrumento é um exercício fácil de se desenvolver com o aluno. Por exemplo, este vídeo do bateristas norte-americano Mark Guiliana é uma verdadeira aula, veja como o baterista compõe e experimenta diversas variações de timbres e tempos, mesmo com um set de bateria reduzido.

Preparar para dar aula de bateria online e presencial

Existem diferenças subtis que o professor deverá observar ao dar aulas de bateria online e aulas de bateria presenciais e, claro, muitas semelhanças, como por exemplo, será sempre necessário que o professor planeie a sua aula com antecedência, por exemplo:

  • Faça um material teórico para entregar ao aluno ao final de cada aula;
  • Planeie e discuta com o aluno quais músicas serão analisadas;
  • Paute exercícios de repetição para que o aluno trabalhe nos outros dias;
  • Pratique as levadas e batidas antes da aula para melhor absorção por parte do aluno.

Todas estas características devem ser planeadas tanto para as aulas online como para as aulas presenciais. O que o professor deverá pensar antes de anunciar as suas aulas é a relação com o instrumento. A bateria é um instrumento grande, dificultando o transporte de aulas para aula.

Se a sua opção de onde dar aulas de bateria for as aulas presenciais, será necessário pedir para que o aluno tenha o instrumento em casa, ou então, uma sala para aula ou um estúdio de música deverá ser arrendado pelo professor e o valor incluído.

Até certa altura as baterias virtuais poderão cumprir a função durante a explicação, porém a bateria é um instrumento que requer um contacto frequente para que as técnicas sejam aprendidas. A bateria eletrónica é um instrumento que necessitará de um investimento alto por parte do professor, no entanto poderá adicionar prós às aulas presenciais. Aqui ficam algumas vantagens:

  • É mais leve e fácil de transportar;
  • Qualidade de som mais padronizada;
  • Não chateia os vizinhos;
  • Não incomoda os pais dos alunos iniciantes.

Existe uma diferença física grande entre a bateria eletrónica e a bateria acústica, sendo que a técnica para se fazer soar bem a bateria acústica é mais complexa. Ou seja, mesmo que trabalhe com uma bateria eletrónica ou digital, coloque o seu aluno em contacto com a bateria acústica.

É necessário ser um baterista experimentado para dar aulas de bateria?

Não. Anteriormente citamos a possibilidade de dar aulas para miúdos que procuram aumentar a sua capacidade cognitiva para as matérias e para os exames escolares. Muitos pais veem a bateria como um instrumento que os ajudará a controlar a ansiedade ou a hiperatividade, comum nos miúdos e adolescentes que estão demasiadamente em contacto com os computadores, jogos eletrónicos e redes sociais.

Ou seja, se é um baterista que ainda tem muito a aprender, mas que já se sente confortável para ensinar algumas técnicas básicas, este poderá ser um primeiro passo para uma carreira como professor de bateria.

Para desenvolver um curso básico de bateria para miúdos não é necessário ter anos de experiência com o instrumento, contudo é muito importante ter o talento em áreas específicas que os professores de miúdos que iniciam na bateria devem ter. Muitas vezes são adjetivos subtis e subjetivos, mas que fazem a diferença para que o aluno se adapte às aulas e se conecte profundamente com o seu explicador. Por exemplo:

  • Paciência;
  • Comunicação clara;
  • Intuição;
  • Sensibilidade;
  • Compreensão.
Tambores de bateria e fanfarra
Não é preciso ser um grande baterista para partilhar o seu conhecimento nas aulas de bateria. | Fonte: Unsplash.com

Utilize a Superprof para preparar o seu curso de bateria

Está pronto para dar este grande passo e iniciar uma carreira de professor de bateria? Viver da música consiste em vencer muitos desafios, pois saiba que terá na Superprof uma base para se conectar com centenas de alunos portugueses e assim, poderá viver da sua paixão pelo instrumento fascinante que é a bateria.

Por fim, deverá reunir os seus conhecimentos, preparar com atenção as suas aulas conforme a necessidade do seu aluno e sabe como definir os valores ou preços das suas aulas de bateria, tendo consciência do seu nível como explicador, da faixa etária à qual disponibilizará os seus estudos e mais alguns detalhes importantes.

Com estas variáveis poderá tornar-se um bom professor de bateria, aquele professor que transforma as aulas em verdadeiras exibições, um professor que evidentemente trabalha com uma paixão da sua vida, aquele que faz do instrumento um companheiro de muitas aventuras.

Na plataforma Superprof com poucos cliques poderá publicar um anúncio que o colocará em contacto com alunos portugueses que procuram por aulas de bateria dos mais diversos níveis. Está pronto para começar o som?

Precisa de um professor de Bateria ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 2 voto(s)
Loading...

Rodolfo

Sou um comunicador, músico e redator brasileiro que vive em Portugal. Escrevi e apresentei programas na televisão brasileira. Lançei 4 álbuns com minhas composições. Atualmente, sou Diretor de Comunicação de um pequeno clube de futebol português, redator freelancer e pai de um miúdo que não para de correr pela casa.