Praticado tanto em academias como treinamento funcional e também profissionalmente por desportistas experientes, o boxe tem grandes atletas femininas conhecidas mundialmente. No Brasil, nomes como Adriana Salles, primeira campeã brasileira da categoria em questão, e Duda Yankovich, nascida na Sérvia, naturalizada brasileira, campeã mundial em 2006 pela WIBA  (Women’s International Boxing Association) se destacam.

Apesar dos preconceitos que muitas boxeadoras ainda sofrem e da falta de patrocínio, esta é uma atividade que continua se destacando entre as mulheres. Segundo dados da Federação Paulista de Boxe, mais de 70% dos alunos de boxe em academias do estado de São Paulo são do sexo feminino.

Os tempos mudaram (felizmente!) e as mentalidades estão evoluindo. Hoje em dia muitas mulheres escolhem o boxe e brilham nos ringues do mundo. Vem descobrir quem são elas!

Quer saber tudo sobre o universo do boxe?

Os melhores professores de Boxe disponíveis
Quim
5
5 (13 avaliações)
Quim
45€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ketlen alves
5
5 (6 avaliações)
Ketlen alves
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro nuno
5
5 (12 avaliações)
Pedro nuno
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Julian campos
5
5 (6 avaliações)
Julian campos
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio alexandre vieira
5
5 (5 avaliações)
Fábio alexandre vieira
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (2 avaliações)
Nuno
0€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ricardo
Ricardo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (4 avaliações)
Nuno
50€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Quim
5
5 (13 avaliações)
Quim
45€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ketlen alves
5
5 (6 avaliações)
Ketlen alves
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro nuno
5
5 (12 avaliações)
Pedro nuno
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Julian campos
5
5 (6 avaliações)
Julian campos
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Fábio alexandre vieira
5
5 (5 avaliações)
Fábio alexandre vieira
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (2 avaliações)
Nuno
0€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ricardo
Ricardo
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (4 avaliações)
Nuno
50€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Uma breve história sobre o boxe

Historicamente, o boxe foi por muito tempo considerado como campo masculino. Esta antiga arte marcial surgiu na Grécia por volta do século VIII a.C, e possui suas origens na luta do pugilato e do pancrácio. No pugilato, os lutadores podiam atacar somente com os punhos. Já o pancrácio era uma combinação da luta e do pugilato, sendo o seu resultado uma prova extremamente violenta.

Desde a antiguidade até o surgimento do boxe moderno, esta era uma disciplina totalmente reservada aos homens, pois estava associada à preparação física para a guerra ou ao entretenimento masculino. Apenas em meados do século XIX o boxe foi classificado como um esporte de combate, fazendo sua primeira aparição nos Jogos Olímpicos de 1920.

Um pouco mais de cem anos depois, mais precisamente 101 anos, o Brasil marcou presença nos jogos olímpicos de 2021 com o boxe feminino. Isso porque a atleta boxeadora Bia Ferreira disputou a final da competição na categoria peso leve com a irlandesa Kellie Anne Harrigton. A brasileira ficou em segundo lugar, trazendo a medalha de prata para o Brasil e fazendo história, pois foi a primeira mulher do nosso país a chegar em uma final da modalidade em uma olimpíadas!

E falando em fazer história, a luta boxe feminino no Brasil é muito bem dissecada neste podcast!

Aula de boxe feminino: as boxeadoras mais famosas do mundo!

Elas lutam boxe profissional, adoram vestir suas luvas e acertar um saco de pancadas! São mulheres com vários anos de prática treino pesado, assim como uma extraordinária preparação física.

E elas conquistaram medalhas e títulos! Ficou curiosa(o) para saber quem são? A seguir preparamos um breve compilado com nomes de destaque internacional. São elas:

  • Myriam Lamare;
  • Sarah Ourahmoune;
  • Cecilia Braekhus;
  • Christina Martelo;
  • Ikram Kerwat;
  • Estelle Mossely;
  • Mariana Juarez;
  • Laila Ali;
  • Ronda Rousey.

Procurando por uma aula de muay thai?

Myriam Lamare

Você sabia que as atletas mulheres só passaram a ter acesso às grandes competições de boxe no final da década de 1990? Não é a toa que essas garotas com força no braço ainda estão lutando pelo reconhecimento... literalmente!

Uma delas é a francesa Myriam Lamare, campeã mundial de pesos-leves que ganhou títulos como WBA (entre 2004 e 2006), WBF (2009 a 2011) e IBF (2011). Atualmente aposentada dos ringues, existe um boato de que ela poderia se tornar a guarda-costas da atriz Charlize Theron. Se isso for verdade, daqui uns anos a vida dela já estará digna de roteiro de filme!

mulheres que praticam boxe
Você conhece as mulheres que se destacaram no boxe feminino olimpiadas Brasil?

Sarah Ourahmoune

Outra francesa boa de luta é Sarah Ourahmoune, que foi vice-campeã olímpica em 2016. Sua carreira como atleta é impressionante, já que ela participou de mais de 260 lutas de boxe. Além disso, ela não é apenas o tricampeã europeia de boxe francês, mas também campeã de boxe amador (2008).

Hoje, ela é porta-voz do comitê olímpico de Paris 2024, já que a capital francesa é a sede dos Jogos Olímpicos deste ano. Em paralelo, ela dirige um blog de saúde e bem-estar, dando conselhos para quem busca informações práticas sobre o assunto.

Que tal fazer um treino de boxe?

Cecilia Braekhus

Nascida originalmente na Colômbia, mas de nacionalidade norueguesa (após uma adoção com a idade de dois anos), Cecilia Braekhus tornou-se rapidamente uma apaixonada pelo boxe, e começou a praticá-lo desde muito nova.

No Mundial de 2005, ela terminou com uma medalha de prata. Este mesmo Campeonato Mundial de Boxe marca o início de uma longa série de títulos, já que a campeã europeia totaliza 29 lutas profissionais sem derrota, assim como 8 vitórias por K.O. (knockout), um recorde na história das boxeadoras femininas.

Sucessivamente, entre 2009 e 2014, ela mantém seus títulos mundiais na WBA, WBC, WBO e IBF, o que a coloca no mesmo patamar de grandes boxeadores do sexo masculino que conquistaram todos os cinturões, como Terence Crawford.

Quer fazer uma aula de muay thai em São Paulo?

quais são os nomes femininos de destaque no boxe
Apesar do sucesso do boxe feminino, as mulheres ainda recebem menos patrocínios que os homens.

Christina Hammer

De origem cazaque, a boxeadora alemã está hoje entre os grandes invictos do ringue. De fato, durante suas 22 lutas, ela não sofreu nenhuma derrota e ganhou 10 vezes por K.O.

Apaixonada pela musculação e pelo mundo da beleza, Christina levou por muitos anos uma carreira de modelo em paralelo com suas competições de boxe.

Seu primeiro título, Christina Hammer levou contra outra alemã em 2009. Esta luta de boxe terminou em uma vitória de Christina, assim como muitas de suas lutas subsequentes. A tal ponto que em 2011 e 2013 ela ganhou o prêmio de boxeadora do ano pela WBO.

Além disso, ela é a única boxeadora feminina na Europa a ganhar o Prêmio Diamond Ring da WBO. Hoje, sem se afastar das aulas semanais de boxe, dedica seu tempo livre ao seu negócio pessoal: um cassino online, doando uma parte dos lucros a uma associação de caridade, o World Boxing Cares.

como as mulheres conquistaram seu espaço nos ringues
Quem disse que o boxe, jiu jitsu, muay thai e todos os outros tipos de "fight" esportiva são só para homens?

Ikram Kerwat

Recentemente campeã do mundo de boxe pela WBU nos Estados Unidos (2017), Ikram Kerwat, de descendência tunisino-alemã, não parecia ter sido destinada ao boxe.

Ela começou com a prática de judô, para ser então levada sob a asa de um campeão de kickboxing. Sua primeira luta profissional aconteceu em 2010, na Alemanha, na qual terminou em terceiro lugar no pódio.

As artes marciais não têm segredos para esta apaixonada pelo combate. Para ela, o confronto é importante! Ela faz parte do hall de nomes do boxe a serem seguidos de perto e não é para menos. A moça conta com 8 lutas profissionais e 7 vitórias, incluindo 6 por KO. Só isso!

O boxe feminino tem crescido e se destacado cada vez mais nas mídias. O cinema contribuiu fortemente com a popularização da categoria graças ao filme Million Dollar Baby (Menina de Ouro) de Clint Eastwood.

Este é o caso de várias pugilistas, cujas aventuras podem ser seguidas em sua conta no Instagram ou em seus blogs pessoais.

Conheça os maiores boxeadores do mundo!

Estelle Mossely

Renomada boxeadora francesa, Estelle Mossely fez parte da delegação da Federação Francesa de Boxe para os Jogos Olímpicos no Rio e levou a medalha de ouro.

Sua consagração em 2016 conferiu a ela reconhecimento internacional, embora antes disso ela já tenha acumulado muitos títulos de boxe amador na categoria peso-pena.

Mariana Juarez

A mexicana nascida em 1980 seguiu um caminho atípico: depois de várias lutas livres em seu país de origem, ela pede a seu agente que encontre adversários a sua altura nos Estados Unidos.

Especializada em full fight, ela experimentou algumas derrotas, sem nunca desistiu de continuar nos esportes de combate. Ela é apelidada de "Barbie do ringue", pois está sempre maquiada e impecável, mesmo durante uma grande luta de boxe.

Mulheres que praticam MMA
A lutadora de MMA, Ronda Rousey gosta de provocar suas adversárias.

Laila Ali

Agora afastada dos ringues, esta campeã mundial por K.O (21 vezes) permaneceu invicta. Seu nome talvez seja familiar para vocês e não é à toa.  Ela é nada mais, nada menos que a filha do grande campeão Mohamed Ali.

Tão tática quanto seu pai, Laila Ali conseguiu construir seu próprio nome no meio. Além disso, a luta entre ela e Avril Fowler permanecerá nos anais, com seus 31 segundos de duração!

Ela detém muitos prêmios, um sinal de regularidade constante: Campeã Mundial WIBA (2002 - 2007), IWBF (2002 - 2004) e WBC (2005 - 2007). Ela também é campeã de peso-pesado (meio-pesado) IWBF , em 2004.

Seu último combate a colocou sob os projetores e desde então ela participou de reality shows, filmes e apresenta programas de TV.

Ronda Rousey

Ronda é uma das atletas mais populares da última década, graças ao sucesso que obteve no UFC (Ultimate Fighting Championship). Ela é uma das lutadoras de MMA mais conhecidas do mundo - senão, a mais conhecida. Ela sabe como lutar e colocar suas adversárias K.O. no primeiro round.

Ronda Rousey é debochada e gosta, particularmente, de desafiar suas oponentes e derrotá-las. Sua atitude e personalidade forte, assim como seu desempenho são tais que ela é regularmente solicitada para participar de campanhas publicitárias, participar de filmes ou até mesmo fazer trabalhos como modelos.

Melhores do boxe feminino no Brasil: inspiração para aulas de boxe na academia

Chega de falar de boxeadoras profissionais e premiadas que são estrangeiras, pois chegou a hora de jogar os holofotes nas meninas que vestem as luvas pelo nosso Brasil! De acordo com o site AinsworthSports.com, listamos as melhores e mais bem classificadas boxeadoras brasileiras de todos os tempos. Vale ressaltar que a data indicada na frente de cada nome corresponde ao ano em que elas começaram a competir profissionalmente.

  1. Adriana Salles (1997);
  2. Halanna Dos Santos (2007);
  3. Rosilete Dos Santos (2003);
  4. Rose Volante (2014);
  5. Geovana Peres (2017);
  6. Aline de Cassia Scaranello (2014);
  7. Beatriz Ferreira (2017);
  8. Michelle Larissa Bonassoli (2007);
  9. Roseli Feitosa (2011);
  10. Silvana Lima da Silva (2007);
  11. Simone Aparecida da Silva (2005);
  12. Vanessa Guimarães (2008);
  13. Adriana Araújo (2019);
  14. Viviane Obenauf (2014);
  15. Ana Santos (2019);
  16. Clélia Marques (2019);
  17. Danila Ramos (2017).
Conheça a história de Rose Volante em entrevista da atleta à Revista Combate

Roseli Feitosa, Adriana Araújo e Rose Volante: as brasileiras que brilham no boxe

O desempenho das boxeadoras brasileiras tem enchido de orgulho e de esperança os torcedores brasileiros. A paulista Roseli Feitosa e a baiana Adriana Araújo são as responsáveis pelo otimismo. Elas já conseguiram um feito inédito na história do pugilismo feminino nacional ao conquistarem medalhas de ouro no Pré-Pan.

Roseli foi eleita revelação do Pré-Pan em 2011 e melhor atleta da competição - entre homens e mulheres. Outra brasileira que se destacou no boxe foi Rose Volante, de 35 anos. Ela alcançou uma façanha inédita para o boxe nacional em 2017 ao vencer a argentina Brenda Carvajal por pontos no país da adversária, se tornando a primeira mulher nascida no Brasil a conquistar um título da OMB, a Organização Mundial do Boxe.

Você sabe como funcionam as Federações Internacionais de Boxe?

Adriana Salles, a brasileira número 1 do boxe

Com uma atualização feita em fevereiro de 2022, o site AinsworthSports.com indica que Adriana Salles é a brasileira mais bem colocada no ranking mundial do boxe na categoria feminina, ocupando o lugar 302 no ranking geral.

Competidora na modalidade peso pena, Salles teve o início da sua carreira profissional em 1997 e, desde então, já participou de 6 disputas de títulos mundiais, foi bicampeã brasileira, campeã paulista, além de ter sido a primeira boxeadora brasileira a ter status de atleta profissional no esporte.

Não bastasse todas as conquistas nos ringues, a fera dos jabs é ex-modelo e continua super fotogênica, como podemos ver nas suas fotos e vídeos publicados em seu Instagram oficial (@adrianasalles).

Que jiu jitsu que nada: o nome da luta profissional brasileira é Adriana Salles! Confira este clipe com imagens de lutas da atleta ao som de uma música feita para ela!

Bia Ferreira, fazendo história nas olimpíadas

Como mencionamos no inicio da matéria, Bia Ferreira (Beatriz Ferreira no nosso ranking, ocupante do sétimo lugar) fez história na equipe olímpica do Brasil durante os jogos de Tókio em 2021. Ocupante do lugar 434 no ranking mundial de boxe, a atleta brasileira que começou seu trajeto profissional em 2017 chegou à primeira final do Brasil no boxe feminino em uma olimpíadas! E mesmo não tendo conseguido subir no lugar mal alto do pódio, seu nome já está gravado no painel de medalhas olímpicas brasileiras, já que a grande trouxe uma bela medalha de prata para casa!

Benefícios do boxe para a saúde feminina

Agora que já conhecemos os nomes nacionais e internacionais das melhores boxeadoras da atualidade, que tal ficarmos por dentro dos pontos positivos que um treino funcional de boxe na academia ou com um professor particular podem trazer para a você?

Afinal de contas, nada tão bom quanto se inspirar em todas estas boxeadoras de sucesso e experimentar uma aula de boxe, não é mesmo? Antes de mais nada, vale ressaltar que na plataforma Superprof você encontra os melhores professores e as melhores professoras da sua cidade, além de ter a possibilidade de conseguir a primeira aula gratis!

Confira nossa compilação das lutas de boxe mais lendárias.

Os benefícios físicos do treinamento de boxe

Praticado regularmente, o treino de boxe traz efeitos positivos para o corpo. Mas será que você sabe exatamente qual o impacto físico que este treinamento pode ter na sua saúde?

1. Melhoria da vitalidade cardiovascular

Somos constantemente lembrados que cuidar do nosso coração é essencial para nos proteger de doenças cardíacas e permanecermos saudáveis.

Para manter o coração saudável, é necessário fazer exercícios cardiovasculares (também conhecido como cardio) regularmente. Aos adultos, é recomendado fazer um mínimo de 150 minutos de exercícios aeróbicos moderados por semana.

E o boxe é uma ótima fonte desses exercícios! Isso porque ele faz com que seu coração e seus pulmões trabalhem mais, ajudando ainda com você queime mais calorias e atinja um limite de queima de gordura. O exercício cardiovascular coloca estresse adicional em seu corpo de maneira segura e gerenciada, o que resulta em mudanças benéficas para suportar esse aumento do nível de exercício.

Portanto, quaisquer que sejam os exercícios que você faça quando estiver treinando, desde que eles mantenham sua frequência cardíaca alta, você estará trabalhando para melhorar sua saúde cardiovascular e, consequentemente, se beneficiar de um coração mais saudável.

Curiosa(o) para conhecer mais sobre Bia Ferreira e sua trajetória que fez história para o Brasil nas Olimpíadas 2021 em Tóquio? Então confira esta entrevista que a atleta deu ao Canal Olímpico do Brasil.

2. Melhoria da força geral do corpo

Não é segredo para ninguém que as melhores boxeadoras profissionais são super fortes. Mas você já pensou em quanta força você usa durante um treinamento fitness, em uma academia especializada ou em uma aula particular com um professor?

Seja fazendo sparring, usando um saco de pancadas, correndo circuitos ou fazendo movimentos em circuitos, você acaba puxando as reservas de força do seu corpo para executar a atividade.

Se você considerar que o saco de pancadas médio pesa cerca de 25kg e você pode bater centenas de vezes durante uma sessão de treinamento, você pode ver rapidamente quanta força é necessária para se concluir um treino repleto de golpes!

E o melhor deste treinamento é que, à medida que você exerce força para concluir cada exercício, você também fica mais forte e, consequentemente, ganha mais músculos. Quase todos os exercícios das aulas de boxe aumentam a força do corpo, seja nos músculos dos braços, do core, dos glúteos ou das pernas.

Os benefícios do treinamento de boxe para a mente

Os efeitos do treino de boxe vão muito além do bem-estar físico. Exercitar-se regularmente e melhorar a condição física geral também pode melhorar o bem-estar mental.

3. Diminuição do Estresse

Seja em casa, no trabalho ou apenas na vida cotidiana, todos nós experimentamos estresse de uma forma ou de outra, pois ele é uma constante em nossas vidas. Mas, com exercícios regulares, pesquisas apontaram que o estresse pode ser reduzido.

Isso porque a prática de exercícios aumenta os níveis de produção de endorfina, também conhecida como sendo o o hormônio da felicidade responsável pela manutenção do bom-humor. Exercícios regulares, de intensidade moderada a intensa (como o boxe, obviamente) podem ajudar a liberar essas endorfinas e, consequentemente, a reduzir a sensação de estresse.

Embora qualquer tipo exercício físico seja bom para liberar endorfinas, o boxe é particularmente bom quando o assunto é o combate ao stress. Fato é que, se você está se sentindo frustrado ou reprimido, nada melhor que uma hora na academia dando socos em um saco de pancadas para ajudar a liberar os sentimentos reprimidos e reduzir qualquer tensão presa no organismo.

Exercícios repetidos no quais concentramos a atenção no movimento do corpo e na coordenação entre mãos e pés, permitem que esqueçamos qualquer coisa que esteja fora da academia.

Quando você limpamos nossa mente e nos concentramos apenas nos movimentos, todas as tensões externas desaparecem.

Estudos mostraram que descarregar o estresse dando socos e exercitando o corpo inteiro durante uma aula de boxe é extremamente benéfico! | Imagem: Pexels

4. Melhoria da qualidade do sono

Além de menos estresse, o treino regular de boxe também ajuda a melhorar a qualidade de sono. Pesquisas apontam que o exercício cardiovascular de alta intensidade tem efeito benéfico na qualidade do sono e na rapidez com que as pessoas adormecem.

Depois de uma sessão pesada no ringue, o corpo fica fisicamente esgotado, precisando de mais horas de sono do que o normal para se recuperar do trabalho feito na academia.

E, como as ações repetitivas de bater em um saco de pancadas ou de lutar com um parceiro podem ajudar a limpar a mente, adormecer pode acabar ficando ainda mais fácil e sem estresse, já pensamentos sobre trabalho ou quaisquer outros problemas ficarão em segundo plano.

Resumindo, os pontos positivos ao bem-estar físico e mental proporcionados pelos treinos de boxe são:

  1. Melhoria da vitalidade cardiovascular;
  2. Melhoria da força corporal geral;
  3. Diminuição do estresse;
  4. Melhoria na qualidade do sono.

E então, depois de conhecer todas essas feras do boxe feminino e de ficar por dentro de seus pontos positivos, o que você está esperando para começar hoje mesmo uma aula de boxe com uma professora particular?

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (2 note(s))
Loading...

Ricardo

Marketeer. Professor. Country Manager. Redator. Dedicação a 200% em tudo o que me comprometo ao longo da minha vida. Adoro as diferentes personalidades existentes em ambiente profissional e social. Em constante transformação. Escrevo para partilhar o meu conhecimento e entusiasmo aos leitores que queiram ver respondidas as suas questões ou aprofundar algum tema.