Com todos os novos estilos e danças de funk que têm vindo a fazer sucesso, aumenta o número de pessoas que procuram por aulas de estilos parecidos, como o hip hop, para aprender a dançar e se divertir nas festas e eventos. Por esse motivo, já encontra facilmente aulas de dança do género na escola ou estúdio de dança que frequenta, +ara que os alunos possam aprender os passos e as coreografias que dançam nas festas.

Foi essa popularidade que trouxe o género musical até ao nosso país. Por isso, criamos este artigo com um pouco da história deste ritmo brasileiro que conquista tantas pessoas pelo mundo fora.

Está interessado em ter aulas para conseguir seguir as coreografias mais famosas? Quer poder treinar em casa e repetir os passos nas festas e eventos? Então continue a ler para saber como pode começar as aulas desta dança que tem feito tanto furor nos últimos tempos.

Os melhores professores de Dança disponíveis
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (15 avaliações)
Sara
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Hanna
5
5 (10 avaliações)
Hanna
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Rui
5
5 (9 avaliações)
Rui
40€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Nuno
5
5 (12 avaliações)
Nuno
30€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana luísa
5
5 (9 avaliações)
Ana luísa
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Deborah
5
5 (5 avaliações)
Deborah
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Safiyah
5
5 (8 avaliações)
Safiyah
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcelo
5
5 (15 avaliações)
Marcelo
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

A história dos movimentos do funk

Este estilo teve origem na década de 60 e é uma solução de soul music (um género musical inspirado no gospel e nos blues), R&B e rock. é fortemente influenciado pela música norte-americana e, como tal, tem como principais características uma batida marcante, um ritmo sincopado e uma presença forte de baixo.

Nos anos 70, à medida que foi surgindo tem bailes, ficou popular em todo o Brasil. Em 2000 a sua popularidade chegou as escolas de música e as discotecas noturnas, atingindo assim um novo nível na cultura brasileira.

mulher de cabelo cor de rosa
O funk é influenciado por vários géneros musicais e acaba por ser uma mistura de todos eles. | Fonte: Unsplash.com

As suas músicas são maioritariamente sobre liberdade e um maior controlo e poder da própria vida, incluindo o poder da mulher, e, portanto, não é de espantar que as suas produções movam centenas de euros. O estilo foi-se modificando ao longo das décadas, influenciado por outros ritmos americanos e brasileiros (como o samba da gafieira). Aquilo que começou como funk tradicional, com batidas de dança lenta, foi ficando "mais pesado", com influência do heavy-metal e letras com conotação mais sexual.

Década de 60

Este género musical originou da junção de diferentes estilos como o soul, o jazz e o R&B. Foi considerado indecente mal surgiu, uma vez que o próprio nome e as suas músicas possuíam letras de conotação sexual, mesmo que os movimentos da dança fossem soltos e lentos, sem grande sensualidade.

Década de 70

Na década de 70, o estilo musical adquiriu características mais "pesadas", com aparecimento de novas bandas, de influência psicadélica.

Década de 80 até os dias de hoje

A versão da década de 80 (que surgiu ao mesmo tempo que a lambada) teve como objetivo principal atrair pessoas de diferentes gostos musicais. Representou uma quebra no funk tradicional e foram desenvolvidos diversos sub-géneros, numa tentativa de tornar o estilo mais comercial. Neste período, houve uma grande influência do break, do hip-hop e do rap.

No final da década de 80, o género teve influência do rock metaleiro e das guitarras utilizadas no heavy-metal. Isto levou a sons e movimentos mais rápidos, em conjunto com letras de músicas mais eróticas. Na década de 90, houve um "boom" dos festas funk em território brasileiro, onde passavam músicas sobre a vida no país, mas também algumas com letras de sentido duplo e forte conotação sexual.

Tal como aconteceu com este género musical, o tecnobrega também ganhou outras conotações ao longo do tempo e se tornou mais moderno.

Diferentes estilos de funk nas aulas dança

Existem diferentes estilos de funk e os principais são: carioca, ostentação, consciente, pop e proibidão. Cada um deles têm características diferentes e é ensinado pelos professores de dança particulares ou os que encontra numa escola ou academia.

Funk carioca

O funk carioca é estilo popular tradicional que conquistou o país inteiro. A maioria das músicas de funk que conhece são deste género, que é o que tem mais sucesso no nosso território nacional.

Funk consciente

O funk consciente é semelhante ao rap e, por isso, é muitas vezes confundido com esse estilo musical. As músicas deste género falam maioritariamente sobre os problemas sociais. No entanto, o funk consciente não tem o mesmo tipo de sucesso do funk pop ou do tradicional.

Funk ostentação

Todas as canções sobre carros de luxo, joias e dinheiro são do funk ostentação. As composições deste género são maioritariamente sobre o comunismo exagerado e a vontade de melhorar de vida.

Funk pop

As músicas de funk pop são as que costumam ter mais sucesso e conquistam o público nacional e internacional. No geral, têm letras mais suaves e muito semelhantes ao pop. Devido  popularidade deste ritmo consegue ter aulas de funk onde aprende todos os movimentos da dança através de coreografias famosas.

Funk proibidão

Este género de funk gera muitas polémicas, uma vez que a maioria das suas letras fala sobre consumo de drogas e  têm conotação sexual explícita. Além disso, normalmente estão repletas de palavrões. Ainda que seja muito criticado, esse estilo costuma ter bastante sucesso.

homem em passo de funk
Nem todos os géneros tem o mesmo tipo de sucesso ou aceitação por parte do público. | Fonte: Unsplash.com

Outro ritmo brasileiro que tem muito sucesso no nosso país é o samba. E pode aprender a sambar nas aulas de dança de qualquer escola ou estúdio.

Aulas de funk e dança para crianças e iniciantes

Numa aula de funk para iniciantes vai ficar a conhecer passo a passo os movimentos dos principais sucessos deste ritmo. Sim, porque pode fazer uma aula desta dança da mesma forma que faz uma aula de salsa, bachata, cha cha cha, tango, jazz ou outras danças de salão.

Aprender os passos principais

Durante as aulas de dança e de funk vai praticar todos os passos essenciais para poder completar o movimento das coreografias. Depois de assimilar os passos mais básicos com exercícios práticos durante a aula, vai conseguir fazer os movimentos mais difíceis e, com o passar do tempo, integrá-los numa coreografia completa.

Nestas aulas, além de aprender a dançar melhor, também vai notar uma série de benefícios para a saúde do seu corpo e da sua mente, tais como o fortalecimento da musculatura, o aumento da condição e o aumento da autoestima, que surgem com a prática.

Desta forma, dança não só para manter uma boa saúde, mas também para melhorar o seu humor, uma vez que durante a prática do exercício físico se libertam hormonas que proporcionam uma sensação de bem-estar durante e depois dos exercícios e coreografias.

Uma outra opção é ter aulas de forró, uma vez que os seus exercícios (e os das outras danças) ajudam no movimento do corpo.

Dicas para dançarinos na primeira aula

As aulas de dança podem ser uma maneira divertida de fazer exercícios, sejam elas de funk, tango, salsa, cha cha cha, jazz, hip-hop oi ballet. Mas para os alunos iniciantes que nunca fizeram uma aula, até os movimentos mais moderados podem ser intimidantes.

Mas isso não é nada que não possa ser resolvido e só precisa de dar o primeiro passo! Depois de fazer a primeira aula e começar a aprender vai ver que tudo fica mais simples. Quando começar as aulas de dança, vai ficar consciente das pessoas à sua volta, da música e de todos os diversos elementos. É uma experiência inicialmente intimidante, mas rapidamente se torna familiar.

Para todos esses alunos receosos, preparamos algumas dicas para ler antes de iniciar as suas primeiras aulas. Sabemos que começar uma coisa nova pode ser uma experiência desconfortável para muitas pessoas e estas dicas podem servir para todas as ocasiões. Quer vá dançar hip hop, jazz, salsa, tango, cha cha cha ou ballet, com professores particulares ou numa escola ou academia de dança.

Use roupa e calçado confortável

Deve evitar ter roupas muito apertadas ou muito largas, para não ter que parar a meio da dança para ajustar qualquer coisa. Além disso, deve garantir que os sapatos são confortáveis, uma vez que como base são eles que dão estabilidade para praticar os novos passos.

Não se preocupe com experiência prévia em dança

Todos os iniciantes são bem-vindos nas aulas de dança. Qualquer pessoa pode fazer uma aula de dança, sejam crianças, adultos ou idosos. É normal ficar nervoso quando é iniciante sem qualquer experiência, mas podemos garantir que não será o único aluno iniciante na aula.

aluna a fazer pirueta
Durante a aula não se deve preocupar com mais nada a não ser executar os movimentos, temos todos que começar por algum lado. | Fonte: Unsplash.com

Os alunos iniciantes tendem a ter receio daquilo que os outros podem pensar do seu desempenho, mas não se deve preocupar com isso. Estão todos a fazer a mesma coisa! O mais importante é divertir-se e no caso de se enganar, ria-se e continue.

Conheça os colegas das aulas

No início vai estar mais preocupado em seguir os passos que o professor indicar. Mas quando chegar ao final das aulas, já não se vai preocupar se a pessoa que está ao seu lado o está a ver fazer asneiras. A verdade é que estão lá todos a aprender algo novo e permite que sejam construídas novas amizades de maneira rápida e divertida.

Os movimentos são mais fáceis do que acha

Temos a tendência de acreditar que tudo é difícil. Uma boa professora vai escolher danças fáceis para começar e vai explicar como repetir os movimentos várias vezes e lentamente antes de tentar seguir o ritmo da música. Vai ficar um especialista num instantinho.

Concentre-se na tarefa

As aulas de danças seguem uma sequência. É importante que esteja concentrado no que está a fazer para tentar replicar os movimentos. Não interessa que no início esteja demasiado rígido, depois de se habituar vai conseguir movimentar o corpo para exprimir a emoção da música.

A seguir vem o cansaço e a felicidade

É verdade, ainda que depois de dançar se vá sentir cansado, também vai estar de muito melhor humor. Está provado que a dança ajuda a aliviar sintomas ligados à ansiedade e stress. E como exercício físico, a dança estimula a liberação de vários químicos benéficos para o corpo e a mente, como as endorfinas, que causam a sensação de bem-estar.

Por isso, seja a dançar funk, cha cha cha, salsa, jazz, hip-hop, tango ou ballet, está a trabalhar para a manutenção da sua saúde física e mental!

Encontrar um professor de dança para aulas de funk

Se quer ter aulas de dança, deve começar por procurar pela escola, estúdio ou academia de dança que tem opções de aulas de funk ou por um professor ou professora particular que disponibilize esse tipo de aula. A aula de dança online é uma excelente opção para quem não tem grande tempo para deslocações. As aulas de dança presenciais são recomendadas para necessita de ter um acompanhamento pessoal do professor de dança.

aula funk em grupo
Deve optar pelo modelo de aulas que ache melhor, quer sejam particulares ou com um professor num estúdio. | Fonte: Unsplash.com

Consegue encontrar professores de dança disponíveis para estes dois tipos de aulas, online ou presencial. Para os conseguir encontrar, pode pesquisar pelos professores de funk mais perto de si em plataformas como a da Superprof, e escolher o dançarino com a experiência e técnica que procura para as aulas de dança. Regra geral, estes professores também têm conhecimento da técnica de outros ritmos brasileiros, como o xaxado e o forró, ou até mesmo danças internacionais como salsa e foxtrot.

Com uma boa pesquisa, irá encontrar um professor de dança que se adapte ao seu estilo e que lhe ensine todos os passos principais do funk, até que seja capaz de completar uma coreografia. Depois de encontrar o professor, é só começar as aulas e dominar a técnica do funk.

Quando estiver a fazer a pesquisa, lembre-se de ter em conta qualquer professor que ofereça a primeira aula gratuita. Quer seja online ou presencial, pode ser uma oportunidade de testar a técnica do dançarino antes de se comprometer.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.