"A pintura é poesia muda; a poesia, pintura cega."
Leonardo da Vinci

Manet, Van Gogh, Kandinsky, Cézanne, Rembrandt, Munch, Courbet, reconhece todos estes nomes que nos fazem sonhar?

Deseja torna-se num verdadeiro artista da pintura? Saiba que se trata de um longo caminho pavimentado com exposições, oficinas de pintura e trabalho, muito trabalho, para melhorar a sua técnica e desenvolver o seu estilo pessoal. Mas com esforço e dedicação poderá lá chegar. E se está a precisar de uma motivação extra, deixe-se inspirar nos dez artistas portugueses mais valiosos!

Para isso, é de primordial importância que os pintores estejam acompanhados do melhor material possível, e do professor mais indicado ao seu perfil como estudante para o seu curso de pintura, para expressar a sua arte e desenvolver a sua manifestação artística pessoal.

Pintura num ambiente ideal
É importante estar num lugar calmo e reservado para criar um momento criativo para a pintura. | Fonte: Pexels

Pintura em seda, pintura em vidro, pintura sobre tela, pintura em aquarela, ou pintura em madeira, cada artista tem o seu próprio estilo e o material de pintura de eleição adequado às suas preferências.

As opções de material que poderá utilizar são inúmeras, desde a tela, a material de desenho, a paleta de pintura, a espátula, ao spray fixação, ao estojo de pincéis, à prancheta, e deverá escolhê-los de acordo com os seus objetivos de aprendizagem.

Aqui estão algumas informações a serem tidas em consideração aquando da escolha do seu material básico.

Leia o nosso guia para se transformar em um pintor iniciante de sucesso, melhorando visivelmente de aula para aula!

Os melhores professores de Desenho disponíveis
1ª aula grátis!
Rita
5
5 (16 avaliações)
Rita
10€
/h
1ª aula grátis!
Dominique
5
5 (7 avaliações)
Dominique
15€
/h
1ª aula grátis!
Paulo
5
5 (9 avaliações)
Paulo
18€
/h
1ª aula grátis!
Juliana
5
5 (12 avaliações)
Juliana
15€
/h
1ª aula grátis!
São
5
5 (5 avaliações)
São
7€
/h
1ª aula grátis!
Angela
5
5 (9 avaliações)
Angela
15€
/h
1ª aula grátis!
Louise
5
5 (11 avaliações)
Louise
16€
/h
1ª aula grátis!
Luiz
5
5 (15 avaliações)
Luiz
6€
/h
1ª aula grátis!
Rita
5
5 (16 avaliações)
Rita
10€
/h
1ª aula grátis!
Dominique
5
5 (7 avaliações)
Dominique
15€
/h
1ª aula grátis!
Paulo
5
5 (9 avaliações)
Paulo
18€
/h
1ª aula grátis!
Juliana
5
5 (12 avaliações)
Juliana
15€
/h
1ª aula grátis!
São
5
5 (5 avaliações)
São
7€
/h
1ª aula grátis!
Angela
5
5 (9 avaliações)
Angela
15€
/h
1ª aula grátis!
Louise
5
5 (11 avaliações)
Louise
16€
/h
1ª aula grátis!
Luiz
5
5 (15 avaliações)
Luiz
6€
/h
1ª aula gratuita>

Aulas de pintura: escolha a tinta adaptada ao estilo que deseja aprender

O mundo da arte plástica é bastante versátil pelo que poderá experimentar vários estilos de pintura distintos, como a tinta acrílica, a tinta a óleo, a aquarela, o guache, entre outros, antes de decidir enveredar por uma modalidade específica e se dedicar a desenvolver as suas capacidades artísticas nessa área.

No entanto, não se deixe desanimar pela complexidade de cada vertente artística, o seu sonho está mais perto de ser realizado do que imagina. Para o atingir ainda mais rápido, tem de praticar as técnicas de cada material a utilizar, e é aqui que as coisas ficam complicadas e levam muitos pintores aprendizes a ponderar desistir depois das primeiras aulas.

A escolha do material ideal a utilizar no curso de pintura consoante as suas preferências, e o mais adequado para o seu trabalho artístico, depende do seu gosto pessoal e do estilo que pretende dar aos seus trabalhos.

Aquarela requer um certo refinamento da parte do pintor.
A aquarela é uma das várias tintas disponíveis para trabalhos de pintura. A sua particularidade característica é a possibilidade de ser misturada com água, dando ao artista a possibilidade de a manipular facilmente de acordo com o efeito que pretende dar à sua criação.

Aquarela

Este tipo de pintura é frequentemente usado por novos pintores por ser uma tinta de fácil transporte e não requerer muitos acessórios para dar vida a belas imagens. Com apenas um pincel e um pequeno recipiente com água, é possível usar este tipo de tinta em qualquer lugar, até mesmo no meio da rua, devido à sua enorme praticabilidade.

A tinta para aquarela é feita a partir de pigmentos finos moídos e deve ser usada em papel especial, capaz de absorver a água sem enrugar ou deformar. Este tipo de papel é facilmente encontrado à venda em blocos de folhas de variados tamanhos em qualquer papelaria ou em lojas especializadas na venda de materiais artísticos. Como estes blocos são usualmente encadernados, acabam por ter uma excelente forma para serem levados para todo lado sem sofrerem grandes danos pelo seu transporte.

A tinta pode ser encontrada em forma de pequenos tubos ou cubos armazenados em caixas especiais de pequenas dimensões, também utilizadas como paleta para misturar os pigmentos com a água de forma a atingir a tonalidade cromática necessária.

Técnica pintura aquarela
A aquarela consiste numa técnica de pintura baseada em pigmentos de cores dissolvidos em água | Fonte: Pexels

Já pensou em fazer um curso de pintura online? Veja todas as ofertas de professores e tipologias de aula na Superprof e dê início à sua aprendizagem!

Guache

O guache é uma tinta composta de pigmentos misturados com água gomada. Este tipo de material é amplamente utilizado nas escolas e é a tinta mais fácil de ser manuseada pois basta diluí-la um pouco em água e pintar em qualquer tipo de papel.

A sua aparência é muito mais opaca do que a tinta de aquarela, já que é mais espessa e precisa de menos água para ser utilizada.

O seu preço é relativamente baixo devido à sua composição e à grande quantidade em que é produzida, já que é adotada por todas as escolas como material de pintura para crianças nas suas aulas de educação visual e tecnológica em Portugal.

Guache é a tinta mais usada por crianças!
A pintura a guache é um clássico do jardim de infância e do ensino básico utilizado para exercitar a criatividade e a veia artística das crianças.

Conheça também as diferentes técnicas de pintura que deve saber para se tornar num pintor de sucesso do século XXI.

Acrílica

Esta tinta é uma mistura de pigmentos com um aglutinante de resina acrílica e água.

Graças à água, a tinta acrílica pode ser lavada facilmente se cair na sua roupa. No entanto, tal procedimento precisa de ser feito antes dela secar. Uma vez seca, ela adere ao tecido, sendo muito difícil tirar por se tratar de uma tinta que seca muito rápido.

Esta característica faz com que seja uma das tintas favoritas dos pintores mais impacientes que não querem passar dias à espera que um trabalho seque para finalizá-lo. Pelo mesmo motivo, é necessário agir rapidamente no que diz respeito à mistura das cores e à construção de camadas na sua obra.

Esta tinta é usualmente encontrada em tubos e possui diferentes marcas com preços acessíveis.

Tinta acrílica solúvel em água
A tinta acrílica consiste numa técnica de pintura com tinta solúvel em água | Fonte: Pexels

Aprenda tudo o que precisa de saber para pintar com um curso de pintura online!

Óleo

Tal como o nome indica, esta é uma tinta cuja base é óleo e pigmentos cromáticos, sendo esta bastante popular entre os artistas mais experientes e que gostam de trabalhar durante muito tempo no mesmo projeto de pintura, à procura de atingir a perfeição.

Geralmente, são necessárias três camadas para que a pintura final fique com uma aparência organizada e os seus traços intencionais.

A primeira camada é aplicada para traçar os contornos com os pigmentos misturados com óleo de terebentina, enquanto que as camadas seguintes são aplicadas com tintas que possuem cada vez mais e mais óleo, tornando-se mais espessas e com uma tonalidade cromática mais forte. A camada anterior a estas deve secar durante várias horas antes da seguinte ser aplicada para que não se misturem.

Pintar em várias camadas tem ainda o benefício de facilitar a correção de alguns erros que possam ter sido cometidos durante o processo de composição da sua pintura.

No entanto, tenha cuidado para ventilar suficientemente o seu espaço de trabalho, pois a tinta a óleo é bastante tóxica quando inalada durante muito tempo seguido.

Faça um curso de pintura artística com os melhores professores da nossa plataforma!

Equipe-se de pincéis para o seu atelier de pintura

Os pincéis são a ferramenta essencial na prática da pintura. Mesmo que alguns artistas pintem com os dedos ou outros utensílios menos convencionais, o mais comum é que eles façam uso de um ou vários tipos pincéis distintos para realizar os seus trabalhos.

Se ainda não tem experiência neste no assunto, pois acabou de chegar a este mundo mágico da pintura, então saiba que existe uma enorme variedade de formas, materiais e tamanhos de pincéis que poderá utilizar para dar início ao seu percurso artístico.

Sintético, natural, longo, curto: o pintor iniciante tem muitas opções de pincéis para começar seus trabalhos de artes.
Existe uma grande variedade de modelos de pincéis disponível no mercado para que cada pintor tenha o que realmente precisa para concretizar a sua visão.

Que tal recorres aos cursos de pintura online para conseguir aprender todas as técnicas necessárias inerentes a um bom pintor e evoluir como artista plástico?

O cabo do pincel

Primeiro tem de escolher o cabo do seu pincel, já que este tem influência direta no tipo de tinta que irá utilizar para pintar.

Enquanto que os pincéis de cabo curto são eleitos por aqueles que usam aquarela, os de cabo comprido são os preferidos ​​dos pintores que trabalham sobre telas. De facto, quanto mais longo o cabo, mais distância para analisar será dada ao pintor aquando do seu trabalho de pintura.

Por outro lado, o cabo curto permite ao artista ter uma precisão maior enquanto atribui detalhes ao seu quadro.

No que diz respeito ao material do cabo dos pincéis, também terá várias escolhas à sua disposição tais como a madeira, o acrílico, o plástico, entre outros. Escolha aquele com o qual se sente confortável e o que se adapte melhor ao seu tipo de traço.

O pincel é uma extensão do seu braço, pelo que deve ter a melhor ferramenta possível ao seu dispor.

As cerdas do pincel

As cerdas do pincel podem ser de diferentes tipos, entre os quais: pelo natural extrafino, pelo fino natural de orelha de boi, de cabra, de porco ou ainda de pónei. Existe também uma enorme variedade de pelos sintéticos que poderá utilizar como alternativa ao pelo animal.

Mais uma vez, a escolha do tipo de material para as cerdas dos seus pincéis deverá ser baseada no tipo de uso que lhes irá dar, assim como a sua sensação de conforto em utilizá-los.

Escolha das cerdas para cada tipo de pintura
A escolha das cerdas do pincel é baseada no tipo de pintura que deseja trabalhar | Fonte: Pexels

A ponta do pincel

Existem vários tipos de pincéis que deverá comprar para conseguir ter um traço específico e adequado à sua visão artística.

As cabeças dos pincéis possuem formas variadas para que consiga obter o efeito desejado, entre as quais a ponta redonda, a ponta plana, o ventilador, a escova, entre muitas outras opções que poderá utilizar para os seus quadros.

Escolher tipos de pontas diferentes para o seu estojo permite o uso de cada um deles dependendo do que deseja obter para a sua criação: linhas finas para formar detalhes, pintar uma grande superfície e até pincéis mais ou mais densos de acordo com o efeito que deseja obter.

Como escolher um pincel?

Se for a uma loja de arte comprar o seu material de pintura, peça ao vendedor o seu conselho, já que será alguém que conhece todo o material disponível e o poderá aconselhar quanto ao que escolher, guiando-o na sua escolha, e tendo em consideração o que pretende produzir.

Naturalmente, dependendo do tipo de tinta que usar, também terá a necessidade de optar por pincéis distintos. Por exemplo, recomenda-se pelos de orelha de boi para a pintura em aquarela, enquanto que os pincéis de seda são os mais recomendados para a pintura a óleo.

Evite pincéis de baixo custo, pois eles normalmente são destinados para o uso recreativo das crianças, tendo pouca durabilidade.

Adicionalmente, deverá ter em consideração que os pincéis de pelos sintéticos caem muito e desgastam-se rapidamente, perdendo a sua eficácia e densidade se utilizados regularmente.

Que tal inscrever-se num curso de pintura em tela?

Que tipo de suporte usar para seus trabalhos nas aulas de pintura?

Muitos pintores usam uma tela como base para os seus trabalhos. Elas podem proporcionar uma ampla superfície para abrigar a sua pintura e são fortes o suficiente para serem expostas e transportadas frequentemente.

No entanto, poderá encontrar vários outros tipos de suporte que poderá utilizar de acordo com a sua visão.

Tela de linho

Algumas telas são feitas de linho, um material super adequado para qualquer estilo por ser resistente e absorvente. No entanto, esse tipo de tela é geralmente o mais caro.

Tela de poliéster

O tipo de tela mais utilizada pelos artistas com mais experiência é a de poliéster. O seu preço é razoável e a sua qualidade é correta para o quanto ela custa. O tecido não relaxa facilmente, ao contrário dos tecidos baratos de algodão, podendo ser saturado de tinta sem enrugar ou perder a sua forma.

Tela de algodão

Falando em telas de algodão, elas são as mais baratas, mas a sua qualidade geralmente deixa muito a desejar. A superfície deste material deteriora-se bastante com o tempo e com as diferentes mudanças de temperatura. Tais propriedades não são favoráveis quando o artista ou professor de pintura deseja expor os seus trabalhos em ambientes com características variadas.

Papel

Se o seu interesse está voltado para a aquarela, então a melhor escolha é o papel. Neste caso, será necessário observar o tipo de espessura e o grão do mesmo para que não perca a sua forma enquanto vai adicionando água aos seus pigmentos.

Outros

Para aqueles artistas que gostam de experimentar, o céu é o limite no que toca ao suporte das suas criações. Se este é o seu caso, que tal desenvolver testes de tintas sobre madeira, porcelana, vidro ou até mesmo em tecido?

Deixe a sua imaginação fluir e vá experimentando nas suas aulas de pintura!

O cavalete é um dos materiais dos pintores.
O cavalete é essencial para quem trabalha com telas de maneira a que esta permaneça imóvel e estável enquanto pinta.

Descubra mais sobre como é ter aulas particulares de pintura na Superprof.

Outros acessórios úteis para pintar bem no seu atelier de pintura

Para pintar retratos, paisagens ou qualquer outro tema do seu interesse, também pode utilizar outras ferramentas para facilitar o seu processo de criação.

Cavalete

Os pintores que escolherem usar telas ficam mais à vontade quando têm um suporte para trabalhar nos tecidos sobre os chassis.

Paleta

Nem sempre pensamos nisso, mas a paleta é muito prática para qualquer pintor utilizar nas suas aulas de pintura.

A maioria das paletas são feitas de madeira, onde a tinta pode ser misturada sem ser demasiado absorvida pelo material.

Algumas lojas também disponibilizam um bloco de papel especial na forma de paleta como alternativa, agradando aos pintores que não gostam de sobrepor várias camadas de tinta nas suas misturas.

Uma mala de artista

Quando tem equipamentos e vários materiais distintos associados à sua arte, deve guardá-los e transportá-los de uma maneira adequada, especialmente porque os pincéis podem durar muitos anos se forem bem cuidados.

Uma pequena mala pode desempenhar este papel de proteção, conferindo-lhe ainda um fácil transporte de tudo o que precisa para pintar.

Se a vertente artística da pintura sempre o seduziu, que tal ter aulas com um dos nossos professores e aprender mais sobre esta matéria? Inscreva-se na nossa plataforma e tente pintar o seu próprio quadro!

Descubra nas perguntas mais frequentes tudo o que precisa para começar:

Precisa de um professor de Desenho ?

Gostou deste artigo?

4,67/5 - 3 voto(s)
Loading...

Ricardo

Marketeer. Professor. Country Manager. Redator. Dedicação a 200% em tudo o que me comprometo ao longo da minha vida. Adoro as diferentes personalidades existentes em ambiente profissional e social. Em constante transformação. Escrevo para partilhar o meu conhecimento e entusiasmo aos leitores que queiram ver respondidas as suas questões ou aprofundar algum tema.