O final do ano lectivo começa a chegar e em vez de sossego e realização, os alunos do 11º ano e do 12º ano têm ainda uma difícil batalha pela frente, garantir o seu acesso ao ensino superior e para isso, têm de ter bons resultados nos exames nacionais!

O estudo para os exames nacionais deve ser feito atempadamente e com disciplina e rotina para que os estudantes do ensino secundário possam ultrapassar a época de exames nacionais de forma tranquila e com sucesso.

Estudar para exames nacionais
Saber as datas exames nacionais e estudar atempadamente pode reduzir bastante o stress sentido na época de exames nacionais | Fonte: Pexels

As datas dos exames nacionais são algo muito importante e embora não se sabiam ainda as datas dos exames nacionais do ano lectivo de 2021/2022, podemos ter uma ideia se nos basearmos nos anos anteriores podendo desta forma, prever o mês e a semana em que irá acontecer cada exame, sejam os exames nacionais de portugues ou os exames nacionais de matematica para pelo menos, fazer um plano de estudos bem estruturado e ter tempo suficiente para a preparação para os exames nacionais do ano seguinte.

Os melhores professores de Exames Nacionais disponíveis
Sandra
5
5 (31 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
5
5 (9 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana
5
5 (11 avaliações)
Ana
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Teresa
5
5 (15 avaliações)
Teresa
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Maria ana
5
5 (9 avaliações)
Maria ana
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Magda filipa
5
5 (6 avaliações)
Magda filipa
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (4 avaliações)
Sara
11€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Margarida
5
5 (9 avaliações)
Margarida
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (31 avaliações)
Sandra
9€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Gabriel
5
5 (9 avaliações)
Gabriel
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana
5
5 (11 avaliações)
Ana
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Teresa
5
5 (15 avaliações)
Teresa
20€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Maria ana
5
5 (9 avaliações)
Maria ana
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Magda filipa
5
5 (6 avaliações)
Magda filipa
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Sara
5
5 (4 avaliações)
Sara
11€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Margarida
5
5 (9 avaliações)
Margarida
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Saber as datas dos exames nacionais

Saber as datas dos exames nacionais ou pelo menos, ter a possibilidade de utilizar as datas dos anos anteriores como um guia, pode ser uma boa ajuda para estruturar um plano de estudos e de preparação de exames nacionais para o acesso ao ensino superior.

Se nos guiarmos pelos 2 anos anteriores, podemos ver que os exames nacionais portugues acontecem sempre no final do mês de junho.

Datas dos exames nacionais de Portugues

No ano letivo de 19/20, a primeira fase dos exames de português foi no dia 18 de junho e a segunda fase, quase um mês depois, no dia 19 de julho. No ano seguinte, 20/21, as datas não ficaram muito distantes tendo a primeira fase dos exames nacionais portugues acontecido no dia 17 de junho e a segunda fase, mais uma vez, quase um mês depois, no dia 22 de julho.

Datas dos exames de Matematica

Os exames de matematica, tal como os exames nacionais portugues, têm entre a 1ª e a 2ª fase quase um mês de diferença como podemos confirmar no ano letivo de 19/20, em que a 1ª fase aconteceu no dia 25 de junho e a 2ª fase no dia 22 de julho. O mesmo aconteceu no ano lectivo de 20/21, a 1ª fase foi no dia 30 de junho e o exame de matematica 2ª fase no dia 23 de julho.

Datas dos exames nacionais Biologia e Geologia

Os exames nacionais de Biologia e Geologia não fogem à regra dos anteriores, mais uma vez com diferença de um mês entre ambas a 1ª e 2ª fase de exames. No ano lectivo de 19/20 a 1ª fase deu-se no dia 26 de junho enquanto que a 2ª fase aconteceu no dia 23 de julho. Já no ano lectivo de 20/21, a 1ª fase foi no dia 5 de julho e a 2ª fase no dia 26 de julho.

datas exames nacionais
Colocar as datas dos exames nacionais na agenda para relembrar quanto tempo tem para estudar para os exames nacionais | Fonte: Pexels

É importante que os alunos estejam cientes das datas de ambas as fases dos exames nacionais. Existindo um mês entre elas, o aluno pode receber os resultados da primeira fase dos exames nacionais e se os resultados dos exames nacionais não forem satisfatórios ou se acharem que conseguiriam fazer melhor, têm tempo para fazer uma nova candidatura e também de fazerem uma melhor preparação para os exames nacionais.

Neste mês entre os exames, depois de o aluno receber o resultado dos seus exames nacionais pode também, caso não concorde com a nota, fazer uma reclamação e pedir uma reavaliação do seu exame. 

Embora saibamos que apenas um mês pode não ser suficiente para estudar a matéria toda que é ensinada ao aluno ao longo dos 3 anos do ensino secundário, pode ser suficiente para que esse mesmo aluno consiga aprofundar, compreender e decorar melhor, permitindo que faça o exame nacional na 2ª fase com uma melhor preparação do que teve para a 1ª fase garantindo assim, acesso ao ensino superior no curso superior que desejar.

Criar uma rotina de estudos e evitar deixar o estudo para os exames nacionais para último

É algo inerente ao ser humano, quando existe algo que ache aborrecido ou chato de fazer e até algo em que sinta dificuldades, ir adiando a tarefa. Quando falamos do estudo para os exames nacionais, estes são mesmo deixados para a última por alguns alunos. Existem ainda alunos que só pegam nos livros e nos apontamentos na noite anterior aos exames nacionais!

Embora em alguns casos possa correr bem (muito poucos e com o resultado mínimo), isto é completamente desaconselhado por vários motivos:

  • É impossível um aluno conseguir estudar produtivamente na noite anterior ao exame nacional;
  • A matéria dada ao longo dos 3 anos do ensino secundário não pode ser lida numa noite, muito menos estudada e compreendida;
  • O estudante ao não dormir, não vai conseguir estar atento durante os exames nacionais o que poderá levar a respostas erradas, mesmo que saiba a correcta;
  • Será uma noite perdida sem sentido pois é provável que esse aluno tenha de recorrer à 2ª fase dos exames nacionais.
Estudar para os exames nacionais
Estudar para os exames nacionais no último dia pode levar o aluno à exaustão e este pode até desistir | Fonte: Pixabay

Para evitar tudo o que referimos, existe uma forma fantástica que é: criar uma rotina de estudos e fazer a devida preparação para os exames nacionais atempadamente, com apoio de um professor particular presencialmente ou online de forma a garantir que o seu acesso ao ensino superior no curso superior de eleição aconteça sem obstáculos.

Criar uma rotina de estudos deve ser algo incutido nos alunos desde jovens. Hoje em dia os alunos do ensino básico têm já também eles próprios as provas de aferição, que são parecidas com os exames nacionais nos alunos do ensino secundário e isto, trouxe algo de bom, a habituação ao estudo e aos exames.

Ao terem de fazer provas de conhecimento várias vezes ao longo das suas vidas académicas, os estudantes automaticamente tendem a criar uma rotina de estudos e essa rotina deverá manter-se até terminarem o ensino superior pois só assim o aluno conseguirá atingir o sucesso.

Criar uma rotina de estudos não quer dizer que o aluno tenha de estudar 3 horas por dia todos os dias durante os anos que frequenta a escola ou a universidade, quer apenas dizer que deverá pelo menos 30 minutos por dia ler a matéria do dia para garantir que não restaram quaisquer dúvidas ou então, a cada dois dias. Caso note alguma dúvida ou questão persistente, o aluno deverá recorrer ao seu professor particular ou ao professor da escola e aí, começa a preparação para os exames nacionais sem sequer se aperceber.

Preparação para bons resultados exames nacionais e garantir acesso ao ensino superior

Como acabamos de referir, a preparação para os exames nacionais começa quando o aluno vê que existe uma dúvida ou questão relativa à matéria e toma a iniciativa de procurar ajuda para conseguir perceber a matéria que poderá sair nos exames nacionais.

Mas, existem outras formas que o aluno pode recorrer para iniciar a preparação para os exames nacionais desde o início:

  • Ler tudo o que os professores recomendarem, todas as obras, livros, artigos, ver vídeos online que sejam sugeridos;
  • Estar atento às aulas, deixar o telemóvel de lado e apontar tudo o que o professor diz que seja importante e que possa sair nos exames nacionais;
  • Pesquisar online os enunciados dos exames nacionais dos anos anteriores e tentar resolvê-los só vendo a resolução do exame nacional depois de completar os exercícios todos;
  • Manter uma boa rotina de sono e de descanso;
  • Criar o hábito de no mínimo de dois em dois dias pegar nos cadernos e ler o que foi falado nas últimas aulas e se existe algo que possa aprofundar mais, seja porque sai nos exames nacionais ou porque é uma matéria do interesse do aluno e possivelmente ligada aos cursos superiores de seu interesse;
  • Manter-se motivado, ir conhecer a Universidade ou o Instituto de Ensino Superior que pretende frequentar para dar mais força para estudar para os exames nacionais;
  • Encontrar um bom professor particular com o qual seja possível uma boa preparação para os exames nacionais.
professor particular Superprof para exames nacionais
Ter o apoio de um professor particular poderá fazer a diferença e permitir que tenha acesso ao ensino superior | Fonte: Pixabay

No último ponto referimos que ter explicações para exames nacionais com um professor particular pode ser um factor que leve ao sucesso o acesso ao ensino superior e na realidade, um professor particular pode levar um aluno bastante além do conhecimento exigido para os exames nacionais e este professor pode ser encontrado na plataforma Superprof. Há milhares de diferentes escolhas para os diversos exames nacionais, basta escrever na barra de pesquisas fa plataforma que rapidamente aparecerão todos os perfis dos nossos competentes e experientes professores particulares especializados em preparação para os exames nacionais.

Já sabemos que os exames nacionais servem para o aluno provar às instituições o que sabe e aprendeu ao longo do ensino secundário para que estas, dependendo das notas e médias do ensino secundário e dos exames nacionais do aluno e comparando-as com as de outros alunos, decida se esse estudante terá ou não vaga no seu instituto de ensino superior.

Mas, por aqui vemos que as notas dos exames nacionais não são o mais importante. Serão sim o factor decisivo do acesso ao ensino superior ou não. Mas, o mais importante é o conhecimento que o aluno conseguiu adquirir ao longo dos anos que esteve a estudar no ensino secundário, esse mesmo conhecimento não poderá ser medido através dos exames nacionais mas, poderá ser a base fundamental para o curso de ensino superior que o aluno decida tirar.

Portanto, uma má preparação para os exames nacionais é também uma má preparação para o ensino superior e a exigência aqui é bem mais alta do que no ensino secundário. O ideal é que os alunos estudem e façam por compreender pelo menos as disciplinas das suas áreas para que possam não só ter bons resultados nos exames nacionais mas também, conseguir ter sucesso nas suas restantes vidas académicas e posteriormente nas suas vidas profissionais.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Cláudia

Sou uma pessoa dedicada e empenhada a 100% a todos os projetos, quer sejam eles de carácter mais pessoal quer sejam a nível profissional. Sou licenciada em Assessoria e Tradução de todo o tipo de matérias e para além disso sou especializada na língua inglesa e alemã. Tenho uma grande paixão pela leitura e escrita. Sou muito curiosa e aberta ao conhecimento o que me faz querer saber, aprender e partilhar mais sobre, na verdade, tudo um pouco.