As profissões ligadas à transmissão de conhecimentos e à aprendizagem são, sem dúvida, atividades muito interessantes, dinâmicas e extremamente desafiantes.

Isto significa que, se por um lado, o trabalho como professor de apoio escolar traz alegria e realização para os apaixonados pela profissão, por outro lado, o dinamismo e a azafama são inevitáveis. Porém, independentemente das dificuldades que possam surgir, temos certeza de que dar aulas particulares ou ser explicador são sem dúvida caminhos a seguir, até para quem já tem um trabalho "principal" mas pretende ganhar algum dinheiro extra com as suas habilidades pedagógicas.

Assim sendo, sabe qual é a formação necessária para se tornar um professor particular e poder dar explicações ao domicílio? Se está um pouco confuso com as respostas que encontra e gostava de saber como dar aulas de apoio ao estudo, aconselhamos que leia este artigo. Temos a certeza que vai conseguir construir o seu próprio caminho com apenas algumas das nossas dicas e informações.

Está pronto? Vamos lá!

Os melhores professores de Explicações disponíveis
São
5
5 (6 avaliações)
São
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (4 avaliações)
João
7€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Luís
5
5 (4 avaliações)
Luís
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana
5
5 (17 avaliações)
Ana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (8 avaliações)
Isabel
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (17 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tatiana
5
5 (23 avaliações)
Tatiana
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (15 avaliações)
Susana
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
São
5
5 (6 avaliações)
São
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (4 avaliações)
João
7€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Luís
5
5 (4 avaliações)
Luís
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana
5
5 (17 avaliações)
Ana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (8 avaliações)
Isabel
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (17 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tatiana
5
5 (23 avaliações)
Tatiana
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (15 avaliações)
Susana
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Formação académica do explicador

É de conhecimento geral que o mercado das aulas particulares é bastante popular por vários tipos de pessoas: pelos estudantes do secundário que querem começar a ganhar experiência profissional e o seu próprio rendimento, pelos estudantes do ensino superior que querem partilhar os seus conhecimentos sobre a área em que se estão a especializar, e ainda pelos licenciados ou mestres na área do ensino que estão prontos para o mercado de trabalho da docência.

professora e aluna em aula
Pode não ser necessário ter muita formação académica para ser tutor, mas quanto mais tiver melhor! | Fonte: Pexels

A verdade é que só existe um critério necessário para poder dar explicações: querer. Tal como com as restantes opções de carreira, é acima de tudo uma questão de orientação, de objetivo e de vontade. E este aspeto é essencial, porque a falta de interesse leva a que as explicações não tenham qualidade. Todos nós já encontramos professores que não tinham ou perderam a vontade de ensinar. Esses são provavelmente os momentos que os alunos melhor recordam do seu percurso na escola, porque foram esses professores que fizeram com que perdessem o interesse pela matéria. É essencial que haja gosto em partilhar o conhecimento para o ensino ter sucesso! Por isso, é melhor ter a certeza que isto é algo que quer realmente fazer antes de se lançar nesta aventura.

E o perfil de um educador pode ser muito variado, incluindo tipos de formação e educação distintas. A única coisa que deve obrigatoriamente conter é formação na área ou disciplina específica em que vai dar as explicações. Mas a pergunta mantém-se: é obrigatório possuir uma licenciatura ou mestrado? A resposta é sim, e não. A verdade é que é possível dar aulas de apoio escolar sem ter um diploma superior, mas não em todos os locais.

Se quiser trabalhar num centro de estudos (seja público ou privado), regra geral vão requerer que possua um mestrado ou, no mínimo, uma licenciatura. Se estiver a pensar em dar explicações particulares, a educação e experiência são menos exigentes.

Por isso, se tem intenções de seguir a carreira de professor, aconselhamos a que complete um curso superior, seja licenciatura, pós-graduação, mestrado ou doutoramento. É este nível de educação que permite ganhar os conhecimentos necessários da sua área de especialização e ainda as teorias e práticas atuais do ensino. É aqui que recebe a preparação necessária para a rotina de um professor, bem como as ferramentas que permitem trabalhar na área.

professora com duas alunas
De acordo com as leis do governos, os professores que querem lecionar em escolas têm que possuir formação adequada. | Fonte: Pexels

E é por este motivo que a maioria das instituições requer que os seus explicadores possuam um mestrado. Porque a licenciatura dá conhecimento sobre a área, mas é o mestrado em ensino, com um estágio incluído, que permite ser educador. Por isso, quanto maior for a especialização, maiores são as hipóteses de conseguir entrar no mercado de trabalho.

Até porque a formação académica do tutor vai influenciar:

  • a disciplina que vai ensinar, uma vez que leciona a matéria que mais domina ou na qual se especializou;
  • o seu público-alvo (uma vez que se não deve ter um grau académico inferior à formação académica do seu futuro aluno);
  • o local onde vai dar as suas aulas de apoio ao estudo, e se o vai fazer de uma forma autónoma ou dependente de uma entidade patronal;
  • o preço das suas explicações, uma vez que quanto mais formação académica possuir, mais poderá cobrar pela partilha dos seus conhecimentos.

Aliás, a verdade é que todas as suas habilidades técnicas devem ser valorizadas no momento de divulgar as suas aulas de apoio ao estudo, e, por isso, não hesite em mencionar os seus diplomas, as suas experiências profissionais, e ainda as cartas de recomendação que conseguiu obter em antigos cargos de emprego.

Dar aulas num centro de estudos.
Para dar aulas num centro de estudos é preciso uma formação académica específica. | Fonte: Unsplash

Mas além das suas valências técnicas, saiba que um professor também tem de possuir algumas características humanas para ser um profissional bem sucedido. É exemplo do afirmado ser um bom ouvinte, ser empático, dinâmico, prestável, atencioso e persistente. Admitimos assim que, estas virtudes são tão importantes quanto a formação académica e que a aprendizagem e o sucesso escolar do seu futuro aluno está intrinsecamente ligado ao conjunto de ambos os fatores.

Se reconhece que nasceu com todas estas características humanas, mas não possui uma educação académica específica para trabalhar numa escola, nem disponibilidade para obter uma licenciatura ou um mestrado em ensino num futuro próximo, também existem vários cursos de formação para formadores em Portugal e estes poderão significar o início de um caminho pelo mundo da partilha do conhecimento! E como mencionamos, pode sempre dar explicações particulares.

Sabe quais são os benefícios das explicações ao domicílio?

Dar aulas de apoio escolar ao domicílio

Tal como o próprio nome indica, as explicações ou aulas de apoio escolar ao domicílio são realizadas na casa da pessoa que comprou este serviço, e não na escola. E isso pode ser, por si só, uma vantagem tanto para o aluno como para o professor, porque ambos minimizam o tempo de preparação, podendo concentrar-se mais rapidamente no ensino e nos conteúdos que vão ser abordados.

Este tipo de aula de apoio escolar é particular ou privada e por norma, o professor contratado é especializado na disciplina que vai ensinar.

Dar aulas ao domicílio poupa tempo ao explicador.
O tutor que dá aulas ao domicílio deve adaptar os seus métodos de ensino às necessidades do seu estudante. | Fonte: Pexels

No entanto, gostaríamos de salientar que este tipo de ensino não é requisitado apenas por quem está com dificuldades nalguma matéria ou disciplina. Também pode ser solicitado por estudantes que apresentam excelentes resultados e querem mantê-los ou preparar-se, por exemplo, para um exame nacional que pode ser a chave para a sua entrada no ensino superior.

Nestes últimos casos, é requisitado um acompanhamento a longo prazo (como por exemplo, durante o todo o ano letivo) pois o principal objetivo destas aulas de apoio ao estudo é a consolidação dos conhecimentos de determinadas matérias, a exploração de conceitos associados a essas mesmas e claro, o sucesso garantido na prova em questão!

Assim, e para que estes objetivos sejam cumpridos, o tutor deve utilizar métodos pedagógicos inovadores e eficazes, e ainda ter uma clara capacidade de adaptação, uma vez que, a variedade de perfis dos seus futuros alunos vai ajudá-lo a programar e a realizar as suas aulas de uma forma única e personalizada.

Porém, tem de ter em conta que um bom tutor de aulas de apoio ao estudo está sempre pronto a enfrentar novos desafios e a pesquisar por novos métodos de ensino que o irão ajudar a corresponder às expectativas dos seus atuais e futuros estudantes.

Os melhores professores de Explicações disponíveis
São
5
5 (6 avaliações)
São
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (4 avaliações)
João
7€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Luís
5
5 (4 avaliações)
Luís
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana
5
5 (17 avaliações)
Ana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (8 avaliações)
Isabel
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (17 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tatiana
5
5 (23 avaliações)
Tatiana
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (15 avaliações)
Susana
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
São
5
5 (6 avaliações)
São
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
João
4,9
4,9 (4 avaliações)
João
7€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Luís
5
5 (4 avaliações)
Luís
10€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ana
5
5 (17 avaliações)
Ana
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (8 avaliações)
Isabel
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Pedro
5
5 (17 avaliações)
Pedro
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Tatiana
5
5 (23 avaliações)
Tatiana
6€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Susana
5
5 (15 avaliações)
Susana
25€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Dar explicações em centros de estudo

Se tem todos os requisitos para dar lições de apoio escolar e o seu objetivo profissional sempre foi dar explicações em centros de estudo, institutos ou salas de estudo privadas, saiba que é estritamente necessária uma formação académica especializada na disciplina que vai lecionar.

Alguns escolas dispõem de aulas de apoio escolar ou de uma sala "pós tempo de aulas" onde os alunos podem fazer os trabalhos de casa e, por consequência, esclarecer algumas dúvidas que possam surgir sobre determinada matéria.

Os explicadores devem ser profissionais competentes e rigorosos.
Os explicadores devem estar preparados para dar resposta a todas as dúvidas que possam surgir nas aulas de apoio escolar. | Fonte: Unsplash

Assim, e se é este o emprego que ambiciona conquistar, saiba que deve investir na sua formação académica e frequentar uma licenciatura direcionada para uma das disciplinas lecionadas no programa escolar do ensino básico ou médio, por exemplo.

Neste tipo de ensino, o professor deve estar preparado para responder a qualquer dúvida que possa surgir por parte do estudante e por isso, também é aconselhável ter alguma experiência em tutoria antes de se candidatar a este modelo, para que possa compreender melhor qual o tipo de obstáculos e dificuldades que poderão surgir no futuro, quando se apresentar como professor especializado numa escola.

Deste modo, temos certeza que, quando for contratado para trabalhar numa escola pública ou privada, estará muito mais confiante e o seu desempenho como esclarecedor de dúvidas será muito mais satisfatório, tanto para si, como para quem o escuta.

Neste formato de aula de apoio escolar, o professor deve dedicar-se unicamente aos conteúdos da disciplina para a qual foi contratado e deve transmitir com alguma regularidade qual é o grau de progresso na aprendizagem dos seus alunos.

Optar por dar explicações numa escola pode ser uma boa opção para quem não sabe onde procurar os seus estudantes e ainda para não ter que definir qual o preço das suas aulas, uma vez que, geralmente, são as instituições que definem um valor que poderá ser pago mediante as horas de trabalho ou a disciplina lecionada.

Dar aulas online nos tempos livres

Se já sabe todas as etapas a cumprir para para dar aulas de apoio online, e gostaria de ocupar os seus tempos livres com a partilha de conhecimentos, então aconselhamos que se inscreva na plataforma Superprof!

Como dar aulas online?
Se deseja dar aulas online, inscreva-se na Superprof! | Fonte: Unsplash

A Superprof é uma plataforma que vincula diretamente os professores com os seus futuros alunos e a inscrição para professores é completamente gratuita, sendo que nenhuma comissão é cobrada sobre o horário do curso em questão.

No que diz respeito à formação, aqui também não há nenhuma exigência pois acreditamos que a vontade da partilha, de ajuda e o gosto pelo ensino e pela aprendizagem contínua podem ser os principais motes para iniciar uma carreira de sucesso no mundo da tutoria!

Isto significa que, qualquer um pode partilhar os seus conhecimentos na Superprof, mas não se esqueça de que os seus serviços podem ser avaliados pelos estudantes que frequentam as suas aulas de apoio escolar, e os comentários feitos por estes serão certamente determinantes para a popularidade do tutor no algoritmo do site.

Na Superprof existe a oportunidade de dar a primeira aula e de poder abordar os estudo de muitas disciplinas e de matérias diversificadas: como a matemática, físico e química, biologia, geografia, inglês, português, história e história da arte, e assim os seus alunos poderão aprender facilmente sobre matérias académicas ou até sobre as maiores curiosidades sobre o mundo!

Antes de começar, prepare-se para ensinar!

Para ser professor particular é necessário ter uma boa preparação. É esta que permite que as explicações ocorram sem problemas e que possa estar confiante a passar a informação aos estudantes. O mais importante é perceber que terá que adaptar as sessões a cada aluno, aos seus objetivos e nível de conhecimento.

Para começar, pode preparar antecipadamente lições para iniciantes, para estudantes que já possuem algum conhecimento e até alunos que querem aprender uma matéria específica. Este processo de prática ajuda a desenvolver os seus métodos e metodologias, mas terá na mesma que personalizar os programas de acordo com as necessidades, dificuldades e especificidades de cada aluno. Aliás, aquilo que distingue um bom tutor de um medíocre, é precisamente a sua capacidade de ouvir os estudantes e adaptar as explicações sempre que seja necessário.

professora a apontar para apontamentos
Antes de começar, é essencial que esteja bem preparado para as sessões. | Fonte: Pexels

Até porque preparar sessões com exercícios prontos é fácil, até consegue encontrar exemplos na internet. Mas cativar a atenção dos estudantes requer um método específico, que terá que desenvolver. Para isso, precisa de desenvolver explicações lúdicas e interessantes que despertem o interesse do aluno. Não se deve apenas limitar a recitar aos seus conhecimentos e resolver os exercícios. Uma aula particular não pode ser só ler longos textos ou slides no PowerPoint, deve basear-se numa troca dinâmica com o estudante, que fomenta o seu progresso e evolução.

Este processo pode ser difícil porque, muitas vezes, o próprio aluno não sabe quais são as suas maiores dificuldades. O papel do tutor é avaliar cada estudante individualmente para perceber quais são as suas dificuldades. Logo na primeira aula, deve começar por fazer uma breve avaliação do nível de conhecimento e os obstáculos que tem pela frente.

O trabalho seguinte deve destinar-se a auxiliar o estudante a ultrapassar as suas dificuldades, utilizando diferentes métodos, para perceber o que funcionar melhor para eliminar as dificuldades na disciplina em questão. Isto porque aquilo que funciona para um estudante, pode não trazer bons resultados para outros. E é necessário respeitar o ritmo de cada um.

Também deve ter em conta a forma como o estudante aprende. É autodidata? Ou precisa de ter regras restritas para conseguir organizar os seus estudos? Aprende melhor com material visual ou a fazer exercícios escritos? Com estas informações, é possível determinar que tipo de apoio trará os melhores resultados. Se estiver atento, irá facilmente perceber quais são as matérias onde o estudante precisa de ajuda e o tipo de sessões que são mais indicadas.

Quanto ganhar um explicador?

O valor que vai receber com este tipo de trabalho é determinado por diversos fatores, incluindo se vai fazer das explicações uma profissão ou se apenas quer receber um dinheiro extra ao final do mês. Se quiser enveredar por esta carreira, deve ter em conta que o salário médio mensal de um professor em Portugal é de 1640€. Mas este valor pode variar bastante tendo em conta o local onde for ensinar.

professor a dar explicacao a aluna
Sabe quanto vai cobrar? Ou quanto ganha um tutor da sua área? | Fonte: Pexels

Se decidir trabalhar como tutor particular, deve conhecer os valores que são praticados no mercado para decidir quanto vai cobrar. Sabe qual é o custo médio de uma explicação da sua área? Para os explicadores que estão a começar, aconselhamos que determine um preço mais baixo, tendo sempre em conta todos os custos que terá e esperando ter um rendimento da atividade. À medida que o tempo for passando e for adquirindo experiência, pode aumentar o valor que cobra.

Ainda assim, existem vários fatores que deve ter em conta para determinar o seu preço. Um deles é a complexidade do assunto que se ensina, quanto mais avançado o nível de especificidade ou educação tiver que possuir, mais caro poderá cobrar. Da mesma forma, quanto mais experiência ou habilitações tiver, mais pode levar pelos seus serviços. A área que estudou, as instituições académicas em que se formou e o número de anos há que ensina também afetam o preço.

O último fator essencial é a localização. Se der as explicações em casa, pode cobrar um valor mais baixo. Se tiver que se deslocar, deve também ter em conta os custos das deslocações que terá que fazer.

Por último, pode utilizar alguns truques para angariar mais estudantes. A maioria dos explicadores oferece um pacote de sessões a um preço mais baixo do que se comprasse o mesmo número de forma individual. Ou, se preferir, também pode dar uso às novas tecnologia e optar por dar uma aula virtual, através de videochamada. Isto permite não só poupar em custos e tempo de deslocação, como também ensinar estudantes de outras localidades.

Para ter uma ideia dos preços praticados pela concorrência, estes são os valores médios que os professores da Superprof cobram por hora:

CidadePreço médio aulas presenciaisPreço médio aulas online
Porto9€8€
Lisboa9€8€
Coimbra8€8€
Viseu8€8€
Faro9€8€

E não se esqueça: quando começar a ser contactado por alunos interessados nos seus serviços, esteja atento às principais dificuldades dos mesmos, e perceba qual será o melhor dos vários tipos de aulas de apoio escolar que deverá adotar, tendo em conta as questões apresentadas.

Temos certeza que com dedicação, atenção, persistência e gosto pela partilha de conhecimentos, vai conseguir tornar-se um professor exemplar que contribuirá para o sucesso escolar de todos os seus estudantes!

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

4,50 (2 note(s))
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.