A história da arte é uma disciplina complexa, continua e contempla por si só vários séculos de história e cultura.

Para além disso, é de conhecimento geral que esta disciplina engloba muitas outras, tais como a filosofia, a ética, a estética, a arquitetura, a pintura e a escultura.

Assim, e se está prestes a iniciar a sua formação nesta disciplina e quer saber quais os recursos que vai poder utilizar para aprofundar o seu conhecimento em história e cultura das artes, aconselhamos que leia este artigo, pois vamos dar-lhe bons exemplos de materiais que vai com certeza utilizar. Está preparado? Vamos lá!

Sabia que existem muitas cidades onde pode frequentar cursos de história da arte em Portugal?

Os melhores professores de História disponíveis
1ª aula grátis!
Gabriel
5
5 (11 avaliações)
Gabriel
10€
/h
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
1ª aula grátis!
Maria rita
5
5 (4 avaliações)
Maria rita
10€
/h
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (10 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (3 avaliações)
Carolina
15€
/h
1ª aula grátis!
Maria
5
5 (2 avaliações)
Maria
12€
/h
1ª aula grátis!
Gabriel
5
5 (11 avaliações)
Gabriel
10€
/h
1ª aula grátis!
Fabricio
5
5 (13 avaliações)
Fabricio
6€
/h
1ª aula grátis!
Sandra
5
5 (30 avaliações)
Sandra
9€
/h
1ª aula grátis!
Isabel
4,9
4,9 (7 avaliações)
Isabel
8€
/h
1ª aula grátis!
Maria rita
5
5 (4 avaliações)
Maria rita
10€
/h
1ª aula grátis!
Inês cavadas
5
5 (10 avaliações)
Inês cavadas
12€
/h
1ª aula grátis!
Carolina
5
5 (3 avaliações)
Carolina
15€
/h
1ª aula grátis!
Maria
5
5 (2 avaliações)
Maria
12€
/h
1ª aula gratuita>

Livros: o recurso mais usado no curso de história da arte

É de conhecimento geral que o método mais tradicional para aprender tudo sobre a história da arte são os livros. E, existem livros de vários tipos, sobre vários temas e de diversos formatos.

Assim, e perante tanta oferta de informação, aconselhamos que, em primeiro lugar, se aconselhe junto do seu professor sobre quais as melhores obras literárias a consultar, sobre um determinado assunto.

É verdade que existem realmente muitos livros de história da arte e um dos requisitos do curso de história da arte é ter alguma prática na escrita, mas tem de ter em conta que nem todos eles contêm informação científica, clara e verdadeira. E, se o seu objetivo é tornar-se um profissional nesta área e um dia vir a trabalhar num departamento científico, num museu ou como curador de arte, é importante que seja rigoroso com o tipo de informação que usa para se instruir.

Para além dos livros que contam a história da arte tal como ela se foi construindo ao longo dos séculos, existem também os livros biográficos que falam sobre a vida e a formação do artista e ainda os livros de artista, que embora sejam mais difíceis de encontrar numa biblioteca pública ou municipal, contêm informações valiosas sobre a evolução da linguagem artística de um determinado pintor, escultor ou arquiteto.

Livros como recurso aos cursos de história da arte
Existem muitos livros que podem funcionar como recurso às aulas de história da arte. | Fonte: Unsplash

Porém, e se a sua aprendizagem sobre história e cultura das artes já está num nível mais avançado, saiba que os livros de estética, psicologia e filosofia podem também ser muito importantes e válidos para o ajudar naquele que é o papel mais importante e preciso de um historiador da arte: a interpretação de um movimento artístico ou de uma obra de arte em específico.

Deixamos aqui uma lista com alguns livros sobre história da arte:

  • A Nova História da Arte de Jason: Anthony F. Janson é o autor do livro que é considerado por muitos académicos como a obra principal a ter em conta no momento do estudo dos movimentos e épocas do mundo artístico. É realmente um livro muito coerente, com uma linguagem clara onde tudo é explicado com rigor e principalmente situado no tempo e no espaço;
  • Arte Portuguesa: neste livro, tal como o nome indica, poderá aprender tudo sobre a história da arte em Portugal. Através deste manual poderá fazer uma "viagem breve" à volta das obras e dos autores mais relevantes da história de Portugal e, por consequência, de cada corrente artística;
  • Do espiritual na arte: sabia que alguns artistas também escreveram obras literárias? Wassily Kandinsky foi um deles ao realizar este testemunho sobre um momento crucial de pesquisa estética de um novo sistema de representação, vivido na atmosfera eufórica da descoberta da necessidade da exploração do "eu interior". Esta obra fala-nos sobretudo de estética, filosofia e psicologia mas ajuda também a perceber quais os motes de criação artística do Modernismo.
  • Modos de ver: John Berger revolucionou, através desta obra literária. a forma como olhamos hoje para a arte, uma vez que, vai desvendado as mensagens discretas que o poder, a propriedade, a dominação masculina ou a "objectificação" da mulher deixaram na nossa cultura, desde os quadros a óleo à publicidade do século XX. Para além de arte, esta obra fala também e essencialmente, sobre cultura e o modo como vemos o mundo.

Assim, é claro perceber que existem vários livros que podem ser recomendados pelo seu professor história da arte, sendo que, essas recomendações vão depender do seu grau de aprendizagem, dos seus objetivos e do tipo de ensino que escolher.

Sabe qual é a importância de frequentar as aulas de história da arte?

O mundo digital como recurso às aulas de história da arte

É de opinião geral que a esfera digital se encontra em praticamente todas as atividades no nosso dia-a-dia. E, apesar da história da arte ser uma disciplina clássica, sabemos que também é possível aprofundar os conhecimentos desta matéria através de meios mais modernos, tais como, documentários, vídeos em plataformas digitais e ainda filmes sobre artistas.

Recursos digitais para aprender história e cultura das artes.
Existem muitos recursos digitais para aprender história e cultura das artes. | Fonte: Unsplash

Porém, queremos deixar claro que como a oferta nestas plataformas é muito grande, é também necessário saber filtrar a informação a reter porque a história da arte é uma disciplina que requer rigor e clareza tanto na informação adquirida, como nos conteúdos transmitidos.

Documentários e vídeos em plataformas digitais

O Youtube é o canal detentor de muitos destes vídeos e como tal, se pesquisar no motor de busca pelas palavras história da arte, são várias as opções que surgem:

  • História da arte contada para artistas: este vídeo foi gravado no evento Utopia que tem como missão fortalecer a comunidade de artistas no Brasil. Aqui, a visão e interpretação da obra da arte é feita à luz dos interesses dos artistas mas, somos da opinião que, para percebermos uma obra de arte, é também necessário perceber a visão e as motivações artísticas de quem as concretiza;
  • História da Arte - Cursos UNESP: este conjunto de vídeos funciona como um curso de história da arte gravado numa plataforma digital. Porém, somos da opinião que este tipo de vídeos pode não funcionar se já está a frequentar aulas de história da arte e recorre a estas plataformas digitais apenas para encontrar materiais que completem a sua aprendizagem;
  • Pablo Picasso | Vida e obra: é um documentário com uma linguagem simples e clara mas que consegue resumir perfeitamente o que foi a vida e o legado artístico do pintor e escultor;
  • Rembrandt Van Rijn - Auto-Retratos: é um documentário um pouco antigo mas muito visual e faz uma boa síntese da vida e dos autorretratos famosos do pintor Rembrandt.
Existem vários recursos digitais para aprender história e cultura das artes.
Deve ser seletivo relativamente à informação digital disponível sobre os periodos históricos da arte. | Fonte: Unsplash

Deste modo, e se ainda está na fase de preparação da aprendizagem da história e cultura das artes, aconselhamos que vá visualizando estes documentários para ter uma noção daquilo que vai ser falado nas aulas desta disciplina.

Filmes biográficos

A sétima arte é também um bom recurso para aprender mais sobre os periodos históricos da disciplina da história e cultura das artes e, principalmente, sobre os artistas que fizeram dela aquilo que conhecemos hoje.

Assim, deixamos aqui uma pequena lista de filmes que pode ver para conhecer mais sobre as personalidades que vai estudar:

  • Gauguin – Viagem ao Taiti: este filme fala sobre o ano em que Gauguin se exila no Taiti. Aqui, o artista pretendia reencontrar a sua pintura de uma forma livre e selvagem, longe dos códigos morais, políticos e estéticos da Europa civilizada e as suas obras desta época são o exemplo palpável desta vontade do artista;
  • Com Amor, Van Gogh: este filme retrata a investigação que foi feita junto às pessoas que conheceram Van Gogh, no intuito de decifrar qual terá sido a verdadeira razão da morte do artista;
  • Cézanne e Eu: este filme fala sobre a história de amizade e rivalidade entre o pintor Paul Cézanne e o escritor Émile Zola. Os amigos, que se conheceram no colégio Saint Joseph, aprenderam a compartilhar tudo um com o outro e para conseguirem realizar os seus sonhos, vão aprender a enfrentar os desafios da vida e, principalmente, sobre qual o valor da verdadeira amizade;
  • Frida: este filme fala sobretudo da vida desta artista que passou por uma série de doenças, acidentes, lesões e operações que a levaram a dar início à carreira como pintora. Considerada a primeira artista surrealista da América Latina, inspirou-se também em temas do folclore e da arte popular do México, além de explorar o tema dos autorretratos;
  • Pollock: este é um dos filmes biográficos de artistas mais profundos, onde Pollock é um retrospeto da vida de um homem extraordinário, um homem que apropriadamente era chamado de “um artista dedicado à ocultação, uma celebridade que ninguém conhecia“. Este filme conta a história de um génio que lutava contra a insegurança e depressão e que se foi dividindo entre a necessidade da solidão e a vontade de expressar as suas dores ao mundo.

Museus e galerias: lugares  de aprendizagem da história e cultura das artes

Todos os historiadores das artes passam horas, dias, meses e até anos a examinar e interpretar imagens de pinturas, esculturas ou arquiteturas através dos seus livros académicos. Porém, é de conhecimento geral que a perceção das obras modifica bastante quando confrontada na primeira pessoa, e por isso, consideramos que os museus e as galerias funcionam também como um recurso de aprendizagem e são dos melhores sítios para aprender história da arte.

Os eventos culturais são um recurso de apoio ao curso de história da arte.
As galerias e os museus também são recursos de aprendizagem válidos do curso de história da arte. | Fonte: Unsplash

Contudo, reconhecemos que este recurso de aprendizagem será mais valioso se já tiver alguns conhecimentos nesta área e se encontrar na fase de aprofundamento de conceitos ou de aprendizagem de interpretação das obras de arte.

Assim, aconselhamos que veja quais os museus disponíveis na sua cidade e em que movimento ou época artística se costumam focar na realização das exposições.

Mas, se o seu foco de aprendizagem está direcionado para o que está a ser feito agora, ou seja, pelos artistas contemporâneos, aconselhamos que visite as galerias da arte. Temos certeza que terá uma experiência de aprendizagem completamente diferente, e que a sua capacidade de perceção e interpretação das obras visualizadas em primeira mão vai sofrer uma surpreendente transformação!

Porém, e se ainda está à procura de aulas de história da arte particulares, aconselhamos que visite o site da Superprof! Nesta plataforma vai perceber quais são os preços das aulas de história da arte na sua cidade e poderá pesquisar por diferentes profissionais nesta área que estarão atentos aos seus objetivos de aprendizagem.

Precisa de um professor de História ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Marília

Sou licenciada em História da Arte e Mestre em Estudos Artísticos, na vertente de Teoria e Crítica da Arte. No passado, escrevi também alguns artigos para a revista Umbigo (online) e criei e geri todos os conteúdos da plataforma pensarte.pt.