Ter aulas particulares é, sem dúvida, uma das melhores opções para aqueles que querem aprender alemão de maneira rápida e eficiente. Principalmente se existir a necessidade de um acompanhamento individualizado.

Melhor do que ter um professor totalmente para si é saber tirar o maior e melhor proveito possível das aulas.

Se decidiu aprender a língua alemã sem sair do país, seja qual for o seu motivo, então a escolha de ter aulas individualizadas "assenta que nem uma luva" num progresso de sucesso.

"A mente que se abre a uma nova ideia, jamais voltará ao seu tamanho original." - Albert Einstein

Não se sinta mal por achar que não consegue fazer um curso via internet por conta própria; estudar sozinho não é fácil, principalmente tratando-se do idioma da Alemanha.

A língua de Goethe até pode ser complicada, mas existem várias maneiras de vencer os obstáculos da aprendizagem.

A decisão de ter aulas particulares dará oportunidade de receber atenção intensa, exclusiva e personalizada por parte do profissional de ensino. Se souber utilizar todas as ferramentas de aprendizagem a seu favor, verá que o seu avanço não será apenas rápido, mas também muito entusiasmante.

Sabe qual a melhor maneira de aprender alemão?

Concentração durante as aulas

A concentração e a atenção durante as aulas é um dos pontos mais importantes durante a aprendizagem de uma língua estrangeira.

William James, considerado um dos fundadores da psicologia cognitiva moderna, já dizia que a concentração é a capacidade que define a educação.

Recentemente, estudos comprovaram que 80% da aprendizagem dos alunos se dá durante as aulas.

Decidiu fazer um curso intensivo de alemão - por motivos profissionais, académicos ou simplesmente por prazer - e anda preocupado, porque acredita que não possui o perfil de um aluno compenetrado?

Para se certificar que absorve bem o conhecimento deve estar sempre atento e concentrado| Fonte: unsplash.com

Exercícios físicos = cérebro em forma

Quer começar a ter aulas de alemão? Que tal preparar-se como se fosse um desportista profissional? Coma bem, durma 8 horas por noite e pratique um desporto físico para relaxar o cérebro.

Os desempenhos do corpo e do cérebro estão diretamente ligados um ao outro: ao zelar pelo primeiro, o segundo é automaticamente beneficiado, e vice-versa.

Exercícios de respiração ajudam muito a preparar para um período de extrema atenção. Fazê-los logo antes de começar as sessões com o seu professor pode ser um ótimo hábito para ajudar na concentração.

Smartphone = distração

Desligar o telemóvel pode parecer ridículo, mas ter um aparelho a vibrar no bolso ou na carteira durante a aula, mesmo em modo silencioso, pode colocar toda a aprendizagem do dia em risco.

Estes conselhos são aparentemente simples, mas frequentemente negligenciados pela maioria dos estudantes com dificuldade em focar a atenção durante o curso. Ao segui-los, estará no caminho certo para obter bons resultados a assimilação da língua alemã.

Material bem cuidado = motivação

Outra dica importante é a de ser cuidadoso com o seu material de estudo. Use e abuse de diferentes cores na hora de apontar a matéria. Desta maneira terá prazer em reler e rever o conteúdo mais tarde.

Atenção à fala = sotaque refinado

Tenha cuidado com a sua pronúncia durante as aulas. Este é o momento certo para registar na memória como determinadas palavras mais complicadas são verbalizadas em voz alta.

Atenção = admiração

Estar atento e concentrado durante as aulas de alemão também contribuirá para obter a admiração do seu professor. Os profissionais adoram alunos dedicados que se interessam pelo conteúdo que apresentam.

Desta maneira, as hipóteses de conseguir aulas mais interessantes é muito maior, uma vez que o professor terá prazer em preparar aulas mais cativantes para um aluno interessado no assunto.

Sabe como escolher um bom professor de língua alemã?

Se não estiver concentrado durante as aulas vai ter dificuldade em lembrar-se das coisas mais tarde| Fonte: pixabay.com

Fazer perguntas em caso de dúvidas

Nenhum professor sabe tudo sobre tudo relacionado à língua alemã. Nem mesmo os professores nativos do idioma. Não existe também nenhuma "fórmula mágica super correta" para se ensinar alemão.

É mais do que normal o aluno não entender à primeira o que é explicado pelo tutor. Com alguns isso acontece com mais frequência do que com outros.

Bom aluno é um aluno que participa

Não compreendeu algo durante a aula ou acha que há algo de errado na explicação?

Não hesite em levantar questões durante a sessão de ensino. Nenhuma pergunta é considerada "estúpida" ou "inútil" quando se trata da aprendizagem de um idioma estrangeiro.

Então aponte tudo, ou grave até uma mensagem de voz, para se lembrar de esclarecer essas dificuldades no próximo encontro.

Um bom aluno não é aquele que sabe tudo, mas sim aquele que é esforçado, dedicado, concentrado e que participa nas aulas. Não há nada melhor para um professor do que um aluno com dúvidas, porque isso demonstra que ele está motivado a aprender.

O idioma, a história e a cultura da língua

Aproveite ainda as aulas para aprender mais sobre a cultura dos países de língua alemã.

Assimilar um idioma não significa apenas "tagarelar" palavras que fazem sentido, mas também conhecer a história e a cultura em torno dela.

O seu professor é um português bilíngue, um austríaco, um suíço ou um alemão nativo? Isso pouco importa. O importante é que ele é um bom conhecedor e, sobretudo, amante do idioma de Schopenhauer, assim como de toda a história em torno dele.

Quando alguém escolhe ser um educador, é porque gosta de ensinar. Então use e abuse desta fonte de conhecimento que tem ao seu lado durante as aulas particulares e faça todas as perguntas que forem preciso!

Avaliação do desempenho após as aulas

Os professores estão à disposição dos alunos tanto para ensinar como para acompanhar e atestar o desenvolvimento e o progresso dos seus alunos.

Muitos profissionais de ensino propõem um relatório detalhado ao aluno sobre o avanço da sua aprendizagem durante um determinado período.

Não é o caso do seu professor? Então não hesite em conversar com ele para pedir uma avaliação do seu trajeto até esse momento. Esse parecer pode ser concedido semanalmente, mensalmente, trimestralmente ou semestralmente, de acordo com o que for combinado com o seu professor.

Peça ao seu professor um relatório do seu progresso| Fonte: unsplash.com

Descubra quais são os preços dos cursos do idioma da Alemanha.

O que deve conter?

O ideal é que o documento apresente um resumo do vocabulário e dos pontos de gramática aprendidos, assim como dos exercícios realizados e da sua participação oral.

O relatório pode também mostrar os objetivos do professor, especificando onde começaram o acompanhamento, onde se encontram e onde pretendem chegar.

Essa análise é uma excelente maneira de se motivar a estudar ainda mais, uma vez que pode comprovar por A+B que está a progredir nos seus estudos. Já para não dizer que constatar até onde o seu professor pretende chegar durante a sua aprendizagem é, igualmente, um ótimo incentivo para se continuar a dedicar à língua alemã.

Rever a matéria todos os dias

Todos os estudantes já estão fartos de ouvir toda a gente à sua volta a dizer: " precisas de estudar e rever a matéria frequentemente".

Se este é o seu caso e já não aguenta ouvir isso, então respire fundo e reveja os seus conceitos, pois esta é a mais pura das verdades!

"O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário". - Albert Einstein

Caso já esteja há muito tempo inserido no mercado de trabalho e tenha resolvido voltar a estudar, então prepare-se para retomar o hábito dos exercícios depois das aulas, porque estes são de extrema importância para uma aprendizagem bem sucedido.

Ninguém aprende uma língua estrangeira tendo apenas 2 horas de aula 2 vezes por semana. É preciso ter contacto constante com o idioma para que o seu cérebro assimile as informações aprendidas e saiba como utilizá-las.

É verdade que dissemos no início deste artigo que 80% do conteúdo é aprendido durante as aulas de alemão. Então e os 20% restantes?

Reveja as suas anotações para manter o idioma sempre fresco na sua cabeça| Fonte: unsplash.com

Estes dependem do esforço individual de cada aluno. Ou seja, o êxito em se tornar 100% bilíngue em alemão está nas suas mãos!

Não tenha vergonha de ser considerado como um estudante rigoroso e metódico, pois os "louros" serão, no final de contas, todos seus.

Lembre-se, então, de seguir os conselhos abaixo:

  • Reveja a matéria regularmente;
  • Volte a ler o que anotou durante as aulas;
  • Refaça os exercícios dados pelo professor;
  • Procure outras atividades ligadas ao conteúdo recentemente aprendido.

Existem vários locais para ter aulas de alemão. Descubra quais.

Praticar alemão fora dos dias de aula

Existem mil e uma maneiras de treinar o que já foi aprendido durante as sessões de ensino, umas mais divertidas e outras um pouco menos.

Quer um exemplo de uma excelente forma de treinar a língua de Goethe e se entreter ao mesmo tempo? Incorpore-a no seu dia-a-dia. Como? Aqui ficam algumas dicas:

  • Assista filmes em alemão com legendas também em alemão;
  • Tente encontrar uma série em alemão que lhe agrade e faça uma maratona (com legenda na versão original, claro!);
  • Procure vídeos no Youtube de nativos alemães. Muitos youtubers produzem material especialmente dedicado para quem está a começar a aprender o idioma;
  • Mude a língua dos seus dispositivos electrónicos (telemóvel, tablet e computador) para alemão. Vai ver como se vai surpreender com a quantidade de vocabulário novo que será assimilado.

O contacto diário e constante com o idioma de Angela Merkel irá estimular as suas capacidades cognitivas, impulsionando o ritmo da aprendizagem e contribuindo para um avanço ainda mais rápido no seu objetivo de falar fluentemente a língua alemã.

Precisa de um professor de Alemão ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Catarina

Eterna otimista, com um bichinho por viajar. Apaixonada por literatura e ficção. Metro e meio de pessoa, vivo pelo lema "Though she be but little, she is fierce". Trabalho atualmente como tradutora e redatora freelancer.