Sempre sonhou em viajar ao redor do mundo com um “piano voador” como Vanessa Carlton? Ou então tocar as canções mais bonitas do filme "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain"? Ou quem sabe reproduzir as melodias mais belas dos clássicos de Tom Jobim?

Mas... será que ainda nunca sentiu o impulso necessário para aprender a tocar piano ou simplesmente não sabe por onde começar?

Talvez depois de ler este artigo algumas das suas maiores dúvidas fiquem esclarecidas!

Aprender tudo sozinho com a ajuda de tutoriais e da internet? Ter aulas numa escola de música? Ou contratar um professor particular para aprender em casa?

A escolha pode parecer complicada quanto se depara com esta multidão de possibilidades para aprender a dominar o teclado do piano… Nós percebemos.

Como compreendemos essa situação, vamos analisar juntos os benefícios das aulas de piano!

Tocar piano: uma terapia para melhorar o bem-estar

Aprender a tocar piano traz muitos benefícios e contribui para o bem-estar pessoal de quem pratica esta atividade.

Sala de estar com cadeirão e piano vertical
Tocar piano é uma atividade que diverte, mas também relaxa e contribui para o equilíbrio psicológico e emocional | Fonte: Unsplash

Tocar música, em especial ao piano, é, acima de tudo, uma oportunidade para se divertir e relaxar, apesar de tudo o que possa ser dito. Independentemente de, na fase inicial, ser algo extremamente difícil. Sim, tocar escalas não é a coisa mais agradável do mundo de se fazer. Mas tocar músicas de que gostamos para amigos ou até mesmo sozinhos, é algo que traz muita satisfação.

O som do piano é, aliás, considerado um dos mais macios e tranquilizantes de todos os instrumentos. Se a música amolece os corações, como diz o ditado, o piano está lá para provar isso e pode ser considerado um bom antidepressivo.

Outra boa razão é: aprender teclado exercita a sua concentração e vai contra a corrente dominante que faz da instantaneidade um valor supremo. O piano é um exercício real para o cérebro. Tocar piano com uma frequência regular permite-lhe continuar a treinar e a fortalecer as suas habilidades cognitivas e a sua memória. Habilidades fundamentais hoje em dia!

De um modo mais geral, o piano tem efeitos muito positivos no desenvolvimento das crianças: vários estudos mostraram que aquelas que frequentam aulas de piano têm mais facilidade na escola (resultados em média superiores a 30% em relação aos sem formação musical).

Aprender a tocar piano pode contribuir para o desenvolvimento psicomotor. Tocar piano é exercitar todo o seu corpo.

Por fim, se já teve alguma experiência ao teclado de um piano provavelmente deve ter chegado à esta mesma conclusão: tocar piano pode aproximar-nos da felicidade!

6 lições de vida que um professor de piano lhe pode passar

E se o seu professor de piano também fosse um mentor para a vida?

Saiba que, além de lhe ensinar conteúdos técnicos, teóricos e práticos sobre música, o seu professor particular de piano também lhe pode transmitir valores válidos para a sua vida pessoal, profissional e académica. Conheça alguns deles:

  • Ritmo: quando começamos a aprender alguma coisa, é sempre bom começar devagar. O seu professor vai sempre repetir isso ao longo da sua prática de piano. E tem razão! Qualquer aprendizagem deve acontecer de maneira gradual.
  • Errar é humano: Cometer erros é algo natural na vida. Aprenda com eles. Cresça com eles. Isso vai facilitar o trabalho do seu professor, bem como a sua aprendizagem como pianista.
  • Seja autónomo: para tocar bem piano, a maior parte do treino acontece fora das aulas. O professor está aqui para lhe dar as chaves do seu conhecimento musical. Cabe-lhe a si, então, aprender a lidar com elas para apreender a música!
  • Tenha paciência: aprender piano, teoria musical ou outros conteúdos, em geral, envolve um exercício de paciência. Característica, infelizmente, que nem sempre está presente em todos os alunos. O ideal é que exista um estudo de piano regular e um progresso constante.
  • Seja persistente: ninguém aprende a tocar bem piano de uma hora para outra!
  • Olhe sempre para a frente: manter a cabeça erguida é a melhor maneira de colocar os pés no chão e persistir com a sua ambição: aprender música, aprender teoria musical e aprender a tocar piano.

10 motivos científicos para aprender a tocar piano

Pianista feliz a tocar
Sabia que tocar piano reduz o stress e melhora a memória? | Fonte: Unsplash

Será que este instrumento de cordas realmente tem a capacidade de aumentar o nosso QI ou as nossas habilidades cognitivas? Conheça algumas boas razões comprovadas pela ciência para começar a aprender a tocar piano desde já!

  • Aprender a tocar piano exercita os neurónios cerebrais.
  • Estudar piano traz bem-estar e reduz o stress.
  • Estudar piano melhora a memória e as capacidades cognitivas.
  • O piano e a teoria musical ensinam perseverança.
  • Tocar piano aumenta a coordenação do cérebro e do corpo.
  • Aprender piano ajuda a progredir na leitura.
  • Estudar este instrumento também é estudar séculos de cultura musical.
  • Aprender música contribui para o desempenho escolar.
  • Tocar piano também significa ser disciplinado.
  • Paradoxalmente, aprender a tocar piano ajuda na capacidade de socialização.

Que metas quer atingir com as suas aulas de piano particulares?

Cada pessoa tem um objetivo específico ao aprender piano.

Embora o objetivo principal do seu professor de música seja obviamente fazê-lo progredir, este não terá a mesma abordagem com cada um dos seus alunos.

Enquanto alguns querem dominar todo o repertório de Chopin, outros simplesmente querem conhecer os acordes principais e depois seguirem sozinhos na improvisação musical.

Seja como for, se está no conservatório ou na sua sala de estar, o professor irá orientá-lo de acordo com as suas aspirações. Por isso é tão importante que os professores particulares conheçam bem os seus alunos. Este vai identificar os seus pontos fortes, mas também as suas fraquezas, para ajudá-lo a progredir.

E o trabalho do seu professor não se esgota na prática. A cultura musical é tão importante quanto a técnica. Graças a essa cultura, vai ganhar inspiração para, eventualmente, poder compor as suas obras pessoais.

E é o papel do professor fazer-lhe descobrir essa cultura que não descobriria por si só. Isso pode ajudá-lo a definir os seus objetivos com as aulas de piano!

As obras da música clássica e os seus compositores, como Mozart, não serão mais um mistério para si.

Aprender a tocar orgão: os preços

Aprender música (seja com aulas de piano, aulas de guitarra, aulas de bateria ou aulas de violino, etc.) traz muitas vantagens, como já referimos neste artigo. Muitos sentidos e capacidades são desenvolvidas através da música e da prática de um instrumento.

Mão estendida com moedas
Defina os seus objetivos enquanto pianista - ou futuro pianista - e pense se prefere ter aulas presenciais ou por webcam. Estes fatores podem influenciar o preço que vai pagar por um professor particular | Fonte: Unsplash

Por isso vale mesmo a pena reservar um orçamento para investir na aprendizagem de um instrumento.

Dependendo da sua zona de residência e de outros fatores, vai ter de despender mais ou menos para ter um curso particular de piano. Nas grandes cidades é possível que o preço seja um pouco superior, mas por vezes as cidades mais pequenas também têm menos oferta de professores de piano, o que encarece o valor por hora dos que há.

Para ficar com uma ideia, apresentamos o preço médio da aula de piano particular em três cidades portuguesas:

  • Lisboa: 21€
  • Porto: 19€
  • Viseu: 15€

Quando analisamos a diferença de preços mais a fundo, percebemos que os professores particulares que cobram mais tendem a ser mais experientes, com um currículo mais completo e vasto e também mais velhos. Por outro lado, os mais jovens e menos experientes estão nas tarifas mais baixas. 

O nível de estudos também é uma variável que influencia no preço da hora aula particular de piano. Por norma, quanto mais elevado o nível, maior será o preço. As aulas de piano para principiantes são, portanto, menos dispendiosas do que as aulas particulares mais específicas, como para progredir na teoria musical ou na improvisação.

Como escolher o seu professor de piano?

É muito importante escolher bem o seu professor de piano, porque terão um longo caminho a percorrer juntos. Não é fácil dominar o teclado de um piano e todos os seus truques!

Não podemos dizer que há um perfil típico do professor especial de piano. A escolha deve ser feita de acordo com o que procura: em relação à personalidade, ao nível, e aos objetivos do aluno.

No ensino de qualquer área de conhecimento, a bagagem cultural é necessária e o ensino de piano não é uma exceção à regra. Há conhecimentos técnicos, teóricos e também pedagógicos necessários ao bom professor de piano.

  • experiência com o piano já pode bastar para indicar um bom professor. Desde que ele tenha o domínio suficiente do instrumento e seja minimamente exigente para poder transmitir os conceitos necessários ao ensino do piano. Mesmo possuindo o conhecimento é essencial, obrigatório, aliás, conseguir transmiti-lo. Esta é uma das características mais raras de um bom professor. E requer qualidades humanas que não estão necessariamente ao alcance de todos. Facilidade de se expressar e de comunicar. Habilidades para esclarecer algo que no começo pode parecer complexo. O bom humor e o gosto pela educação também são fundamentais. Um professor motivado é capaz de levar o estudante longe!
  • O diplomaem teoria - comprova as habilidades do profissional. No entanto, é crucial que o aluno investigue um pouco mais sobre a formação do professor. O nome da universidade nem sempre comprova competências concretas. Com quem estudou? Teve contacto com músicos experientes? Quais as teorias e as técnicas estudadas ao longo da vida académica? Fez estágio durante a formação? No caso de ter estudado em instituições musicais, quais as linhas de estudo que seguiu?
A prática do piano é importante.
Lembre-se que um bom professor não se analisa só pelo currículo. É preciso ter competências pedagógicas e de relacionamento interpessoal muito desenvolvidas | Fonte: Unsplash

A noção de qualidade é uma ideia muito abstrata. Mas nós podemos falar de um professor adequado à personalidade do aluno em questão. No final de contas, é tudo uma questão de feeling entre professor e aluno.

Precisa de um professor de Piano ?

Gostou deste artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Laura

Apaixonada por comunicação sob todas as suas formas, sempre soube que faria dela minha profissão. Sempre com as palavras e as pessoas no centro, tenho o privilégio de já ter sentido o poder transformador desta área nalgumas das suas múltiplas dimensões: no jornalismo, em marketing e em comunicação empresarial.