"Demora-se dois anos a aprender a falar e sessenta anos para aprender a ficar em silêncio."
E. Hemingway

Aprender uma língua nova, qualquer que esta possa ser, é sempre uma tarefa complexa, principalmente se for o segundo ou o terceiro idioma estrangeiro a ser assimilado já que cada língua tem características e regras gramaticais características.

Aprender a falar francês e a conjugar os verbos nesse idioma, por exemplo, implica a exploração de diferentes momentos do passado, presente e futuro dos tempos verbais, que poderão muitas vezes não ser compatíveis com o seu equivalente mais próximo na sua língua materna. Seja com aulas presenciais ou conseguir aprender francês online.

No entanto, ter aulas de francês - ou de qualquer outro idioma estrangeiro - é excelente para desenvolver atividades sociais e profissionais, principalmente se o seu desejo for visitar ou mudar-se para um país francófono, sem mencionar os inúmeros benefícios que esta atividade proporciona ao desenvolvimento intelectual e do seu cérebro ao longo do tempo sendo um verdadeiro exercício mental.

Aprender francês gera novas oportunidades
Aprender francês pode ajudar a criar novas oportunidades de negócios e melhorar a sua carreira profissional! | Fonte: Pixabay

Num estudo científico conduzido por Ping Li, professor de psicologia e de linguística na Pennsylvania State University, foram observados 39 alunos de língua materna inglesa que fizeram aulas intensivas de chinês durante seis semanas. O resultado do seu estudo levou a que os cientistas concluíssem que aprender uma língua estrangeira não apenas melhora as habilidades intelectuais de qualquer estudante, mas também atrasa a deterioração cognitiva verificada nos idosos, como por exemplo, a manifestação de doenças do foro neurológico como a demência e o Alzheimer. Também em crianças, aprender uma língua estrangeira traz inúmeras vantagens!

Se está a fazer aulas de francês online, ou em regime de ensino particular, já sabe quais são os tempos verbais mais usados no idioma?

Nesta secção, preparada pela equipa do Superprof com toda a nossa dedicação e pensada especialmente para o ajudar na sua aprendizagem, poderá descobrir como conjugar verbos no indicativo na língua falada na França sem grandes dificuldades.

Leia também o nosso guia com tudo sobre a conjugação dos verbos em francês!

Os melhores professores de Francês disponíveis
Andrea
5
5 (25 avaliações)
Andrea
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Jeremy
5
5 (37 avaliações)
Jeremy
34€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Bérénisse
5
5 (17 avaliações)
Bérénisse
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marilou
4,9
4,9 (16 avaliações)
Marilou
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcia
5
5 (14 avaliações)
Marcia
19€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ophelia
5
5 (49 avaliações)
Ophelia
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Jessica
5
5 (46 avaliações)
Jessica
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Virgínia
5
5 (11 avaliações)
Virgínia
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Andrea
5
5 (25 avaliações)
Andrea
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Jeremy
5
5 (37 avaliações)
Jeremy
34€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Bérénisse
5
5 (17 avaliações)
Bérénisse
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marilou
4,9
4,9 (16 avaliações)
Marilou
13€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Marcia
5
5 (14 avaliações)
Marcia
19€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Ophelia
5
5 (49 avaliações)
Ophelia
17€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Jessica
5
5 (46 avaliações)
Jessica
16€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Virgínia
5
5 (11 avaliações)
Virgínia
15€
/h
Gift icon
1ª aula grátis!
Vamos lá

Para aprender aprender francês, conheça os tempos verbais do indicativo!

Como língua românica, a morfologia verbal do idioma da França - país que possui muitas maravilhas turísticas e eventos culturais e intelectuais ao longo do ano inteiro - assemelha-se ao latim, assim como a nossa língua materna, o português. É por isso que pensamos que aprender francês é mais fácil, quando comparado com outras línguas estrangeiras com origens diferentes da nossa, já que partilhamos as mesmas bases linguísticas - e ainda algumas palavras realmente semelhantes -, com todas as línguas da família romana.

No entanto, existem algumas diferenças entre as conjunções verbais da língua portuguesa e da francesa que será preciso ter em especial atenção.

Por exemplo, em francês, o famoso passé composé é muito mais usado que o passado simples, que, por sua vez, é o tempo verbal mais utilizado na língua portuguesa para expressar ações que já aconteceram no passado.

Na gramática francesa, existem quatro tempos verbais principais no indicativo:

  • O presente;
  • O passado (passado simples e passé composé);
  • O imperfeito (algo semelhante ao pretérito imperfeito em português);
  • O futuro simples (equivalente ao futuro do presente simples).
Principalmente quando se trata da conjugação da língua francesa.
Aprender o básico do francês ficará muito mais fácil se seguir as nossas dicas!

Presente do indicativo

Este tempo é usado para descrever, enunciar, afirmar ou discutir uma situação de verdade geral e factos.

Exemplos:

"A casa é vermelha." -> "La maison est rouge.";

"Tu comes uma maçã." -> "Tu manges une pomme.";

"Eles moram no México" -> "Ils vivent à Mexico.".

Como em português, este é o tempo verbal mais utilizado numa conversa coloquial. Durante as suas aulas de francês, irá perceber que esta conjugação é também é a mais fácil de aprender devido à sua simplicidade.

Para dominar o presente do indicativo, é preciso apenas conhecer os seus três grupos verbais e os seus respetivos sufixos:

  • 1º grupo: verbos terminados em -ER (manger, chanter…).
    - Sufixos: -e, -es, -e, -ons, -ez ou -ent.
  • 2º grupo: verbos terminados em -IR (finir, choisir...).
    - Sufixos: -is, -is, -it, -issons, -issez, -issent.
  • 3º grupo: o resto dos verbos, que podem terminar em -IR, em -RE ou -OIR, além do verbo ALLER (partir, atteindre, pouvoir, mettre…).
    - Sufixos genéricos: -s, -s, -t, -ons, -ez, -ent.
    - Sufixos para verbos terminados em -DRE (exceto para aqueles que terminam em - OINDRE): -ds,-ds, -d, -ons, -ez, -ent.
    - Sufixos dos verbos vouloir, pouvoir, valoir...: –x, -x, -t, -ons, -ez, -ent.

Tem vontade de aprender a língua francesa? Visite a nossa plataforma e veja todas as opções de professores que temos para si!

O passé composé

O passé composé é a conjugação equivalente ao pretérito perfeito em português. Este tempo verbal expressa uma ação passada, já finalizada, e destaca o resultado ou a consequência da ação. Na oralidade, este geralmente substitui o passado simples.

O passé composé é usado para falar sobre uma ação que ocorreu apenas uma vez no passado e/ou cujo resultado ou consequência permanece em primeiro plano.

Exemplos:

"Ontem nevou muito, então hoje está frio" -> "il a beaucoup neigé hier, donc il fait froid aujourd'hui".

Para construí-lo, o verbo auxiliar avoir ou être, utilizados para acompanhar verbos de movimento e pronominais, é conjugado no presente e é adicionado o particípio do verbo principal à sua conjugação.

A Superprof será uma ajuda valiosíssima no seu percurso como estudante do idioma de França ao dar-lhe a conhecer os verbos mais comuns do francês e as suas terminações.

O futuro do indicativo

O futuro simples é também bastante fácil de aprender. Este tempo verbal expressa o mesmo que em português, uma ação que ainda não ocorreu ou uma hipótese futura, e é formado com o infinitivo do verbo principal mais um sufixo -ai, -as, -a, -ons, -ez ou -ont.

Exemplos:

"Eu cantarei" -> "Je chanterai".

"Em julho, o ano letivo terminará" -> "En juillet, l'année scolaire finira.

Saiba onde encontrar um curso de francês de qualidade sem sair de sua casa.

Isso porque o francês é derivado do latim, assim como o português.
As aulas de francês para iniciantes são muito mais fáceis do que aulas de alemão para iniciantes, por exemplo, devido às semelhanças linguísticas existentes entre o francês e a língua portuguesa, o que irá facilitar a sua assimilação das regras gramaticais e do vocabulário.

Pretérito imperfeito do indicativo

Este tempo verbal expressa a repetição e a continuidade de uma ação desenvolvida no passado. Para formá-lo, é utilizada a primeira pessoa do plural do presente indicativo e o sufixo -ons é removido.

Em seguida, à raiz obtida, podem ser adicionados os seguintes sufixos: -ais, -ais, -ait, -ions, -iez, -ient.

Exemplo:

"Quando ele era pequeno, Lucas gostava muito de bolo" -> "Quand il était petit, lucas aimait beaucoup les gâteaux".

Passado simples

Este tempo verbal é usado apenas em linguagem muito formal, especialmente na escrita. Portanto, para uma pessoa que está a aprender francês a nível iniciante, este tempo verbal não deve ser uma prioridade na sua aprendizagem já que na linguagem utilizada no dia-a-dia, é usado como alternativa o passé composé.

Para conjugar um verbo no passado simples, elimina-se o sufixo do infinitivo e acrescenta-se outra terminação específica desta conjugação de acordo com o grupo ao qual pertencem os seguintes sufixos:

  • 1º grupo: -ai, -as, -a, -âmes, -âtes, -erent.
  • 2º grupo: -é, -é, -it, -îmes, -îtes, -irent.
  • 3º grupo: -é, -é, -it, -îmes, -îtes, -irent.

Exemplo:

"Enquanto visitava Saint-Malo, tirei muitas fotos" -> "Pendant que je visitais Saint-Malo, je pris beaucoup de photos."

Os verbos avoir e être são irregulares, como venirtenir e seus derivados, e ainda aqueles que terminam em -oir.

Pretérito mais-que-perfeito

Usado para expressar uma ação anterior à do passado simples, este tempo verbal é formado com o verbo avoir ou o être no tempo imperfeito, enquanto auxiliares, adicionando o particípio passado ao verbo principal.

Exemplo:

"Quando você voltou, eu já tinha colocado a mesa" -> "Quand tu es rentré j’avais déjà mis la table"

Tenha muito foco e determinação no estudo do idioma francês
O processo de aprendizagem exige muito foco e determinação | Fonte: Pixabay

Cursos de francês: particularidades dos tempos indicativos

Presente do indicativo

Na primeira conjugação dos verbos que terminam em -ER, pode haver algumas mudanças na forma de escrita se se verificarem as seguintes circunstâncias:

  • Verbos terminados em "-cer" e "-ger": o radical desses verbos não muda, mas você tem que substituir o "c" por um "ç" ou o "g" por um "ge" na primeira pessoa do plural ("Nós" -> "Nous").
    Exemplo:
    Avancer (avançar): J'avance -> nous avançons
    Manger (comer): Je mange -> nous mangeons
  • Verbos terminados em "-oyer" e "-uyer": o "-y-" é substituído por «-i-» ao se conjugar o verbo, exceto na primeira e segunda pessoa do plural. O final "-e" não é pronunciado.
    Exemplo:
    J’envoie / Tu envoies / Il envoie / Nous envoyons / Vous envoyez / Ils envoient
  • Verbos com dois radicais no presente: estes verbos mudam o radical:
    - na 1ª, 2ª e 3ª pessoa do singular,
    - na 3ª pessoa do plural.
    Quando isso acontece, na 1ª, 2ª e 3ª pessoa do singular e na 3ª pessoa do plural, a sílaba tônica cai sobre o radical. Nas outras pessoas (nous e vous) a sílaba tônica cai no final da palavra .
Então é melhor começar a praticá-los desde já durante suas aulas de francês online.
A conjugação dos verbos irregulares em francês precisa de ser decorada não sendo igual para todos os casos.

Veja ainda mais algumas dicas sobre a conjugação de verbos regulares e irregulares do francês para que se torne um estudante exemplar.

Passé composé

Como referido antes, existem alguns verbos que possuem o verbo être como auxiliar, sendo esses verbos utilizados para representar movimento ou mudança de estado. Abaixo encontrará uma compilação de alguns verbos mais importantes e mais utilizados da língua francesa para que possa começar a estudá-los e decorar a sua conjugação:

  • aller: ir
  • arriver: chegar
  • descendre: descer
  • entrer: enter
  • monter: subir
  • mourir: morrer
  • naître: nascer
  • partir: partir, sair
  • sortir: sair
  • tomber: cair
  • venir: vir

Exemplo:

"Eu fui ver um amigo" -> "Je suis allé voir un ami "

É preciso ter em mente que com os verbos que possuem o être como auxiliar, deve haver concordância entre gênero e número entre o sujeito e o particípio na sua conjugação.

Exemplo:

"il est arrivé", "elle est arrivée", "ils son arrivés", "elles sont arrivées".

Tempos verbais em Francês
Aprender os tempos verbais é essencial para que possa compreender melhor o idioma Francês | Fonte: Pixabay

Futuro do indicativo

No futuro simples, os verbos da primeira e segunda conjugação são regulares. Sendo assim, os sufixos indicados anteriormente devem ser adicionados às suas terminações consoante o seu grupo.

Quanto à terceira conjugação, os verbos são irregulares. Neste caso, é necessário aprendê-los de cor, não havendo uma regra específica a ser aplicada nesta situação.

Exemplo:

O verbo être é irregular quanto à sua conjugação:

je serai
tu seras
il sera
nous serons
vous serez
ils seront

E que tal fazer um curso de francês online para avançar nos seus estudos? Aceda à nossa plataforma para conhecer tudo o que temos para lhe oferecer!

Pretérito imperfeito do indicativo

Como dissemos antes, a raiz verbal é construída a partir da conjugação da primeira pessoa do plural do presente.

Exemplo:

O presente de finir é "nous finissons".
A raiz para formar o imperfeito é finiss-.
Sendo assim, o imperfeito é "je finissais".

O verbo être tem uma pequena irregularidade na formação do imperfeito. A sua raiz é et-, no entanto, ele não segue a regra geral de se remover a raiz da primeira pessoa do plural (nous). Sendo assim, a conjugação do imperfeito do verbo être é a seguinte:

Je étais
Tu étais
Il était
Nous étions
Vous étiez
Ils étaient

Nada melhor do que praticar muito para conseguir aprender a falar francês.
Se estiver a fazer um curso de francês para iniciantes, não desespere: com a prática, irá ser capaz de dominar a conjugação de qualquer verbo, e em qualquer tempo verbal, e verá que se tornará mais fácil de memorizar todas as pequenas exceções associadas a esta tarefa.

Veja aqui algumas dicas para aperfeiçoar a conjugação verbal da língua francesa!

Pretérito mais-que-perfeito

Para se conjugar um verbo no pretérito mais-que-perfeito, a única coisa a considerar é a concordância entre o sujeito e o particípio quando o auxiliar for o verbo être, tal como acontece no tempo verbal passé composé.

Exemplo:

il était allé
elle était allée
ils étaient allés
elles étaient allées

Resumo de tudo o que precisa para avançar com as suas aulas de frances!

Relembrando e resumindo o que foi visto ao longo deste artigo sobre a conjugação em francês de verbos no indicativo, estude o seguinte:

  • Os tempos verbais utilizados são:
    - Presente do indicativo,
    - Pretérito simple,
    - Pretérito mais-que-perfeito,
    - Passé composé,
    - Pretérito imperfeito,
    - Futuro do indicativo.
  • Os tempos verbais no indicativo possuem particularidades que variam de acordo com:
    - As terminações de cada verbo,
    - O grupo verbal ao qual ele pertence (1º grupo, 2º grupo ou 3º grupo),
    - Se ele é regular ou irregular,
    - Se ele é composto ou não.

Aprender uma nova língua tem sempre os seus desafios, para isso, a Superprof oferece um leque de inúmeras opções de professores que o podem ajudar quanto ao seu percurso de aprendizagem deste idioma, qualquer que seja a sua dificuldade linguística. Exactamente! Poderá tirar os cursos de francês que desejar com todo o apoio necessário!

A partir da nossa plataforma poderá escolher a tipologia de aulas que lhe for mais conveniente, podendo usufruir de três ofertas distintas, contando com o tipo de mentor que mais se encaixar no seu perfil como estudante e motivações de estudo desta disciplina, tendo ainda a mais valia de poder escolher um professor com um preçário flexível e adequado às suas necessidades, objetivos e disponibilidade financeira.

Professores preparados para que possa atingir os objetivos
A Superprof oferece uma grande variedade de professores qualificados para que possa atingir os seus objetivos | Fonte: Pixabay

Consulte abaixo algumas das questões frequentes dos nossos novos utilizadores para que tenha toda a informação necessária para dar início às suas sessões ainda hoje. De que está à espera para avançar com cursos de francês?

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou deste artigo? Deixe a sua avaliação!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Ricardo

Marketeer. Professor. Country Manager. Redator. Dedicação a 200% em tudo o que me comprometo ao longo da minha vida. Adoro as diferentes personalidades existentes em ambiente profissional e social. Em constante transformação. Escrevo para partilhar o meu conhecimento e entusiasmo aos leitores que queiram ver respondidas as suas questões ou aprofundar algum tema.