Aprender a tocar piano exige assimilar muitos conteúdos musicais diferentes entre eles a teoria da música, sendo talvez esta a parte mais importante de aprender para alguém que se queira tornar num músico a nível profissional.

É claro que é sempre possível conseguir reproduzir algumas notas, tocar algumas melodias num piano clássico ou num sintetizador, improvisar algumas músicas sem dominar essa linguagem, mas para saber o que as notas representam no seu instrumento, precisará de estudar a música mais a fundo do que apenas reproduzir o que ouve outras pessoas a tocar.

Se quiser chegar a um nível superior e realmente aprender a tocar piano, ter uma abordagem mais profissional para se tornar num excelente músico pianista irá incluir começar a aprender a teoria da música. Só assim conseguirá ter todas as ferramentas necessárias para conseguir ler uma pauta, compor músicas originais e perceber toda a teoria envolvida no processo de criação musical.

Infelizmente, o estudo do solfejo, que ocupa uma boa parte das aulas nos conservatórios de música, não tem uma reputação muito boa. Na verdade, é muitas vezes considerado demasiado académico, até mesmo algo desencorajador para músicos iniciantes. No entanto, a teoria musical é uma etapa extremamente necessária para qualquer aluno que queira continuar a aprender música, desenvolver as suas capacidades atuais e tornar-se num músico de sucesso.

Assim, se quiser progredir no seu instrumento de eleição, ganhar um tempo considerável ao decifrar rapidamente uma partitura e entender as claves de sol e de fá, recomendamos que tenha aulas de teoria musical de forma a complementar o seu estudo e para que veja um progresso nas suas habilidades como pianista!

E já sabe, os benefícios de aprender a tocar um instrumento como o piano são imensos!

Convencido? Agora vamos ver o que a web nos traz em termos de aulas de piano online para aprender a teoria da música com qualidade e simplicidade!

Aprender piano e teoria musical

Como conhecer o tipo de pianista que deseja se tornar.
Aprender a tocar piano como autodidata permitirá que se especialize num estilo específico que o seu professor poderá não ensinar, como jazz ou blues, entre outros estilos musicais mais alternativos.

Definição de solfejo

Na tradição ocidental, a teoria musical é considerada o idioma da música.

O seu estudo permite que qualquer estudante de música leia e/ou escreva uma partitura musical sem grandes dificuldades e interpretá-la em vários instrumentos distintos, desde instrumentos de sopro como o clarinete, a instrumentos de cordas como o violino, instrumentos de teclas como piano, a instrumentos de percussão como a bateria, ou até mesmo aprender as melodias necessárias para ser um bom estudante de canto.

Esta teoria baseada na leitura de partitura é por vezes considerada chata e até entediante, no entanto, os professores de música esforçam-se para tornar as suas aulas mais divertidas, criativas, interativas e centradas na música com um todo.

Teoria musical: um estudo recomendado para quem quiser seguir uma carreira triunfal como músico

A teoria musical não é obrigatória para todos os estudantes de música, mas é recomendável que faça parte do seu currículo como músico já que é a primeira característica diferenciadora entre um simples aluno de música e um músico profissional com um potencial artístico considerável.

Será através da teoria musical que conseguirá codificar, escrever de forma precisa e detalhada as notas de música num suporte de papel e compor os seus originais. Por isso, saber como o fazer será uma ferramenta formidável para a sua jornada musical.

Aprenda piano
O piano é um dos instrumentos mais belos para ser aprendido. | Fonte: Pixabay

É verdade que consegue aprender música sem recorrer à parte teórica, mas acabaria por se tornar num profissional ou músico limitado em certos aspetos. Isso pode complicar a sua vida durante as sessões de gravação num estúdio, por exemplo, ou numa apresentação em palco, ou até mesmo na altura de fazer parte de um grupo musical.

O solfejo: ferramenta universal indispensável para o pianista

Não é por acaso que se ensinam as bases da teoria musical em escolas como os conservatórios de música e até em aulas de teclado para iniciantes. Na verdade, apesar de conseguir tocar mpb, pop e rock sem ter de ler uma partitura, dominar a parte teórica é essencial para poder ler, escrever e tocar uma partitura de música clássica, jazz ou até mesmo soul.

Por exemplo, seria impossível tentar reproduzir uma das sinfonias de Mozart, Beethoven ou Chopin numa orquestra sem ter uma partitura em mãos por onde se guiar. Quão mais complexa for a música que está a tentar reproduzir, mais útil será para si ter uma folha à sua frente com as notas musicais que poderá utilizar para se orientar enquanto toca. Assim, nunca se irá esquecer de como a música flui, das pausas que terá de fazer entre notas e ainda a intensidade com que deve tocá-las.

Adicionalmente, ao ser uma linguagem universal, o solfejo permite unir diferentes músicos por todos os quatro cantos do mundo para que consigam comunicar entre si e assim criar e colaborar em novas melodias, tocar vários instrumentos juntos, colaborar em orquestras sinfónicas ou até cantar em uníssono, sem terem qualquer barreira linguística a enfrentar.

Da mesma forma que a língua chinesa, o solfejo desenvolve um “abecedário” específico, representado por desenhos que simbolizam, em forma escrita, as várias notas musicais associadas a um instrumento e a determinada música, através do recurso à memória visual. Na verdade, quando se aprende a ler música, pratica-se uma linguagem universal, e, ao saber como fazê-lo, ganhará muitas vantagens na comunicação e na elaboração de novas músicas.

Quando deve ponderar aprender teoria musical?

Seja no conservatório, numa escola especializada, ou em aulas particulares com um professor de música, é possível aprender teoria da música a partir de qualquer idade.

Não há aulas de teoria musical específicas para crianças ou para adultos, sendo uma disciplina sem quaisquer limitações impostas por idades ou talento prévio. A única coisa que irá ditar se será um bom aluno nesta temática, ou não, será a sua dedicação à mesma. Assim sendo, praticar o que aprende nas suas aulas é de enorme importância para que não se esqueça do que foi estudando ao longo das mesmas e para que possa ir aumentando o seu conhecimento com a prática, de forma a que seja capaz de aumentar o grau de dificuldade das partituras que vai tentando tocar de aula para aula.

Os alunos mais jovens normalmente frequentam aulas paralelas de teoria e de prática do instrumento que desejam aprender a tocar, o que potencializa a sua aprendizagem. Ao terem os dois tipos de aulas em simultâneo, não costumam desenvolver grandes dificuldades com esta nova linguagem, pois são capazes de observar como é que a teoria é refletida na prática e vice-versa.

Quanto aos adultos, que costumam ter mais conhecimento e bagagem cultural no que toca ao mundo da música, estes estão mais motivados para alcançar o seu objetivo e são capazes de compreender mais rapidamente as modalidades da teoria, a sua codificação e a linguagem teórica adjacente da prática do seu instrumento.

Para os mais ambiciosos, é possível aprender o solfejo como autodidata, por meio de cursos de teoria musical na internet e através de aplicações para smartphone e tablet.

Faça aulas de piano com um professor particular.
O professor de piano será a ponte entre uma partitura difícil e um resultado fácil. Créditos de fotografia: Susan Sharpless Smith via VisualHunt.

Piano e a teoria musical: aprenda sozinho a partir de aulas online

É comum encontrar aulas, vídeos e cursos na internet totalmente gratuitos de diversas temáticas interessante, mas, às vezes, é necessário desembolsar uma certa quantia para encontrar conteúdos mais qualificados, completos e adequados à sua formação através da inscrição em aulas particulares de forma a ser capaz de atingir os seus objetivos.

Abaixo listamos uma série de portais e sites, tanto gratuitos como pagos, onde pode encontrar formações diferenciadas e com abordagens distintas para aulas de teclado ou de piano em formato online.

Teoría.com

O site Teoría.com foi criado em 1993 pelo músico porto riquenho José Rodríguez Alvira, para servir como complemento às suas aulas para os seus alunos do Conservatory of Music of Puerto Rico. O site disponibiliza diversos exercícios didáticos, desde tópicos básicos de ritmo e perceção musical, até análises de partituras musicais complexas, como por exemplo as composições de Beethoven e Bach, entre muitos outros músicos clássicos.

Se quiser ter acesso a conteúdos programáticos extra, é possível tornar-se membro do portal ao pagar uma quota pelos mesmos, mas os tutoriais básicos e a maior parte dos exercícios são de livre acesso e estão disponíveis para qualquer aluno de forma gratuita.

Descomplicando a música

O objetivo deste site é fornecer uma boa base teórica sobre música, mas de uma maneira simples e fácil de compreender, ao contrário de muitos materiais que existem no mercado, para que possa partir daí para conteúdos mais complexos e evoluir como pianista. Ao começar por programas educativos mais simples, será capaz de ganhar motivação para experimentar coisas novas ao ver que consegue já reproduzir algumas composições para iniciantes e evoluir a partir daí.

O site disponibiliza ainda exercícios, questionários, vídeos educativos, materiais em PDF para download que poderá imprimir para estudar, e cursos completos em várias áreas de teoria musical, que, apesar de serem pagos têm um valor bastante acessível.

Inside Music

Podemos afirmar que este é um dos cursos mais completos sobre teoria da música disponíveis na internet. Este website apresenta aos seus alunos os componentes básicos da música ocidental, abordando tópicos como ritmo, melodia, harmonia, polifonia, instrumentação, estrutura e forma musical.

O estudante pode utilizar estes elementos para fazer as suas próprias composições e, no final do curso, terá escrito a sua própria música original. Não obstante, recomendamos que, antes de se inscrever, o aluno faça o curso de introdução à teoria musical, também online e gratuito, para que tenha uma melhor ideia do que esperar desta iniciativa. Ambos os sites estão disponíveis em inglês.

eMusicTheory

Trata-se de um portal educacional projetado para professores e alunos da área musical. O objetivo principal desta plataforma é ensinar música a todos os potenciais interessados com o auxílio de uma série de exercícios didáticos. Este website requer uma assinatura paga, mas pode usar os recursos gratuitos disponíveis no site, como, por exemplo, exercícios práticos para treinar a sua destreza e partituras teóricas interativas que o ajudarão a aperfeiçoar a sua aprendizagem musical. Para que tire o melhor proveito possível da plataforma e para que esta funcione corretamente, é importante fazer o download do plug-in Java para que o seu navegador consiga reproduzir os conceitos lecionados, que são explicados usando um applet de Java interativo.

Acadezik.com

Canal de música oficial do site do mesmo nome, a acadezik.com conta com mais de 3.250 assinantes e cerca de 324.299 visualizações nos seus vídeos.

Esta plataforma digital oferece mais de 50 vídeos sobre o tema do solfejo, com listas de reprodução especializadas sobre:

  • Exercícios de leitura de notas musicais (clave de sol, clave de fá);
  • Exercícios de leitura rítmica (clave de sol, clave de fá).

A única desvantagem desta plataforma é que o portal e as respetivas aulas são em francês, o que implica que só quem é fluente nesta língua será capaz de usufruir dos seus conteúdos programáticos na totalidade.

Exercício de Técnica de Piano

No seu canal de divulgação online, o músico e produtor musical Milo Andreo ajuda aqueles que procuram aulas de teclado para iniciantes e aqueles que querem aprimorar suas técnicas já existentes.

Dave Conservatoire

Criada por um músico britânico, a Dave Conservatoire é uma escola online que ensina música de graça desde 2011. Os seus vídeos são excelentes para aqueles que procuram aulas de teclado ou de piano para iniciantes: através do uso de vídeos montados em forma de tutoriais, são abordados temas básicos como as escalas, o ritmo, a harmonia e o timbre, tudo conteúdos fundamentais para um estudante de música, independentemente do seu instrumento e grau académico.

Todos estes complementos ao estudo são lecionados em inglês.

Theory.net de Ricci Adam

Este portal apresenta três seções independentes de que pode tirar proveito para melhorar as suas capacidades como músico autodidata:

  • Lições: orientações musicais animadas para alunos iniciantes;
  • Exercícios: propostas de treinos para a prática dos conteúdos lecionados; e
  • Ferramentas: instrumentos disponíveis para melhorar a sua aprendizagem como, por exemplo, calculadoras que ajudam a medir notas, intervalos e acordes.

As aulas desta plataforma são interativas e oferecem slideshows incrivelmente detalhados com informações de como tocar determinada partitura, passo a passo. Este portal é bastante útil para aqueles que desejam aprender a tocar piano, pois pode ativar um teclado online através de um simples clique, tocar nele e marcar as notas necessárias, sem precisar de ter um piano real à sua disposição para treinar e aprender coisas novas.

Pode aprender piano online
Hoje em dia, existem várias maneira de aprender a tocar piano! | Fonte: Pixabay

Teoria musical: algumas aplicativos para música aprender sozinho

Para além dos sites supramencionados, indicamos abaixo algumas aplicações úteis que podem ser instaladas no seu smartphone ou tablet, disponíveis para android ou para iOS. A vantagem óbvia destas aplicações? Poder estudar onde quer que esteja, seja no autocarro ou comboio a caminho do trabalho, no avião numa viagem de longa distância, na fila do banco, no intervalo da escola, etc. Estas aplicações são uma ferramenta ideal para qualquer estudante que procure aprender piano ainda mais depressa!

Entre as nossas sugestões estão:

Music Theory Helper

Esta aplicação gratuita está apenas disponível para dispositivos android, e é ideal para pessoas com pouco tempo para dedicar ao estudo de uma disciplina musical, mas que ainda assim querem aprender solfejo. Ela permite ouvir o som de diversos acordes, sequências rítmicas e escalas musicais em qualquer lugar, já que não é necessário ter acesso à internet para esta funcionar. Não contém exercícios complexos, mas ajudá-lo-á a aprimorar a perceção musical através dos seus componentes lúdicos mencionados anteriormente.

Em adição a isso, oferece ainda alguns conteúdos valiosos para aprender a ler partituras musicais e estudar os vários círculos de quintas, ou seja, o espaço geométrico circular que descreve as relações permutáveis entre as doze notas musicais de uma escala.

Ouvido perfeito

Esta aplicação é aconselhada para quem está a aprender a tocar qualquer instrumento harmônico. É uma das plataformas mais recomendadas por vários professores de música pelo mundo inteiro para que estudantes iniciantes possam praticar os seus exercícios de teoria musical através do seu smartphone ou tablet.

O objetivo a alcançar com esta plataforma é treinar a perceção musical por meio de jogos simples. Poderá ouvir os sons das atividades e também cantar os intervalos melódicos para melhorar a sua afinação auditiva e no final terá a oportunidade de ser avaliado pela própria aplicação.

Como elemento extra de aprendizagem poderá ainda aceder a uma área com textos em português sobre teoria musical que podem ser aproveitados sem qualquer custo adicional.

Veja os seus recursos principais:

  • Exercícios para treinos personalizados de intervalos, escalas, acordes e ritmos;
  • Possibilidade de criar escalas personalizadas, acordes e progressões de acordes de acordo com as suas preferências e habilidades para exercícios práticos;
  • Artigos teóricos que poderá ler de forma a estudar a teoria musical de uma maneira mais completa e informada;
  • Exercícios ditados melódicos;
  • Treinos de leitura visual de partituras;
  • Treinos de reconhecimento de tons absolutos;
  • Treino de canto das respetivas notas musicais;
  • Dicionários de escalas completos.
  • Um dicionário de escalas completo
Solfejo & piano: é possível aprender sozinho?
Saiba tudo sobre como aprender teoria da música por conta própria.

Ler música

Esta aplicação tem como objetivo exercitar a sua capacidade de ler partituras tanto para pianos como para outros instrumentos musicais. Para que seja capaz de o fazer são disponibilizadas diferentes lições interativas com exercícios adaptados ao seu conhecimento atual para que seja capaz de:

  • Ler, à primeira vista, os valores rítmicos de determinada partitura;
  • Memorizar fórmulas rítmicas;
  • Reconhecer as variadas notas na pauta e memorizar os seus nomes;
  • Reconhecer as diferentes notas na pauta à primeira vista.

EarWizard

Disponível apenas para iOS, o EarWizard pode ser bem útil para aqueles estudantes de música que estão a começar a aprender teclado, piano, ou teoria musical. Este software serve para treinar a sua audição e melhorar as suas habilidades indispensáveis para se tornar num bom músico como a concentração e perceção sonora. Para tal, a aplicação apresenta sequências de acordes que vão ficando maiores a cada rodada e o usuário deve ser capaz de as repetir, utilizando apenas a sua memória auditiva.

No entanto, se se sente um pouco intimidado em se tornar num músico autodidata, procure o apoio de alguém mais experiente para o ajudar a ultrapassar os seus desafios e atingir o seu objetivo como pianista! Aqui na Superprof também oferecemos aulas de música a pensar nas suas necessidades pessoais como músico, independentemente da sua experiência anterior.

Eis algumas perguntas frequentes do nossos recém inscritos que procuram começar a ter aulas na área:

Precisa de um professor de Piano ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Ricardo

Marketeer. Professor. Country Manager. Redator. Dedicação a 200% em tudo o que me comprometo ao longo da minha vida. Adoro as diferentes personalidades existentes em ambiente profissional e social. Em constante transformação. Escrevo para partilhar o meu conhecimento e entusiasmo aos leitores que queiram ver respondidas as suas questões ou aprofundar algum tema.