Provavelmente já deve ter passado por alguma experiência na área da educação: seja ajudando uma criança com os trabalhos de casa, com o seu filho, sobrinho, primo, vizinho... Provavelmente, não cobrou qualquer valor por isso ou então algo muito simbólico! E depois, certamente nem passou pela sua cabeça declarar esta atividade, já que se tratou de uma ocasião muito pontual e informal…

Sabia que o mercado das aulas particulares está a crescer cada vez mais em Portugal? Afinal de contas os alunos portugueses são dos que mais reprovam na Europa.

E, por isso, os pais de crianças em idade escolar, matriculados tanto no Ensino Primário como no Ensino Secundário ou Universitário, procuram por explicadores para conseguirem reverter o panorama nacional.

Os professores que prestam estes serviços podem ser profissionais de educação (formados em ensino, licenciatura ou educadores) ou estudantes em universidades, de acordo com o nível da criança em dificuldade. Esta grande disparidade de competências e qualificações explica a ampla gama de custos praticados atualmente. O mercado é livremente aberto à concorrência e segue a lei da oferta e da procura.

Mas depois de receber o pagamento pelas suas aulas particulares, o que precisa de realizar perante a lei? Descubra todas as respostas neste artigo. Dar explicações em Viseu não tem de ser um bicho de sete cabeças!

Aulas particulares em Viseu está a crescer
O mercado das aulas particulares em Portugal está a crescer imenso! | Fonte: Unsplash

Mora em algumas das principais cidades de Portugal e quer descobrir como ganhar mais dinheiro com explicações?

Tiago
Tiago
Professor de Matemática
10€/h
1ª aula grátis!
Laura
Laura
Professor de Massoterapia
20€/h
1ª aula grátis!
Anders
Anders
Professor de Viola
5.00 5.00 (1) 20€/h
1ª aula grátis!
Prof. André lamounier
Prof. André lamounier
Professor de Canto
5.00 5.00 (7) 15€/h
1ª aula grátis!
Alberto
Alberto
Professor de Português para estrangeiros
4.91 4.91 (30) 15€/h
1ª aula grátis!
Mariana
Mariana
Professor de Física
5.00 5.00 (2) 20€/h
1ª aula grátis!
Andrea
Andrea
Professor de Francês
5.00 5.00 (24) 17€/h
1ª aula grátis!
Feodor
Feodor
Professor de Viola
5.00 5.00 (5) 20€/h
1ª aula grátis!
Paul
Paul
Professor de Inglês
5.00 5.00 (26) 10€/h
1ª aula grátis!
Fábio
Fábio
Professor de Matemática
5.00 5.00 (6) 15€/h
1ª aula grátis!
Márcio
Márcio
Professor de Baixo
5.00 5.00 (3) 20€/h
1ª aula grátis!
Susana
Susana
Professor de Inglês
4.97 4.97 (29) 15€/h
1ª aula grátis!
Melissa
Melissa
Professor de Saúde pública
5.00 5.00 (4) 10€/h
1ª aula grátis!
Catarina
Catarina
Professor de Explicações
5.00 5.00 (5) 16€/h
1ª aula grátis!
Cristiana
Cristiana
Professor de Expressão escrita - Português
5.00 5.00 (32) 15€/h
1ª aula grátis!
Teresa
Teresa
Professor de Explicações
5.00 5.00 (14) 20€/h
1ª aula grátis!
Mariana
Mariana
Professor de Japonês
5.00 5.00 (6) 14€/h
1ª aula grátis!

Dar explicações em Viseu: não caia na tentação do trabalho informal

Existem muitos motivos que o levaram a exercer uma atividade na área da educação:

  • para fechar as contas no final do mês
  • para pagar uma dívida (ajudar nas prestações da casa)
  • para descobrir a profissão de educador
  • para ganhar experiência profissional
  • para enriquecer o seu currículo…

Pode ser estudante, universitário, professor académico ou reformado... O facto é que agora pretende ganhar um dinheiro a mais dando aulas particulares.

Uma boa ideia, claro, ainda mais sabendo que o mercado de aulas particulares está em crescimento exponencial em Portugal, nas mais diversas áreas do conhecimento.

Professor particular com atividades regularizadas
Seja professor particular e regularize as suas atividades profissionais. Vale a pena! | Fonte: Unsplash

Sabe quanto custa uma hora de aula particular? Vamos ver alguns exemplos dos custos médios em função da especialidade:

Aula de Português – à volta de 10€/h

Aula de Matemática- à volta de 15€/h

Aula de Física - à volta de 10€/h

Aula de Geografia - à volta de 10€/h

Aula de Inglês - à volta de 15€/h

Aula de Filosofia - à volta de 10€/h

Aula de Alemão - à volta de 10€/h

Aula de Italiano - à volta de 10€/h

Aula de Francês - à volta de 15€/h

Aula de Canto - à volta de 15€/h

Aula de Viola - à volta de 10€/h

Aula de Piano - à volta de 20€/h

Aula de Guitarra - à volta de 15€/h

Aula de Bateria - à volta de 15€/h

Aula de Percussão - à volta de 20€/h

Aula de Natação - à volta de 10€/h

Aula com Personal Trainer - à volta de 20€/h

Aula de Surf - à volta de 20€/h

Aula de Yoga - à volta de 10€/h

Aula de Informática - à volta de 12€/h

Aula de Design Gráfico - à volta de 12€/h

Aula de Programação - à volta de 12€/h

No entanto, não importa qual a sua situação profissional ou status, é fundamental frisar que precisa de se regularizar enquanto profissional e declarar os seus rendimentos.

Todo este dinheiro que vai entrar na sua conta no final do mês deve ser declarado! Pois poderá ser punido e sofrer graves consequências caso decida evitar o pagamento dos seus impostos. Algo que definitivamente não vale a pena arriscar!

Descubra como pode aumentar o seu salário dando explicações particulares no Porto!

Explicações emprego: a resposta do governo português perante as irregularidades na declaração

Antes de mais nada, antes mesmo de pensar em declarar a sua renda, é preciso definir qual será seu estatuto profissional e regularizar as suas atividades. Tem à sua disposição as seguintes opções:

  • Tornar-se um microempreendedor: criando a sua própria empresa;
  • Trabalhando como Pessoa Independente: irá passar os conhecidos recibos verdes;
  • Trabalhar numa escola particular especializada ou centro de estudos:  será contratado como um trabalhador normal e terá o respetivo contrato;

Estas são algumas das opções que se encontram disponíveis!

Por muito que Portugal, tente impedir a fuga aos impostos, todos os anos acaba por sair lesado em milhares de euros…

Sabe-se que é uma realidade, mas é muito importante perceber quais são as consequências reais para as pessoas que não declaram ou que mentem na sua declaração de impostos.

Em Portugal, todos os trabalhadores devem realizar e entregar anualmente o IRS – Imposto sobre Rendimento das Pessoas Singulares – é uma taxa aplicada sobre os rendimentos dos contribuintes, salvo exceções descritas na lei.

Mais do que um sistema de gato e rato, a fuga aos impostos é algo que fere as raízes democráticas do país.

Se mora em Lisboa e está à procura de um emprego como professor particular, temos a solução perfeita!

Se não entregar o IRS

Se não entregou o IRS dentro dos prazos estipulados pelo Governo, A primeira consequência é a perda do direito às deduções à coleta que dizem respeito às despesas gerais familiares e de saúde, onde podiam ser deduzidos um máximo de cerca de 1.600 euros.

Se pretendia entregar em conjunto com o seu conjugue, também esqueça essa possibilidade. Terá de submeter sozinho! E se por algum motivo estiver isento do pagamento do IMI, também perde o direito a esta isenção.

Para além disto tudo, a falta de declarações, como a respetiva prestação fora do prazo legal, é punível com coima de 150 a 3 750 euros.

Mas isto não é tudo, se a se a Autoridade Tributária detetar inexatidões ou omissões na sua declaração da situação tributária, a multa oscila entre os 375 e os 22 500 euros.

Acha ainda que vale a pena arriscar?

Regras para declarar os rendimentos
Conheça todas as regras na hora de declarar os seus rendimentos. | Fonte: Unsplash

Quais as diferentes maneiras de regularizar as suas atividades como professor particular de apoio escolar em Viseu

Se já exerce a atividade e já tem rendimentos fixos, precisa de regularizar a sua condição. Mesmo que se encaixa numa das situações de isenção de impostos, é fundamental estar dentro da lei e formalizar o seu trabalho.

Existem diversas maneiras de fazer isso. Conheça elas:

Trabalhar como Pessoa Independente

São os conhecidos “recibos verdes”. Poderá inscrever-se numa repartição das finanças como trabalhador independente e poderá começar a passar as faturas e respetivos recibos. Ou seja, sempre que precisar de cobrar pelas suas aulas, passa uma fatura com os dados do seu cliente e após o recebimento da quantia, entrega o respetivo recibo!

De acordo com a sua situação, poderá ter de pagar (ou não) alguns impostos. Mas isso terá de ver o seu caso particular.

Trabalhar numa escola particular especializada

Outra opção para os professores que desejam regularizar-se é trabalharem como assalariados de uma empresa especializada em apoio escolar ou línguas. Dessa maneira, será um trabalhador normal, com todas os direito e deveres consagrados na lei portuguesa. Terá direito a um conjunto de regalias como férias, os subsídios de Natal e Férias, o direito ao subsídio de desemprego, entre muitas outras regalias.

É professor do ensino público no Funchal e pretende acumular o cargo de explicador particular?

Abrir uma micro ou pequena empresa

No caso de se justificar, poderá também abrir uma micro ou pequena empresa. Poderá tornar-se um empresário em nome individual. Nesta situação não é exigido qualquer  capital social mínimo para iniciar uma atividade, visto que responde sempre pelas dívidas da empresa.

Poderá ainda criar uma Sociedade Unipessoal por Quotas, que tem apenas um sócio que possui a totalidade do capital e detém o controlo absoluto do negócio. No entanto, o seu património pessoal não responde pelas dívidas da empresa.

Tem ainda à sua disponibilidade a opção de criar um Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada que possui um único indivíduo ou pessoa singular como titular e existe uma separação entre o património deste e o da empresa.

No caso de ter mais pessoas para se associarem, aí poderá pensar numa empresa coletiva e nas diferentes possibilidade que existem dentro desta!

Regularizar aulas particulares sem erro
Um professor particular precisa de se informar sobre como regularizar as suas aulas particulares! O conhecimento é essencial para não cometer qualquer erro! | Fonte: Unsplash

Explicações emprego Viseu: vantagens de estar regularizado

Estar dentro da lei em relação às suas atividades profissionais, além de permitir que tenha boas noites de sono (sem peso na consciência e sem medo de a polícia bater à sua porta depois de uma auditoria fiscal), também garante os seus direitos em relação à Segurança Social e ao seu futuro quando se reformar.

Sabe que está inserido num determinado sistema e terá sempre as suas regalias. Com todos os descontos que irá efetuar ao longo da sua vida para a Segurança Social, poderá mais tarde reformar-se e auferir de rendimentos para terminar os seus dias.

Para além disso, a Segurança Social também garante aos trabalhadores os respetivos apoios em momentos de doença, por exemplo.

Descubra como pode aumentar o seu salário dando explicações particulares em Coimbra!

Qual a melhor forma de regularizar as suas atividades?

A verdade é que isso vai depender de quanto pretende ganhar como professor particular e quais os seus principais objetivos profissionais.

Se espera receber menos de 15 mil euros por mês pode simplesmente registar-se como trabalhador independente. Se tem como objetivo faturar muito mais, poderá fazer sentido criar a sua própria empresa!

Informe-se junto de um gabinete de contabilidade para um esclarecimento mais profundo sobre as diferentes opções disponíveis.

Se quer realmente dar explicações em Viseu apenas precisa de encontrar a solução para o seu problema! Não espere mais… As explicações emprego podem ser decisivas para o seu futuro!

Precisa de um professor de ?

Gostou deste artigo?

5,00/5 - 1 voto(s)
Loading...

Maria

Copywriter e Produtora de Conteúdo. Dirige o projeto dedicado à criação de conteúdo: Maria Escreve. Gosta de criar artigos que esclareçam as dúvidas e acrescentem valor aos leitores.